quarta-feira, 21 de agosto de 2019 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Um: O rompimento com o PT

Postado em 4 de outubro de 2016

Da série “Os 15 motivos”  onde o blog, num trabalho de pesquisa, memória e coleta exclusiva, pretende fundamentar os equívocos capitais do PMDB de Tijucas, desde a retomada do poder, que culminaram na acabrunhante derrota de domingo (2) , segue o primeiro capítulo:

Vereador por três legislaturas consecutivas, o advogado Elmis Mannrich (PMDB), ainda que não fosse unanimidade nas bases do partido, conquistou a prefeitura em 2004, numa virada extraordinária sobre Uilson Sgrott (PFL), que concorria à reeleição e ostentava favoritismo absoluto. Fragilizado e dividido, o PMDB passava por sérias divergências internas e sofria com a falta de crédito e apoio econômico. O candidato a vice-prefeito na chapa, advogado Roberto Vailati (PT), trouxe, além da militância petista que começava a se fortalecer em Tijucas pela popularidade incontestável do presidente da República à época, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), os primeiros indícios de aporte financeiro à campanha. Outros reforços de caixa foram conquistados no decorrer da caminhada pela atuação ora temerária do advogado Marcio Rosa, que presidia o partido no município e assumiu todos os riscos. Às 17h do dia 3 de outubro daquele ano, a cidade ficou verde.

Mannrich iniciou o governo na primeira manhã de 2005 com grandes expectativas. E não decepcionou. Comparado ao antecessor, que teve gestão contestada inclusive pelos correligionários, o prefeito do PMDB não tardou a cair nas graças dos munícipes com ações animadoras e obras públicas de grande aprovação popular. Os recursos federais passaram a ser presentes e frequentes em Tijucas, e reza a lenda que Vailati, o vice-prefeito, tenha méritos significativos nesse processo.

Tudo caminhou às mil maravilhas até a metade do mandato. Com expressiva aceitação entre os tijuquenses, o prefeito e o então procurador geral do município, Marcio Rosa, decidiram e convenceram a cúpula do partido que descumpririam o compromisso firmado com o vice-prefeito dois anos antes de que Vailati seria o candidato a prefeito em 2008 com Mannrich como vice , e que caminhariam para a reeleição com ou sem o PT. Havia, inclusive, um documento assinado pelas lideranças dos dois partidos, que, no fim das contas, de nada valeu. O adjunto anunciou o rompimento com o PMDB, contou a perfídia aos jornais, e todos os petistas, um a um, foram deixando os cargos que ocupavam na administração municipal.

Desde então, Mannrich e o PMDB deram à luz um inimigo mortal. Roberto Vailati e o PT começavam, naquele momento, uma força-tarefa para arrancar os periquitos do poder. Domingo (2 de outubro de 2016), uma década depois, eles finalmente conseguiram.

7 Comentários em “Um: O rompimento com o PT”

  1. disse:

    Sempre votei no Elmis desde da 1 vez a vereador, no 1 mandato fez um grande trabalho, na ocasião vendo o prestigio que tinha nunca iria deixar de ir a uma releição, e já garanto que na próxima eleição não será o PT quem sai como candidato a releição em Tijucas acontecera a mesma coisa com PSD e PT se houver esse acordo, vejo a eleição perdida porque era preciso realmente basta olhar no vale do Rio Tijucas, em Canelinha uma mudança de 12 anos, Porto belo, São João Batista Daniel não teve o prazer de trabalhar e mesmo assim a população quer ver ele trabalhar a palavra do momento era MUDANÇA, outro fator foi quando Elmis passou a bola para o Valério a cidade em dia e agora na hora que precisou recebeu essa lastima de Cidade toda cheia de buraco, problemas em todas as secretarias, mau administrador que nem lembrado seja no futuro, vai falar o que para seus netos, fui o prefeito dos buracos, um pessoa que foi eleita juntamente pela militância de um partido e traiu as mesmas pessoas por uma questão pessoal com Elmis, pra mim particularmente mais um erro (uma briga interna entre 2 pessoas descontada em uma população ) isso e um homem de vinganças tem que estar fora da prefeitura, perseguiu os seus, em vem gente me dizer que ele foi bom!! Foi bom para os adversários pois foi uma tragedia em pessoa publica vingativo, teimoso, Podia ao menos dar a manutenção que a cidade precisava, Hoje para alguns ele e um ídolo mas a partir do dia 1 de Janeiro quando entrarem na prefeitura e tiverem que fazer toda a manutenção da Cidade, e as melhorias ele já ira perder a credibilidade com essas poucas pessoas…ao Eloi desejo uma ótima administração não votei mas não torço contra espero não ver sua administração manchada por algumas figuras tarimbadas de Tijucas que não merecem ter sua confiança, coloque ao seu lado pessoas do bem, e de confiança não esses sujos que so olham para seu umbigo comece com pé direito deixe seu nome marcado em Tijucas com honestidade comece levando secretários ficha limpa junto com você ai sim na próxima estarei ao seu lado…

    1. Piriquita indignada! disse:

      Muito bom texto Zé… concordo com tudo por você escrito…E acrescento, que o prefeito tatu, na vida política não consegue mais votos nem para se eleger vereador.

    2. Rodrigo disse:

      Pois é Zé , você colocou bem as suas palavras , mas terminou mal ! Se és tão ativo para ficha limpa , porque apoiou o Elmis ? A mudança sempre vai favorecer a transparência , quem muito quer se manter no poder é porque tem rabo preso , veja o caso dos vereadores , ainda tem gente que vota mesmo sabendo que o cara roubou….engraçado né ? Partidário não ! Cidadão Tijuquense sim , com voto responsável

      1. disse:

        Rodrigo não trabalho na prefeitura e o voto e livre voto em quem eu quiser, já na questão ladrão o candidato 55 tem uma mancha la atras quando secretario, um ladrão que rouba uma bicicleta e um ladrão que rouba um carro ambos são ladrão amigo!! então repense seu questionamento, e em janeiro vamos ver se a administração nova vai dar vagas aos iceberg que estavam acompanhando a campanha!! Acho que não e preciso investir em ficha suja muita gente do bem acompanhou a vitoria na esperança da mudança perder a vaga para um sujo não sera facil !!

        Abração e vamos pensar em Tijucas afinal e a unica coisa que quem não trabalha na prefeitura pode estar ganhando com melhorias e obras!

  2. jorge disse:

    Piriquita indignada! o prefeito tatu nao fez nada porque estava cobrindo os furos do ladino . e a melhor obra até aqui de tijucas para seus netos e bisnetos é o esgoto sanitário . ui ui uiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

    1. Piriquita indignada! disse:

      Será mesmo Jorge?
      Sei não, 4 anos só cobrindo rombo…
      Tomara que a máquina esteja mesmo enxuta,porque do jeito que se encontra nossa cidade… Não vai ser fácil…Mas tomara que tenha ele, sido o primeiro prefeito a não deixar dívidas… Pois torço por Tijucas

  3. Aguia que sobrevoa disse:

    Há, no território da Princesa do Vale, uma multidão de “traídos” pelo soberbo senhor… Grande parte deles, se reuniu, publicamente, na coligação vitoriosa… Outros fizeram seu trabalho silenciosamente… E construíram, todos, a acachapante vitória… Que será definitiva, porque o “distinto”, creio, não mais se erguerá… Não com o vigor que achava ter…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O que você procura?