segunda-feira, 15 de julho de 2019 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Sem retrovisor

Postado em 5 de julho de 2019

Alguns surpresos e outros indignados. Assim estão os emedebistas com a notícia, ora interna, nas searas do partido, de que o ex-prefeito Elmis Mannrich (MDB) estaria articulando, entre vereadores oposicionistas, o livramento do sucessor Valério Tomazi (MDB) das garras do Tribunal de Contas e das sanções da Justiça Eleitoral.

Questionado por confrades periquitos, Mannrich tem dito apenas – parafraseando o padrinho e finado ex-governador Luiz Henrique da Silveira – que “não se pode fazer política olhando no retrovisor”.

Em tempo: desde a pré-convenção do MDB tijuquense em abril de 2016, quando duelaram internamente pelo direito de representar o partido nas eleições municipais daquele ano, Tomazi e Mannrich não se falam, sequer se cumprimentam. Os emedebistas locais atribuem ao ex-prefeito engenheiro, inclusive, a derrota no último pleito majoritário, em que ele, supostamente, teria apoiado a campanha de Elói Mariano Rocha (PSD) contra o correligionário.

Prenúncio do fim

Postado em 2 de julho de 2019

As fotos dos eventos sociais e institucionais não mostram, mas a parceria entre o prefeito Elói Mariano Rocha (PSD) e o vice-prefeito Adalto Gomes (PL), pelo menos no campo político, já não existe. O adjunto tijuquense, aliás, só não entregou o comando da Secretaria Municipal de Obras, Transportes e Serviços Públicos ainda porque aguarda a assinatura da ordem de serviço para o asfaltamento da Avenida Beira-Rio – e, obviamente, os créditos da obra. Mas o fim está cada vez mais próximo.

Na sexta-feira (28), Gomes se reuniu com apoiadores e definiu um prazo: 120 dias para entregar o cargo e abandonar o governo. Correligionários do vice-prefeito insistem na indicação de um substituto, mesmo com a inevitável ruptura.

EXECUTIVO E LEGISLATIVO

O conflito chegou, sobretudo, à Câmara Municipal. Vereadores governistas já não defendem o secretário e vice-prefeito quando o tema “obras” vem à pauta; e se juntam aos oposicionistas para culpar o ex-petista por qualquer ingerência na infraestrutura do município. Gomes vem sendo fritado, e tanto no Executivo quanto no Legislativo virou persona non grata.

SUBSTITUTO

No ninho cola-branca, conselheiros de Mariano Rocha já tramam a troca de comando na pasta de Obras. As investidas começaram na primeira quinzena de junho, durante os encontros de celebração dos 159 anos de Tijucas. O eloquente vereador Rudnei de Amorim (DEM) – coincidentemente ou não, um dos críticos mais incisivos do vice-prefeito na Câmara – é quem teria a preferência de figuras clássicas do Conselho, como os empresários Geremias Teles SilvaUilson Sgrott, para assumir o posto.

Procuração política

Postado em 26 de junho de 2019

Secretário municipal de Indústria, Comércio e Turismo, o vereador licenciado Jean Carlos de Sieno dos Santos (PSC) diz a quem quiser ouvir que se considera um “estranho no ninho” na política. Tanto que deu procuração ao chefe do Departamento de Indústria e Comércio, William Clemes, e ao advogado Israel Miliorini Régis para que decidam, por si, que caminho seguir até a projetada reeleição ao parlamento tijuquense em 2020.

Preocupado com a nova legislação – que impede coligações proporcionais e dificulta o coeficiente eleitoral –, Sieno dos Santos busca, há algum tempo, amparo num partido de maior expressão, com uma plataforma de candidatos consistente, para concorrer novamente à Câmara Municipal de Tijucas nas próximas eleições; e confiou a escolha exclusivamente a Clemes e Régis, que, segundo o secretário, “são mais atentos, e certamente farão a melhor opção”.

Ajuda de custo

Postado em 4 de junho de 2019

A lamentada morte do empresário Elson Junckes, há um mês, impactou diretamente a cena política de Tijucas. O surgimento de novos rostos na disputa proporcional, principalmente, estava surpreendentemente atrelado à atuação de bastidores do ex-presidente do PSDB.

Vários são, hoje, os postulantes à Câmara Municipal que frearam a intenção de concorrer no pleito de 2020 porque tinham a “garantia” de que seriam apoiados economicamente por Junckes.

Retrato da política

Postado em 29 de maio de 2019

Personagem central da nota “Retrato do povo“, de ontem no Blog, o vereador Fernando de Souza (PRB) garante que as críticas que vem sofrendo – porque empenhou recursos da Câmara, quando presidente do Legislativo canelinhense, em 2018, na compra de um retrato artístico – têm motivação unicamente política. “As pesquisas mostram que meu nome tem boa aprovação para o pleito majoritário de 2020, numa possível chapa com o ex-prefeito Antônio da Silva (PP), e por isso estou sendo atacado”, diz.

Souza pontua, ainda, que todos os gastos da Câmara Municipal são submetidos a pré-análises técnicas e que não houve qualquer impedimento dos setores jurídico e administrativo da Casa do Povo para a despesa com o quadro, que custou R$ 500. “Não sou inconsequente, e não iria me sujar por isso”, finaliza.

Contraponto

Postado em 16 de maio de 2019

Sobre a nota “Casaca virada“, de anteontem no Blog, o ex-diretor de Trânsito e Transportes do município Alvino Aurélio Müller diz que admira a administração do prefeito Elói Mariano Rocha (PSD) e que não se vinculou ao MDB ou a qualquer outro partido. Ele reforça, ainda, que passou a residir em Brusque, e que já efetuou a transferência do título de eleitor para a Cidade dos Tecidos.

Müller confirma que recebeu investidas de oposicionistas, mas que rejeitou todas enfaticamente. O sargento de reserva da Polícia Militar explica que deixou o comando da Ditran (Diretoria de Trânsito e Transportes) apenas porque decidiu se dedicar integralmente à família. “Tenho outros propósitos. Quero cuidar da minha filha e da minha mulher, e de política eu quero distância”, conclui.

Tudo pode

Postado em 8 de maio de 2019

Hoje oposição, amanhã não se sabe. Assim caminha o PDT de Tijucas, que começa a discutir internamente uma possível composição para as eleições de 2020. Na campanha de 2016, a maioria dos brizolistas preferiu acompanhar Elmis Mannrich (MDB) no pleito majoritário. Para a próxima concorrência, o partido deve definir, ainda em assembleia interna, se abraça, de fato, a candidatura do empresário Thiago Peixoto dos Anjos a prefeito ou se forma aliança com periquitos ou colas-brancas.

A chapa majoritária, porém, segue como ideal. Tanto que Peixoto dos Anjos começa a ser preparado para, se necessário e de comum acordo, formar dupla com Elói Mariano Rocha (PSD) nos santinhos. E o jovem empresário parece não se opor. Diz aos mais próximos que faz a política neutra, e que espera, de alguma maneira, contribuir ativamente. Pois, então?!

Procura-se

Postado em 7 de maio de 2019

Partido que mais vezes governou Tijucas, o MDB busca um presidente para o biênio 2020-2021. Recentes convites foram direcionados ao advogado Marcio Rosa e ao diretor do Sindicato dos Bancários de Brusque, Adriano Silva, o Guinho. Ambos declinaram.

Rosa confirma que recebeu investidas do ex-prefeito Elmis Mannrich e do próprio presidente municipal da legenda, Fernando Fagundes, e que não quer, definitivamente, se envolver na política; que está trabalhando muito, se dedicando integralmente à advocacia, e muito mais feliz.

Para o bancário, o chamado partiu da vereadora Fernanda Melo. Ele diz, com exclusividade ao Blog, que rejeitou a proposta porque a demanda financeira de um partido com o porte do MDB seria incompatível com sua condição econômica.

Visita informal

Postado em 10 de abril de 2019
Foto: Divulgação

O processo político de Santa Catarina deu o tom da prosa, anteontem, na visita do vereador tijuquense Esaú Bayer (MDB) ao prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (MDB), e ao secretário de Infraestrutura da capital, Valter Gallina.

Bayer, inclusive, diz que, além da política, conversou com o mandatário florianopolitano e com o secretário sobre as realizações públicas que estão vigorando na Ilha da Magia e que poderiam servir de inspiração para Tijucas.

Ponte, aposta e política

Postado em 2 de abril de 2019
Foto: Divulgação

Bastião de confiança do prefeito Elói Mariano Rocha (PSD), o secretário de Administração e Finanças do município, Rosenildo de Amorim, diz que vence qualquer aposta quem jogar que a nova Ponte Bulcão Viana fica pronta no prazo estabelecido – ou seja, até agosto.

Amorim revela, ainda, que contratou um escritório de engenharia para avaliar o andamento da obra; e que os técnicos garantiram que o processo está adiantado em pelo menos dois meses. Diante do curso, a administração municipal planeja, pasmem!, incluir a inauguração da ponte nas festividades de emancipação político-administrativa de Tijucas, em junho.

NA POLÍTICA

Aquele passarinho incolor jura que ouviu, em reunião da cúpula, o secretário de Administração e Finanças se dispor, caso necessário, à candidatura majoritária com Mariano Rocha em 2020. Consultado pelo Blog, Amorim não confirmou a informação, mas também não negou. Disse apenas que “por tudo que o prefeito está fazendo, e com a aprovação popular que tem, seria louco quem não quisesse ser o vice dele na próxima eleição”.