terça-feira, 17 de setembro de 2019 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Festa em dobro

Postado em 16 de setembro de 2019
Foto: Divulgação

O empresário Eliel Hamilton Ventura, de Tijucas (ao centro, de vermelho), comemorou dobrado, sábado (14), no Timbé. Primeiro pelas 42 primaveras recém-completadas, e depois pelas presenças de ilustres convidados — como, por exemplo, o prefeito Elói Mariano Rocha (PSD) acompanhado da primeira-dama Izineide Paloschi, o vereador Rudnei de Amorim (DEM) e, especialmente, o deputado federal Darci de Matos (PSD-SC).

Ventura e Matos, a propósito, aproximaram-se nas eleições de 2018 — por intermédio do diretor de Operações do Grupo Angeloni, o batistense Atanázio dos Santos Netto — e vêm mantendo contato desde então. A relação entre o empresário tijuquense e o deputado deve render, inclusive, 1,5 quilômetro de asfalto para o Timbé. O parlamentar garantiu uma emenda de R$ 600 mil para a obra; e a prefeitura vai entrar com outros R$ 400 mil de contrapartida. A ordem de serviço deve ser assinada no início de 2020.

Bom proveito

Postado em 11 de setembro de 2019

Único não cola-branca na mesa de honra da convenção do PP de Tijucas, anteontem, o vice-prefeito Adalto Gomes (PL) aproveitou estrategicamente os holofotes e matou três coelhos com apenas uma cajadada. Além de ter marcado território no rol de autoridades, usou o discurso para propagandear veladamente o PL — partido que passou a presidir no município — e devolveu a gentileza ao progressista Vilson Natálio Silvino, que prestigiou o encontro dos liberais dias atrás.

Gomes segue entre as opções, claras e manifestas, para a concorrência majoritária de 2020 e vem mantendo postura diplomática com o prefeito Elói Mariano Rocha (PSD), que planeja concorrer à reeleição, e com os diversos partidários do grupo governista.

Reafirmação

Postado em 10 de setembro de 2019
Foto: Léo Nunes

O vereador Vilson Natálio Silvino fez suspense, mas, no fim, reassumiu, sem surpresas, a presidência do PP tijuquense por mais um mandato. A cerimônia de homologação da única chapa, por aclamação, ontem, na sede social do Jardim das Amendoeiras, contou com progressistas de Tijucas, Canelinha, São João Batista, Major Gercino e Nova Trento, e, destacadamente, com o prestigiado senador Esperidião Amin, acompanhado da mulher, a deputada federal Ângela Amin, e do filho, deputado estadual João Amin — seguramente, os maiores expoentes do partido no estado.

Nem somente, porém, os pepistas formaram o quórum do evento. Além do prefeito Elói Mariano Rocha (PSD) e do vice-prefeito Adalto Gomes (PL), que estiveram na mesa de honra, representantes de outras legendas — como o ex-prefeito Uilson Sgrott (DEM), os vereadores Rudnei de Amorim (DEM), Fabiano Morfelle (PDT) e Odirlei Resini (MDB), mais o empresário Thiago Peixoto dos Anjos, que deve concorrer à prefeitura em 2020 no PDT — ainda participaram do ato.

Figuras preminentes do partido, como o ex-prefeito Nilton de Brito, o empresário Helio Gama e o médico Rogério de Souza, evidentemente, também assinaram o protocolo na prestigiada convenção do PP tijuquense.

“Nada a temer”

Postado em 10 de setembro de 2019

Em atenção à propalada condenação por improbidade administrativa, de quando foi secretário de Educação na gestão de Nilton de Brito (PP), em 1995, o prefeito Elói Mariano Rocha (PSD), de Tijucas, usou as redes sociais para informar que tomou conhecimento dos fatos apenas na imprensa; e que, assim que a decisão for publicada, vai se manifestar novamente a respeito do tema.

A juíza Monike Silva Póvoas Nogueira assinou a sentença sexta-feira (6), e o caso ganhou repercussão principalmente nos grupos de conversação online. Mariano Rocha foi condenado a ressarcir o erário municipal em R$ 27,4 mil, corrigidos desde 1º de março de 2002. À ação, cabe recurso.

Para conter as especulações, o prefeito garantiu, em nota de esclarecimento no Facebook, que não tem “nada a temer e nem mesmo a esconder”; e que, por se tratar de uma decisão em primeiro grau, vai recorrer.

Viaduto no papel

Postado em 2 de setembro de 2019
Foto: Lilian Freitas

O deputado federal Darci de Matos (PSD-SC) faz questão de divulgar, via assessoria de comunicação, a reunião de semana passada, na ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), noticiada com exclusividade no Blog, com os prefeitos de Porto Belo, Emerson Stein (MDB), e de Tijucas, Elói Mariano Rocha (PSD), além de membros do Fórum Parlamentar Catarinense — entre eles o deputado federal Rogério “Peninha” Mendonça (MDB-SC) — e representantes da Arteris SA, que controla as ações da Autopista Litoral Sul em Santa Catarina.

Matos reforça que o projeto executivo das alças de acesso em Porto Belo e do viaduto de contorno em Tijucas foi autorizado. As obras devem custar cerca de R$ 100 milhões. “A construção deste elevado, que fica no Km 161 da BR-101, próximo à Ponte de Santa Luzia, trará mais mobilidade e facilitará o acesso para os municípios de Canelinha, São João Batista, Nova Trento e Major Gercino. Estamos acompanhando esse pleito aqui em Brasília, junto à ANTT, para que ele seja atendido”, finaliza.

Viaduto

Postado em 28 de agosto de 2019

O diretor geral da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), Mario Rodrigues Junior, convidou, e os prefeitos de Porto Belo, Emerson Stein (MDB), e Tijucas, Elói Mariano Rocha (PSD), embarcaram para Brasília nesta semana. Hoje, eles participaram das discussões — ora definitivas —, na capital federal, sobre a construção de um viaduto entre os dois municípios, na BR-101, que pretende resolver uma série de problemas no tráfego local.

Outros catarinenses sensíveis à causa, os senadores Esperidião Amin (PP-SC) e Jorginho Mello (PL-SC) e os deputados federais Ângela Amin (PP-SC) e Darci de Matos (PSD-SC) também receberam o convite da ANTT e engrossaram o quórum da reunião.

Notas e fatos

Postado em 26 de agosto de 2019
Foto: Divulgação

Em nota oficial, o PSL catarinense informou que “todas as comissões provisórias municipais tiveram vigência suspensa” hoje, para “uma avaliação caso a caso”. O comunicado foi repercutido em Tijucas; e alguns colas-brancas comemoraram a suposta derrocada de Gerson Henrique Marcelino — que comandava a regência peesselista no município até a decisão da executiva estadual — e a possível e especulada inclusão do partido no projeto de reeleição do prefeito Elói Mariano Rocha (PSD).

Nesta manhã, porém, em Itajaí, o presidente da legenda em Santa Catarina, deputado federal Fabio Schiochet, teria garantido a Marcelino e cia que a comissão tijuquense deve ser reativada nos próximos dias, com as mesmas diretrizes e membros atuais. O bombeiro militar de reserva, aliás, estaria incumbido de comandar, em breve, um encontro regional do partido para ratificar as orientações da cúpula.

Na foto, o deputado estadual Onir Mocellin — responsável pela condução do partido na região — e o presidente do PSL estadual Fabio Schiochet emolduram o tijuquense Gerson Henrique Marcelino no encontro desta manhã.

Fala, vereador!

Postado em 21 de agosto de 2019

“Se conversaram sobre isso, foi entre eles e não comigo”, diz o vereador Odirlei Resini (MDB) sobre a conjecturada oferta dos colas-brancas — de um cargo na estrutura municipal em troca de filiação ao PSD e apoio nas próximas eleições em Tijucas.

O parlamentar confirma, entretanto, que vem se sentindo isolado no MDB desde a eleição para a presidência da Câmara, e que, por conta dessa situação, tem, de fato, recebido convites de outros partidos. “O próprio PSD já me convidou, mas nunca falaram em secretaria”, garante.

CONTRAPONTO

Substituto imediato de Resini no parlamento tijuquense, o suplente Oscar Luiz Lopes (MDB), no entanto, parece certo do acordo entre o titular e a administração municipal; e teria recebido investidas para, em caso de acerto entre as partes, rezar a cartilha do prefeito Elói Mariano Rocha (PSD) na Câmara.

O empecilho seria a família, quase toda emedebista. Lopes, a propósito, estaria tentando convencer os parentes dos benefícios da proposta.

Proposta

Postado em 20 de agosto de 2019

Sem clima no MDB, o vereador Odirlei Resini vem considerando o convite do prefeito Elói Mariano Rocha (PSD) para se juntar oficialmente ao escrete cola-branca. A proposta envolveria, ainda, uma pasta na estrutura municipal de Tijucas; e o parlamentar teria, em contrapartida, que abandonar de vez o ninho periquito e assinar filiação no PSD.

Resini, segundo mais votado em 2016 — com 1.069 votos — e afilhado do ex-prefeito Elmis Mannrich (MDB), tornou-se persona non grata para a regência emedebista quando decidiu acompanhar a bancada situacionista na eleição da presidência do Legislativo, no fim de 2018. A partir daí, entretanto, ele passou, inclusive, a defender os pleitos da administração municipal na Câmara.

O escolhido

Postado em 19 de agosto de 2019

Se conseguir, de fato, amealhar o PSL para o projeto cola-branca – as costuras começaram semanas atrás, com o governador Carlos Moisés da Silva e com a cúpula peesselista do estado –, o prefeito Elói Mariano Rocha (PSD) já tem um nome de extrema confiança para comandar o partido em Tijucas: o do secretário municipal de Administração e Finanças, Rosenildo de Amorim.

Em tempo: Mariano Rocha e Amorim estiveram juntos em Brasília, no início do mês, tratando do assunto com o presidente estadual da legenda, deputado federal Fabio Schiochet. A comissão provisória do PSL na Capital do Vale, que tem o psicólogo Gerson Henrique Marcelino na presidência, vence em 30 de setembro.