terça-feira, 2 de novembro de 2021 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Gestação múltipla

Postado em 3 de setembro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Desde 2010, o governo de Santa Catarina concede um benefício de R$ 502,60 por criança, até que completem 12 anos de idade, para famílias carentes com três ou mais filhos de uma única gestação. Mas, por determinação do governador Carlos Moisés da Silva (PSL) e com participação decisiva do secretário adjunto de Estado do Desenvolvimento Social, o batistense Daniel Netto Cândido — sensibilizado por um caso específico de uma mãe de trigêmeas em São João Batista —, o programa foi revisto e melhorado.

Antes, porém, a deputada estadual Ana Paula da Silva (sem partido), de Bombinhas, havia proposto que o benefício fosse estendido até que as crianças completassem 14 anos. Moisés não apenas acatou como, a partir de estudos da SDS, aumentou para 18 anos. O projeto segue, agora, para apreciação da Assembleia Legislativa, e, assim que aprovado, 123 famílias catarinenses terão o subsídio do Programa Gestação Múltipla ampliado.

Na foto, Daniel Cândido com a mãe e as quíntuplas de Braço do Norte, e com o conselheiro do TCE (Tribunal de Contas do Estado), José Nei Ascari, criador da legislação do Programa Gestação Múltipla quando deputado estadual

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O que você procura?