quarta-feira, 4 de agosto de 2021 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Praça da desarmonia

Postado em 3 de agosto de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A ex-vereadora Atair do Nascimento Maçaneiro (MDB) conquistou recursos, na legislatura passada, para a construção de uma praça no bairro Mato Queimado, em Nova Trento. No trato com o então prefeito Gian Francesco Voltolini (PP), a obra, depois de concluída, seria batizada “Praça Nilo Maçaneiro”, em homenagem ao finado cônjuge da ex-parlamentar. Mas, nem o Executivo e sequer o Legislativo elaboraram o projeto para a nominação do local.

Eis que, recentemente, o vereador estreante Joel Garbari (PSD) organizou um abaixo-assinado e protocolou projeto na Câmara para que o nome da avó, Guilhermina Speranzini, seja dado à praça do Mato Queimado. E a proposta, para indignação da família Maçaneiro, foi aprovada por unanimidade na semana passada. Para que se confirme, basta apenas a sanção do prefeito Tiago Dalsasso (MDB).

Atair, no entanto, segundo o Jornal Correio Catarinense, vem recorrendo, inclusive, a líderes do PP — partido que governava o município na ocasião — para que a situação seja revertida. Pois, então?!

Perda e lamentação

Postado em 27 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Irmão do ex-prefeito Gilberto Gonçalves Cândido, de São João Batista, o médico Gelson Gonçalves Cândido morreu hoje pela manhã em razão de complicações da Covid-19. Com mais de 40 anos dedicados à profissão, ele estava internado havia 15 dias no Hospital Imaculada Conceição, em Nova Trento, coincidentemente onde mais trabalhou.

Doutor Gelson, como era conhecido na comunidade, deixa esposa, cinco filhos e dois netos.

LÁGRIMA

Nas redes sociais, o sobrinho Daniel Netto Cândido, também ex-prefeito de São João Batista e atual secretário adjunto de Estado do Desenvolvimento Social, lamentou a perda. “Pedimos a Deus, que sabe de todas as coisas, o consolo e o conforto nesse momento difícil, especialmente para o meu pai, meus primos, tios e familiares”, escreveu.

LUTO OFICIAL

Em pesar, o governo de São João Batista decretou luto oficial de três dias. Servidor efetivo do município havia 31 anos, Doutor Gelson trabalhava, também, no Hospital Monsenhor José Locks e na UBS (Unidade Básica de Saúde) do Centro, na Capital Catarinense do Calçado.

Dito e feito

Postado em 20 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Pedra cantada no Blog sob o título “Decepção em dobro“, dia 9, deu bingo. O vereador Jucelino Marino Chini deixou a presidência do PP de Nova Trento. Ele não foi convidado para uma reunião dos progressistas locais sobre as eleições de 2024 e decidiu pedir a dispensa do posto. Especula-se, inclusive, que o ex-presidente tenha pretensões de concorrer no pleito majoritário e não faça parte dos planos do partido, que já trabalha com os nomes do ex-secretário de Saúde do município, Maxiliano de Oliveira — candidato a prefeito vencido em 2020 —, e do também vereador Silvio César Correia.

Chini, aliás, vinha sendo cobrado internamente por “posições mais firmes” contra a gestão do prefeito Tiago Dalsasso (MDB) no parlamento neotrentino; e já enfrentava resistência de alguns correligionários.

Decepção em dobro

Postado em 9 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O presidente do PP de Nova Trento, vereador Jucelino Marino Chini, não deve permanecer por muito mais tempo no partido. Fontes do Blog garantem, inclusive, que ele já teria redigido a carta de desfiliação e aguarda o momento certo para comunicar publicamente a decisão.

Chini não foi convidado para uma reunião dos progressistas com vistas nas eleições municipais de 2024, e estaria se sentindo duplamente desprestigiado: porque foi boicotado no encontro dos correligionários e porque não faz parte dos planos do partido para o próximo pleito na Terra de Santa Paulina. Informações preliminares dão conta de que o PP neotrentino já estaria decidido a trabalhar os nomes do ex-secretário de Saúde do município, Maxiliano de Oliveira, candidato a prefeito vencido na última eleição, e do vereador Silvio César Correia para tentar a retomada da prefeitura.

Recurso a caminho

Postado em 7 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O ex-prefeito Gian Francesco Voltolini (PP), condenado em primeira instância a pagamento de multa e ressarcimento do erário municipal em R$ 32 mil, vai recorrer da sentença. Ele, mais o ex-secretário Eluisio Antônio Voltolini teriam, de acordo com o Ministério Público, contratado o ex-servidor Roland Alfredo Koehler para a Secretaria Municipal de Turismo, que, entre 2014 e 2015, não compareceu ao trabalho em razão de ter outra atividade em Brusque.

Ao repórter Luan Lucas, do Portal VipSocial, o ex-mandatário neotrentino garantiu que Koehler justificou a nomeação e esteve normalmente a serviço do município enquanto contratado. “Embora essa condenação não afete meus direitos políticos, não concordo com a multa e a indenização impostas. Comprovamos nos autos. Ele era empregado, e batia cartão. Vamos apresentar o recurso e certamente reverteremos no tribunal”, reforçou Voltolini.

Condenados

Postado em 5 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O ex-prefeito de Nova Trento, Gian Francesco Voltolini (PP), e outras duas pessoas foram condenadas por ato de improbidade administrativa. As condenações resultaram em multa, perda de cargo público que porventura exerçam e ressarcimento ao erário municipal.

De acordo com a ação do Ministério Público, o ex-servidor Roland Alfredo Koehler foi nomeado na Secretaria Municipal de Turismo e permaneceu contratado entre 2014 e 2015, mas não comparecia ao trabalho em razão de ter outra atividade em Brusque no mesmo período. Por esse motivo, o ex-prefeito e o ex-secretário de Turismo, Eluisio Antônio Voltolini, além do ex-funcionário, foram sentenciados. Os prejuízos aos cofres do município seriam de R$ 32 mil. O caso foi julgado em primeira instância e cabe recurso.

Manifesto regional

Postado em 5 de maio de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A exemplo de 50 chefes de Executivos municipais e outras lideranças em todo o Estado — conforme a imprensa catarinense vem divulgando —, há um manifesto, também, no Vale do Rio Tijucas a favor do retorno do governador afastado Carlos Moisés da Silva (PSL) à cadeira. Na região, o movimento ganhou força com a participação incisiva do deputado estadual Jerry Comper (MDB), que, inclusive, colheu assinaturas dos prefeitos de Nova Trento e São João Batista, Tiago Dalsasso (MDB) e Pedro Alfredo Ramos (MDB), num tratado de apoio que vem organizando.

Correligionários de Moisés e respectivos prefeitos de Canelinha e Major Gercino, Diogo Francisco Alves Maciel (PSL) e Valmor Pedro Kammers (PSL) são outros que defendem abertamente, nas convergências políticas do Vale, a continuidade do governo. Mais discreto, porém, o mandatário tijuquense Eloi Mariano Rocha (PSD) teria, inclusive, telefonado para o governador afastado e expressado apoio.

A barafunda do impeachment tem seu capítulo final previsto para sexta-feira (7). A decisão, agora, cabe a uma comissão formada na Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina), uma vez que os órgãos fiscalizadores da Justiça entenderam que Moisés não teve relação direta com a polêmica compra dos respiradores.

Tchau e obrigado

Postado em 4 de maio de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Assessora de Comunicação na prefeitura de Nova Trento até ontem, a publicitária Adriana Carla “Drica” Soares jogou a toalha e limpou as gavetas. Em comunicado aos colegas, ela informou que pediu exoneração do cargo porque trabalhava demais e recebia de menos.

Segundo Drica — que, entre 2017 e 2020 comandou a Imprensa no governo de Moacir Montibeler (MDB), em Canelinha —, o expediente da prefeitura de Nova Trento, das 7h às 13h, não era suficiente para cumprir a demanda de trabalho na Comunicação, e, na comparação com outros municípios da região, o ordenado era menor. “Eu ficava até as 19h para dar conta. Mas sou grata pela oportunidade”, pontuou.

Ônus do bônus

Postado em 3 de maio de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A situação caótica da SC-410, que continua entre as rodovias com mais registros de acidentes fatais no Estado, foi amenizada com a presença da Polícia Rodoviária Estadual nas últimas semanas. Era uma reivindicação da comunidade — mais intensamente depois das trágicas ocorrências de março —, que motivou o vereador Fernando Fagundes (MDB), de Tijucas, a procurar o comandando da PRE e solicitar diligências no local. O pedido foi acatado e a fiscalização passou a ser mais frequente no trajeto entre Tijucas e Nova Trento.

Agora, parte dos protestantes quer o fim das blitzes, porque, segundo eles, os policiais estão interceptando trabalhadores e apreendendo veículos de serviço (mesmo que em débito com a legislação de trânsito). Alguns, inclusive, surpreendentemente, ameaçam boicotar Fagundes nas urnas caso a Polícia Rodoviária continue supervisionando o tráfego na SC-410 e evitando mais mortes. Vai entender…

Propaganda negativa

Postado em 28 de abril de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O servidor público municipal licenciado Aprígio José Botamelli, popular Zico, de Nova Trento, culpa a prefeitura por estar vivendo um inferno astral. Ele teve o nome divulgado pela comunicação do município, no início do mês, quando um mandado de busca e apreensão foi cumprido no paço neotrentino e seu computador funcional recolhido.

A operação foi conduzida pela Polícia Civil, com anuência da 2ª Vara da Comarca de São João Batista, e busca provas de favorecimento a uma empresa em processos licitatórios do município em troca de benefícios pessoais ao servidor. Em entrevista à Rádio Super, de São João Batista, Botamelli garantiu inocência e disse que a exposição, por parte da prefeitura, prejudicou sua imagem, uma vez que a investigação deveria correr em sigilo.