quarta-feira, 23 de outubro de 2019 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Queijo premiado

Postado em 3 de outubro de 2019

Em vias de se tornar patrimônio intelectual de Major Gercino, o queijo diamante recebeu, dias atrás, 11 medalhas no 5º Prêmio Queijo Brasil — o mais importante concurso de queijos artesanais do país, promovido pela Comerqueijo (Associação de Comerciantes de Queijos Artesanais Brasileiros).

Foram quatro medalhas de ouro, duas de prata e cinco de bronze; além do troféu Super Ouro, destinado ao prefeito Valmor Pedro Kammers (PSDB) por apoiar a produção do queijo artesanal no menor município do Vale e, consequentemente, em Santa Catarina.

Queijo diamante

Postado em 11 de setembro de 2019

Estudos sobre o típico queijo diamante de Major Gercino estão sendo realizados para que o produto seja reconhecido patrimônio intelectual do menor município do Vale. A pesquisa vem reunindo características potenciais para a indicação geográfica, para garantir a proteção legal contra o uso de terceiros.

O próximo passo seria a inclusão do queijo majorense no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Intelectual). Atualmente, Santa Catarina tem dois produtos reconhecidamente genuínos: o vinho dos vales da Uva Goethe e a banana de Corupá.

Terceiro tempo

Postado em 28 de agosto de 2019

Quando tudo parecia resolvido, eis que surge uma prorrogação no confronto Renascença versus Igreja. O presidente Douglas “Dólar” Porcíncula lavou as mãos e decidiu entregar o comando do clube. Novas eleições foram marcadas para 6 de setembro, e os prováveis futuros diretores pretendem dar sequência na ação de usucapião do Estádio Manoel Franco de Camargo.

Entre os membros da regência vindoura, devem figurar o casal de vereadores Esaú Bayer (MDB) e Fernanda Melo Bayer (MDB) e o ex-presidente Gercy “Pota” Felício — que acionou a Justiça, em 2013, para requerer a posse do terreno.

A direção seguinte, que deve ser homologada caso não surjam chapas concorrentes, entende que o Renascença não pode abrir mão do patrimônio e acredita que a Justiça deva reconhecer, nas próximas ações, a posse do estádio para o clube — mesmo que haja uma decisão recente com ganho de causa para a Mitra Metropolitana de Florianópolis. Advogada, a vereadora teria garantido aos pares que consegue reverter a questão.

Cidade dos famosos

Postado em 20 de maio de 2019

O consagrado cantor Zezé Di Camargo é, agora, o feliz proprietário de um apartamento de alto padrão em Itapema. Ele adquiriu a cobertura do Abu Dhabi Residence, na Meia Praia, lançado na semana passada. Amigo particular dos irmãos Ademir Odail Santana, da Santana Construtora e Incorporadora, que assina o empreendimento, o astro da música se junta a outros famosos, como Alexandre PiresNeymar Jr., com patrimônio milionário na Cidade dos Ultraleves.

Outra celebridade que participou do lançamento do Abu Dhabi foi a apresentadora Xuxa Meneguel, mas, até o momento, não se tem notícias de que a estrela da televisão esteja negociando a compra – ou permuta, em troca da exploração da imagem – de um apartamento no residencial.

Perde e ganha

Postado em 11 de fevereiro de 2019
Foto: Reprodução/Instagram

Governar não é uma tarefa das mais simples. Que o diga o prefeito Elói Mariano Rocha (PSD). Desde que assumiu o município, o mandatário tijuquense vem sendo insistentemente cobrado pela reedificação da Ponte Bulcão Viana – ligação principal entre a região central da cidade e as localidades de Pernambuco e Timbé, inativa desde 2014 – e, agora, com a obra em andamento, convivendo com as reclamações sobre a “perda de um patrimônio histórico”. Pois, então?!

 

Consciência ambiental

Postado em 5 de novembro de 2018

A esplendente Ilha de Porto Belo, um dos patrimônios naturais de primeira grandeza na Costa Esmeralda, abriu-se, quinta-feira (1º), para a temporada de verão com uma campanha de preservação muito interessante. A partir de agora, em toda a estrutura de lazer do local, as bebidas serão servidas em copos retornáveis com a logotipia do empreendimento e informações gerais sobre as ações ambientais desenvolvidas.

Na primeira etapa, a gestão Ilha disponibiliza 8 mil copos para os visitantes, ao custo de R$ 5 cada. O utensílio pode ser devolvido, com a devida restituição do dinheiro, ou levado como souvenir.

Sim, se pode

Postado em 4 de junho de 2018

Quanto custa a controversa sessão solene da Câmara Municipal para os cofres públicos de Tijucas? A pergunta, clássica e recorrente, sempre deixa alguém com a pulga atrás da orelha. Justifica-se os gastos, expõe-se vantagens, fala-se de importância e tradição, mas não se cria soluções para as fissuras no caixa do município. Algo, porém, parece estar mudando.

Desta vez, a proposito, não se alugou um clube ou restaurante para a realização do evento. Os galardões – as medalha de mérito “Maria Gallotti”, “Coronel Bayer” e “Município de Tijucas”, os títulos de Cidadão Honorário e Cidadão Benemérito, e o troféu “Amigo da Comunidade” – foram entregues no Anfiteatro Leda Regina de Souza, que é patrimônio do município e serve, evidentemente, para estes fins. E a festa, com coquetel e convidados, numa casa de espetáculos da cidade, foi financiada pelos próprios vereadores, que compraram e distribuíram os convites, e garantiram o custeio do evento sem ônus ao tesouro municipal.

Deu praia

Postado em 5 de dezembro de 2017

O som do mar. Os pés na areia. O sol. O frescobol. O carrinho do açaí. As viseiras. Gente muita gente! de um lado para o outro. Balneário Camboriú? Itapema? Não! É o Pontal Norte. É a praia de Tijucas como jamais se viu.

Por consciência, incentivo ou curiosidade, os tijuquenses começam, enfim, a valorizar esse rico patrimônio natural que sempre esteve desprezado. A gravação, amadora, é de sábado (2), num movimento dos acadêmicos de Administração da Univali com apoio da prefeitura, do Sesc e do grupo de voluntários SOS Praia de Tijucas.

Sem retorno

Postado em 4 de janeiro de 2017

Concluída a transição das legislaturas, o patrimônio da Câmara Municipal de Tijucas teve saldo negativo. No primeiro relatório, de ontem, constatou-se que quatro fontes de computadores continuam desaparecidas, além de um tablet – encaminhado para o conserto e jamais visto novamente.

Apurou-se também que sete dos 13 vereadores atuantes no período 2013-2016 ainda não haviam entregado as chaves dos gabinetes que ocupavam na estrutura da Câmara, e tampouco devolvido os chips dos celulares corporativos.

Em tempo: um dos parlamentares da legislatura anterior, ainda ontem, ao devolver o chip do celular, pediu, antes, para realizar uma última chamada. Pois, então?!

Mapa do tesouro

Postado em 19 de agosto de 2016

Os registros de candidaturas já aparecem no site do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), e, sem qualquer dúvida, a seção do “detalhamento de bens” dos postulantes aos cargos públicos nestas eleições vem sendo a campeã de audiência. Todos ávidos por comparar os patrimônios declarados dos candidatos com os estilos de vida que eles realmente aparentam.

Postulantes à prefeitura de Tijucas, o advogado Elmis Mannrich (PMDB) e o professor Elói Mariano Rocha (PSD) informam à Justiça Eleitoral que têm patrimônio semelhante. Enquanto o ex-prefeito declara R$ 431 mil em riquezas materiais, o cola-branca revela que tem recursos na ordem dos R$ 490 mil.

A disparidade fica na conta dos candidatos a vice-prefeito. O policial rodoviário federal aposentado Adalto Gomes (PT) diz que tem R$ 547 mil em bens; e o vereador Edson Souza (PMDB) garante que sua fortuna está na casa dos R$ 157 mil.