domingo, 19 de maio de 2019 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Dentro e fora

Postado em 14 de maio de 2019

Bastou coordenar, satisfatoriamente e com pronto atendimento do governo estadual, a audiência pública sobre a famigerada “cratera de Tigipió”, semana passada, para o deputado estadual Altair Silva (PP) – que representa Major Gercino e São João Batista na Assembleia Legislativa – pedir afastamento do cargo.

Nos próximos 60 dias, Silva não vai frequentar o parlamento catarinense. Não tem problemas de saúde e nem qualquer outro impedimento. Apenas, entrou no questionável “rodízio” que os partidos costumam promover nos Legislativos.

Para justificar, o parlamentar disse, em nota, que está retribuindo um gesto que recebeu no passado – quando suplente, entre 2015 e 2018, assumiu uma das cadeiras do PP na Alesc por seis vezes, durante as licenças dos titulares. “Acredito que é assim que o partido cresce e que o espírito de grupo se fortalece, até porque ninguém chegou aqui sozinho”, pontuou.

Desengarrafamento

Postado em 14 de março de 2018

O sufoco no trajeto Porto Belo-Bombinhas no verão pode estar com os dias contados. A prefeita Ana Paula da Silva (PDT) marcou audiência pública para a apresentação dos estudos que devem prover a expedição da LAP (Licença Ambiental Prévia) e, assim, por consequência, a liberação das obras da projetada Rodovia Turística. No próximo dia 29, às 19h, no plenário da Câmara Municipal, a comunidade se reúne com autoridades municipais, Ministério Público e Fatma (Fundação do Meio Ambiente) para tratar do tema.

De acordo com a prefeita, este é, porém, o retrabalho de algo que já esteve muito próximo. “Na época em que Leonel Pavan (PSDB) era governador, havia a ordem de serviço. Mas a obra foi embargada. Agora, não vejo problemas. Há um novo projeto, outro traçado. Entendo que o Judiciário se manifestará favorável, depois de tudo que foi feito na questão ambiental”, diz, com exclusividade ao Blog.

Água e asfalto

Postado em 1 de setembro de 2017

O departamento de Comunicação da prefeitura de Bombinhas enviou release à imprensa, hoje, sobre a emissão da LAI (Licença Ambiental de Instalação) pela Fatma (Fundação do Meio Ambiente) para a instalação do sistema de captação e tratamento de água no município. Em 27 quilômetros de adutoras, a Capital do Mergulho Ecológico trará do Rio Tijucas a água que falta na cidade. De acordo com o projeto, 2,5% da capacidade hídrica de fornecimento do rio estão destinados à população bombinense.

“Finalmente temos a possibilidade de resolver esse grave problema que nos aterroriza há tantos anos”, comemora a prefeita Ana Paula da Silva (PDT), que, semanas atrás, na Câmara Municipal de Tijucas, garantiu que “a obra não trará qualquer prejuízo aos tijuquenses”.

O prefeito Elói Mariano Rocha (PSD) ainda faz suspense sobre as contrapartidas do acordo para Tijucas. Mas o blog, que tem fontes de A a Z, pode assegurar que elas existem e que são bastante atraentes. Propostas de verba para o asfaltamento de diversas ruas e até avenidas da cidade foram postas na mesa durante as discussões do tratado entre os dois municípios.