segunda-feira, 27 de dezembro de 2021 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Desenvolvimento urbano

Postado em 23 de dezembro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Figura crucial na transformação imobiliária de Tijucas, o empresário Alexandre Lamim, popular Puera, da BR Lamim Empreendimentos, esteve com o prefeito em exercício Sérgio Fernandes Cardoso (PSD) ontem no paço municipal. Foi apresentar uma proposta de parceria público-privada que pode impulsionar ainda mais o desenvolvimento urbano da Capital do Vale.

 

Na última vez que isso aconteceu, nas transições dos governos de Elmis Mannrich (MDB) e Valério Tomazi (MDB), e a chegada do Parque Residencial Mata Atlântica, a cidade mudou de status e passou a atrair milhares de moradores e investidores. Nas estimativas da gestão municipal, Tijucas deve ter, entre os próximos cinco e dez anos, mais que o dobro da população atual. Lamim continua contribuindo com a expansão urbana e, como mais recente projeto, apresentou à comunidade o Loteamento BR Felice.

De mãos dadas

Postado em 6 de dezembro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Líderes do MDB tijuquense, enxertados de figuras proeminentes do PDT — como o empresário Thiago Peixoto dos Anjos e o suplente de vereador Fabiano Morfelle —, estiveram reunidos sábado (4) no sítio do ex-prefeito Elmis Mannrich, na localidade de Timbé.

O encontro foi denominado “Confraternização de Fim de Ano do Grupo Amigos do MDB-Tijucas” e contou, ainda, com a participação do prefeito de Porto Belo, Emerson Stein (MDB), apresentado durante o evento como pré-candidato a deputado estadual com apoio da cúpula emedebista local.

 

COSTURA

A presença de pedetistas destacados na festa não é por acaso. Além do apoio declarado à campanha de Stein ao parlamento catarinense, tanto Peixoto dos Anjos quanto Morfelle têm relação familiar com membros e militantes do MDB, e inclinação natural ao partido. E as costuras para 2024, evidentemente, estão há meses na pauta.

Mannrich, que encabeça um movimento de reorganização e fortalecimento do diretório emedebista em Tijucas, tem interesse na candidatura a prefeito nas próximas eleições municipais. E o jovem empresário, concorrente à prefeitura em 2020 com 4.238 votos, estaria nos planos de aliança. As conversas existem, e agradam a ambos.

Reconstrução

Postado em 1 de dezembro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O ex-prefeito Elmis Mannrich, presumidamente a principal liderança do MDB municipal nos últimos anos, assumiu a tarefa de reorganizar o partido em Tijucas. Ele voltou, de fato, aos trabalhos; tem encabeçado reuniões mensais com correligionários e militantes, e preparado o território para o próximo enfrentamento eleitoral na Capital do Vale, em 2024. Cerca de 60 pessoas, inicialmente, vêm acompanhando o movimento.

Mannrich deve ser eleito presidente municipal do MDB em outubro de 2022. A mudança no comando do diretório já foi decidida entre os emedebistas locais, e a operação vem sendo conduzida naturalmente. Até lá, a ex-vereadora Fernanda Melo Bayer, candidata a prefeita nas últimas eleições, segue na presidência, mas sem envolvimento ativo no processo de reconstrução do partido.

Novo herdeiro

Postado em 1 de outubro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

O ex-prefeito Elmis Mannrich (MDB), de Tijucas, fez homenagem ao tio, Paulo Mannrich — querido na comunidade e por muitos anos dedicado à Lanchonete Nil’Mann, da família, falecido em 2017 — no nome do mais novo herdeiro. O quarto filho do diretor técnico da Aresc (Agência de Regulação dos Serviços Públicos de Santa Catarina), Paulo de Tarso Lemos Mannrich, nasceu semanas atrás. A mãe é a bacharel em Direito e futura contabilista Indira Cirilo Lemos.

 

Feliz e bem-humorado, Mannrich comemora o bom momento sem esquecer do partido que o projetou para o sucesso. “Nasceu com 3,815 quilos e 51 centímetros. Tudo 15!”, revela aos amigos.

Dose dupla

Postado em 9 de agosto de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Não somente o engenheiro Valério Tomazi (MDB), que governou Tijucas entre 2013 e 2016, aderiu à campanha do prefeito Emerson Stein (MDB), de Porto Belo, a deputado estadual em 2022. O vice no mesmo período, empresário Ailton Fernandes (PSD), também aprovou o projeto do mandatário portobelense à Assembleia Legislativa e vem movimentando as tropas em favor do vizinho.

 

É a primeira liderança tijuquense filiada a outra legenda que manifesta apoio a Stein para as próximas eleições. Antes, entretanto, o prefeito de Porto Belo já havia conquistado a maior parte do diretório do MDB municipal, com as adesões de figuras expressivas como Elmis MannrichEdson Souza Fernanda Melo Bayer.

Toma lá, dá cá

Postado em 4 de agosto de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os feitos da ex-vereadora Lialda Lemos no cargo, de 2009 a 2016, continuam rendendo nos tribunais. Responsável por inúmeras ações — especialmente contra as gestões de Elmis Mannrich (MDB) e Valério Tomazi (MDB) — que ainda tramitam nas instâncias da Justiça, ela, agora, experimentou o lado inverso da situação. E precisa pagar indenização por danos morais ao servidor público municipal Cristiano da Silva, com quem vinha duelando judicialmente nos últimos anos.

Motorista da Secretaria Municipal de Saúde em 2015, Silva cumpria expediente em caráter de plantão, com uma ambulância estacionada em frente de casa, quando a então parlamentar publicou fotos da ocorrência no Facebook com a legenda “Em Tijucas pode!!! Motorista faz plantão em casa e leva a ambulância #TdViradoAvesso”. O servidor, munido de documentos e declarações que comprovavam a licitude do ato, acionou Lialda na Justiça e ganhou a causa.

A sentença, de 2018, previa indenização de R$ 20 mil; mas a ex-vereadora recorreu e conseguiu a diminuição para R$ 5 mil. Ontem, enfim, foi expedida a intimação para que a decisão seja cumprida.

Força somada

Postado em 2 de agosto de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

A pré-candidatura do prefeito Emerson Stein (MDB), de Porto Belo, a deputado estadual em 2022 vem ganhando adeptos. Na região, os correligionários emedebistas têm abraçado o projeto do mandatário portobelense em grande escala. No fim de semana, foi a vez do ex-prefeito Valério Tomazi (MDB), de Tijucas, aderir ao movimento.

 

Na vizinha Capital do Vale, aliás, Stein já havia conseguido somar os apoios do também ex-prefeito Elmis Mannrich (MDB), do vereador Edson Souza (MDB), do casal de ex-vereadores Fernanda Melo Bayer (MDB) e Esaú Bayer, além de suplentes — como Oscar Luiz Lopes (MDB) — e outras lideranças da legenda.

Repatriamento

Postado em 14 de abril de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

No bojo do MDB tijuquense, um nome estaria sendo sistematicamente posto à mesa: o do empresário Thiago Peixoto dos Anjos, candidato a prefeito em 2020 pelo PDT. O repatriamento do segundo colocado nas recentes eleições tem sido visto como alternativa segura para 2024. O jovem administrador contaria, inclusive, com a preferência de emedebistas gabaritados, tanto para a cabeça quanto para uma dobradinha com um periquito de alta plumagem no próximo pleito municipal.

Peixoto dos Anjos nunca negou que tem “carinho e gratidão” ao MDB. É filho do ex-vereador, militante e figura histórica do partido na cidade Rogério “Guelo” dos Anjos, e, em 2016, quando ainda filiado ao Manda Brasa, ficou a um passo de compor chapa com Elmis Mannrich (MDB) para a disputa da prefeitura.

ELEIÇÕES 2020: Vale e Costa Esmeralda

Postado em 16 de novembro de 2020
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

DITO E FEITO

De ponta a ponta, na região inteira, os prognósticos se confirmaram. Dos oito municípios que compõem a Costa Esmeralda e o Vale do Rio Tijucas, apenas Canelinha e Nova Trento travaram a bolsa de apostas na pré-eleição e, até a abertura das urnas, não apontavam favoritos para o pleito. Nos outros, as eleições majoritárias foram mero cumprimento de protocolo e, no fim das contas, serviram apenas para medir a distância entre os mais cotados e os adversários.

BOMBINHAS

Na praiana Bombinhas, o prefeito Paulo Henrique Dalago Müller (DEM) nadou de braçada, confirmou as expectativas e venceu com 73,53% dos votos válidos. Ele manteve os números da parceira e antecessora, atual deputada estadual Ana Paula da Silva (PDT), que venceu em 2016 com 72,92% da preferência do eleitorado, e conquistou, ainda, mais nove indicações. Paulinha, há quatro anos, fez 7.802 votos e Paulinho, agora, 7.811.

Os adversário de Dalago Müller neste pleito foram o advogado e administrador Mário Pera (PSDB), que somou 1.575 votos (14,83%), e o subtenente de reserva dos Bombeiros, Clodomar da Silva (PL), que fez 1.237 votos (11,64%).

PORTO BELO

Nada menos surpreendente que a reeleição do prefeito Emerson Stein (MDB) na Capital Catarinense dos Transatlânticos, com 83,24% da preferência dos eleitores. Foi a maior diferença proporcional de votos — e uma das maiores da história — da região.

A bem da verdade, ninguém, nem em Porto Belo e nem na vizinhança, talvez nem no grupo opositor, acreditou que o farmacêutico Romario Luiz Tancredo (REPUBLICANOS), que somou 1.669 votos (16,76%) contra 8.288 de Stein, pudesse desbancar o atual mandatário. Era pedra cantada. E deu bingo.

ITAPEMA

A prefeita Nilza Simas (PSD) também tinha situação amplamente confortável em todas as pesquisas. Confirmou o favoritismo, conquistou 63,74% do eleitorado (18.557 votos) e garantiu a reeleição.

Os demais concorrentes na eleição majoritária na Cidade dos Ultraleves foram o engenheiro Andre de Oliveira (PODE), que fez 8.415 votos (28,9%); o coronel de reserva do Exército, Paulo Sergio Feres Alves (PL), que somou 1.400 votos (4,81%); e o advogado Moacir Cesar Matiolo (PT), que conseguiu apenas 743 votos (2,55%).

TIJUCAS

As projeções também se confirmaram na Capital do Vale. Franco favorito, o prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) levou a eleição a eito. Trouxe o engenheiro, ex-diretor do Sebrae/SC e empresário Sérgio Fernandes Cardoso (PSD) para a chapa, avultou as chances de sucesso no pleito, e fez valer o prenúncio das pesquisas. Professor Eloi conquistou 59,36% do eleitorado (12.151 votos), impôs diferença de 7.923 votos aos adversários, e se tornou o vencedor de uma eleição em Tijucas com a maior distância entre concorrentes da história — quebrando o recorde de Elmis Mannrich (MDB), que derrotou o advogado Roberto Carlos Vailati (então no PT) em 2008 com vantagem de 6.252 votos.

Na sequência, ficaram o empresário Thiago Peixoto dos Anjos (PDT), com 4.238 votos (20,7%); a advogada e vereadora Fernanda Melo Bayer (MDB), com 3.145 votos (15,36%); o policial rodoviário federal aposentado e vice-prefeito Adalto Gomes (PL), com 556 votos (2,72%); e o empresário Sidney Machado (PSC), com 381 votos (1,86%).

CANELINHA

Única aposta é que a concorrência ficaria polarizada entre o prefeito Moacir Montibeler (MDB) e o advogado Diogo Francisco Alves Maciel (PSL); e que o ex-prefeito Antônio da Silva (PP) não teria fôlego para brigar no topo. Mais que isso, ninguém dizia. No fim da contagem, a vitória foi do estreante — que conquistou 42,22% do eleitorado (3.132 votos) e superou em apenas 309 votos o mandatário da Cidade das Cerâmicas. Disputa acirrada até as últimas urnas.

Tonho ficou com 19.72% da preferência dos eleitores e somou 1.463 votos.

SÃO JOÃO BATISTA

Embora todos os indicadores apontassem para uma vitória acachapante do candidato governista, vice-prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB), não foi bem o que aconteceu. O vereador Heriberto Eurides de Souza (CIDADANIA), que entrou no pleito majoritário como azarão, fez jogo duro e se manteve com chances até o último quarto da apuração. No fim, entretanto, Pedroca confirmou o favoritismo e venceu com 48,66% da preferência do eleitorado (7.363 votos). Betinho alcançou 41,26% (6.243).

A pastora evangélica Fernanda Adorne (PSC) somou 892 votos (5,9%) e ficou na terceira posição, enquanto os empresários Estevan Nascimento (PL) e Angelo Zunino Azambuja (PT) ficaram em quarto e quinto, com 470 (3,11%) e 163 votos (1,08%) respectivamente.

MAJOR GERCINO

No menor município do Vale, nada de surpresas. O atual prefeito Valmor Pedro Kammers (PSL), que angariou o tradicional — e ex-rival — MDB para a campanha de reeleição, fez 60,48% (1.590) dos votos válidos e garantiu mais quatro anos de mandato.

O ex-prefeito João José David (PODE), que tentava voltar ao paço, somou 1.039 votos (39,52%).

NOVA TRENTO

Esta, sim, era a disputa mais imprevisível da região. De certeza, apenas que o pastor evangélico Luiz Andre Teixeira da Costa (PSC) seria o terceiro colocado e que o confronto se resumiria, voto a voto, entre os vereadores Tiago Dalsasso (MDB) e Maxiliano de Oliveira (PP).

Dalsasso abarcou 54,42% (4.650 votos) do eleitorado e levou o MDB neotrentino de volta ao poder após de 12 anos. Max ficou com 44,07% da preferência (3.765 votos), enquanto Pastor Andre Costa fez apenas 129 votos (1,51%).

Águas passadas

Postado em 14 de outubro de 2020
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

A candidatura da servidora pública municipal Nadir Amorim (PSD) ao parlamento tijuquense foi determinante para que o irmão, Henrique Amorim — que abraçou a campanha de Elmis Mannrich (MDB) à prefeitura em 2016 —, voltasse ao ninho cola-branca nestas eleições. A quem pergunta, ele diz apenas que “foi MDB no pleito passado e agora vai votar em Eloi Mariano Rocha (PSD), e mudaria quantas vezes quisesse, porque é dono do próprio nariz”.

O mais ilustre dos Amorim, ex-vereador Antônio Zeferino “Tonho Polícia” Amorim, porém, continua resiliente. Ainda magoado com o desfecho das conjunturas de 2016, quando foi preterido por Mariano Rocha na diligência cola-branca para a conquista da prefeitura, ele prefere apenas acompanhar a batalha de Nadir e o silêncio sobre o pleito majoritário — e, inclusive, trabalha com material paralelo, sem fotos do prefeito atreladas à irmã. Pois, então?!