quinta-feira, 30 de maio de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Rede forte

Postado em 8 de maio de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

A ligação do prefeito Joel Orlando Lucinda (MDB), de Porto Belo, com a pesca, nunca foi segredo para ninguém. Pelo contrário. O mandatário portobelense sempre se orgulhou da tradição local – que serve de fonte de renda para muitos moradores -, e tem relação estreita com a prática.

Prova disto foi a disposição do chefe do Executivo municipal em viajar à Capital Federal, nesta semana, para uma audiência no Congresso Nacional. O encontro tem o objetivo de debater sobre a importância da corvina, que pode ter sua pesca proibida pelo Governo Federal.

Lideranças pesqueiras de Santa Catarina, a exemplo do mandatário portobelense, demonstraram preocupação diante da possibilidade, especialmente pelo impacto socioeconômico. Lucinda viajou acompanhado por pescadores de Porto Belo, que também participaram da audiência.

Livre e leve

Postado em 14 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

O protagonismo do deputado estadual Emerson Stein, de Porto Belo, nas articulações do MDB de Tijucas, chama a atenção. Na cidade em que recebeu mais de 3 mil sufrágios, quando concorreu à uma cadeira na Assembleia Legislativa, em 2022, o parlamentar parece bem à vontade.

Tanto que o portobelense vem sendo peça importantíssima na elaboração de estratégias, no marketing do partido e até mesmo em tratativas com lideranças recém-chegadas ao movimento. A conversa que chancelou a ida do ex-vereador Antônio Zeferino Amorim ao MDB, por exemplo, contou com a relevante presença do parlamentar.

O evento promovido pela executiva local, segundo o presidente do MDB tijuquense, Elmis Mannrich, partiu de um pedido de Stein, que via a necessidade de reunir a militância periquita, com vista ao processo eleitoral que se aproxima.

No encontro, a propósito, o ex-prefeito de Porto Belo fez saudações a vários dos emedebistas presentes e referências aos trabalhos que cada um já desenvolveu, brincou com os já tradicionais jingles do grupo e até se emocionou, em determinado momento.

DESTAQUE

A desenvoltura do parlamentar chamou a atenção do deputado federal e presidente estadual da legenda, Carlos Chiodini, que, por mais de uma vez, afirmou aos presentes que o portobelense era uma grande revelação na política catarinense, opinião reforçada, mais tarde, pelos elogios do deputado estadual Antídio Lunelli.

Palavra de honra

Postado em 1 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Confiante de que vá superar os concorrentes internos Thiago Peixoto dos Anjos e Fernando Fagundes, o ex-vereador Sidney Machado quis ouvir, hoje, do próprio governador Jorginho Mello, que ninguém tem cadeira cativa no PL e que o candidato do partido na disputa da prefeitura de Tijucas continua indefinido.

Machado tem a garantia da regência local da legenda de que a escolha seria baseada em pesquisa de intenção de votos, mas, mesmo assim, foi buscar o assentimento do líder liberalista catarinense para que o confronto seja justo entre os três postulantes.

Na audiência com o chefe do Executivo estadual, Ney da Tijusat, como é conhecido, esteve acompanhado do ex-vereador e pré-candidato ao parlamento de Porto Belo, Darci França (PL), e do pastor Wagner Rodrigues, de Itapema, superintendente da Igreja do Evangelho Quadrangular na região do Vale do Rio Tijucas e Costa Esmeralda. O deputado estadual Jair Miotto (UNIÃO) também participou do encontro.

Chancelada 

Postado em 1 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

Se a decisão final depender única e exclusivamente do prefeito Joel Orlando Lucinda (MDB), de Porto Belo, a chapa formada com Ailto Neckel de Souza (PL), na eleição suplementar de 2022, será reeditada em 2024. O projeto de reeleição do mandatário tem como vice, justamente, o atual adjunto portobelense. 

Além da afinidade, Lucinda pontuou, em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, quinta-feira passada (28), que confia extremamente no vice-prefeito e entende, ainda, que a manutenção da dupla é uma questão ética. 

“Eu sempre fui uma pessoa muito correta na minha vida pública. Eu não vou enganar. Cabe ao partido, mas a decisão principal é minha. Tivemos um mandato de dois anos. Por que eu vou usar ele para me eleger no primeiro mandato e no segundo não? Eu não faço isso. A pessoa é valorizada. Nunca discutimos, sempre conversamos. É como se fosse da família. Tem união, a gente vê trabalhar e somar”, explicou o mandatário. 

A boa relação, aliás, pôde ser vista meses atrás, na transmissão da chefia do Executivo municipal ao adjunto, durante as férias do titular. “Em Santa Catarina, muitos prefeitos têm medo de passar a cadeira pro vice-prefeito. No começo do ano, peguei 12 dias de férias, entreguei a chave da prefeitura, a caneta e falei: ‘nem me incomoda’. Ele tava lá trabalhando. A união faz a força”, completou. 

PROCURA-SE RIVAL

A ausência de grupos oposicionistas à administração municipal, fato recorrente desde o pleito municipal de 2020, não preocupa Lucinda. O mandatário portobelense entende que o processo acontecerá naturalmente e no futuro. 

“Pelo crescimento, o desenvolvimento… É difícil criar um grupo pra ir contra uma coisa boa. Quando é uma administração fraca, irregular, tem mil candidatos pra tentar chegar no poder. Mas hoje, Porto Belo, pelo jeito que tá sendo administrada, mesmo com algumas falhas, ainda é difícil. Só o tempo vai dizer quem virá para a concorrência”, afirmou.

Exagero iminente

Postado em 28 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Há alguns meses, os noticiários do Estado só falavam na interdição da ponte sobre o Rio Perequê, na ligação entre Itapema e Porto Belo. Laudos técnicos, naquele período, embasaram o fechamento da estrutura, provocando uma série de impactos negativos para a região, sobretudo no comércio.

Um ano depois, a ponte continua de pé. O presidente do Poder Legislativo de Porto Belo, Magno Munoz (MDB), exigiu um pedido de desculpas às comunidades atingidas. Isso porque, segundo o parlamentar, mesmo com uso de maquinário, a estrutura segue praticamente intacta.

“Faz duas semanas que tem uma máquina com um martelete em cima da ponte tentando derrubar. Quem falou que ela ia cair sozinha e assinou o laudo, ou pega uma marreta e vai lá ajudar a derrubar, ou vai a público e pede desculpas. Prejudicou comerciantes, prejudicou os moradores quando foi fechada. É o mínimo que poderiam fazer. Ou ajudam a derrubar, ou pede desculpas para a população. Faltou responsabilidade e respeito”, bradou o parlamentar.

RISCO IMINENTE

A prefeita Nilza Simas (PSD), de Itapema, havia anunciado, ano passado, o início das obras para substituição da ponte antiga, com um investimento estimado em quase R$ 9 milhões. A mandatária alegou que a construção era necessária, devido ao iminente risco de colapso.

Pelo lado portobelense, o prefeito Joel Orlando Lucinda (MDB) sempre contestou a interdição e, inclusive, mergulhou nas águas do Rio Perequê para fazer uma análise própria da situação dos pilares da ponte. Na época, a conclusão pessoal do mandatário foi de que a medida teria sido exagerada.

Embate

Postado em 26 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Redes Sociais

Engana-se quem pensa que os embates públicos do deputado estadual Emerson Stein (MDB) com o PT de Santa Catarina, começaram somente com a ascensão do ex-mandatário portobelense na Assembleia Legislativa.

A própria trajetória política do parlamentar o colocou, mais de uma vez, em confronto direto contra os petistas, sempre em acirrada rivalidade. O PT, aliás, foi justamente o grupo antecessor de Stein na prefeitura de Porto Belo.

Recentemente, um vídeo da ex-senadora catarinense Ideli Salvatti (PT) criticando o Estado causou indignação ao portobelese, que foi às redes sociais para rebater as afirmações. “É por isso que o PT não governa Santa Catarina e continuará sem governar na nossa região, principalmente aqui na Amfri”, disse Stein.

Casa cheia

Postado em 16 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Em noite de consagração, o MDB de Porto Belo registrou, ontem, 80 novas filiações. Os destaques foram o ingresso do vereador Jonatha Cabral (ex-REPUBLICANOS) nas fileiras emedebistas e as festejadas participações do deputado estadual Emerson Stein e do prefeito Joel Orlando Lucinda.

Não faltaram, ainda, lideranças do PL, do PP e do próprio REPUBLICANOS, que formam a base de sustentação do governo municipal. Cerca de 250 pessoas acompanharam o ato.

COALIZÃO

As convenções acontecem apenas em agosto, mas o grupo governista trabalha, desde já, com proposta de reeleição para Lucinda e o vice-prefeito Ailto Neckel (PL). O acordo, a propósito, tem anuência dos partidos aliados.

Aberturas

Postado em 29 de fevereiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Poucas pessoas puderam comemorar tanto uma publicação do Diário Oficial do Estado, como o deputado estadual Emerson Stein (MDB), nesta última terça-feira. Isso porque o documento confirmou o envio de R$ 1,3 milhão para a realização do projeto para o novo acesso à Bombinhas, em ligação com Porto Belo.

O parlamentar, que é natural de Porto Belo, promoveu, nos últimos meses, uma série de audiências públicas para discutir a possibilidade e, ainda, conversou diretamente com o secretário de Estado da Infraestrutura, Jerry Comper, e com o governador Jorginho Mello, sobre o tema.

“R$ 1,3 milhão para elaboração de projeto de mobilidade viária de Porto Belo e Bombinhas. Será uma nova entrada, um novo acesso. Não estamos rasgando dinheiro, não é algo feito meia-boca para prejudicar turistas e moradores”, pontuou Stein, após a publicação do repasse.

Estreia prevista

Postado em 14 de fevereiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Resenha PB

O cientista político Jackson Dirceu Laurindo pôs lenha na fogueira ao declarar, em postagem nas redes sociais, que estaria considerando mudar de ramo em 2024. A publicação se juntou às especulações, de que ele teria a intenção, cada vez mais evidente, de concorrer nas eleições municipais de São João Batista.

Nos bastidores da política batistense, garante-se que Laurindo teria um pré-acordo com o ex-prefeito e atual deputado estadual Daniel Netto Cândido (PODE) para a formação de uma chapa.

Casado com a presidente da Fumtur (Fundação Municipal de Turismo e Desenvolvimento Econômico) de Porto Belo, Zenelise Drodowski, atento ao cenário e com excelente currículo, o especialista em Relações Institucionais e Governamentais revela, com exclusividade ao Blog, que “teria interesse em ingressar na vida pública, a depender da conjuntura” e confirma que tem “conversado com Cândido sobre o futuro de São João Batista”.

Status: aprovado

Postado em 25 de janeiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Os últimos atos do hoje deputado estadual Emerson Stein (MDB) como prefeito de Porto Belo, entre 1º de janeiro e 25 de março de 2022, foram aprovados pelo TCE-SC (Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina) nesta semana.

A recomendação positiva do órgão foi encaminhada à Câmara de Vereadores, após o período de apreciação. Foram aprovodas, ainda, os dois distintos momentos em que o atual prefeito Joel Orlando Lucinda (MDB) administrou a cidade.

Lucinda assumiu o governo portobelense, ainda de maneira interina, no dia 26 de março, logo após a renúncia de Stein e do então vice-prefeito Elias Cabral. Uma eleição suplementar foi realizada e o interino venceu o pleito. Em 23 de junho, ele assumiu a gestão de maneira definitiva.

RESULTADO CELEBRADO

Stein fez questão de comemorar a aprovação e compartilhou o resultado com o atual mandatário portibelense. “Parabéns prefeito Joel e equipe pelo trabalho realizado. A transparência e responsabilidade marcaram a nossa gestão. Gratidão a todos que depositaram a sua confiança em nossos mandatos”, escreveu.