terça-feira, 11 de janeiro de 2022 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Vizinhança

Postado em 11 de janeiro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Dirleni Dalbosco/Divulgação

Canelinha vive anos dourados no governo estadual. Jamais, em 59 anos de história, registrou-se tantos recursos e benefícios provenientes do Estado para o município. Além dos cerca de R$ 13 milhões já anunciados e empenhados à Cidade das Cerâmicas, o prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (sem partido) voltou hoje de Florianópolis com mais uma obra garantida: a esperada adequação do CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) da cidade, com prédio e estrutura funcionais. A portaria foi publicada ontem.

 

Créditos, aliás, a quem os tem. Alves Maciel tem portas abertas em praticamente todas as divisões do Centro Administrativo e relação muito peculiar, pessoal e política, com o governador Carlos Moisés da Silva (sem partido). E, no caso quem questão, calhou, por ocasião, de ter um amigo, vizinho e a quem segue como modelo de gestor na secretaria adjunta de Estado do Desenvolvimento Social: o ex-prefeito Daniel Netto Cândido (sem partido), de São João Batista, figura basal na conquista do novo CRAS de Canelinha.

Ordem superior

Postado em 14 de dezembro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A recomendação do Tribunal de Contas do Estado era para que as contas do ex-prefeito Moacir Montibeler (MDB) no exercício de 2018 fossem rejeitadas. Mas a Câmara Municipal preferiu contrariar a advertência. Foram necessários cinco votos para livrar o ex-chefe do Executivo canelinhense da malha do TCE; e, além dos quatro vereadores emedebistas, o neutro — com inclinação governista — Moacir Elias (PSD) votou para que o notável Galo Cinza passasse ileso no crivo do parlamento.

O resultado, no entanto, era esperado e foi construído nos bastidores. O prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (sem partido), embora adversário de Montibeler, trabalhou internamente para que o antecessor não fosse prejudicado. A orientação teria vindo de cima, do próprio governador Carlos Moisés da Silva (sem partido), com vistas no processo eleitoral de 2022, para que as cizânias com o MDB fossem evitadas a qualquer custo.

REGISTROS

Mostras de que o prefeito esteve envolvido diretamente na articulação foram dadas tanto durante a sessão, em reuniões sistemáticas com vereadores da base, quanto depois, na postagem da irmã do mandatário canelinhense, Caroline Alves Maciel Moskorz, que comemorou o desfecho da votação nas redes sociais.

UNHA E CARNE

A fidelidade do prefeito de Canelinha ao governador tem sido tamanha que gera, inclusive, a recíproca. Registre-se, a propósito, que R$ 13 milhões em recursos do governo estadual foram destinados à Cidade das Cerâmicas nos últimos meses. E sexta-feira (17), aliás, quando Alves Maciel planeja festejar aniversário entre amigos e comunidade, no Centro de Eventos Arthur Adolfo Jachowicz, um dos ilustres convidados — e com presença confirmada — é ninguém menos que Moisés.

Mensagem de áudio

Postado em 8 de dezembro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A relação entre o prefeito de Tijucas, Eloi Mariano Rocha (PSD), e o governador Carlos Moisés da Silva (sem partido) é cada vez mais estreita. Hoje, no aniversário do mandatário da Capital do Vale — que está em férias —, o chefe do Executivo estadual enviou mensagem pessoal de felicitações e, no ensejo, agradeceu o carinho dos tijuquenses e prometeu manter as parcerias entre Estado e município.

Em tempo: Moisés fez contato no dia seguinte à participação de Mariano Rocha no encontro do PSD, onde estiveram, a propósito, os três pré-candidatos do partido ao governo estadual nas eleições de 2022: Raimundo ColomboJoão RodriguesNapoleão Bernardes. Pois, então?!

Mais do mesmo

Postado em 24 de novembro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Se todas as autoridades esperadas na audiência pública sobre a SC-410 e a SC-108, segunda-feira (22), no pavilhão da Capela de Santo Antônio, em Nova Descoberta, realmente comparecessem ao debate, precisar-se-ia de, pelo menos, uma pista de pouso no local do evento. Até o governador Carlos Moisés da Silva (sem partido), que estava em Brasília, vinha sendo anunciado. Mas nem mesmo o secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira, deu as caras.

A iniciativa foi do vereador Maurício Poli (PSB), de Tijucas, e respaldada no parlamento catarinense. A audiência foi conduzida pelo deputado estadual João Amin (PP), presidente da Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano na Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina).

De positivo, além da boa vontade dos proponentes e das lideranças locais presentes, apenas a nota do incógnito coordenador regional de Infraestrutura do Vale do Rio Itajaí, Sergio Joel Nunes de Araújo, de que “agora, com dinheiro em caixa, o governo pode começar a atender à demanda dos municípios”.

E a rodovia estadual que, por muitos anos, foi a terceira mais perigosa de Santa Catarina talvez continue longe de frequentar o mapa de prioridades do governo estadual. Dada a importância que as mobilizações sobre o tema historicamente alcançam no Centro Administrativo, as expectativas, infelizmente, são mínimas. Pois, então?!

Conterrâneos enredados

Postado em 23 de novembro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Júlio Cavalheiro/Secom

Foi necessário que dois batistenses alcançassem a esfera estadual para que a importante Rede Feminina de Combate ao Câncer tivesse o devido reconhecimento em Santa Catarina. A abnegada Maria Círia Aragão Zunino, na presidência da entidade, e o ex-prefeito Daniel Netto Cândido, na secretaria adjunta de Estado do Desenvolvimento Social, ficarão marcados na história.

 

Hoje, no encontro estadual das “Meninas de Rosa”, que celebrou, também, a oficialização da posse de Dona Círia como presidente em Santa Catarina, o governador Carlos Moisés da Silva anunciou, em transmissão remota, direto de Brasília, investimentos na casa dos R$ 2 milhões anuais para a Rede. É a primeira vez em 60 anos que a entidade tem apoio do governo estadual.

 

Presente no evento, a primeira-dama Késia Martins da Silva, presidente da Rede Laço de Voluntariado, fez questão de destacar a atuação de Cândido nesta luta. “Quero agradecer ao secretário Daniel, que me pôs em contato com a Dona Círia. Ele sempre se mostrou muito carinhoso com a Rede Feminina e com o terceiro setor”, discursou.

Tapete vermelho

Postado em 8 de novembro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Natural de Major Gercino, o deputado estadual licenciado Altair Silva (PP) — que responde, desde janeiro, pela Secretaria de Estado da Agricultura, Pesca e Desenvolvimento Rural — tenta convencer o governador Carlos Moisés da Silva (sem partido), com quem criou laços muito fortes, a se filiar ao PP.

Silva tem, a propósito, importante ajuda nessa força-tarefa: a do deputado estadual José Milton Scheffer (PP), líder do governo na Assembleia Legislativa, que diz, quando e onde pode, que adoraria ter Moisés como correligionário.

Fechados

Postado em 4 de novembro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Se tem alguém que não abre mão de apoiar o governador Carlos Moisés da Silva (sem partido) na campanha à reeleição, é o prefeito de Canelinha, Diogo Francisco Alves Maciel (sem partido). O compromisso ficou evidente em camisetas com a hashtag #fechadocomMOISES estampada, que o mandatário canelinhense mandou confeccionar e que distribuiu — inclusive para o chefe do Executivo estadual e para a primeira-dama Késia Martins da Silva — no encontro de líderes promovido pela deputada estadual Ana Paula da Silva (sem partido) na Cidade das Cerâmicas, há duas semanas.

 

Alves Maciel, que deixou o PSL a pedido do governador recentemente, tem motivos de sobra para ser fiel a Moisés. Afinal, Canelinha jamais recebeu tantos recursos estaduais como nos últimos meses. Somadas, as contemplações superam a casa dos R$ 12 milhões.

No Oeste

Postado em 29 de outubro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Mais de 2,7 mil quilômetros rodados em uma semana, dezenas de reuniões e muitos pedidos anotados. Esse foi o resultado da passagem do secretário adjunto de Estado do Desenvolvimento Social, o batistense Daniel Netto Cândido (na foto, com o prefeito Celso Gubert, de Vargeão), pelo Oeste catarinense. O roteiro contou com agendas em Guaraciaba, Belmonte, Concórdia, Macieira, Rio das Antas, Monte Carlo, Frei Rogério, Ponte Alta do Norte, Brunópolis, Vargem, Abdon Batista, Passos Maia, Vargeão, Entre Rios, Ipuaçu e Coronel Martins.

 

O secretário descreve que a experiência como prefeito de São João Batista por oito anos alinhada ao estilo de gestão do governo de Carlos Moisés da Silva, que é municipalista, fizeram com que a ida às cidades se tornasse prioridade. “Desde que assumimos temos feito isso, ir até os municípios para ver de perto o que mais precisam e assim buscar soluções mais eficientes”, diz.

MAIS MORADIA

Cândido acrescenta que a principal pauta do roteiro foi conhecer os municípios contemplados com o programa SC Mais Moradia, lançado há pouco mais de uma semana. “Há quase 12 anos, nosso Estado não possuía um programa de habitação. É mais desenvolvimento e dignidade para todos! Estou muito feliz por fazer parte disso, pois esse programa vai melhorar a vida de milhares de pessoas. E essa é a razão de eu estar secretário, saber que estamos contribuindo na realização de sonhos, nesse caso, oferecendo o conforto de um lar”, comemora o batistense.

Sem rodeios

Postado em 25 de outubro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O prefeito de Major Gercino, Valmor Pedro Kammers (PSL), fugiu à regra. No encontro com o governador Carlos Moisés da Silva (sem partido), sábado (23), no CTG Fazenda Silva Neto, não se intimidou com a presença da promotora do evento, deputada estadual Ana Paula da Silva (sem partido), e reiterou que para o parlamento catarinense, em 2022, apoiaria o ex-prefeito de São João Batista, Daniel Netto Cândido, atual secretário adjunto de Estado do Desenvolvimento Social.

Paulinha argumentou, ainda, que se contentaria em ser “suplente” nas intenções do mandatário majorense no próximo pleito estadual. Kammers, entretanto, não fraquejou. E disse ao governador, inclusive, que Cândido é quase da família. “É casado com uma prima minha”, revelou.

Estouro

Postado em 25 de outubro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Assim que o governador Carlos Moisés da Silva (sem partido) iniciou o discurso, sábado (23), no CTG Fazenda Silva Neto, em Canelinha, foi interrompido. A bateria de fogos de artifício que retumbou às voltas do salão impediu que o chefe do Executivo catarinense seguisse palestrando. E no momento, na lotada plateia, vieram os aplausos.

A surpresa foi encomendada pelo contabilista Cidney Nery Maciel, pai do prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (sem partido). Evidentemente, em gratidão aos R$ 12 milhões em recursos estaduais para obras de infraestrutura que a Cidade das Cerâmicas recebeu recentemente. O mandatário canelinhense, a propósito, era um dos mais festivos — e festejados — no encontro.