sábado, 10 de dezembro de 2022 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Com pesar

Postado em 23 de novembro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A sentida morte do jornalista Carlos Damião, com quem trabalhei no Notícias do Dia, da RIC, não passou despercebida na Assembleia Legislativa. E foi a deputada estadual Ana Paula da Silva (PODE), de Bombinhas, quem protocolou moção de pesar na Casa em razão do ocorrido.

Damião tinha 67 anos. Sofreu um acidente doméstico, quinta-feira (17), em casa, em Florianópolis, e não resistiu. Seu falecimento consternou familiares, amigos, colegas de profissão, lideranças políticas e sociedade catarinense. Era um comunicador nato, além de poeta e cronista.

Honra ao mérito

Postado em 25 de maio de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Jornalista, escritor e historiador Leopoldo Barentin, que lamentavelmente faleceu no fim de 2021, vai receber uma justa homenagem da Assembleia Legislativa de Santa Catarina. A proponente é a deputada estadual Ana Paula da Silva (PODE), de Bombinhas, que protocolou nesta semana uma Moção de Aplausos para o fundador do Jornal Razão.

Figura importante na comunicação regional, Barentin teve participação decisiva, ainda, na constituição da Rádio Vale, na década de 1980, e publicou diversas obras sobre personagens e acontecimentos marcantes no Vale do Rio Tijucas e na Costa Esmeralda. “Pela sua história e o seu legado, tínhamos que prestar o nosso reconhecimento a esta personalidade catarinense, que tanto fez por Tijucas e região”, pontuou Paulinha na justificativa da proposta.

Perda irreparável

Postado em 20 de abril de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Embora ensolarada, Tijucas amanheceu cinzenta. Amigos, eleitores e admiradores do ex-vereador, ex-prefeito e ex-vice-prefeito Nilton de Brito — do rol de importantes e decisivos personagens da política local — acordaram com a triste notícia da sua partida, durante a madrugada, no Hospital de Caridade, em Florianópolis. Estava internado havia uma semana para tratar uma infecção pulmonar, em decorrência de um tumor descoberto recentemente. Mas o organismo já não respondia aos antibióticos, e os boletins, dia a dia, antecipavam o que estava por vir.

Brito, como era chamado do Oliveira à Santa Luzia, da Itinga à Praça, governou a Capital do Vale entre 1993 e 1996; e mais tarde, de 2001 a 2004, formou dupla com Uilson Sgrott na primeira gestão do milênio. Foi servidor de carreira da Celesc (Centrais Elétricas de Santa Catarina) e administrou com os filhos, Rodrigo “Didi” de Brito Rafael de Brito, a extinta revendedora de automóveis Radini Veículos na cidade. No campo social, marcou, também, como presidente do Tijucas Clube nos tempos áureos da sociedade e por muitos e memoráveis carnavais.

Nos últimos anos, aposentado, vivia com a mulher Cláudia Germano de Brito na popular Rua das Amendoeiras, na terra que sempre amou e entre o povo que tanto serviu, e dividia o tempo entre a família, a criação de pássaros e a articulação política da qual nunca quis — ou nunca se permitiu, por liderança fundamental que era — se afastar.

Tijucas perde um dos seus filhos mais ilustres. Morre o “Maior Cola-Branca da Cidade”, que inexplicavelmente era amigo íntimo dos principais adversários. Morre uma parte imprescindível da nossa rica história.

Lágrima

Postado em 13 de outubro de 2021
  •  
  •  
  • 26
  •  
  •  

A professora e coordenadora pedagógica geral do município de Tijucas, Ivânia Lemos Freitas, descansou. Lutava contra um câncer havia muito tempo. Ontem à noite, livrou-se da dor e do sofrimento. Deixa marido, dois filhos e um neto, e uma comunidade inteira em luto.

Profissional dedicada, Ivânia comandou a Secretaria Municipal de Educação por alguns meses na gestão de Uilson Sgrott, em 2004, e esteve cotada, no início do governo de Eloi Mariano Rocha, a voltar ao cargo. Foi uma das servidoras mais respeitadas do setor desde sempre.

LUTO OFICIAL

O prefeito, a propósito, decretou loto oficial no município. Tanto a rotina administrativa, na sede da secretaria, como as aulas nas escolas da rede municipal de ensino, foram suspensas nesta quarta-feira.

Perda e lamentação

Postado em 27 de julho de 2021
  •  
  •  
  • 31
  •  
  •  

Irmão do ex-prefeito Gilberto Gonçalves Cândido, de São João Batista, o médico Gelson Gonçalves Cândido morreu hoje pela manhã em razão de complicações da Covid-19. Com mais de 40 anos dedicados à profissão, ele estava internado havia 15 dias no Hospital Imaculada Conceição, em Nova Trento, coincidentemente onde mais trabalhou.

Doutor Gelson, como era conhecido na comunidade, deixa esposa, cinco filhos e dois netos.

LÁGRIMA

Nas redes sociais, o sobrinho Daniel Netto Cândido, também ex-prefeito de São João Batista e atual secretário adjunto de Estado do Desenvolvimento Social, lamentou a perda. “Pedimos a Deus, que sabe de todas as coisas, o consolo e o conforto nesse momento difícil, especialmente para o meu pai, meus primos, tios e familiares”, escreveu.

LUTO OFICIAL

Em pesar, o governo de São João Batista decretou luto oficial de três dias. Servidor efetivo do município havia 31 anos, Doutor Gelson trabalhava, também, no Hospital Monsenhor José Locks e na UBS (Unidade Básica de Saúde) do Centro, na Capital Catarinense do Calçado.

Adeus, Sedrez!

Postado em 8 de fevereiro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Tijucas perdeu, ontem, um dos seus mais nobres representantes. O engenheiro e empresário Marco Aurélio Sedrez sofreu um infarto fulminante enquanto dormia, após o almoço, em casa, em Balneário Camboriú. Ele fez parte do corpo executivo da Cerâmica Portobello, foi secretário de Indústria, Comércio e Turismo do município na gestão de Nilton de Brito, entre 1993 e 1996, e era fundador da Mosarte Revestimentos Especiais, empresa que administrava com a família na cidade havia 25 anos.

Sedrez deixa esposa e quatro filhos. Por se tratar de um ilustre tijucano, com uma gama de serviços prestados à municipalidade, seu velório foi marcado para a Câmara Municipal de Tijucas, nesta quarta-feira (10) — porque um filho vem de Miami, nos Estados Unidos, onde serve às empresas da família —, das 10h às 14h. Em seguida, o corpo segue para o Crematório Vaticano, em Balneário Camboriú.

Apelido, vitória e saudade

Postado em 30 de outubro de 2020
  •  
  •  
  • 45
  •  
  •  

Uma das últimas vitórias do advogado Marcio Rosa — que faleceu ontem, vítima de Covid-19 — na esfera jurídico-eleitoral atendeu à absoluta regularização do nome de urna do candidato a vereador Erivelto Leal dos Santos (PDT), conhecido popularmente por Danone. A multinacional Danone S. A., uma das maiores produtoras de laticínios do mundo, acionou a Justiça Eleitoral para barrar a associação da marca a eventos e personagens políticos, e especificou o caso do tijuquense, alegando “possíveis prejuízos financeiros” para a empresa.

A defesa, triunfante, foi realizada pelo escritório Reinert Calil & Rosa Advogados, do qual o já saudoso jurista era associado, e entrou, ainda na terça-feira (27), para o exitoso currículo que ele sempre ostentou. Erivelto Danone pode, graças a Rosa, um dos mais conceituados peritos do Direito na região, continuar usando, na urna e na vida, o apelido que esteve consigo desde a infância. Registre-se. Publique-se.

Microfone mudo

Postado em 26 de agosto de 2020
  •  
  •  
  • 25
  •  
  •  

Uma lágrima para o excepcional radialista, locutor e narrador esportivo Etevaldo Santana, que morreu ontem em Criciúma, onde vivia há alguns anos.

Sempre bem vestido, normalmente usando gravata, era chamado carinhosamente, especialmente por amigos e colegas de profissão, de Etê. Deixou sua marca na comunicação de Tijucas, com trabalhos destacados na Rádio Vale e na Primeira FM.

Fim da batalha

Postado em 17 de agosto de 2020
  •  
  •  
  • 38
  •  
  •  

Um mês. Essa foi a trégua da terrível Covid-19 para o vereador Antônio Carlos Flores, de Canelinha, que descobriu a contaminação em 17 de julho e, agora há pouco, às 17h30, entrou em óbito na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) do Hospital Governador Celso Ramos, em Florianópolis, onde esteve internado desde então.

Toninho, como era mais conhecido, deixa mulher e quatro filhos — um deles, do atual casamento, com apenas 12 anos. Cumpria o quarto mandato consecutivo na Câmara Municipal e era um dos especulados postulantes à prefeitura nestas eleições.

Plano interrompido

Postado em 27 de julho de 2020
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Falecida na quinta-feira (23) e motivo de grande comoção popular, a servidora pública municipal Maria Neves Silva, popularmente conhecida por Nevinha, de Tijucas, estava na lista de pré-candidatas a vereadoras do PSB tijuquense para o pleito que se aproxima. Tinha relação muito próxima com o ex-vice-prefeito Luiz Rogério da Silva, um dos comandantes da legenda na Capital do Vale, e chegou a se candidatar a deputada estadual em 2010, por solicitação do amigo, que, naquela eleição, concorreu à Câmara Federal.

A representação municipal do PSB emitiu nota de pesar enunciando as inúmeras qualidades da correligionária e agradecendo a “honra da sua filiação”. No comunicado, o partido tratou Nevinha como “pessoa de bom caráter e prestativa” e disse que “sua alegria era ajudar e servir”. Nada além da única e manifesta verdade.