sábado, 24 de outubro de 2020 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Bandeira hasteada

Postado em 21 de outubro de 2020

A candidata a vereadora Vanessa Renata Machado (MDB), estreante na política aos 40 anos, tem um propósito: tirar do papel o “Projeto Preta Ana Silvério”, que pretende estimular mulheres de Tijucas, especialmente vítimas de violência doméstica, a serem independentes. Empresária, negra e mãe de três filhos, ela desenvolveu a proposta — em homenagem à amiga Ana Cleia Silvério, assassinada em 2019 — há cerca de nove meses, mesmo antes de decidir se aventurar na política.

Eleita ou não, governo ou oposição, Vanessa quer formar manicures, cabeleireiras, artesãs e costureiras e dar atendimento psicológico e médico às mulheres tijuquenses. E viu no processo eleitoral o caminho mais curto para alcançar esse objetivo.

APOIO

“As barreiras da subrepresentatividade, do racismo e do machismo precisam ser quebradas”, diz a candidata. E já tem apoios dos mais surpreendentes. Tanto que o presidente de um partido de coligação adversária, negro, identificado com a luta da empresária, decidiu, mesmo com correligionários envolvidos no pleito, apostar na campanha de Vanessa.

Pérolas

Postado em 20 de outubro de 2020

Exímia oradora, de fala articulada e português correto, a candidata a prefeita Fernanda Melo (MDB), de Tijucas, vem pecando no que mais sabe fazer. Por pressão, emoção ou intenção — como estratégia, para se manter como assunto nas redes —, ela tem cometido deslizes que se transformam frequentemente em memes nos grupos de discussão da cidade.

Ao bradar, em comício, dias atrás, que o ginásio de esportes da Praça precisava de reparos na cobertura porque “chove mais fora do que dentro”, a vereadora motivou uma série de zombarias na internet. Ontem, porém, ela registou outra pérola em entrevista para a Rádio Super, de São João Batista, ao dizer que, em razão da falta de acessos no Rio Tijucas e no Pontal Norte, “os pescadores não conseguem nem pescar um baiacu para comer”. Hoje pela manhã, evidentemente, a declaração da candidata já era repercutida incessantemente nos smartphones dos tijuquenses. Pois, então?!

Revezamento

Postado em 14 de outubro de 2020

Mais um capítulo na novela que enreda a cadeira do vereador licenciado Odirlei Resini (MDB) na Câmara Municipal de Tijucas. Novo despacho do TJSC (Tribunal de Justiça de Santa Catarina) decreta a nulidade do ato que nomeou e empossou Cláudio Tiago Izidoro (PP) na vaga e a consequente nomeação e posse de Oscar Luiz Lopes (MDB). A decisão atenta, ainda, para “risco de dano grave ou de difícil reparação se mantido o atual quadro no Legislativo tijuquense”.

Portanto, de acordo com o mais recente entendimento, a cadeira pertence ao MDB e não a Izidoro — que era filiado à legenda em 2016, alcançou votação superior à de Lopes, mas que, em seguida, deixou as fileiras emedebistas e em março se transferiu para o PP. Desde que Resini se licenciou da vereança para servir à Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Meio Ambiente, os suplentes vêm se revezando na vaga; não por acordo entre si, mas por deliberações judiciais que ora contemplam uma parte e depois outra.

Casaca virada

Postado em 9 de outubro de 2020

Há mais mistérios entre o céu e a terra do que pode supor nossa vã filosofia. Braço direito da vereadora e candidata a prefeita Fernanda Melo (MDB) na Câmara, Elizandra Weber deixou a assessoria da parlamentar há 10 dias e agora, surpreendentemente, mostra-se nas redes sociais com o tema de campanha do prefeito e candidato à reeleição Eloi Mariano Rocha (PSD) e apoio declarado à continuidade do projeto governista.

Secretária adjunta do MDB de Tijucas, ela vem usando, ainda, os slogans de postagens #DeixaOHomemTrabalhar#EuNãoQueroMudança nas recentes manifestações. O mundo, realmente, dá voltas. Pois, então?!

Paz, amor e votos

Postado em 5 de outubro de 2020

A estratégia da vereadora e candidata a prefeita Fernanda Melo (MDB) é muito clara nestas eleições: falar de propostas, evitar a polêmica e conquistar o eleitor indeciso. A postura crítica, denunciadora e, por vezes, agressiva das tribunas do Legislativo foi posta de lado; e, sensivelmente, notada na entrevista que a emedebista concedeu ao programa Linha de Frente, quinta-feira (1º) na VipSocial TV.

Com discurso linear, sóbrio e conciliador, a presidente do MDB municipal garantiu que as divisões internas do partido já não existem, que adversários não serão inimigos no pleito, e que pensa apenas em um “jeito certo de fazer melhor” — frase que adotou como slogan de campanha. Assista:

Talk show com personalidades da política que tenham relação direta ou indireta com o Vale do Rio Tijucas e a Costa Esmeralda, o Linha de Frente vai ao ar semanalmente, todas as quintas-feiras, às 19h30, na VipSocial TV e com transmissões simultâneas nas redes FacebookYouTube e Instagram.

Nostalgia

Postado em 5 de outubro de 2020

O histórico hit “Vinte e Cinco Que é Bom” — parodiado do sucesso “Mexe Que é Bom”, de Zezé Di Camargo & Luciano — que impulsionou a campanha de Uilson Sgrott (então no PFL) à prefeitura de Tijucas nas eleições de 2000 foi avivado agora, 20 anos depois, pelo filho do ex-prefeito, Maickon Campos Sgrott (PP), candidato a vereador.

Na homenagem ao pai, à militância canarinha e a tudo que foi visto e sentido na última eleição do milênio, o jovem usa a nostalgia e a mesma música para inflamar o eleitorado e, assim como o progenitor, sua maior inspiração, alcançar o sucesso nas urnas com “todo mundo ligado, coração acelerado, Maickon Sgrott que é bom”. Pois, então?!

Chapa enxuta

Postado em 29 de setembro de 2020

Se depender da nominata proporcional para alcançar o cargo máximo do município, o suplente de vereador e candidato a prefeito Sidney Machado (PSC), de Tijucas, tem um desafio dos grandes nestas eleições. Na chapa de candidatos a vereadores do PSC, foram registrados apenas três nomes; enquanto os demais partidos largam com elencos de 14 a 20 postulantes ao Legislativo municipal.

Em tempo: no trio peessessista estão, ainda, marido e mulher — ele, a propósito, um dos braços direitos do ex-secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e também candidato a vereador Jean Carlos de Sieno dos Santos (PSD) e, por tabela, simpatizante do prefeito e candidato à reeleição Eloi Mariano Rocha (PSD).

Abandono

Postado em 28 de setembro de 2020

Se o vice-prefeito Adalto Gomes (PL) já disputaria a eleição majoritária de Tijucas com estrutura e base de apoio enxutas, as dificuldades da campanha podem ter sido amplificadas consideravelmente no fim de semana. Vice-presidente do PL municipal, o coordenador do projeto eleitoral do adjunto tijuquense Edjalma Matos abandonou a cruzada e assinou pedido de desfiliação do partido ontem.

Com ele, saíram, ainda, dois candidatos a vereadores liberais e mais dois filiados ao Republicanos, que devem trabalhar em campanha paralela, sem suporte a Gomes e ao advogado Fernando Rodrigues (PL) no pleito majoritário. Os desentendimentos envolveram, sobretudo, a escassez de recursos do PL, prometidos pela cúpula estadual da legenda e não direcionados ao diretório da Capital do Vale.

Desistências

Postado em 24 de setembro de 2020

Braço direito do prefeito Daniel Netto Cândido (PSL) na Câmara de São João Batista, a vereadora Rúbia Tamanini Duarte (PSL) não vai concorrer à reeleição. Tinha situação confortável, e era nome praticamente certo para a próxima legislatura; mas declinou da disputa, surpreendentemente.

Cotada para a vice-prefeitura na chapa governista, que indicou o também vereador Almir Peixer (PSD) para a vaga, ela já havia liberado apoiadores e cabos eleitorais para acompanharem outro pré-candidato à vereança, de quem é muito próxima, e não quis voltar atrás. Preferiu manter a palavra e se afastar da concorrência.

TIJUCAS

Outra baixa na disputa, mas em Tijucas, é a do vereador Cláudio Tiago Izidoro (PP). Decidiu que não vai concorrer no pleito que se avizinha e que pretende, assim que terminar o mandato, se dedicar integralmente à carreira profissional, na construção civil e montagem industrial.

Ex-secretário de Obras, de Agricultura e diretor da Ditran (Diretoria de Transito e Transportes) em governos anteriores, Izidoro deve cumprir a campanha apenas como apoiador do projeto governista, com o prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) e o engenheiro Sérgio Fernandes Cardoso (PSD) na disputa majoritária.

Eleição inflada

Postado em 23 de setembro de 2020

Tijucas deve ter um recorde de candidatos a prefeito nestas eleições. Se nada mudar, serão cinco postulantes ao cargo máximo do município no pleito que se avizinha. Nas últimas décadas, a disputa sempre foi polarizada em duas opções, e, no máximo, apresentou uma terceira — sempre com expressão e favoritismo reduzidos.

Dentre as candidaturas que vinham sendo trabalhadas nas bases, o prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD), a vereadora Fernanda Melo (MDB) e o empresário Thiago Peixoto dos Anjos (PDT) nunca foram dúvidas; e confirmaram as previsões. As incertezas eram o vice-prefeito Adalto Gomes (PL), que pretendia representar o projeto governista, e o suplente de vereador Sidney Machado (PSC), que tem estrutura enxuta e um grupo modesto — em comparação aos demais — de apoiadores.

Gomes e Machado, entretanto, já garantiram participação no certame. O adjunto tijuquense traçou um plano paralelo, apresentou oficialmente o advogado Fernando Rodrigues (PL) como companheiro de chapa e já vem divulgando material de campanha; e o suplente de vereador assegura que, mesmo sem a mass media dos rivais, vai concorrer à prefeitura “com certeza” de braços dados com o pastor evangélico Wesley Paiva (PSC).