quinta-feira, 22 de outubro de 2020 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Contraponto

Postado em 14 de outubro de 2020

Sobre a nota “Inimigo íntimo“, de hoje no Blog, o candidato a vereador Valdeci Nunes (REPUBLICANOS) garante que não pediu votos para Antônio da Silva (PP) e Altamiro José Adames (PSD) durante evento da coligação “Unidos Faremos Mais Por Canelinha”, domingo (11), em um bar da cidade, e que apenas recepcionou, cordialmente, os candidatos a prefeito e vice da aliança adversária na chegada ao local.

Nunes diz, ainda, que usou o microfone porque, naquele momento, cantava no karaokê do bar; e que continua alinhado a Diogo Francisco Alves MacielAntonio Carlos Machado Junior, candidatos a prefeito e vice do PSL, com quem o Republicanos é coligado.

Inimigo íntimo

Postado em 14 de outubro de 2020

Se o advogado Diogo Francisco Alves Maciel (PSL) depender do otimismo do candidato a vereador Valdeci Nunes (PRB) — da própria coligação — para alcançar a prefeitura de Canelinha nestas eleições, tem uma tarefa das mais difíceis pela frente. Pelo menos, foi o que ficou evidente no evento de campanha da aliança “Unidos Faremos Mais Por Canelinha”, domingo (11), num bar da Cidade das Cerâmicas.

Nunes, que surpreendentemente participava do encontro, não se conteve: pegou o microfone e bradou “Tonho e Altamiro!”, em referência às candidaturas do ex-prefeito Antônio da Silva (PP) e do vereador Altamiro José Adames (PSD) à chefia do Executivo municipal. A manifestação foi gravada e circula insistentemente, desde então, nos grupos de conversação online da cidade.  Pois, então?!

Água mole, pedra dura

Postado em 21 de agosto de 2020

A política, suas nuances e imprevisibilidades. O vereador Abel Grimm (PSD), que deixou o PP em desacordo à soberania do ex-prefeito Antônio da Silva no partido, agora é, surpreendentemente, pré-candidato a vice-prefeito na chapa do ex-mandatário de Canelinha.

Silva, que, mesmo diante das imprecisões da base, se manteve confiante na coalizão, liderou, ontem, a assembleia do frentão com o PSD — e a conquista, desde já, de quatro defensores na Câmara Municipal: o próprio Grimm, mais Altamiro José Adames, Arlindo Guilherme Veber Fernando de Souza, todos peessedistas.

Ascensão

Postado em 8 de abril de 2020

De coadjuvante a protagonista absoluto. Assim se define a ascensão do PSD em Canelinha nesta janela. Os vereadores Abel Grimm (ex-PP), Antônio Carlos Flores (ex-PSDB) e Fernando de Souza (ex-PRB) passaram às fileiras peessedistas e agora formam, com Altamiro Adames (PSD), a maior bancada do Legislativo canelinhense.

O ex-prefeito e ex-vice-prefeito Eloir João “Lico” Reis (ex-PSDB) também assinou filiação no PSD. Não se tem confirmação, no entanto, que o partido anuncie candidatura majoritária nestas eleições; mas, com tantos nomes à disposição, a postulação ao Executivo deve ser natural.

Concorrentes unidos

Postado em 6 de agosto de 2019
Foto: Divulgação

O ex-vereador e ex-secretário municipal Zulmar Simas, o vereador Antônio Carlos Flores (PSDB), o ex-prefeito Antônio da Silva (PP), o advogado Diogo Francisco Alves Maciel e o vereador Altamiro Adames (PSD) foram alguns dos convidados para a celebração do aniversário do vereador Fernando de Souza (PRB), sábado (3), em Canelinha.

Nas redes sociais, Simas comentou que “daqui (da foto) sai o próximo prefeito”. Quem há de duvidar? Afinal, dos seis dispostos no retrato, quatro têm pretensões claras para a prefeitura nas eleições de 2020.

Entre os presentes, aliás, também estavam o presidente da Câmara Municipal, Arlindo de Simas (PL), o vereador Abel Grimm (PP), a empresária Geraldina Mafra e o estrategista político Túlio Tavares Santos. E destes, a propósito, mais um ou dois se dispõem ao próximo pleito majoritário da Cidade das Cerâmicas. Pois, então?!