terça-feira, 17 de setembro de 2019 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Lotação máxima

Postado em 18 de abril de 2019

Ao tempo em que o Tribunal de Contas recomenda a reintegração de Major Gercino a São João Batista – porque o menor município do Vale, a exemplo de outros 105 em Santa Catarina, apresenta receita insuficiente e depende de repasses estaduais e federais para se manter –, a comitiva majorense na Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios foi a maior da região.

Além do prefeito Valmor Pedro Kammers (PSDB), o Legislativo quase inteiro embarcou para a capital federal na semana passada. A exceção foi o vereador Wilson Sens (PP), que decidiu não viajar. Até mesmo alguns secretários municipais, como Rui Roos, de Planejamento, e Natalino Cuco, de Obras, estiveram na caravana. Pois, então?!

Parada à esquerda

Postado em 17 de abril de 2019
Foto: Divulgação

O vereador Jonatha Cabral (PT), de Porto Belo, que participou da Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, semana passada, na capital federal, não perdeu a oportunidade de registrar o encontro com o advogado e professor universitário Ciro Gomes, que concorreu à presidência da República pelo PDT em 2018.

A comitiva da Capital Catarinense dos Transatlânticos no evento contou, ainda, com o vice-prefeito Elias Cabral (PR) e com os também vereadores Altino Torquato Júnior (PSD), Marcos Marques (PRB), Rosaura Rodrigues (PT) e Silvana Stadler (PTB).

Ovacionado

Postado em 16 de abril de 2019

O deputado federal Rogério “Peninha” Mendonça (MDB-SC), de Nova Trento, foi aplaudido de pé por milhares de municipalistas, semana passada, durante discurso na Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, na capital federal. Ele usou o espaço para defender a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) pela unificação das eleições no Brasil, da qual é autor e que tramita no Congresso.

Segundo o vice-líder do governo na Câmara Federal, se prefeitos, vereadores, governadores, deputados estaduais, deputados federais, senadores e presidente da República fossem eleitos no mesmo processo, a cada quatro anos, haveria uma economia de milhões de reais para os cofres da Nação. Detalhe: se a proposta for aprovada, os atuais prefeitos e vereadores, a propósito, concluiriam os mandatos apenas em 2022.

Gato escaldado

Postado em 15 de abril de 2019

Desde que três vereadores tiveram a intrepidez e a estupidez de fraudar notas fiscais que serviram para o ressarcimento de despesas contraídas na Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, em 2013 e 2014, os parlamentares de Nova Trento não participaram mais do evento. No mais recente, semana passada – e em todos os anteriores, de 2015 para cá  –, apenas o prefeito Gian Francesco Voltolini (PP) representa a Terra de Santa Paulina na marcha.

LINCHAMENTO PÚBLICO

Em dezembro de 2016, a juíza Maria Augusta Tridapalli, da Comarca de São João Batista, acatou pedido do Ministério Público e afastou preventivamente os vereadores Airton Dalbosco (MDB), Elio Vill (PMDB) e Leonir Maestri (MDB) por envolvimento no esquema.

O caso segue sub judice, mas os parlamentares acusados caíram em desgraça. Dos três vereadores, apenas Maestri se reelegeu – em sétimo lugar, com 409 votos –, mas perdeu o cargo em outra ação judicial de 2017. Dalbosco não se recandidatou; e Vill ficou na 18ª posição, com 186 votos.

Marcha, soldado

Postado em 10 de abril de 2019
Foto: Dirleni Dalbosco/Divulgação

O prefeito de São João Batista, Daniel Netto Cândido (PSD), e os vereadores Rúbia Alice Tamanini Duarte (PSD), Ademir José Rover (PRB) e Almir Peixer (PSD) estão participando, na capital federal, da XXII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. O evento iniciou na segunda-feira (8) e segue até amanhã.

São cerca de 170 prefeitas e prefeitos, ou seja, 59% dos gestores catarinenses, que buscam em Brasília soluções para as principais dificuldades dos municípios. Estima-se que neste ano a marcha, proposta pela CNM (Confederação Nacional dos Municípios), tenha reunido cerca de 10 mil municipalistas.