quinta-feira, 21 de novembro de 2019 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Agenda trocada

Postado em 18 de novembro de 2019
Foto: Dirleni Dalbosco

No momento em que o empresário brusquense Luciano Hang palestrava em São João Batista, segunda-feira (11), o prefeito da Capital Catarinense do CalçadoDaniel Netto Cândido (PSD), devolvia a visita e se acomodava no plenário da Câmara Municipal de Brusque para ouvir o ex-governador do Rio Grande do Sul e ex-senador Pedro Simon no Ciclo de Conferências Magnas Temáticas, que marca o Bicentenário da Independência do Brasil e da fundação do Império.

O ciclo, idealizado em 2015, teve início em solo batistense no ano seguinte, com a participação de Dom Bertrand de Orleans e Bragança, bisneto da Princesa Isabel. O historiador Paulo Kons — que trabalha para que São João Batista, com a Colônia Nova Itália, seja reconhecido pioneiro da imigração italiana no Brasil — é o principal organizador do evento.

Verde e amarelo

Postado em 13 de novembro de 2019
Foto: Reprodução

O popularizado dono da Havan, Luciano Hang, agradeceu publicamente, em vídeo, o empresário Alyson dos Santos, da Calçados ALA, de São João Batista, que mandou confeccionar um tênis “patriota”, em verde e amarelo, exclusivamente para o brusquense.

Fantasiado de super-herói — batizado de Capitão Brasil — e com os novos tênis nos pés, Hang palestrou sobre motivação, empreendedorismo e sucesso para cerca de 3 mil pessoas na Capital Catarinense do Calçado, segunda-feira (11). A promoção foi do SincaSJB (Sindicato das Indústrias de Calçados de São João Batista).

Cartão vermelho

Postado em 8 de novembro de 2019

Favorito à sucessão de Daniel Netto Cândido (PSD) em 2020, o vice-prefeito Pedro Alfredo “Pedroca” Ramos pode ser expulso do MDB. É o que garante o jornalista Jonas Hames, de São João Batista, que teria recebido informações de bastidores sobre as articulações no partido para a derrubada do adjunto batistense.

Ramos provocou a ira dos correligionários a partir de gravações — vazadas de aplicativos de conversação online — em que açoitava figuras basais da legenda na Capital Catarinense do Calçado. As mensagens geraram respostas pontuais na seara emedebista. Recentemente, em pronunciamento nas tribunas da Câmara, o vereador e vice-presidente do partido Éder Vargas condenou a postura do vice-prefeito, e cravou que não vai pedir votos para Pedroca nas próximas eleições. Pois, então?!

Gestão de excelência

Postado em 5 de novembro de 2019

No Brasil, apenas 4% dos municípios têm gestão fiscal de excelência. São João Batista, no Vale do Rio Tijucas, é um deles. O estudo, realizado pela Firjan (Federação das Indústrias do Rio de Janeiro), avaliou quatro quesitos: autonomia, gastos com pessoal, liquidez e investimentos. Os resultados foram divulgados na semana passada.

O conceituado IFGF (Índice Firjan de Gestão Fiscal) aponta que a Capital Catarinense do Calçado está entre os poucos municípios brasileiros capazes de se manter com receita própria, e que geram recursos suficientes para cobrir as despesas da estrutura administrativa e da Câmara Municipal. De acordo com o levantamento, a gestão contábil do prefeito Daniel Netto Cândido (PSD) é a 169ª melhor do país.

Rainha no Vale

Postado em 4 de novembro de 2019
Foto: Divulgação

A ilustre e reverenciada Hortência Marcari, considerada a rainha do basquetebol no Brasil, esteve em São João Batista ontem. Ela palestrou sobre motivação e sucesso pessoal e profissional para colaboradores das marcas Suzana SantosRenata Mello, que celebraram 25 anos de história na Capital Catarinense do Calçado.

O evento marcou, ainda, a inauguração do centro administrativo das empresas do presidente do SincaSJB (Sindicato das Indústrias de Calçados de São João Batista), Almir Manoel Atanázio dos Santos, na cidade.

Na foto, o empresário e os filhos, Almir Santos JuniorSuzana Santos, emolduram a multicampeã e palestrante.

Torre de Babel

Postado em 4 de novembro de 2019

Partido na linha de sucessão do prefeito Daniel Netto Cândido (PSD), o MDB parece a Torre de Babel em São João Batista. Líderes não se entendem, declarações pitorescas e indecorosas se espalham no WhatsApp e na tribuna da Câmara, e a promulgada implosão da legenda — que tinha tudo para ser favorita em 2020 — se transformou no assunto do momento na Capital Catarinense do Calçado.

O vice-prefeito Pedro Alfredo “Pedroca” Ramos (MDB), que já entrou no jogo como pré-candidato em 2020 com anuência irrestrita do PSD, não se decide. Hoje quer, e amanhã não quer mais. E nas redes, com verborragia incontida, açoita o paço e os correligionários, incendeia a própria casa e deleita a oposição. Pois, então?!

Independência

Postado em 30 de outubro de 2019
Foto: Dirleni Dalbosco

A vereadora Rúbia Alice Tamanini Duarte (PSD) apresentou o projeto, e o prefeito Daniel Netto Cândido (PSD) sancionou a Lei. Agora, em São João Batista, mulheres em situação de violência doméstica, e que dependem economicamente do cônjuge, têm prioridade no mercado de trabalho do município.

A norma prevê que um banco de empregos seja criado na Capital Catarinense do Calçado para a disponibilização das vagas e encaminhamento das vítimas às empresas contratantes — que farão as admissões livremente, baseadas nos seus critérios de qualificação.

Hang no Vale

Postado em 29 de outubro de 2019

Dono da rede Havan e celebrizado ativista politico, o megaempresário Luciano Hang vem a São João Batista em 11 de novembro, às 19h30, palestrar sobre empreendedorismo e motivação no Centro de Eventos. A promoção, com o tema “Coragem! Você pode tudo!”, é do SincaSJB (Sindicato das Indústrias de Calçados de São João Batista).

Hang e o presidente do sindicato, Almir Manoel Atanázio dos Santos, alinharam o evento na Capital Catarinense do Calçado durante um encontro social. A palestra não tem fins lucrativos — o empresário não cobra cachê — e cumpre, inclusive, um desejo do brusquense: falar para a população do Vale do Rio Tijucas.

Chamado da capital

Postado em 17 de outubro de 2019
Foto: Divulgação

A assessoria de Imprensa do deputado federal Rogério “Peninha” Mendonça (MDB-SC) ficou vaga, e o parlamentar lembrou, de imediato, de uma conterrânea para preencher o cargo.

Desde que a jornalista Ketrin Raitz decidiu trocar o gabinete do deputado, em Brasília, pelo departamento de Comunicação do governo de São Paulo — para trabalhar com o midiático governador João Doria Junior (PSDB) —, semanas atrás, Peninha vem tentando convencer a neotrentina Dirleni Dalbosco a se mudar para a capital federal e assumir o posto.

Dirleni comanda o setor de Comunicação na prefeitura de São João Batista há cinco anos, e, depois de pesar oportunidade e estabilidade, decidiu seguir na Capital Catarinense do Calçado com o prefeito Daniel Netto Cândido (PSD), pelo menos até o fim de 2020.

Atribulação e glória

Postado em 11 de outubro de 2019
Foto: Luiz Junnior/VipSocial

O prefeito de São João Batista, Daniel Netto Cândido (PSD), viveu um turbilhão de emoções nos últimos quatro dias. Da inusitada balbúrdia na prefeitura, terça-feira (8) — que envolveu polícia, advogados e chegou às vias de fato —, à assinatura, hoje, da ordem de serviço para a principal obra pública do município em décadas.

Na foto, o chefe do Executivo municipal anuncia, oficialmente, a construção da esperada terceira ponte, que vai ligar os bairros Cardoso e Ribanceira, desafogar o trânsito e acelerar o desenvolvimento da Capital Catarinense do Calçado.

CONFUSÃO

No início da semana, o advogado Fabrício Esperandio Loz acusou Cândido de agressão. Ele representava o servidor público Humberto Lanzarini Neto, que acumula três processos administrativos no município e com quem mantém uma relação afetiva, quando, supostamente, teria tomado um soco do mandatário batistense durante uma discussão no paço.

Lanzarini Neto, que é concursado, mas se vale de uma licença por questões médicas, seria autor de uma página de críticas ao governo municipal nas redes sociais e, recentemente, teria destratado a primeira-dama Jaqueline Gonçalves Cândido em um supermercado da cidade. Ele, a propósito, viria tumultuando recorrentemente o ambiente da prefeitura em visitas tempestuosas e periódicas. Recepcionistas e servidores do setor de Recursos Humanos confirmam os seguidos escândalos e desacatos, e, segunda-feira (7), inclusive, recorreram à guarnição policial para conter o ímpeto do colega.

Tanto o advogado quanto o prefeito registraram boletins de ocorrência na delegacia de São João Batista.

CORAÇÃO DE MÃE

Visivelmente angustiado, com voz embargada em alguns momentos, Cândido anunciou a construção da Ponte Gentil Silva — em homenagem ao primeiro prefeito da história de São João Batista — nesta manhã. E falou sobre a espera da comunidade, e os benefícios que a obra deve trazer ao município; da melhoria na mobilidade urbana à projetada contribuição para o desenvolvimento da Capital Catarinense do Calçado.

Entre o abalo emocional e a alegria da realização, o prefeito lembrou dos apelos da mãe e fez referência ao ocorrido e às agruras do cargo. “Minha mãe, que também foi mulher de prefeito, e sofreu, sempre quis que eu me afastasse da política. Sei o que ela passou e o que a Jaqueline passou agora. Mas também sei a importância de tudo o que estamos fazendo na cidade que eu amo. Ainda bem que não segui os conselhos dela”, pontuou o chefe do Executivo no ato.