sábado, 22 de fevereiro de 2020 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Três de oito

Postado em 21 de fevereiro de 2020

A exemplo de Daniel Netto Cândido, de São João Batista, e Valmor Pedro Kammers, de Major Gercino, o prefeito de Bombinhas, Paulo Henrique Dalago Müller (DEM), deve, também, migrar para o PSL nesta janela de transferências partidárias. Se confirmada a filiação, a região do Vale do Rio Tijucas e Costa Esmeralda, que é composta por oito municípios, contaria com três prefeituras peesselistas.

Os trâmites estão adiantados, mas ainda não foram concluídos. Com exclusividade para o Blog, Dalago Müller garante que continua filiado ao DEM e que a migração para o PSL vem sendo avaliada. “Tive conversas com o governador Carlos Moisés da Silva e com o chefe da Casa Civil estadual, Douglas Borba, na semana passada, mas, neste momento, estou no Democratas”, revela.

Migração

Postado em 17 de fevereiro de 2020

Entre 17 prefeitos catarinense que migraram para o PSL do governador Carlos Moisés da Silva, sábado (15), em cerimônia festiva na Ilha, dois pertencem ao Vale do Rio Tijucas: Daniel Netto Cândido (ex-PSD), de São João Batista, e Valmor Pedro Kammers (ex-PSDB), de Major Gercino.

DE OLHO EM 2022

Daniel Cândido tem claras intenções de concorrer ao Legislativo estadual nas próximas eleições gerais. E o ingresso no PSL tornaria esse cenário muito favorável. Ao invés da necessidade iminente de somar cerca de 38 mil votos para garantir uma vaga na bancada do PSD, o jovem mandatário batistense, no partido do governador e na calculadora, alcançaria o parlamento catarinense com votação próxima de 26 mil.

Alem do quê, o prefeito da Capital Catarinense do Calçado não ficaria sem holofotes no fim do mandato. Ele não fala abertamente sobre o assunto, mas tem convite formal para assumir um cargo de primeiro escalão no governo estadual assim que deixar a prefeitura.

NEGOCIAÇÃO ANTIGA

O prefeito de Major Gercino já estava de malas prontas para o PSL há muito tempo. Desde meados de 2019, Valmor do Pita — como é chamado popularmente — estava decidido.

As negociações envolvem, sobretudo, aporte do governo estadual no projeto de reeleição pretendido por Kammers neste ano.

Conta de luz

Postado em 30 de outubro de 2019

Se quiser reeditar o Natal Luz em Major Gercino, o prefeito Valmor Kammers (PSDB) precisa se contentar com o que tem. Os vereadores negaram a solicitação do Executivo para acrescer R$ 11 mil no orçamento da festa natalina. Atualmente, o evento custa R$ 54 mil aos cofres do município.

Kammers argumentou que o aparato do Natal Luz sofreu aumento nos preços, e o reajuste na conta seria capital para a realização da festa. Os parlamentares majorenses concordam com — e aplaudem — a manutenção do evento, mas, apenas, se o erário municipal não for afetado.

Anfitrião

Postado em 4 de outubro de 2019
Foto: Divulgação

Representante, por procuração oficial, do senador Jorginho Mello (PL-SC) no cerimonial desta manhã — que oficializou a destinação de R$ 8,23 milhões do governo estadual para o asfaltamento da Avenida Beira-Rio —, o vice-prefeito Adalto Gomes (PL), de Tijucas, aproveitou o ensejo para posar com a comitiva de Major Gercino na fachada do Anfiteatro Leda Regina de Souza.

Na foto, com o adjunto tijuquense (C) e seu assessor pessoal Ivorlei “Ney” Alves de Assis, o vereador Augustinho Orlandi (PSDB), o prefeito Valmor Pedro Kammers (PSDB) e o secretário municipal de Planejamento, Rogério Resner.

Gomes segue como opção para o pleito majoritário da Capital do Vale em 2020, e, como secretário de Obras, Transportes e Serviços Públicos do município, comemora: vai encorpar o curriculum com a regozijada pavimentação asfáltica da Beira-Rio.

Queijo premiado

Postado em 3 de outubro de 2019

Em vias de se tornar patrimônio intelectual de Major Gercino, o queijo diamante recebeu, dias atrás, 11 medalhas no 5º Prêmio Queijo Brasil — o mais importante concurso de queijos artesanais do país, promovido pela Comerqueijo (Associação de Comerciantes de Queijos Artesanais Brasileiros).

Foram quatro medalhas de ouro, duas de prata e cinco de bronze; além do troféu Super Ouro, destinado ao prefeito Valmor Pedro Kammers (PSDB) por apoiar a produção do queijo artesanal no menor município do Vale e, consequentemente, em Santa Catarina.

Lotação máxima

Postado em 18 de abril de 2019

Ao tempo em que o Tribunal de Contas recomenda a reintegração de Major Gercino a São João Batista – porque o menor município do Vale, a exemplo de outros 105 em Santa Catarina, apresenta receita insuficiente e depende de repasses estaduais e federais para se manter –, a comitiva majorense na Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios foi a maior da região.

Além do prefeito Valmor Pedro Kammers (PSDB), o Legislativo quase inteiro embarcou para a capital federal na semana passada. A exceção foi o vereador Wilson Sens (PP), que decidiu não viajar. Até mesmo alguns secretários municipais, como Rui Roos, de Planejamento, e Natalino Cuco, de Obras, estiveram na caravana. Pois, então?!