domingo, 14 de julho de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Despedida

Postado em 8 de julho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O corpo do ex-vice-prefeito, ex-vereador e presidente do SAMAE de Tijucas, Luiz Rogério da Silva, será velado no plenário da Câmara de Vereadores, a partir das 17h desta segunda-feira (8). A cerimônia será aberta ao público.

A despedida deve acontecer durante toda a noite e madrugada de terça (9). Na manhã seguinte, uma missa está marcada para às 9h, na Igreja Matriz. O sepultamento está previsto para às 10h, no Cemitério Municipal do bairro Praça.

Luto decretado

Postado em 8 de julho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD), de Tijucas, decretou luto oficial de três dias pelo falecimento do ex-vice-prefeito, ex-vereador e presidente do SAMAE (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto), Luiz Rogério da Silva.

Mariano Rocha justificou que o decreto é uma forma de reconhecer os “relevantes serviços prestados à comunidade tijuquense” e explicou que Rogerinho exerceu diversos cargos públicos ao longo de sua trajetória política.

Rogerinho cumpriu três mandatos na Câmara de Vereadores (de 1997 a 2004, e de 2013 a 2016) e chegou a presidir o Legislativo municipal em 2004 e 2013, foi eleito vice-prefeito em 2008 e assumiu a chefia do Executivo municipal em duas oportunidades: agosto de 2009 e janeiro de 2012.

Além de comandar o Samae na gestão de Eloi Mariano Rocha, Silva também foi secretário de Saúde. Em 2010, foi candidato a deputado federal e recebeu 20.429 votos. Na vida acadêmica, graduou-se em enfermagem e direito.

Luto: Luiz Rogério da Silva

Postado em 8 de julho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo | Linha de Frente

Faleceu nesta segunda-feira (8), aos 57 anos, o presidente do SAMAE, ex-vice-prefeito e ex-vereador de Tijucas, Luiz Rogério da Silva, o Rogerinho. As causas da morte ainda estão sendo apuradas e investigadas.

Na vida pública, Rogerinho cumpriu três legislaturas (1997/2000, 2001/2004 e 2013/2016) e foi vice-prefeito entre 2009 e 2012. Desde 2021, era responsável por comandar a autarquia tijuquense que gere o tratamento de água e esgoto, na gestão Eloi Mariano Rocha e, atualmente, era uma das importantes lideranças do UNIÃO BRASIL.

Rogerinho deixa uma filha e centenas de admiradores. O Blog lamenta o falecimento e deseja suas mais sinceras condolências aos amigos e familiares.

Xeque

Postado em 10 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O ex-vereador Sérgio Murilo Cordeiro e o presidente do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto de Tijucas), Luiz Rogério da Silva, impuseram situação de absoluto desconforto ao prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) com apenas um movimento no tabuleiro.

Em suma, podaram a autoridade e ataram as mãos do chefe do Executivo tijuquense na articulação governista. Para manter chances de sucesso nas eleições de outubro, Mariano Rocha, em tese, precisaria, agora, render-se aos caprichos do UNIÃO BRASIL e da dupla de estrategistas. O mandatário tijuquense ainda não assimilou o golpe.

Serginho e Rogerinho, para tanto, usaram dissidentes do movimento situacionista, como os vereadores Maurício Poli e Cláudio de Oliveira, e, ao mesmo tempo, mutilaram o PSD, partido do prefeito, com a translação da secretária de Cultura do município, Paula Regina da Silva, e do vereador suplente José Roberto “Betinho” Giacomossi.

Eles criaram a “noiva”, que pode casar com quem quiser e quando quiser. As convenções acontecem apenas 45 dias antes das eleições, e, até lá, estariam aptos a receber cortejos, pedidos de namoro, e avaliar quem seria o pretendente mais vigoroso. Não necessariamente aquele que o voluntarioso alcaide indicar. Pois então…

Nova troca

Postado em 6 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

“A minha vida partidária é uma tragédia”. A frase, promulgada há quase quatro anos pelo presidente do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgota), Luiz Rogério da Silva, de Tijucas, em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, nunca fez tanto sentido quanto agora.

Isso porque, em novembro passado, os noticiários tijuquenses reportavam o retorno do ex-vice-prefeito ao PSDB, com pompa e circunstância, na condição de presidente da legenda. Recentemente, em nova participação no Talk Show político, Rogerinho explicava as articulações para o fortalecimento do grupo.

Cinco meses após o retorno, o agora ex-presidente anuncia a saída do partido. Ontem (5), ele assinou a ficha de filiação ao UNIÃO BRASIL. O movimento, especula-se, tem vistas no pleito eleitoral de outubro, mais precisamente na construção de uma chapa majoritária.

Embora ainda não exista uma justificativa clara para a troca de legenda, pode-se resgatar uma outra frase dita ao LINHA DE FRENTE, em 4 de junho de 2020. “Eu nunca pensei, em momento algum, em um partido. Nunca tive um time. No futebol até tenho, sou botafoguense. Mas, na política, eu gosto dos amigos”, afirmou Silva.

Errata: Na chamada para o texto, citamos erroneamente que Rogerinho presidiu o PSDB municipal por sete meses. A regência, na verdade, durou cinco meses.

Futuro indefinido

Postado em 25 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

Longe das urnas desde 2012, mas peça decisiva nas eleições municipais de 2016 e 2020, o presidente do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto), de Tijucas, Luiz Rogério da Silva, ainda não definiu os seus próximos passos e, sobretudo, qual será a sua participação no pleito de outubro.

Embora ainda existam dúvidas, o ex-vice-prefeito tem pouco tempo para analisá-las e tomar uma decisão. Isso porque, caso pretenda concorrer ao Legislativo, terá que deixar a presidência da autarquia municipal até o próximo dia 6. Ou, se concorrer no pleito majoritário, a desincompatibilização deve ser assinada até junho.

“Mas precisa fazer uma avaliação e passar pelo teste da urna. É uma coisa que ainda não está descartada. Tenho alguns dias ainda pra avançar. Tenho, ainda, que me desincompatibilizar, mas, ainda tenho uma decisão a ser tomada. Pode, também, mudar o caminho. Isso ainda está indefinido”, revelou Rogerinho, em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, quinta-feira passada.

OPERAÇÃO ICEBERG

O desenrolar das investigações da Operação Iceberg que, segundo se especula, pode ter novos episódios, não assusta o presidente do Samae tijuquense que, à época, presidiu a Câmara de Vereadores. Entretanto, reafirma que as irregularidades citadas na denúncia, se de fato ocorreram, não foram no período em que chefiou o Legislativo municipal.

“Fez-se um circo. Mas, se houveram irregularidades, se isso for provado, não acredito que ocorreram no período em que estava à frente do Legislativo. E, no único curso que fui, em 2014, estava lá presente. Acredito na Justiça e que será feito um julgamento imparcial. Tenho certeza da minha inocência, do que fiz… acredito plenamente em todos os colegas e que não houveram irregularidades no momento em que fui presidente. Espero que isso se conclua o mais rápido possível, pois afeta a vida política, das famílias… Ainda resta a esperança de que dias melhores virão”, contou.

Estatisticamente

Postado em 20 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Internet

“Em quem você votaria para prefeito?” A pergunta tem sido frequente em Tijucas desde que os institutos de pesquisa aportaram na cidade para desencravar dúvidas e satisfazer curiosidades especialmente de quem planeja concorrer ao cargo máximo do município em outubro.

O mais recente contratante foi o empresário e pré-candidato Thiago Peixoto dos Anjos, que monitora periodicamente a cena eleitoral tijuquense e trouxe, dias atrás, estatísticos para a Capital do Vale. Em princípio, os números serviriam para consolidar a postulação no PL, que tem, além dele, o vereador Fernando Fagundes e o também empresário Sidney Machado como opções para a disputa da prefeitura.

O grupo governista, que trabalha com o vice-prefeito Sérgio “Coisa Querida” Cardoso (PSD) e com os vereadores Rudnei de Amorim (PSD) e Maickon Campos Sgrott (PP) como alternativas, a propósito, deve rodar uma pesquisa nos próximos momentos. Estrategista, o presidente do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto), Luiz Rogério da Silva, popular Rogerinho, foi designado para o recrutamento do instituto e avaliação dos resultados.

OPÇÃO INEXISTENTE

Entre os descontentes, de acordo com alguns eleitores, ninguém supera o vereador Cláudio Eduardo de Souza. O presidente do PDT municipal tem manifestado insatisfação por não ser citado nas entrevistas como opção para a concorrência majoritária.

“Depois eles dizem que gosto de me fazer de vítima. Hipócritas!”, escreveu o parlamentar nas redes sociais ao exibir a mensagem de um eleitor sobre sua ausência nas pesquisas.

Recentemente, Cláudio do Jornal assumiu publicamente a pré-candidatura para o Executivo tijuquense, mas, ao que parece, o movimento não foi levado em conta entre os possíveis concorrentes.

Juntos outra vez

Postado em 19 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O presidente do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto) de Tijucas, Luiz Rogério da Silva, e o ex-senador da República, Dário Berger, estão novamente juntos em uma legenda política. A relação próxima da dupla foi evidenciada, mais uma vez, ontem, com o anúncio da filiação do ex-prefeito de Florianópolis e de São José ao PSDB.

Em novembro passado, o Blog havia antecipado que o tijuquense, antes de confirmar o retorno ao ninho tucano, consultou Dário e o irmão, Djalma, com quem nutre longa amizade. Naquele momento, a saída dos Berger do PSB era dada como certa e Rogerinho, então, antecipou a desfiliação para assumir a regência local do partido.

Dário Berger, segundo a imprensa especializada da Capital do Estado, pretende disputar, outra vez, a prefeitura de Florianópolis, cidade que governou em duas oportunidades, entre 2005 e 2012. A primeira, inclusive, pelo próprio PSDB.

EM TEMPO

Rogerinho é o convidado desta quinta-feira (21) do programa LINHA DE FRENTE. Na pauta, a reorganização do PSDB na Capital do Vale, os movimentos e as análises para o pleito municipal de outubro. Não perca!

Mais que mil palavras

Postado em 14 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Reconhecidos como figuras decisivas no processo estratégico das eleições de Tijucas, o atual presidente do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto), Luiz Rogério da Silva, e o advogado e ex-vereador Sérgio Murilo Cordeiro estiveram ontem com o vice-prefeito Sérgio “Coisa Querida” Cardoso (PSD) para um tête-à-tête. Na mesa, além de algumas garrafas de bom vinho, os planos do adjunto tijuquense para o pleito que se aproxima e as impressões da dupla arguciosa sobre o cenário e os caminhos.

Coisa Querida, Rogerinho e Serginho estiveram juntos em praticamente todas as campanhas eleitorais da Capital do Vale desde que se aninharam. Mas nesta, especificamente, em que o vice-prefeito pleiteia representar o grupo governista na concorrência majoritária, reuniram-se pela primeira vez, apenas os três, com o assunto em pauta.

Talvez o registro seja simplesmente o de “alguns bons amigos bebendo de bem com a vida” como acreditaria Toquinho na poética Aquarela, mas, a contar o momento, os personagens e a história da política tijuquense, uma foto pode ser o que faltava.

A reboque, não!

Postado em 29 de novembro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Nas trincheiras opostas ao prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD), o policial penal e ex-vereador Juarez Soares (CIDADANIA) decidiu se desfiliar do partido em que concorreu à Câmara Federal nas eleições de 2022. O motivo é a federação da legenda com o PSDB e o ingresso do presidente do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto) de Tijucas, Luiz Rogério da Silva, no ninho tucano.

“Existe a determinação nacional, de que temos que caminhar juntos. Rogerinho vai querer levar o partido para o grupo que administra o município atualmente. Como não compactuo com este governo, vou deixar o CIDADANIA”, explica o ex-presidente da Câmara Municipal.

ESVAZIAMENTO
A frustração tem sido a mesma para o presidente municipal do CIDADANIA, Edenilson Devitte, que ainda aguarda uma posição da executiva estadual para definir que caminho tomar. “Provavelmente, a maioria vai sair”, diz, em referência a um possível esvaziamento do partido em Tijucas.

RIVALIDADE
Os planos do CIDADANIA continuam sendo a oposição ao grupo governista. Nas eleições de 2020, o partido prestou apoio à campanha do empresário Thiago Peixoto dos Anjos (então no PDT, e atualmente no PL), que alcançou a segunda colocação no pleito. Antes, no entanto, havia apresentado a esposa do presidente municipal da legenda, Gislaine Devitte, como opção para a composição da chapa com a advogada e então vereadora Fernanda Melo (MDB) no mesmo pleito.