quarta-feira, 30 de novembro de 2022 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Afastamento emergencial

Postado em 29 de novembro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O prefeito de Bombinhas, Paulo Henrique Dalago Müller (UNIÃO), licenciou-se do cargo emergencialmente. Sentiu-se mal nos últimos dias e decidiu se afastar da prefeitura para realizar uma bateria de exames durante a semana. Já passou, inclusive, por um teste de Covid.

Se não houver necessidade de cumprir quarentena, Dalago Müller deve voltar ao trabalho nesta quinta-feira (1º). Até lá, o município segue sob o comando do vice-prefeito Alexandre da Silva (PDT).

Coluna do Blog | 14 de setembro, 2022

Postado em 14 de setembro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

.

PRIORIDADES

O vereador Cláudio Eduardo de Souza (PDT), de Tijucas, se licenciou do mandato por 30 dias. Diz, em comunicado público, que precisou se afastar da vereança e do trabalho na rede estadual de ensino, onde leciona Língua Portuguesa, para se dedicar integralmente à filha recém-nascida, Luíza, de parto prematuro.

A professora Consuelo Azevedo, primeira suplente do PDT, assumiu o posto no Legislativo para o período previamente estabelecido.

RETOMADA

O prefeito de Porto Belo, Joel Orlando Lucinda (MDB), vai resgatar o tradicional Festival do Camarão. O evento, lançado no governo do ex-prefeito Evaldo Guerreiro Filho (PT) e alçado ao calendário oficial de Santa Catarina, teve sequência interrompida em 2016; foi retomado na gestão de Emerson Stein (MDB), a partir de 2017, e novamente suspenso durante o período pandêmico.

De acordo com as primeiras informações, o festival volta, agora, em novo formato. Lucinda e o departamento de Turismo do município dão conta das novidades na próxima terça-feira (20), em reunião com a imprensa e setores envolvidos.

CARTAS NA MESA

Por tabela, o vereador Nelson Zunino Neto (PP), de São João Batista, pode ajudar o ex-prefeito e candidato a deputado estadual Daniel Netto Cândido (PODE), a quem se opõe politicamente. Ele é o autor do requerimento, já aprovado na Câmara Municipal, que exige documentos que comprovem as recentes declarações do prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB), de que a prefeitura estaria “quebrada” e a culpa seria da gestão anterior. Se o prazo for cumprido, tudo se esclarece antes das eleições.

A coordenação de campanha de Cândido vem tratando o tema como “perseguição” e “fake news“, uma vez que os esforços do chefe do Executivo são todos para a reeleição do deputado estadual Jerry Comper (MDB). Pedroca, no entanto, garante que consegue provar o que diz a quem quiser e a qualquer momento. Pois, então?!

ESPORTE E CULTURA

Além da ultramaratona Sicoob Mons Ultra Trail, com atletas do Brasil e do exterior, Nova Trento também recebe, nos dias 22, 23 e 24, o festival de música Adventure Rock e Jazz, com diversas apresentações no Centro de Eventos, anexo ao Ginásio Inácio Gullini, no Centro.

O evento reúne musicistas de várias regiões de Santa Catarina para performances instrumentais dos gêneros rock, blues e jazz. Todas as apresentações são gratuitas e abertas ao público.

Fim da linha

Postado em 1 de setembro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A relação entre o ex-prefeito Daniel Netto Cândido (PODE) e seu sucessor, o atual prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB), azedou de vez. As rusgas que começaram no declarado apoio do mandatário de São João Batista à reeleição do deputado estadual Jerry Comper (MDB) — ainda que o conterrâneo e parceiro pretendesse o mesmo cargo — e se intensificaram na difícil liberação da professora Rúbia Alice Tamanini Duarte para a Secretaria Adjunta de Estado do Desenvolvimento Social, chegaram a níveis extremos nas últimas semanas.

O vazamento de mensagens de áudio, além da publicação de um vídeo em que Pedroca critica a gestão anterior, da qual participou como vice-prefeito, puseram um fim na parceria vitoriosa e transformaram os outrora amigos em rivais manifestos. Nas redes sociais, a coordenação de campanha de Cândido repudiou as ações, tratou como “caluniosas”, e prometeu desmentir as acusações em juízo. O afastamento fica evidente, a propósito, quando, no mesmo texto, a equipe informa que o material teria sido disseminado por “opositores” do ex-prefeito e candidato a deputado estadual.

Plano confirmado

Postado em 5 de julho de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O policial penal e suplente de vereador Juarez Soares (CIDADANIA) pediu afastamento das funções no Presídio Regional de Tijucas. Desde 30 de junho, no prazo final para desincompatibilizações, ele não cumpre expediente na unidade. O movimento foi necessário para continuar apto a concorrer nas próximas eleições.

Soares segue à disposição do CIDADANIA para a disputa de uma cadeira na Câmara Federal. O partido, por sua vez, registrou a postulação do tijuquense e aguarda o período de convenções para definir a nominata e oficializar as candidaturas no TRE (Tribunal Regional Eleitoral).

Na conta do ex-presidente da Câmara estão os colegas agentes, que ele pretende visitar pessoalmente, em roteiro por todo o Estado, durante a campanha.

Devolução

Postado em 3 de dezembro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O ex-prefeito João José David, de Major Gercino, foi condenado a devolver R$ 163 mil (em valores corrigidos) ao erário municipal. A resolução vem do TCE (Tribunal de Contas do Estado), que julgou ilegais pagamentos que somam R$ 90 mil ao irmão do ex-mandatário majorense, Jade José David.

Durante o governo de João David, criou-se o cargo de diretor de Controle Interno da Câmara Municipal, em 2011, e Jade ficou com a vaga. A maioria dos vereadores, porém, entendeu que havia irregularidades no processo e extinguiu a função, exonerando, portanto, o irmão do então prefeito — que, inconformado com a decisão dos parlamentares, recorreu à Justiça, foi reintegrado e remunerado pelo período em que esteve afastado.

Agora, o TCE entendeu que o acordo não tem validade legal e encaminhou o débito ao ex-prefeito. João David, no entanto, disse ao Jornal Correio Catarinense que deve recorrer. “Não foi uma decisão minha. Só paguei porque houve um acordo na Justiça”, justificou.

Cem dias

Postado em 31 de março de 2021
  •  
  •  
  • 10
  •  
  •  

Oficialmente, a diretora do Sisam (Serviço de Infraestrutura, Saneamento e Abastecimento de Água Municipal) de São João Batista, Andréia Costa, pediu afastamento do cargo por 30 dias para tratamento de saúde. Mas, nos bastidores, especula-se que o plano do prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB) — de remanejamento do colegiado municipal depois de cem dias de governo — já esteja sendo posto em prática.

Na função, neste momento, está o assessor de gabinete Plácido Vargas, que, segundo rumores, pode ser efetivado. Outras pastas e departamentos que devem sofrer alterações de comando seriam Planejamento e Compras; e até a Secretaria de Administração estaria sob profunda análise.

Suspeita de Covid

Postado em 28 de outubro de 2020
  •  
  •  
  • 28
  •  
  •  

O vice-prefeito e candidato a prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB), de São João Batista, afastou-se das atividades de campanha por suspeita de contágio da Covid-19. De acordo com o anúncio nas redes sociais do empresário, ele teve contato recente com uma pessoa que testou positivo e passou a apresentar alguns sintomas. “Já fiz o exame e estou tomando os remédios”, informou.

Com a decisão, Pedroca deixou de participar do painel realizado pela CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) de São João Batista, ontem à noite, e deve faltar, também, ao debate do Jornal Razão, em Tijucas, nesta sexta-feira (30).

Prefeito com Covid-19

Postado em 18 de junho de 2020
  •  
  •  
  • 3
  •  
  •  

Visivelmente emocionado, o prefeito Moacir Montibeler (MDB), de Canelinha, divulgou um vídeo nesta tarde para informar que testou positivo para Covid-19. Ele deve passar por exames ainda hoje em Florianópolis, e já adiantou que fica afastado da chefia do Executivo por 14 dias.

De acordo com o departamento de Comunicação da prefeitura, Montibeler, até sentir os sintomas, vinha trabalhando sem interrupções, e cumprindo as recomendações das autoridades sanitárias. “Evite a transmissão. Cuide da sua família! Ninguém quer pegar isso. Estou me retirando para me curar. Logo, logo estarei de volta, se Deus quiser”, disse o prefeito na gravação.

 

Último ato

Postado em 31 de julho de 2019
  •  
  •  
  • 29
  •  
  •  

Pouco antes de ser afastado do cargo pela Justiça Eleitoral, por envolvimento na Operação Ressonância, o vereador Alécio Boratti (PP) havia assinado, no apagar das luzes, o projeto de redução dos ordenados dos parlamentares de São João Batista, de R$ 4,1 mil para o salário mínimo. Ele foi o quarto e decisivo signatário da proposta — que, portanto, alcançou o quórum para entrar na pauta do Legislativo.

Resta saber, porém, se a assinatura de Boratti no texto continua legitimada; ou se os substitutos Nataniel “Chulipa” de Oliveira Valença (PP) e Tarciso “do Ônibus” Soares (PP), que assumem amanhã, seguirão o titular e endossarão a ideia. O projeto, de autoria do vereador Fábio “da Ravel” Norberto Sturmer (PP), já contava com Heriberto “Betinho” Eurides de Souza (CIDA) e Juliano Peixer (PEN) como apoiadores.

Dentro e fora

Postado em 14 de maio de 2019
  •  
  •  
  • 5
  •  
  •  

Bastou coordenar, satisfatoriamente e com pronto atendimento do governo estadual, a audiência pública sobre a famigerada “cratera de Tigipió”, semana passada, para o deputado estadual Altair Silva (PP) – que representa Major Gercino e São João Batista na Assembleia Legislativa – pedir afastamento do cargo.

Nos próximos 60 dias, Silva não vai frequentar o parlamento catarinense. Não tem problemas de saúde e nem qualquer outro impedimento. Apenas, entrou no questionável “rodízio” que os partidos costumam promover nos Legislativos.

Para justificar, o parlamentar disse, em nota, que está retribuindo um gesto que recebeu no passado – quando suplente, entre 2015 e 2018, assumiu uma das cadeiras do PP na Alesc por seis vezes, durante as licenças dos titulares. “Acredito que é assim que o partido cresce e que o espírito de grupo se fortalece, até porque ninguém chegou aqui sozinho”, pontuou.