segunda-feira, 21 de outubro de 2019 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Chamado da capital

Postado em 17 de outubro de 2019
Foto: Divulgação

A assessoria de Imprensa do deputado federal Rogério “Peninha” Mendonça (MDB-SC) ficou vaga, e o parlamentar lembrou, de imediato, de uma conterrânea para preencher o cargo.

Desde que a jornalista Ketrin Raitz decidiu trocar o gabinete do deputado, em Brasília, pelo departamento de Comunicação do governo de São Paulo — para trabalhar com o midiático governador João Doria Junior (PSDB) —, semanas atrás, Peninha vem tentando convencer a neotrentina Dirleni Dalbosco a se mudar para a capital federal e assumir o posto.

Dirleni comanda o setor de Comunicação na prefeitura de São João Batista há cinco anos, e, depois de pesar oportunidade e estabilidade, decidiu seguir na Capital Catarinense do Calçado com o prefeito Daniel Netto Cândido (PSD), pelo menos até o fim de 2020.

Atribulação e glória

Postado em 11 de outubro de 2019
Foto: Luiz Junnior/VipSocial

O prefeito de São João Batista, Daniel Netto Cândido (PSD), viveu um turbilhão de emoções nos últimos quatro dias. Da inusitada balbúrdia na prefeitura, terça-feira (8) — que envolveu polícia, advogados e chegou às vias de fato —, à assinatura, hoje, da ordem de serviço para a principal obra pública do município em décadas.

Na foto, o chefe do Executivo municipal anuncia, oficialmente, a construção da esperada terceira ponte, que vai ligar os bairros Cardoso e Ribanceira, desafogar o trânsito e acelerar o desenvolvimento da Capital Catarinense do Calçado.

CONFUSÃO

No início da semana, o advogado Fabrício Esperandio Loz acusou Cândido de agressão. Ele representava o servidor público Humberto Lanzarini Neto, que acumula três processos administrativos no município e com quem mantém uma relação afetiva, quando, supostamente, teria tomado um soco do mandatário batistense durante uma discussão no paço.

Lanzarini Neto, que é concursado, mas se vale de uma licença por questões médicas, seria autor de uma página de críticas ao governo municipal nas redes sociais e, recentemente, teria destratado a primeira-dama Jaqueline Gonçalves Cândido em um supermercado da cidade. Ele, a propósito, viria tumultuando recorrentemente o ambiente da prefeitura em visitas tempestuosas e periódicas. Recepcionistas e servidores do setor de Recursos Humanos confirmam os seguidos escândalos e desacatos, e, segunda-feira (7), inclusive, recorreram à guarnição policial para conter o ímpeto do colega.

Tanto o advogado quanto o prefeito registraram boletins de ocorrência na delegacia de São João Batista.

CORAÇÃO DE MÃE

Visivelmente angustiado, com voz embargada em alguns momentos, Cândido anunciou a construção da Ponte Gentil Silva — em homenagem ao primeiro prefeito da história de São João Batista — nesta manhã. E falou sobre a espera da comunidade, e os benefícios que a obra deve trazer ao município; da melhoria na mobilidade urbana à projetada contribuição para o desenvolvimento da Capital Catarinense do Calçado.

Entre o abalo emocional e a alegria da realização, o prefeito lembrou dos apelos da mãe e fez referência ao ocorrido e às agruras do cargo. “Minha mãe, que também foi mulher de prefeito, e sofreu, sempre quis que eu me afastasse da política. Sei o que ela passou e o que a Jaqueline passou agora. Mas também sei a importância de tudo o que estamos fazendo na cidade que eu amo. Ainda bem que não segui os conselhos dela”, pontuou o chefe do Executivo no ato.

Modelo

Postado em 2 de outubro de 2019
Foto: Dirleni Dalbosco

O programa Cidade Empreendedora foi lançado pelo Sebrae no Rio Grande do Sul, ontem, e teve São João Batista como exemplo. O case batistense foi apresentado como modelo de sucesso durante a 28ª Mercopar (Feira de Inovação Industrial), em Caxias do Sul.

O prefeito Daniel Netto Cândido palestrou sobre o mecanismo de implementação e os resultados que o programa tem atingido. O eixo Educação Empreendedora, que rendeu a São João Batista e ao chefe do Executivo municipal o Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor, e a agilização nos processos para a abertura de empresas na cidade, estiveram entre os tópicos abordados.

Na foto, Cândido posa com o superintendente do Sebrae no Rio Grande do Sul, André Vanoni de Godoy, e com o diretor técnico do Sebrae nacional, Bruno Quick Lourenço, que classificou o mandatário batistense como “um líder ativo e participativo”.

Números à mostra

Postado em 27 de setembro de 2019

O vice-prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB) reuniu amigos, correligionários e curiosos, ontem, para divulgar os resultados de uma pesquisa pré-eleitoral para a concorrência majoritária de 2020 em São João Batista. Pré-candidato ao cargo máximo do município, ele, evidentemente — caso contrário, não teria publicizado o fato —, aparece com larga vantagem sobre o segundo colocado. No levantamento contratado, Pedroca teria 39% das intenções voto; enquanto o empresário Almir Manoel Atanázio dos Santos (PP), presidente do SincaSJB (Sindicato das Indústrias de Calçados de São João Batista) e conjecturado postulante à prefeitura, somaria 11% da preferência do eleitorado.

Outros nomes na pesquisa estimulada teriam sido, sequencialmente classificados, os dos vereadores Rúbia Tamanini Duarte (PSD), com 8%; Leôncio Cypriani (MDB), com 7%; Heriberto Eurides “Betinho” de Souza (CIDA), com 6%; e o presidente da Câmara, Eder Vargas (MDB), com 3%.

TRANSFERÊNCIA

Um dado, aliás, chamou a atenção. O instituto pesquisador, que monitora a cena em todo o território catarinense, revelou que o prefeito Daniel Netto Cândido (PSD) seria capaz de transferir 46% do eleitorado, por indicação, para o sucessor. O índice foi considerado excepcional e jamais registrado em Santa Catarina.

Parabéns a você

Postado em 26 de setembro de 2019
Foto: Divulgação

O prefeito Daniel Netto Cândido (D) mostrou prestígio ao receber, sexta-feira (20), em São João Batista, expoentes do PSD catarinense — como o deputado federal Darci de Matos e o presidente da Assembleia Legislativa, Júlio Garcia — para falar de política; e para comer bolo e soprar velinhas. O pano de fundo foi o encontro do partido na Capital Catarinense do Calçado, mas a comemoração antecipada dos 40 anos do mandatário batistense marcou o evento.

Cândido nasceu em 7 de novembro de 1979, mas os peessedistas locais, especialmente a vereadora Rúbia Tamanini Duarte, decidiram unir o útil ao agradável e aproveitar os ensejos e os convidados para homenagear o chefe do Executivo municipal.

Ponte Gentil Silva

Postado em 18 de setembro de 2019

Se os tijuquenses comemoram a reedificação da Ponte Bulcão Viana — do romantismo à necessidade, do brio histórico e sentimental à essencial travessia Centro-interior —, a população de São João Batista celebra, igualmente ou mais, o anúncio da construção da terceira ponte. O prefeito Daniel Netto Cândido (PSD) tratou a assinatura do contrato com a empresa de engenharia, ontem, na prefeitura, como “um momento histórico para a cidade”. A comunidade batistense aguarda a obra há décadas.

A folclorizada terceira ponte, que margeou o anedotário da Capital Catarinense do Calçado, vai, enfim, deixar a lista de confabulações e promessas; e interligar Cardoso e Ribanceira para descentralizar o desenvolvimento e melhorar a mobilidade urbana. A administração municipal espera, agora, a emissão das licenças ambientais para, em seguida, formalizar a ordem de serviço.

NOME DEFINIDO

Além de apresentar a obra, Cândido antecipou, ainda, o nome oficial da ponte. O primeiro prefeito de São João Batista, Gentil Silva vai receber essa digna homenagem e ficar eternizado na travessia Cardoso-Ribanceira.

 

ERRATA
Blog havia informado, equivocadamente, que Gentil Silva — já falecido — presenciou o ato, no gabinete do prefeito Daniel Netto Cândido, ontem. Na verdade, quem esteve na cerimônia foi o filho do primeiro prefeito de São João Batista, Eurli Silva, o popular Irmão, acompanhado de familiares.

Abraço coletivo

Postado em 17 de setembro de 2019
Foto: Divulgação

Iniciada em julho de 2018, para casar com o Dia Internacional da Amizade, testar a popularidade do prefeito Elói Mariano Rocha (PSD) e, veladamente, apresentar a itapiranguense Marlene Fengler (PSD) à comunidade como candidata a deputada estadual apoiada pela administração municipal, a confraternização “Amigos do Professor Elói” foi reeditada sexta-feira (13). A discrepância nas datas, porém, passou despercebida. E o objetivo principal — medir a aprovação do chefe do Executivo tijuquense — foi mantido.

O centro de eventos do CTG Fogão de Lenha, tal qual no ano passado, lotou; e no palco estiveram novamente os confrades políticos do prefeito, com destaque para peessedistas ilustres, como a própria Marlene — que voltou à festa, agora, como parlamentar eleita e recordista de votos em Tijucas no recente pleito proporcional do estado —, o chanceler Sérgio “Coisa Querida” Cardoso e o elogiado mandatário de São João Batista, Daniel Netto Cândido.

Mariano Rocha, nitidamente, prepara o caminho para a reeleição. Se os sequentes encontros dos “Amigos do Professor Elói” foram populosos e prestigiados em 2018 e 2019, com abraços, afagos, fotos e comes & bebes para os presentes, o de 2020, na véspera do processo eleitoral, promete ser homérico. Quem viver, verá!

Da água para o vinho

Postado em 12 de setembro de 2019

Eleito na oposição, o vereador Juliano Peixer (ex-PSDB, agora sem partido) decidiu abraçar o governo de Daniel Netto Cândido (PSD) em São João Batista. E a postura do parlamentar, pública e notória, vem gerando desconfortos entre os oposicionistas — para quem, recentemente, o ex-tucano passou a ser persona non grata.

Mas a mudança tem motivo. A aproximação entre Cândido e o PSL, especialmente fortalecida nas últimas semanas, muito em razão do convívio entre o chefe do Executivo municipal e o governador Carlos Moisés da Silva (PSL), provocou excitação na cena política da Capital Catarinense do Calçado. Embora livre das amarras partidárias, Peixer não esconde que tem grande apego ao partido do presidente Jair Bolsonaro.

O vereador, aliás, ultimamente, tem sido frequente no gabinete do prefeito e nas visitas ao colegiado municipal; e, ainda, defendido a administração na tribuna da Câmara. Se o mandatário batistense já contava com maioria no Legislativo, a bancada governista, agora, foi reforçada. Pois, então?!

Que bonito, hein!

Postado em 29 de agosto de 2019

Os atributos físicos do prefeito Daniel Netto Cândido (PSD) não passaram despercebidos — muito além disso, aliás — para a deputada estadual Ana Caroline Campagnolo (PSL), que visitou São João Batista na segunda-feira (26) para conhecer a prefeitura e a Câmara Municipal.

Da tribuna do Legislativo, em cortesia do presidente da Casa, vereador Éder Vargas (MDB), a deputada se derreteu em elogios às compleições do chefe do Executivo. “Quando olhei, achei que fosse um ator de cinema. Já imaginei: ‘que bonito que ele deve ter ficado nos santinhos’, e que isso deve ter favorecido a eleição dele”, comentou, espantada, a parlamentar catarinense.

Metralhadora

Postado em 21 de agosto de 2019

Na semana passada, o vereador Heriberto Eurides “Betinho” de Souza (CIDA) lançou dúvidas, na tribuna do Legislativo, sobre os repasses do município para a Associação Redeh Beneficência Cristã, que administra o Hospital Monsenhor José Locks em São João Batista. A manifestação do parlamentar, efusiva, inflamou a oposição e pôs a pulga atrás da orelha dos batistenses.

Para elucidar a questão, a Câmara Municipal promoveu uma assembleia entre a Redeh e os vereadores — que, de fato, têm a incumbência, legal e moral, de fiscalizar, apontar irregularidades e resguardar o bem público. Betinho, no entanto, provocou a pauta, não compareceu à reunião e sequer justificou a falta. Ninguém entendeu. Pois, então?!