terça-feira, 22 de outubro de 2019 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Cozinha regional

Postado em 3 de outubro de 2019
Foto: João Souza

Em noite festiva que celebrou o lançamento da Temporada Gastronômica da Costa Esmeralda, terça-feira (1), em Porto Belo, posaram para a foto, juntos, o gerente regional do Sebrae/SC, engenheiro Sérgio Fernandes Cardoso, a gerente de marketing do Porto Belo Outlet PremiumAline Righi, as consultoras Tamara LegarreaIsabel Cristina da Silveira, do Sebrae/SC, e os representantes do Costa Esmeralda Convention & Visitors Bureau: o presidente Cleber Coan Souza e os diretores Michela França e Mario Oliveira.

No evento, foram apresentados, previamente, os pratos que serão servidos durante a Temporada Gastronômica, entre hoje e 17 de novembro em 41 estabelecimentos de Itapema, Porto Belo e Bombinhas. Além da gastronomia, o festival promove, ainda, o artesanato regional — uma vez que a proposta envolve a valorização de elementos da identidade dos três municípios.

Consciência ambiental

Postado em 5 de novembro de 2018

A esplendente Ilha de Porto Belo, um dos patrimônios naturais de primeira grandeza na Costa Esmeralda, abriu-se, quinta-feira (1º), para a temporada de verão com uma campanha de preservação muito interessante. A partir de agora, em toda a estrutura de lazer do local, as bebidas serão servidas em copos retornáveis com a logotipia do empreendimento e informações gerais sobre as ações ambientais desenvolvidas.

Na primeira etapa, a gestão Ilha disponibiliza 8 mil copos para os visitantes, ao custo de R$ 5 cada. O utensílio pode ser devolvido, com a devida restituição do dinheiro, ou levado como souvenir.

Antes tarde

Postado em 9 de setembro de 2016

Finalmente, a Receita Federal terá um posto no píer de Porto Belo enquanto transatlânticos de turismo estiverem atracados na cidade.

Por décadas, a falta de alfandegamento na Capital Catarinense dos Transatlânticos tirava da cidade e até de Santa Catarina dezenas de escalas de navios que vinham da Argentina e do Uruguai. Com o novo ponto cerca de 100 cruzeiros que saem dos vizinhos países poderão atracar na cidade nesta próxima temporada, a partir de novembro.

Mar salgado

Postado em 6 de junho de 2016

Os prognósticos não são os melhores para a próxima temporada de cruzeiros em Porto Belo. Devido aos altos custos das operações no Brasil, entre taxas portuárias, praticagem, alimentos, bebidas, impostos e infraestrutura, levantamentos das empresas de viagens náuticas revelam que fica – entre 35% e 40% – mais em conta levar os transatlânticos para o Caribe e a China.

Daqueles míseros 10 navios que aportaram na região na temporada 2015/2016, apenas a metade é prevista para o próximo verão.