quinta-feira, 30 de maio de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Prefeiturável 

Postado em 17 de novembro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

Pela primeira vez, de maneira pública, a ex-vereadora de São João Batista, Rúbia Alice Tamanini Duarte (sem partido), colocou-se como pré-candidata à prefeitura batistense, em 2024. Não houve, claro, surpresas, afinal, a ex-secretária de Estado adjunta do Desenvolvimento Social e Habitação sempre apareceu como uma das opções viáveis no pleito. 

A condição, entretanto, é de que o ex-prefeito e deputado suplente, Daniel Netto Cândido, não dispute o cargo novamente. “Nossa liderança, com capital político e primeiro em todas as pesquisas, é o Daniel. Ele sendo candidato, eu estou fora da disputa”, afirmou, em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE

Entretanto, há a possibilidade, no horizonte, de que o ex-mandatário batistense assuma a vaga do deputado estadual Lucas Neves (PODE), no parlamento catarinense. Desta forma, abriria caminho para a candidatura da ex-presidente do Poder Legislativo batistense. “Tirando o ex-prefeito Daniel, meu nome é o próximo do grupo”, complementou. 

DESCARTADO 

Embora converse com boa parte dos grupos constituídos para o pleito que se aproxima, a ex-vereadora garante apenas que não estará com o prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB), em um possível projeto de reeleição. 

“Todas as outras eu iria. Daqui 10 anos, se ele mudar as posturas, podemos conversar. Mas, nessa próxima eleição, se o atual prefeito Pedroca for novamente candidato, é a única pessoa que eu não apoiaria, estaria ou sentaria na mesa para diálogo”, disse. 

Passado, presente e futuro

Postado em 8 de março de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Vicente Schmitt/Agência AL

Secretária adjunta de Estado do Desenvolvimento Social até o fim de 2022, a professora Rúbia Alice Tamanini Duarte retornou para a sala de aula, na rede municipal de São João Batista. Tem 23 anos de magistério e quer cumprir o tempo faltante para uma futura aposentadoria.

Ex-vereadora e ex-secretária de Assistência Social do município, ela, inclusive, assim que deixou o governo do Estado, recebeu sondagens para trabalhar com a ex-secretária nacional de Assistência Social, Maria Yvelônia, e para ingressar na gestão estadual do Rio Grande do Sul, mas declinou.

Questionada pelo Blog sobre uma possível volta ao jogo político, Rúbia não descartou a possibilidade de, caso haja espaço, participar da disputa majoritária de 2024.

Fim da linha

Postado em 1 de setembro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A relação entre o ex-prefeito Daniel Netto Cândido (PODE) e seu sucessor, o atual prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB), azedou de vez. As rusgas que começaram no declarado apoio do mandatário de São João Batista à reeleição do deputado estadual Jerry Comper (MDB) — ainda que o conterrâneo e parceiro pretendesse o mesmo cargo — e se intensificaram na difícil liberação da professora Rúbia Alice Tamanini Duarte para a Secretaria Adjunta de Estado do Desenvolvimento Social, chegaram a níveis extremos nas últimas semanas.

O vazamento de mensagens de áudio, além da publicação de um vídeo em que Pedroca critica a gestão anterior, da qual participou como vice-prefeito, puseram um fim na parceria vitoriosa e transformaram os outrora amigos em rivais manifestos. Nas redes sociais, a coordenação de campanha de Cândido repudiou as ações, tratou como “caluniosas”, e prometeu desmentir as acusações em juízo. O afastamento fica evidente, a propósito, quando, no mesmo texto, a equipe informa que o material teria sido disseminado por “opositores” do ex-prefeito e candidato a deputado estadual.

Coluna do Blog | 7 de julho, 2022

Postado em 7 de julho de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

.

COMPROMISSO

Se o primeiro colocado nas eleições de 2020 em Tijucas, prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD), pôs o bloco na rua em favor do governador Carlos Moisés da Silva (REPUBLICANOS), seu mais próximo concorrente, o empresário Thiago Peixoto dos Anjos (PDT), vai, mais uma vez, medir forças com o chefe do Executivo municipal em favor de Gean Loureiro (UB).

 

O ex-prefeito de Florianópolis e seu parceiro de chapa, ex-chefe da Casa Civil estadual Eron Giordani (PSD), estiveram hoje em Tijucas especialmente para conversar com o dono do Hotel do Valle. Peixoto dos Anjos esteve próximo de um acerto com Jorginho Mello (PL), com quem tem estreita relação, mas se rendeu aos apelos de Loureiro e assumiu compromisso de apoiar ex-mandatário florianopolitano na corrida ao governo estadual.

 

CARISMA

A passagem do governador Carlos Moisés da Silva (REPUBLICANOS) por São João Batista, no fim de junho, para anunciar investimentos e inaugurar obras com recursos estaduais no município, engendrou um alvoroço na política batistense. A raiz das discórdias foi a calorosa salva de palmas que o ex-prefeito Daniel Netto Cândido (PODE) recebeu na chegada ao salão paroquial, na recepção ao chefe do Executivo catarinense, seguido da secretária adjunta de Estado do Desenvolvimento Social, Rúbia Alice Tamanini Duarte. A fogueira das vaidades ardeu em brasa entre as lideranças e autoridades presentes no evento.

Nada de anormal, aliás, que Cândido tenha provocado frisson no público. Foi prefeito por dois mandatos, deixou o cargo com índices históricos de aprovação popular e recentemente esteve na secretaria adjunta de Estado do Desenvolvimento Social. E mais: emplacou sucessores no município e no governo estadual. Queriam o quê?!

PP DO VALE

Progressistas do Vale do Rio Tijucas se reuniram novamente com lideranças, filiados e simpatizantes do partido, ontem. O encontro do movimento PP do Vale, desta vez, foi em Canelinha, sob supervisão do presidente da Câmara, vereador Robinson Carvalho Lima (PP), e levou mais de cem pessoas às dependências da Sociedade Esportiva e Recreativa Marselhesa, na Índia.

Entre os presentes, estiveram, ainda, vereadores, ex-prefeitos e pré-candidatos a deputados estaduais e federais, que se apresentaram e discursaram ao público. A próxima edição do evento foi marcada para Nova Trento, com o ex-vereador Valdemir Luiz Quaiatto (PP) na recepção.

Herança

Postado em 1 de julho de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Não foi somente na secretaria adjunta de Estado do Desenvolvimento Social que a ex-vereadora Rúbia Alice Tamanini Duarte (PODE), de São João Batista, substituiu o ex-prefeito Daniel Netto Cândido (PODE). Ela herdou, também, a vice-presidência da Rede Laço — plataforma virtual destinada a conectar voluntários dispostos a ajudar entidades públicas e privadas catarinenses sem fins lucrativos para a execução de melhorias na sociedade —, que era ocupada pelo ex-mandatário batistense.

Ambos, aliás, fizeram o mesmo caminho. Foram levados ao posto pela primeira-dama do Estado, Késia Martins da Silva, idealizadora da proposta. Cândido precisou deixar a função na Rede Laço para se dedicar à campanha por uma vaga no Legislativo catarinense, que começa oficialmente neste mês. Nas redes sociais, Rúbia demonstrou, mais uma vez, gratidão ao amigo e antecessor, e se disse honrada por “caminhar mais perto” da mulher do governador Carlos Moisés da Silva (REPUBLICANOS).

Mágoa declarada

Postado em 27 de maio de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

“Triste. Não decepcionado, mas triste”. A declaração do ex-prefeito de São João Batista, Daniel Netto Cândido (PODE), ontem, em entrevista ao LINHA DE FRENTE, na TV Vip, revelou a mágoa com o prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB), que decidiu apoiar o deputado estadual e pré-candidato à reeleição Jerry Comper (MDB) no pleito que se avizinha, ainda que o antecessor e conterrâneo esteja no mesmo páreo.

Cândido, que vem trabalhando por uma cadeira na Assembleia Legislativa, esteve no programa acompanhado da secretária adjunta de Estado do Desenvolvimento Social, ex-vereadora Rúbia Alice Tamanini Duarte (PODE), a quem indicou para o posto. Assista ao LINHA DE FRENTE desta semana na íntegra:

Final feliz

Postado em 23 de maio de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Finalmente, a ex-vereadora e ex-secretária de Assistência Social de São João Batista, Rúbia Alice Tamanini Duarte (PODE), foi nomeada secretária adjunta de Estado do Desenvolvimento Social. O trâmite foi concluído hoje, com participação do governador Carlos Moisés da Silva (REPUBLICANOS) e presença do ex-secretário adjunto da pasta, ex-chefe do Executivo batistense e responsável absoluto pela indicação, Daniel Netto Cândido (PODE).

 

Foram quase 20 dias desde a solicitação de Moisés para que o município cedesse a professora, servidora efetiva, aos quadros do governo estadual. O atraso na deliberação compreendeu disputas políticas e pessoais na Câmara, pressão de vereadores da base aliada, licença do prefeito e impassibilidade do vice, envolvimento direto do presidente do MDB no caso, mais discussões no Legislativo e nos gabinetes da prefeitura para, no fim, felizmente, a Capital Catarinense do Calçado e o Vale do Rio Tijucas celebrarem novamente uma representação na esfera estadual.

Sala de espera

Postado em 16 de maio de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Desde que voltou de licença, quarta-feira passada (11), o prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB) ainda não decidiu se libera ou não a ex-vereadora Rúbia Alice Tamanini Duarte, professora efetiva no município, para o governo estadual. A ex-secretária de Assistência Social de São João Batista já tentou uma audiência com o chefe do Executivo para tratar do assunto e, sem sucesso, protocolou pedido por escrito, hoje, para que ele responda, até amanhã, a solicitação do governador Carlos Moisés da Silva (REPUBLICANOS). Ela tem convite do Estado para assumir a secretaria adjunta do Desenvolvimento Social.

Na prefeitura, diz-se que a pressão sobre Pedroca tem sido constante; tanto para que ele assine a cessão, quanto para a manutenção de Rúbia no quadro funcional do município.

Entre os principais defensores da professora está o presidente municipal do MDB, partido do prefeito, Eurli “Irmão” Silva, que, inclusive, tem se manifestado publicamente sobre o caso. Na contramão, porém, figura o vereador Teodoro Marcelo Adão (MDB), que tem diferenças pessoais com a ex-secretária e vem atuando em todas as frentes para que ela não consiga a liberação.

Stand-by

Postado em 10 de maio de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A ex-vereadora e ex-secretária municipal de Assistência Social de São João Batista, Rúbia Alice Tamanini Duarte, continua impedida de assumir a secretaria adjunta de Estado do Desenvolvimento Social. O convite do governador Carlos Moisés da Silva (REPUBLICANOS), feito no fim de abril, ainda aguarda um parecer do município — onde ela cumpre jornada efetiva e precisaria de uma licença. Na semana passada, a Câmara Municipal rejeitou a cessão da batistense para o posto no governo estadual.

O prefeito em exercício Almir “Déi do Gás” Peixer (PSD), com quem Rúbia tem relação muito próxima, decidiu não assinar a dispensa da professora e passou o bastão para o secretário municipal de Educação, Gregório de Souza Filho, que, por sua vez, espera o retorno do mandatário titular, Pedro Alfredo Ramos (MDB), amanhã, para resolver a questão. A orientação teria partido da Procuradoria Geral do município.

Reprovação prenunciada

Postado em 2 de maio de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A ex-vereadora Rúbia Alice Tamanini Duarte — que deixou o comando da Secretaria Municipal de Assistência Social de São João Batista no início de janeiro e recebeu, sexta-feira (29), chamado do governo estadual para ocupar a secretaria adjunta de Estado do Desenvolvimento Social — não deve contar com o aval da Câmara Municipal para se afastar das funções de professora na Capital Catarinense do Calçado. A apreciação do parlamento foi marcada para hoje, e, na boca de urna, conjetura-se que ela não teria os votos necessários para ganhar a causa.

Sequer a bancada situacionista, sobretudo os vereadores do MDB, devem aprovar consonantemente a cessão da batistense para o Estado. Pesa contra ela o imbróglio, ainda velado, mas com capítulos cada vez mais sintomáticos, entre o prefeito Pedro Alfredo “Pedroca” Ramos (MDB) e seu antecessor, Daniel Netto Cândido (PODE), que fez a indicação da professora para o cargo que ocupou até mês passado no governo estadual.

ALTERNATIVA

Segundo consultoria jurídica do Blog, Rúbia não precisaria passar pelo crivo da vereança. Bastava pedir licença não remunerada ao prefeito em exercício Almir “Déi do Gás” Peixer (PSD) — com quem tem excelente relação — e aceitar a nomeação do governador Carlos Moisés da Silva (REPUBLICANOS) para a secretaria adjunta de Estado.

Mas, mesmo que a cessão seja reprovada na Câmara, ela teria, ainda, tempo para recorrer a esta opção.

BASTIDORES

Aos seus, intimamente, a ex-vereadora viria garantindo que seja qual for o resultado da votação no Legislativo batistense, vai aceitar o convite do governo estadual. Nos bastidores, especula-se que ela esteja apenas observando atitudes e posturas de aliados e oposicionistas para compreender a cena política do município e decidir que caminho tomar no futuro.

A exemplo de 2020, quando abriu mão de uma candidatura para contemplar o grupo que integrava, Rúbia se mantém na lista de cotações para a disputa da prefeitura nas próximas eleições da Capital Catarinense do Calçado.

DOIS PESOS

Caso semelhante passou pela Casa no ano passado, quando o Executivo pediu a cessão de outros dois servidores ao governo estadual, dentre os quais Rildo Vargas, tradicional correligionário do grupo governista. Na ocasião foram apenas três votos contrários — todos da bancada do PP — sob a justificativa de que não haveria fundamento legal para a transferência. Os demais vereadores, sem exceção, foram favoráveis.

Desta vez, a expectativa diz respeito à eventual mudança dos votos situacionistas e as motivações, alegações e satisfações a partir daí.