terça-feira, 23 de abril de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Fumaça sem fogo

Postado em 1 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Os mais atentos ao cotidiano político de Tijucas estranharam a presença e o tratamento dado ao vereador Maurício Poli (UNIÃO), no último sábado (30), durante a festa de celebração do pentacampeonato do bairro Praça, nas Olimpíadas Tijuquenses de 2024.

A comemoração foi organizada por lideranças da comunidade, entre elas, o também vereador Esaú Bayer (PL). Poli foi convidado a discursar aos presentes. Estranhou-se, porém, que Bayer, Poli e Fernando Fagundes (PL) eram os únicos personagens públicos no encontro.

Não demorou muito para que as mentes mais criativas passassem a especular que havia ali um claro sinal de aproximação entre os grupos. Há quem, inclusive, garantisse que União Brasil, de Poli, e PL, de Fagundes e Bayer, estariam juntos no pleito de 2024.

ENTRANTO…

O Blog apurou que o ex-presidente do Poder Legislativo municipal colaborou financeiramente com a confraternização e, por isso, foi convidado e fez questão de parabenizar os atletas do bairro pelo título conquistado semanas atrás. O que descarta qualquer narrativa política.

Houve, de fato, no passado, uma aproximação de Poli com o grupo dos colegas de parlamento. Entretanto, as conversas ocorreram com o empresário Thiago Peixoto dos Anjos (PL) – que rivaliza internamente com Fagundes, pelo direito de disputar a prefeitura pelo partido. As tratativas, aliás, segundo as inesgotáveis fontes do Blog, esfriaram e há, hoje, certo distanciamento.

Da tragédia pro debate

Postado em 13 de fevereiro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Redes Sociais

O trágico falecimento ocorrido durante uma partida de futsal, válida pelas Olimpíadas Tijuquenses, na semana passada, virou motivo de debate político na Capital do Vale. Vereadores usaram o plenário da Câmara para criticar a FME (Fundação Municipal de Esportes) pela ausência de uma ambulância no Ginásio de Esportes João Bayer Filho. 

Cláudio Eduardo de Souza (PDT) publicou uma nota de repúdio e, durante a última sessão ordinária, quinta-feira (9), fez a leitura do documento. “Pra que esperar acontecer o pior para depois agir?”, perguntou o parlamentar. Já o vereador Erivelto Leal dos Santos (PDT) lamentou não ter visto nenhum representante da FME no Hospital São José, enquanto a vítima era atendida. 

Em contato com o Blog, o superintendente da Fundação Municipal de Esportes e vereador suplente José Roberto Giacomossi classificou algumas das críticas como “política barata” e prometeu, hoje, conceder entrevistas aos canais de imprensa do município. 

Afirmou ainda que o Projeto de Lei apresentado pelos vereadores Cláudio do Jornal e Maurício Poli (PSB), tornando obrigatória a presença de ambulâncias nas praças esportivas, deveria indicar de onde viria o recurso para custear a demanda. A aprovação do PL, sem a devida avaliação financeira, poderia impedir a realização de alguns dos eventos do calendário, justifica.