segunda-feira, 15 de julho de 2019 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

De pai para filho

Postado em 15 de julho de 2019

Há 25 anos, o médico Gilberto Cândido — que governou São João Batista nos anos 90 — inaugurava o Centro Cultural Batistense Professora Maria Roselene Duarte Clemes. Amanhã, o filho, Daniel Netto Cândido (PSD), entrega à comunidade a mais importante reforma que o espaço recebeu ao longo destas duas décadas.

Caso semelhante ocorreu em 2014, quando o filho revitalizou a Praça do Sapateiro, outra obra da gestão do pai. A solenidade de reinauguração do Centro Cultural acontece junto à premiação do 21º Jogo do Saber, às 19h30, e integra a programação dos 61 anos de emancipação política e administrativa da Capital Catarinense do Calçado.

Filho pródigo

Postado em 10 de julho de 2019
Foto: Divulgação

Ontem, na saída do Congresso Nacional, em Brasília, o prefeito Daniel Netto Cândido (PSD), de São João Batista, topou com o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) — filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL) — e registrou a selfie.

E conversaram rapidamente sobre um amigo em comum: o deputado federal neotrentino Rogério “Peninha” Mendonça (MDB-SC), de quem Bolsonaro disse ser muito próximo, e para quem o mandatário batistense dedicou, com anuência da Câmara Municipal, em 2017, o título de Cidadão Honorário de São João Batista. O filho do presidente revelou a Cândido, ainda, que adora Santa Catarina e que gostaria, num futuro próximo, de viver em solo catarinense — onde, inclusive, vem frequentemente praticar tiro.

Candidato da moda

Postado em 4 de julho de 2019

O case de sucesso nas eleições de 2016 em Tijucas vem sendo estudado, e pode ser reproduzido em 2020 na vizinha São João Batista. O grupo oposicionista passou a projetar no ex-vereador e professor Gregório de Souza Filho, popular Gorinho, do PSL, um perfil de candidato a prefeito que, tempos atrás, dificilmente seria considerado.

Professor aposentado, ex-presidente do Legislativo, ex-diretor de escola e personagem político de vanguarda – qualquer semelhança com o mandatário tijuquense Elói Mariano Rocha (PSD) não é mera coincidência –, Gorinho está no radar da oposição. A proposta vem sendo discutida internamente, sem alarde, mas tem agradado e gerado expectativas.

Região prestigiada

Postado em 28 de junho de 2019

Com a bênção do fundador e presidente nacional do partido, Gilberto Kassab, o PSD catarinense tem, desde terça-feira (25), nova comissão com três representantes legítimos do Vale do Rio Tijucas e Costa Esmeralda entre os vogais. Os prefeitos Elói Mariano Rocha, de Tijucas, e Nilza Simas, de Itapema, mais a vereadora Rúbia Alice Tamanini Duarte, de São João Batista, passaram a figurar no escrete peessedista do estado.

O presidente do PSD em Santa Catarina é, a partir de agora, o deputado estadual Milton Hobus; que tem, ainda, como vice, a colega de parlamento Marlene Fengler, recordista de votos para a Assembleia Legislativa no Vale em 2018.

Agressão na Câmara

Postado em 19 de junho de 2019

O vereador Heriberto Eurides de Souza (CIDA), de São João Batista, registrou um boletim de ocorrência por agressão contra o sapateiro Carlos Fraga Feller. O parlamentar teria sido atacado, e tomado um tapa no rosto, nos corredores da Câmara, assim que terminou de discursar, durante a sessão de segunda-feira (17).

De acordo com testemunhas, a confusão iniciou no pronunciamento de Souza, no uso da tribuna. Feller, da plateia, manifestou-se diversas vezes e chegou a chamar o vereador para a briga. A sessão já havia sido interrompida por cinco minutos e a polícia acionada antes do ocorrido.

ANTECEDENTES

Carlos Fraga Feller, conhecido popularmente por Calinho da Téta, já responde a um processo por agressão ao ex-vereador e ex-prefeito Vilmar Francisco Machado (CIDA) na campanha eleitoral de 2016.

Condenação mantida

Postado em 7 de junho de 2019

Os juízes do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) decidiram, nesta manhã, manter a cassação dos vereadores e suplentes de São João Batista envolvidos na “Operação Ressonância” – que apurou um esquema de violação na fila de espera do SUS (Sistema Único de Saúde) para exames de ressonância e tomografia, por intermédio de procedimentos irregulares e cobrança de valores dos pacientes. Diante da condenação, Alécio Boratti (PP) e Carlos Francisco da Silva (PP) perdem o assento na Câmara Municipal e ficam inelegíveis por oito anos; e os suplentes Mário José Soares (PP) e Sebastião Formento Filho (PP), da mesma forma, perdem os direitos políticos.

A partir da publicação do acórdão, Nataniel “Chulipa” de Oliveira Valença (PP) e Tarciso Soares (PP) devem assumir as cadeiras do PP no Legislativo batistense.

TEM MAIS

Boratti é, também, motorista da Secretaria Municipal de Saúde com função efetiva, e ainda pode perder o emprego em outro processo, na vara criminal. De acordo com a acusação, ele teria usado o cargo, o veículo da frota oficial do município e o telefone para a prática do crime.

RECURSO

O advogado de defesa Nelson Zunino Neto diz, com exclusividade para o Blog, que o resultado era esperado e que vai recorrer ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Entre os grandes

Postado em 7 de junho de 2019
Foto: Dirleni Dalbosco

Na foto, a coordenadora da Sala do Empreendedor em São João Batista, Graziela Dilma dos Santos, o prefeito Daniel Netto Cândido (PSD) e a primeira-dama Jaqueline Cândido, mais a vereadora Rúbia Alice Tamanini Duarte (PSD), na moldura da ilustre Maria Estela Kubitschek Lopes, filha do ex-presidente Juscelino Kubitschek, quarta-feira (5), em Brasília, na etapa nacional do 10º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor.

Embora não tenha alcançado a premiação principal, Cândido destacou que “chegar até a etapa nacional é uma conquista histórica para o município”. São João Batista apresentou o projeto “A Capital Catarinense do Calçado é o Berço do Empreendedorismo” e venceu a concorrência estadual na categoria Empreendedorismo nas Escolas. Pela primeira vez, desde 2001, o Vale do Rio Tijucas foi representado no Prêmio Sebrae.

Cantorinho

Postado em 24 de maio de 2019

O diretores da Fael (Faculdade Educacional da Lapa) de São João Batista prestaram uma grata homenagem ao folclórico Cantorinho – personagem do cotidiano de Canelinha que tinha por hábito convidar as pessoas para um programa qualquer e, em seguida, desconvidá-las. Que o diga o prefeito Daniel Netto Cândido (PSD), que recebeu o convite para a formatura da instituição, sábado (18), e, horas antes do evento, foi convencido pela direção do educandário a não comparecer à cerimônia.

A presença de Cândido na formatura não foi aceita pelo empresário Laudir “Alemão” Kammer, que cede o Centro de Educação ViaScarpa para as aulas da Fael e tem francas rusgas pessoais com o prefeito. No ultimato aos diretores da faculdade, o clássico “ou ele, ou eu” não passou despercebido. Restaram, portanto, o constrangimento reprimido, o cumprimento do protocolo, uma cadeira vaga na mesa de autoridades e a romantizada memória de Cantorinho nas cavaqueiras pós-festa. Pois, então?!

Número do partido

Postado em 22 de maio de 2019

Independente do desempenho, o número chama a atenção. O prefeito de São João Batista, Daniel Netto Cândido, comemora, discretamente, entre a equipe e os correligionários, a marca de R$ 55 milhões investidos em obras de infraestrutura no município. Nem tanto pela marca – que é excelente para os padrões da região –, mas pelo “55” do seu PSD de estimação.

Outro número a ser observado, e celebrado, é o zero. Cândido faz questão de pontuar, para os seus, que nenhuma dessas realizações sofreu judicializações ou maiores contestações.

De ovo virado

Postado em 16 de maio de 2019

O vereador batistense Heriberto Eurides de Souza (PPS) roubou a cena, semana passada, na audiência pública sobre a “cratera de Tigipió”, em Major Gercino. Primeiro, não quis respeitar os três minutos preestabelecidos para os discursantes e disse, em alto e bom som, que ultrapassaria o tempo limite; e depois falou sobre tudo, das emendas parlamentares que “provocam a corrupção” ao “luxo” da Assembleia Legislativa, que “tem uma pessoa só para cuidar do elevador e apertar o zero, o um, o dois e o três” em comparação à escola onde estudou quando criança, menos da Rodovia SC-108, tema da reunião.

Interrompido pelo proponente da audiência, deputado estadual Altair Silva (PP) – com quem travou um cabo de guerra em São João Batista nas eleições de 2018, quando foi candidato ao parlamento catarinense –, Betinho largou o microfone abruptamente sobre a mesa e saiu cuspindo marimbondos. Pois, então?!