terça-feira, 18 de junho de 2019 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Finaliste double

Postado em 11 de junho de 2019
Foto: Divulgação

Na foto, para ver, rever e se orgulhar, o tijuquense Ymanitu Silva posa com o troféu de vice-campeão do torneio de duplas, em Roland Garros, na França, e com a famosa Torre Eiffel ao fundo. Ele foi o primeiro brasileiro em cadeiras de rodas a participar de um Grand Slam do circuito mundial de tênis; e teve, na torcida, nada menos que o tricampeão Gustavo “Guga” Kuerten.

Many continua na Europa para a disputa de mais três torneios classificatórios. Antes de Roland Garros, ele ocupava a oitava posição no ranking mundial – já credenciado para os Jogos Parapan-Americanos deste ano em Lima, no Peru, e muito próximo das Paralimpíadas de Tóquio, no Japão, em 2010.

Prestação de contas

Postado em 24 de abril de 2019
Foto: Thaise Orsi

O paratleta tijuquense Ymanitu Silva esteve novamente, hoje, com o empresário Luciano Hang em Brusque. Foi apresentar o portfólio de conquistas desde que passou a ser patrocinado pela Rede Havan e tomar um café – com cuca da Casa do Pão, de Tijucas – com o dono da maior cadeia de lojas de departamentos do país.

Many vai disputar os Jogos Parapan-Americanos deste ano, em Lima, no Peru, e caminha a passos largos para as Paralimpíadas de Tóquio, no Japão, em 2020. Para chegar à Terra do Sol Nascente, o tijuquense precisa estar entre os 12 melhores do planeta na categoria Quad – de tenistas em cadeiras de rodas. Atualmente, ele ocupa a oitava posição no ranking mundial.

Mola propulsora

Postado em 29 de maio de 2018
Foto: Divulgação

Hoje, no Sarah Lago Norte – da rede de hospitais com suporte fundamental a pesquisas avançadas na área de reabilitação –, em Brasília, o tenista paralímpico Ymanitu Silva, de Tijucas, reencontrou a madrinha e amiga Rejane Cândida, que também disputa torneios de tênis em cadeira de rodas e que incentivou o tijuquense a competir na modalidade.

No esporte há 15 anos, Rejane já viajou para cinco mundiais, está na seleção brasileira desde 2006 e conquistou duas medalhas em Jogos Parapan-Americanos; a última, de ouro, em 2015, em Toronto, no Canadá. É a primeira mulher a representar o Brasil em competições internacionais na modalidade.

Acerto casual

Postado em 5 de maio de 2018
Foto: Divulgação

Há tempos o tijuquense Ymanitu Silva – principal representação do esporte na cidade desde sempre – tentava um encontro com o empresário Luciano Hang, da Rede Havan, para tratar, especialmente, de patrocínio. Calhou, como num capricho dos deuses, que eles estivessem no mesmo lugar, no mesmo momento, milhares de quilômetros além de Tijucas e Brusque, no outro lado do Atlântico.

O atleta, no top five mundial do tênis em cadeiras de rodas e campeão do Be’er Sheba Open na semana passada, acabou de topar com Hang no aeroporto de Israel, quando ambos se preparavam para voltar ao Brasil. Conheceram-se e marcaram um café para os próximos dias, em casa. Se fosse planejado, jamais teria sido tão sublime.

Ineditismo

Postado em 24 de novembro de 2017

Deu nas redes da CBT (Confederação Brasileira de Tênis):

Pela primeira vez na história, um tenista brasileiro se classifica para o Master de Cadeira de Rodas no fim da temporada!

O tijuquense Ymanitu Silva, que se mantém no top ten mundial, muito próximo de garantir participação nas Paralimpíadas de Tóquio, está qualificado para o NEC Wheelchair Tennis Master – competição que reúne os seis melhores tenistas em cadeira de rodas do planeta, na categoria quad.

O evento está programado para as quadras rápidas e cobertas do Dan Maskell Centre, em Loughborough, na Inglaterra, do próximo dia 29 a 3 de dezembro.

Combustível

Postado em 10 de agosto de 2017
Foto: Divulgação

Gás nas pretensões do nosso Ymanitu Silva, 11º no ranking mundial do tênis Quad, que sonha com a vaga nas Paralimpíadas de Tóquio. O secretário de Estado do Turismo, Cultura e Esporte, Leonel Pavan, assinou ontem a ordem de repasses do Fundesporte em benefício do paratleta tijuquense. Os recursos contemplam desportistas de alto rendimento em Santa Catarina nas categorias olímpica e paralímpica.

Com a verba, em princípio, Many pretende custear a participação em torneios no exterior e, consequentemente, melhorar o índice e garantir presença nos Jogos Paralímpicos de 2020. Os repasses, estima-se, devem cobrir as despesas de quatro competições internacionais.

Honra ao mérito

Postado em 16 de novembro de 2016

Representante brasileiro nas recentes Paralimpíadas do Rio de Janeiro, o tijuquense Ymanitu Silva concorre novamente ao Troféu Guga Kuerten como melhor atleta paradesportivo em 2016. A votação segue até o próximo dia 23 no site do concurso.

Many ostenta a 16ª posição no ranking mundial do tênis Quad – para atletas em cadeiras de rodas – e conta com os patrocínios da Faculdade Estácio de Sá, da Portobello, da Tyuco Imóveis e do empresário Sérgio “Coisa Querida” Cardoso.

Três vezes

Postado em 10 de outubro de 2016
Foto: Divulgação

Franco favorito entre os concorrentes na categoria Quad, o tijuquense Ymanitu Silva não decepcionou e conquistou o tricampeonato do torneio de simples na Semana Guga Kuerten, que terminou ontem. Cabeça de chave da competição, ele venceu o compatriota Lúcio Umeki na semifinal com parciais de 6/0 e 6/0, e o chileno Pablo Araya na final com 6/2 e 6/4 no placar.

Many volta às quadras entre os dias 2 e 6 de novembro, no UNIQLO Weelchair Doubles Master, na Califórnia, nos Estados Unidos.

Clique

Postado em 9 de setembro de 2016
Foto: Thaise Orsi

Amigo-irmão, torcedor fanático e fotógrafo de ocasião, César Nascimento, o Quêra, de Tijucas, que está no Rio de Janeiro para acompanhar os jogos do tijuquense Ymanitu Silva nos torneios de tênis Quad nas Paralimpíadas, fez a alegria dos admiradores do futuro campeão paralímpico hoje pela manhã, clicando selfies de todos os ângulos e em todos os idiomas.

Many, que venceu a primeira eliminatória há pouco, já está entre os oito melhores da modalidade nos Jogos Paralímpicos de 2016; e tem a companhia, na plateia, de alguns conterrâneos mais próximos.

Entre oito

Postado em 9 de setembro de 2016

Com parciais de 6/2, 2/6 e 6/1, Ymanitu Silva, de Tijucas e do Brasil, venceu, em partida eliminatória que começou às 11h, o britânico Jamie Burdekin por 2 sets a 1, e passou às quartas de final do torneio de simples no tênis Quad das Paralimpíadas do Rio de Janeiro.

O adversário da próxima fase é o sul-africano Lucas Sithole, que venceu o japonês Shota Kawano por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/2.