quinta-feira, 22 de outubro de 2020 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Contraponto

Postado em 14 de outubro de 2020

Sobre a nota “Inimigo íntimo“, de hoje no Blog, o candidato a vereador Valdeci Nunes (REPUBLICANOS) garante que não pediu votos para Antônio da Silva (PP) e Altamiro José Adames (PSD) durante evento da coligação “Unidos Faremos Mais Por Canelinha”, domingo (11), em um bar da cidade, e que apenas recepcionou, cordialmente, os candidatos a prefeito e vice da aliança adversária na chegada ao local.

Nunes diz, ainda, que usou o microfone porque, naquele momento, cantava no karaokê do bar; e que continua alinhado a Diogo Francisco Alves MacielAntonio Carlos Machado Junior, candidatos a prefeito e vice do PSL, com quem o Republicanos é coligado.

Inimigo íntimo

Postado em 14 de outubro de 2020

Se o advogado Diogo Francisco Alves Maciel (PSL) depender do otimismo do candidato a vereador Valdeci Nunes (PRB) — da própria coligação — para alcançar a prefeitura de Canelinha nestas eleições, tem uma tarefa das mais difíceis pela frente. Pelo menos, foi o que ficou evidente no evento de campanha da aliança “Unidos Faremos Mais Por Canelinha”, domingo (11), num bar da Cidade das Cerâmicas.

Nunes, que surpreendentemente participava do encontro, não se conteve: pegou o microfone e bradou “Tonho e Altamiro!”, em referência às candidaturas do ex-prefeito Antônio da Silva (PP) e do vereador Altamiro José Adames (PSD) à chefia do Executivo municipal. A manifestação foi gravada e circula insistentemente, desde então, nos grupos de conversação online da cidade.  Pois, então?!