sábado, 6 de junho de 2020 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Certezas incertas

Postado em 19 de maio de 2020

A chegada do vereador Antonio Carlos Machado Junior ao PSL de Canelinha gerou uma incerteza. O parlamentar, ex-MDB, assumiu predisposição para a cabeça de chapa no pleito majoritário, ao tempo em que o advogado Diogo Francisco Alves Maciel continua certo de que não há disputa interna, e que, definitivamente, será o candidato a prefeito do partido nestas eleições.

Machado Junior, que contaria com sustentação na executiva estadual da legenda, já teria confirmado em entrevistas à imprensa local que pretende concorrer ao cargo máximo do município nestas eleições e que “a decisão (sobre a formação da chapa) será tomada depois de uma pesquisa”, programada para junho. No contraponto, Alves Maciel garante que tem garantias do presidente estadual do PSL, deputado federal Fabio Schiochet, e do prefeito de São João Batista, Daniel Netto Cândido (PSL) — que atua como articulador regional do partido —, de que as definições são únicas e exclusivas da representação peesselista no município.

Grande encontro

Postado em 19 de maio de 2020

Os três senadores e os 16 deputados federais de Santa Catarina têm encontro marcado em São João Batista nesta quinta-feira (21), às 16h. Eles participam da reunião do Fórum Parlamentar Catarinense, que foi agendada para a Capital Catarinense do Calçado pela primeira vez na história. Além dos congressistas, o evento deve receber, ainda, o governador Carlos Moisés da Silva (PSL) e a vice-governadora Daniela Reinehr (PSL). Os ministros Paulo Guedes, da Economia, e Abraham Weintraub, da Educação, também confirmaram participação por videoconferência.

O encontro em solo batistense foi um pedido do prefeito Daniel Netto Cândido (PSL) ao coordenador do Fórum, deputado federal Daniel Freitas (PSL-SC). A pauta deve abordar os impactos da pandemia Covid-19 na economia do município — que ainda não registrou nenhum caso de infecção por coronavírus, mas vem padecendo com milhares de demissões na indústria local.

Representantes de associações empresariais e industriais como Facisc (Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina), Fiesc (Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina) e Fecomércio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina), além da Ahesc (Associação dos Hospitais do Estado de Santa Catarina) e da Fecam (Federação Catarinense de Municípios) já confirmaram presença. Deputados estaduais, prefeitos da região e representantes de entidades ligadas ao setor calçadista também estarão no evento.

Vidas de CNPJ

Postado em 29 de abril de 2020

Conforme prometido ao prefeito Daniel Netto Cândido (PSL), o coordenador do Fórum Parlamentar Catarinense, deputado federal Daniel Freitas (PSL-SC), fez chegar ao presidente Jair Bolsonaro (PSL) a problemática de São João Batista — que não registra qualquer caso de infecção por Covid-19, mas já contabiliza 2,3 mil demissões na indústria calçadista.

Em pronunciamento à imprensa, hoje pela manhã, em Brasília, ao lado do presidente, Freitas citou a Capital Catarinense do Calçado para destacar a necessidade de atenção ao setor industrial. “A gente fala em vidas de CPF e também de CNPJ. Em Santa Catarina temos uma cidade chamada São João Batista: nenhum caso de Covid positivo e mais de duas mil demissões”, pontuou o deputado.

No inicio do mês, por videoconferência, o parlamentar garantiu ao mandatário batistense que os apelos do município seriam tratados com prioridade no Fórum e, mais ainda, que Bolsonaro tomaria conhecimento do problema.

Retorno presencial

Postado em 21 de abril de 2020

O deputado federal Daniel Freitas (PSL-SC), coordenador do Fórum Parlamentar Catarinense, vem a São João Batista nesta quinta-feira (23) para nova reunião com o prefeito Daniel Netto Cândido (PSL), representantes da indústria calçadista e do Conselho de Desenvolvimento Econômico local. Desta vez, o encontro é presencial, na sede do Poder Legislativo do município, às 19h — diferentemente do anterior, há duas semanas, por videoconferência.

Quarto maior fabricante de calçados do país, São João Batista sente os efeitos da instabilidade econômica mundial. A pandemia afetou diretamente o setor, que já contabiliza 2,4 mil demissões na cidade e compromete, sobretudo, o desenvolvimento regional. Por intermédio do prefeito, Freitas traz, ainda, durante a importante visita, R$ 400 mil em emenda parlamentar para a Saúde batistense.

Desinteresse

Postado em 8 de abril de 2020

Os sindicatos patronal e de empregados nas fábricas de calçados de São João Batista deram de ombros à reunião, por videoconferência, hoje à tarde, com o coordenador do Fórum Parlamentar Catarinense, deputado federal Daniel Freitas (PSL). Convidados, o SincaSJB (Sindicato das Indústrias de Calçados de São João Batista) apenas destacou uma representante — a secretária da entidade, Viviane Sardo — e o Sintrical (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Calçados de São João Batista) sequer compareceu ou justificou a ausência.

Quarto maior polo calçadista do país, o município sofre com os impactos da pandemia Covid-19. Se por um lado a Capital Catarinense do Calçado segue sem nenhum caso confirmado da doença, por outro já contabiliza mais de duas mil demissões desde o início das medidas de isolamento social.

A situação foi apresentada pelo prefeito Daniel Netto Cândido (PSL) ao coordenador. Na reunião, acordou-se que as demandas do município para minimizar os prejuízos serão debatidas com prioridade no Fórum, que é composto por todos os deputados federais e senadores catarinenses, e levadas ao presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Reação solidária

Postado em 2 de abril de 2020

O prefeito Daniel Netto Cândido (PSL), de São João Batista, decidiu doar o salário de março para a compra de pelo menos 150 cestas básicas. A Secretaria Municipal de Assistência Social foi incumbida de distribuir as doações a famílias carentes do município.

Na mesma toada, o vice-prefeito Pedro Alfredo “Pedroca” Ramos (MDB) – que é um empresário de sucesso na Capital Catarinense do Calçado – também fez uma doação exponencial ao Hospital Monsenhor José Locks.

Ambos os casos não foram publicizados e, apenas para registro, confirmados por fontes ligadas a eles.

Comércio e serviços

Postado em 1 de abril de 2020

Pequenos lojistas e profissionais autônomos de São João Batista estão se mobilizando para pressionar o prefeito Daniel Netto Cândido (PSL) a liberar o comércio e os serviços no município. O chefe do Executivo batistense vem seguindo o decreto do governo estadual, de manutenção da quarentena. Cerca de 60 pessoas estão se reunindo nas redes sociais para promover manifestações, sobretudo em frente à prefeitura.

Na sexta-feira (27), um grupo esteve no paço municipal em audiência com o prefeito. As conversas entre Cândido e os comerciantes têm sido frequentes desde então. O mandatário batistense avalia, neste momento, se atende aos apelos da classe ou continua cumprindo a determinação do Estado.

Cumprimento de trato

Postado em 12 de março de 2020

A força-tarefa para organização e inclusão do PSL no projeto de reeleição do prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) está em curso. Não por uma clara vontade, mas por necessidade. No início da semana, o subchefe da Casa Civil estadual Matheus Hoffmann esteve no primeiro gabinete do paço, a portas fechadas com o mandatário tijuquense, para cobrar, de uma vez por todas, o cumprimento desse conjeturado compromisso.

Junto com Hoffmann, na reunião com Mariano Rocha, estava o prefeito de São João Batista, Daniel Netto Cândido, que passou a atuar como articulador do partido na região. Conforme antecipado pelo Blog, o vereador Rudnei de Amorim (DEM) — líder do governo na Câmara e irmão do secretário de Administração e Finanças do município, Rosenildo de Amorim —, que também participou da conversa, é quem estaria incumbido de robustecer o PSL na Capital do Vale para o pleito que se avizinha.

Coração partido

Postado em 11 de março de 2020

Suposto pivô das disputas internas no MDB de São João Batista, o vereador Leôncio Paulo Cypriani decidiu, ontem, se desfiliar do partido. Enviou duas cartas: uma para o cartório da 53ª Zona Eleitoral, pedindo a baixa no registro de filiação, e outra para os “companheiros” de Manda Brasa, explicando os motivos da saída.

Aos correligionários, Cypriani pontuou, “de coração partido”, que considera “injusta e desmedida a responsabilidade (atribuída a si) pelas discórdias no seio da agremiação”. Na despedida, no entanto, o vereador acrescentou que continua apoiando o governo do prefeito Daniel Netto Cândido (PSL) e que, “com certeza”, vai participar das eleições de outubro, “seja como candidato a vereador, vice-prefeito ou prefeito por outro partido”.

Três de oito

Postado em 21 de fevereiro de 2020

A exemplo de Daniel Netto Cândido, de São João Batista, e Valmor Pedro Kammers, de Major Gercino, o prefeito de Bombinhas, Paulo Henrique Dalago Müller (DEM), deve, também, migrar para o PSL nesta janela de transferências partidárias. Se confirmada a filiação, a região do Vale do Rio Tijucas e Costa Esmeralda, que é composta por oito municípios, contaria com três prefeituras peesselistas.

Os trâmites estão adiantados, mas ainda não foram concluídos. Com exclusividade para o Blog, Dalago Müller garante que continua filiado ao DEM e que a migração para o PSL vem sendo avaliada. “Tive conversas com o governador Carlos Moisés da Silva e com o chefe da Casa Civil estadual, Douglas Borba, na semana passada, mas, neste momento, estou no Democratas”, revela.