domingo, 4 de dezembro de 2022 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Afastamento emergencial

Postado em 29 de novembro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O prefeito de Bombinhas, Paulo Henrique Dalago Müller (UNIÃO), licenciou-se do cargo emergencialmente. Sentiu-se mal nos últimos dias e decidiu se afastar da prefeitura para realizar uma bateria de exames durante a semana. Já passou, inclusive, por um teste de Covid.

Se não houver necessidade de cumprir quarentena, Dalago Müller deve voltar ao trabalho nesta quinta-feira (1º). Até lá, o município segue sob o comando do vice-prefeito Alexandre da Silva (PDT).

Pazes e mais áudios

Postado em 21 de novembro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Houve quem apostasse que o vice-prefeito de São João Batista, Almir “Déi do Gás” Peixer (MDB) — seguramente aquele que mais vezes esteve no comando do município no mandato atual, na região —, jamais teria uma nova oportunidade na chefia do Executivo. Os palpites têm motivo: as acusações públicas, em setembro, do prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB) sobre o adjunto “fazer rolo” com a retirada, sem permissão, segundo ele, de um documento da prefeitura para fins político-eleitorais.

Mas as rusgas parecem ter sido superadas com o fim das eleições. Pedroca entrou novamente em férias e passou, hoje, o bastão para Déi, que administra a Capital Catarinense do Calçado nos próximos 15 dias.

TURBULÊNCIA

O mandatário batistense vem passando por um período turbulento na gestão. A greve dos professores da rede municipal, de acordo com as especulações, tem sido uma das principais razões.

Por mensagens de áudio — que, obviamente, como todas as outras que ele enviou antes, durante e depois da campanha de 2020, passaram a ser compartilhadas sucessivamente nas redes de conversação online do município e da região —, Pedroca chegou a criticar severamente vereadores de oposição que teriam remetido salgadinhos para os professores que se reuniam no protesto. Pois, então?!

Permanência anunciada

Postado em 4 de novembro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Presidente do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto) de Tijucas, o ex-vice-prefeito Luiz Rogério da Silva decidiu permanecer no cargo ainda que por orientações médicas precise reduzir a carga de estresse. Ele passou por duas angioplastias nos últimos cinco meses, foi internado há duas semanas e chegou a comunicar o prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) que poderia deixar o comando da autarquia.

Rogerinho esteve no LINHA DE FRENTE, na VipSocial TV, ontem, e falou, inclusive, sobre o envolvimento nas recentes eleições, da cena política nacional, do PSB e dos planos para o futuro. Assista ao programa na íntegra:

Talk show com personalidades da política que tenham relação direta ou indireta com o Vale do Rio Tijucas e a Costa Esmeralda, o LINHA DE FRENTE vai ao ar semanalmente, todas as quintas-feiras, às 19h30, na VipSocial TV e com transmissões simultâneas nas redes FacebookYouTube e Instagram.

Fora de combate

Postado em 25 de outubro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O presidente do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto) de Tijucas, Luiz Rogério da Silva, o Rogerinho, foi submetido a mais uma angioplastia ontem. É a segunda vez que ele passa pelo mesmo procedimento nos últimos cinco meses. O ex-vice-prefeito e ex-vereador continua internado em Florianópolis, no SOS Cárdio, com previsão de alta para amanhã.

Entre familiares e amigos, o diagnóstico preocupa. A carga de estresse no comando da autarquia tem sido fator principal para o surgimento dos problemas de saúde que ele vem enfrentando. A diminuição do ritmo tem sido exigência médica. Um comunicado já chegou à mesa do prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) e não seria surpresa se o presidente do Samae deixasse o cargo oficialmente nos próximos dias.

De olho em 2024

Postado em 14 de outubro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Candidato a prefeito de Tijucas em 2020 – quando somou 4.238 votos e ficou atrás apenas do reeleito Eloi Mariano Rocha (PSD) –, o empresário Thiago Peixoto dos Anjos (PDT) segue disposto à reedição da candidatura nas próximas eleições municipais. E diz, convicto, que não pretende se aliar a projetos de políticos experimentados, e nem concorrer a qualquer outro cargo que não seja o de chefe do Executivo tijuquense.

Peixoto dos Anjos participou do LINHA DE FRENTE na VipSocial TV, semana passada, e, entre outras respostas, sinalizou que pode trocar o PDT pelo UNIÃO, partido do ex-prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, a quem apoiou na disputa do governo estadual nestas eleições. “Não sou de um partido. Sou de um grupo”, pontuou. Assista ao programa na íntegra:

Talk show com personalidades da política que tenham relação direta ou indireta com o Vale do Rio Tijucas e a Costa Esmeralda, o LINHA DE FRENTE vai ao ar semanalmente, todas as quintas-feiras, às 19h30, na VipSocial TV e com transmissões simultâneas nas redes FacebookYouTube e Instagram.

Desconfortável

Postado em 16 de agosto de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O presidente do PP de São João Batista, ex-vereador Mário José Soares, deixou o cargo que ocupava na Secretaria de Estado da Agricultura, Pesca e Desenvolvimento Rural. Era assessor do deputado estadual Altair Silva (PP) na Assembleia Legislativa e, com ele, havia migrado para o governo estadual, onde permaneceu até recentemente.

Ao jornal Correio Catarinense, de São João Batista, Soares contou que já não se sentia confortável na função depois que Silva renunciou o comando da pasta para concorrer à reeleição e, ainda, porque não poderia assumir apoio ao governador Carlos Moisés da Silva (REPUBLICANOS), uma vez que o PP anunciou a candidatura do senador Esperidião Amin ao governo estadual.

Coluna do Blog | 21 de julho, 2022

Postado em 21 de julho de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

.

INEDITISMO

O jovem prefeito de Nova Trento, Tiago Dalsasso (MDB), mandou publicar na imprensa local um inédito comunicado que informa sobre a notificação da prefeitura a duas empresas responsáveis por pavimentações em dois bairros da cidade, realizadas há menos de um ano e meio, e que já apresentam sérios problemas estruturais. As terceirizadas terão que refazer o serviço, sob o risco de serem acionadas judicialmente.

Jamais se viu nada parecido nestas cercanias. E que sirva de exemplo para outros administradores públicos da região.

FERIDA ABERTA

A Procuradoria Jurídica da Assembleia Legislativa deu parecer favorável para a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar a interrupção da gravidez de uma menina de 11 anos, vítima de estupro em Tijucas.

Perguntar não ofende: ela vai ser chamada a depor após tanto sofrimento e humilhação? O requerimento para a CPI do Aborto, como começou a ser chamada, é assinado pela deputada Ana Campagnolo (PL) e subscrito por outros 21 parlamentares catarinenses.

INSISTÊNCIA

Mesmo com tanto barulho na Câmara Municipal e toda a polêmica envolvendo o fato, o prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (REPUBLICANOS), de Canelinha, vai reenviar ao Legislativo o projeto para criação da Diretoria Municipal de Trânsito. E não esconde: se aprovado, o setor ficaria, de fato, sob o comando do policial militar de reserva e suplente de vereador Daniel José Pereira (UB), como especulado na cidade e que foi o estopim das principais discussões sobre o tema.

Alves Maciel contou, em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, na TV Vip, semana passada, que pretende levar a proposta à Câmara no início de 2023.

COTAÇÃO

O empresário e corretor imobiliário Felipe Lemos, tijuquense radicado em São João Batista, comemorou aniversário no sábado (16), na localidade de Colônia, no interior batistense, com festa de um dia inteiro para centenas de convidados.

Carismático e bem relacionado, vem chamando a atenção. Na roda das especulações, durante o evento, não faltou quem elevasse o aniversariante à condição de cotado para a disputa da prefeitura da Capital Catarinense do Calçado no futuro. No momento, entretanto, Lemos presta apoio eleitoral ao prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB), embora mantenha relação com figuras importantes em todos os partidos.

Saída serena

Postado em 5 de abril de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Três meses após assumir a direção geral da Câmara Municipal de Tijucas, a ex-vereadora Elizabete Mianes da Silva deixou o cargo. Diz que a decisão foi pessoal — porque, como funcionária em cargo de comissão, impediria, segundo a Lei, um dos filhos, empresário, de participar de processos licitatórios no Poder Público municipal —, elogia o presidente do Legislativo, vereador Maickon Campos Sgrott (PP), a equipe funcional da Casa, e garante que teve uma grata experiência enquanto diretora. “Consegui enxergar o todo, sem relações partidárias como no tempo de vereança, e perceber coisas que antes eu não via. Pude ter mais contato com as pessoas, os funcionários, e isso foi muito gratificante”, comenta.

Professora aposentada e recordista de mandatos consecutivos no parlamento tijuquense, Bete quer, agora, dedicar-se integralmente à família e ter mais tempo para a recreação. “É o que se leva da vida”, diz a ex-secretária de Educação do município e seis vezes seguidas vereadora.

Pressão e rejeição

Postado em 9 de março de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O cargo de diretor de Trânsito no município de Canelinha não saiu do papel. Quis o destino que o projeto do Executivo fosse posto em votação justamente no momento em que a Câmara era tomada por servidores municipais da Educação que reivindicavam, em manifestação pacífica, os 33,24% de reajuste nos salários da categoria previstos na Lei. Diante da justificativa do prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (sem partido), de que a prefeitura não teria orçamento para cobrir a pedida, parlamentar nenhum foi capaz de abonar, naquela situação, uma proposta que dilataria a folha de pagamentos.

Aliado do governo, o vereador Eloir “Lico” Reis (PSD) tentou, arguciosa e elegantemente, pedir vista ao projeto — para que fosse apreciado em sessão futura. Mas a bateria de vaias no plenário foi suficiente para que o ex-prefeito, ex-vice-prefeito e ex-secretário municipal de Saúde recuasse, repensasse e se rendesse ao clamor da numerosa plateia. O placar, por ocasião ou pressão, terminou em oito a zero pela rejeição. Apenas o presidente Robinson Carvalho Lima (PP) não votou; porque não precisou. Base, centro e oposição foram unânimes.

INEDITISMO

Foi a primeira vez, em 14 meses da atual administração, que uma proposta do Executivo recebeu a recusa do parlamento. Muito embora o governo não goze de maioria na Câmara, as solicitações do paço sempre foram acatadas na Casa do Povo.

BASTIDORES

Diz-se nos porões da política canelinhense que a função de diretor de Trânsito do município estaria prometida ao suplente de vereador Daniel José Pereira (PSL). O cargo seria um compromisso do grupo gestor da Cidade das Cerâmicas para, ainda durante a pré-campanha de 2020, atrair o policial militar de reserva, destacado ex-comandante da guarnição local e então pretenso postulante à vereança, para a sua base eleitoral.

Faixas e cartazes

Postado em 8 de março de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Servidores municipais da Educação programam uma manifestação, hoje, na Câmara Municipal de Canelinha. Assim como nos demais municípios da região, profissionais do magistério cobram o reajuste de 33,24% nos ordenados da categoria. Com o ato, professores e funcionários do setor pretendem chamar a atenção do Executivo e mobilizar a vereança em favor da causa.

Na sexta-feira (4), o prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (sem partido) esteve reunido com representantes da classe. Na proposta do município, os salários seriam reajustados em 10% — que fariam referência à recomposição de perdas de 2021 para todos os servidores municipais —, mais 6% para o magistério. Muito aquém das reivindicações, o acordo não foi aceito.

MOTIVAÇÃO EXTRA

O protesto tem, ainda, um aditivo: a criação do cargo em comissão de diretor de Trânsito, proposto pelo Executivo e sob avaliação dos vereadores na sessão desta noite. Os servidores da Educação não admitem que Alves Maciel justifique “ausência de orçamento” para o pagamento integral do reajuste, mas sobrecarregue o erário com a abertura de novas funções na estrutura municipal. Pois, então?!