terça-feira, 23 de abril de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Rota recalculada

Postado em 22 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

A propalada pesquisa que definiria o candidato a prefeito do PL em Tijucas, acordada nas internas da legenda, pode nem ser realizada. Caso seja, não deve ter o peso que principalmente o empresário Thiago Peixoto dos Anjos e o ex-vereador Sidney Machado ansiavam que tivesse.

As novas diretrizes do processo passaram a ser sublinhadas nos últimos encontros da regência do partido, quando orientações para que os três pré-candidatos liberalistas buscassem um acordo que beneficiasse o grupo foram dadas. Independentemente do potencial de votos de cada um, a propósito.

Sobressaem-se, portanto, teorias de que o representante do PL na concorrência majoritária sempre foi o vereador Fernando Fagundes e que aquela conversa decisiva entre o ex-emedebista e o governador Jorginho Mello na véspera da transferência era a garantia para que os procedimentos internos fossem apenas protocolares.

Se antes uma suposta preferência por Fagundes era tratada com discrição, a situação mudou desde que o atual presidente do partido em Tijucas, Alberto Carlos Dolorini, o Tito, foi empossado, há cerca de um mês.

A interferência direta do ex-vereador e ex-deputado estadual André Dadam, que tem muita proximidade com um dos filhos do governador, também passou a ser mais frequente no seio liberalista tijuquense. Ele seria outro que defende a escolha de Fagundes como candidato a prefeito sem a prévia da opinião pública.

Sobre a mesa, estão os argumentos de que o vereador por quatro legislaturas consecutivas teria melhor relacionamento nas esferas superiores do poder e que viria trabalhando mais em prol do PL, com filiações e adesões de lideranças, em comparação aos concorrentes internos.

Consultados pelo Blog, os outros dois pré-candidatos a prefeito do partido, Thiago Peixoto dos Anjos e Sidney Machado, disseram, cada um a seu modo, que continuam acreditando no que foi acordado, que a melhor forma de escolha do candidato segue sendo a pesquisa e que também têm garantias, tanto da regência local do PL quanto do governador, sobre a transparência do processo.

Janela fechada 

Postado em 8 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

O fechamento da janela de filiações partidárias, na última sexta-feira (5), mostrou que houve grande revolução no parlamento tijuquense durante o período. O PSD, que outrora tinha absoluta maioria, agora divide as atenções com o PL. 

A legenda que, aliás, administra o município há pouco mais de sete anos, elegeu cinco representantes. Entretanto, perdeu um parlamentar e conta, agora, com quatro nomes: Rudnei de Amorim, Nadir Olindina Amorim, Paulo César “Frango” Pereira e Claudemir “Bigodinho” Correa

Já o PL, que sequer era representado na Câmara, foi alçado ao topo da lista, com as recentes filiações de Fernando Fagundes, Erivelto Leal “Danone” dos Santos, Esaú Bayer e Ecio Hélio “Ecinho” de Melo

Outro partido que também inexistia no Legislativo tijuquense era o UNIÃO BRASIL. A dupla Maurício Poli e Cláudio de Oliveira, responsáveis pelo pontapé do projeto, recebeu, no último dia, a companhia de José Roberto “Betinho” Giacomossi, que deixou o PSD. 

TRADIÇÕES ENFRAQUECIDAS 

Dois dos mais tradicionais movimentos políticos brasileiros e rivais históricos em Tijucas, MDB e PP, sofreram duras baixas no quadro de vereadores. O primeiro chegou a ficar, momentaneamente, sem um parlamentar sequer. Fato mudado pela adesão de Cláudio Eduardo de Souza, também nos momentos finais. 

Os Progressistas, integrantes da bancada governista, elegeram três representantes. Com duas saídas, uma para o UNIÃO e outra para o PL, restou a Maickon Campos Sgrott a missão de retratar as ideias da legenda. 

ZERADOS

O PDT, em 2020, surpreendeu e desempenhou papel de protagonismo nas eleições, na condição de “terceira via”. Passados quase quatro anos, a legenda perdeu as duas representações no Legislativo. Situação semelhante a do PSB, que chegou a presidir a Casa do Povo, mas que também voltou à estaca zero.

Mudar faz bem

Postado em 2 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Recentes movimentos levam a crer que o vereador José Roberto “Betinho” Giacomossi, de Tijucas, está de malas prontas para deixar o PSD. O primeiro parlamentar eleito pela legenda na história do município estaria, segundo fontes próximas, decidido a pedir a desfiliação.

Os motivos específicos ainda permanecem no campo da especulação. Um deles, porém, seria o desgaste da relação com o partido. Afinal, Giacomossi concorreu três vezes consecutivas (2012, 2016 e 2020) usando o 55 nos santinhos.

O ex-superintendente da Fundação Municipal de Esportes estaria, inclusive, repensando a candidatura. Fatores de cunho pessoal seriam empecilhos, mas que ainda dependem de avaliações profundas.

RÁPIDO E RASTEIRO

O Blog apurou que grupos políticos da Capital do Vale, cientes da possível – ora provável – saída, já teriam iniciado as tratativas com Giacomossi. O principal interessado é o PL e as primeiras investidas teriam partido do colega de parlamento e pré-candidato liberalista à prefeitura Fernando Fagundes.

Palavra de honra

Postado em 1 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Confiante de que vá superar os concorrentes internos Thiago Peixoto dos Anjos e Fernando Fagundes, o ex-vereador Sidney Machado quis ouvir, hoje, do próprio governador Jorginho Mello, que ninguém tem cadeira cativa no PL e que o candidato do partido na disputa da prefeitura de Tijucas continua indefinido.

Machado tem a garantia da regência local da legenda de que a escolha seria baseada em pesquisa de intenção de votos, mas, mesmo assim, foi buscar o assentimento do líder liberalista catarinense para que o confronto seja justo entre os três postulantes.

Na audiência com o chefe do Executivo estadual, Ney da Tijusat, como é conhecido, esteve acompanhado do ex-vereador e pré-candidato ao parlamento de Porto Belo, Darci França (PL), e do pastor Wagner Rodrigues, de Itapema, superintendente da Igreja do Evangelho Quadrangular na região do Vale do Rio Tijucas e Costa Esmeralda. O deputado estadual Jair Miotto (UNIÃO) também participou do encontro.

Fumaça sem fogo

Postado em 1 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Os mais atentos ao cotidiano político de Tijucas estranharam a presença e o tratamento dado ao vereador Maurício Poli (UNIÃO), no último sábado (30), durante a festa de celebração do pentacampeonato do bairro Praça, nas Olimpíadas Tijuquenses de 2024.

A comemoração foi organizada por lideranças da comunidade, entre elas, o também vereador Esaú Bayer (PL). Poli foi convidado a discursar aos presentes. Estranhou-se, porém, que Bayer, Poli e Fernando Fagundes (PL) eram os únicos personagens públicos no encontro.

Não demorou muito para que as mentes mais criativas passassem a especular que havia ali um claro sinal de aproximação entre os grupos. Há quem, inclusive, garantisse que União Brasil, de Poli, e PL, de Fagundes e Bayer, estariam juntos no pleito de 2024.

ENTRANTO…

O Blog apurou que o ex-presidente do Poder Legislativo municipal colaborou financeiramente com a confraternização e, por isso, foi convidado e fez questão de parabenizar os atletas do bairro pelo título conquistado semanas atrás. O que descarta qualquer narrativa política.

Houve, de fato, no passado, uma aproximação de Poli com o grupo dos colegas de parlamento. Entretanto, as conversas ocorreram com o empresário Thiago Peixoto dos Anjos (PL) – que rivaliza internamente com Fagundes, pelo direito de disputar a prefeitura pelo partido. As tratativas, aliás, segundo as inesgotáveis fontes do Blog, esfriaram e há, hoje, certo distanciamento.

Soldado à disposição

Postado em 25 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

O vereador Erivelto Leal “Danone” dos Santos, de Tijucas, assinou, nesta noite, a ficha de filiação ao PL. A adesão do parlamentar foi abonada pelo governador Jorginho Mello, durante audiência na sede executiva da legenda, em Florianópolis.

Participaram do ato, inclusive, dois dos pré-candidatos a prefeito pelo partido: Fernando Fagundes, com quem Leal construiu boa relação durante a atual legislatura, e o empresário Thiago Peixoto dos Anjos, correligionário desde os tempos de PDT.

Com exclusividade ao Blog, Danone confirmou que pretende concorrer novamente ao Legislativo e que quer somar ao grupo. “Sou mais um soldado. Quero trabalhar e ajudar”, frisou o parlamentar.

Aumento de capital

Postado em 21 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: PL Santa Catarina

Os esteios do PL tijuquense foram fortalecidos, ontem, com as adesões de três outras importantes lideranças da política local.

Com aval do governador Jorginho Mello e moldura da regência municipal do partido, o ex-vereador e ex-vice-prefeito Ailton Fernandes, o empresário Rafael Souza, da Cacau Show, e o administrador Bruno Bordin, da Manecar Veículos, passaram a integrar o movimento liberalista de Tijucas.

PADRINHOS

Souza chega em apoio ao primo, vereador e pré-candidato a prefeito Fernando Fagundes, a quem vinha manifestando defesa irrestrita no conturbado litígio que culminou com a saída do MDB, partido comum da família, cujo avô José João Souza foi um dos fundadores na Capital do Vale e o pai, vereador Edson José Souza, recordista de legislaturas na Câmara Municipal.

O ingresso de Bordin, entretanto, teve abonação de outro pré-candidato a prefeito da legenda: o empresário Thiago Peixoto dos Anjos, ao lado de quem concorreu na eleição majoritária de 2020 e alcançou, como candidato a vice-prefeito, a expressiva marca de 4.238 votos.

LEVE E SOLTO

Vereador por cinco legislaturas consecutivas e vice-prefeito entre 2013 e 2016, Fernandes traz ao PL a experiência e passagens marcantes nas duas principais correntes da política municipal. Foi um ilustre cola-branca e eleito ao Executivo em chapa com o MDB.

Não participava do movimento político desde 2016, embora ostente eleitorado fiel e poderio econômico, e vinha sendo pouco lembrado nas investidas de Eloi Mariano Rocha (PSD) e Elmis Mannrich (MDB), que lideram as frentes tradicionais do pleito. A reverência – e celebrada conquista – coube à sugerida “terceira via”.

Estatisticamente

Postado em 20 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Internet

“Em quem você votaria para prefeito?” A pergunta tem sido frequente em Tijucas desde que os institutos de pesquisa aportaram na cidade para desencravar dúvidas e satisfazer curiosidades especialmente de quem planeja concorrer ao cargo máximo do município em outubro.

O mais recente contratante foi o empresário e pré-candidato Thiago Peixoto dos Anjos, que monitora periodicamente a cena eleitoral tijuquense e trouxe, dias atrás, estatísticos para a Capital do Vale. Em princípio, os números serviriam para consolidar a postulação no PL, que tem, além dele, o vereador Fernando Fagundes e o também empresário Sidney Machado como opções para a disputa da prefeitura.

O grupo governista, que trabalha com o vice-prefeito Sérgio “Coisa Querida” Cardoso (PSD) e com os vereadores Rudnei de Amorim (PSD) e Maickon Campos Sgrott (PP) como alternativas, a propósito, deve rodar uma pesquisa nos próximos momentos. Estrategista, o presidente do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto), Luiz Rogério da Silva, popular Rogerinho, foi designado para o recrutamento do instituto e avaliação dos resultados.

OPÇÃO INEXISTENTE

Entre os descontentes, de acordo com alguns eleitores, ninguém supera o vereador Cláudio Eduardo de Souza. O presidente do PDT municipal tem manifestado insatisfação por não ser citado nas entrevistas como opção para a concorrência majoritária.

“Depois eles dizem que gosto de me fazer de vítima. Hipócritas!”, escreveu o parlamentar nas redes sociais ao exibir a mensagem de um eleitor sobre sua ausência nas pesquisas.

Recentemente, Cláudio do Jornal assumiu publicamente a pré-candidatura para o Executivo tijuquense, mas, ao que parece, o movimento não foi levado em conta entre os possíveis concorrentes.

Rejeição do parentesco

Postado em 18 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

No encontro com o deputado estadual Nilso Berlanda (PL) e o presidente do PL tijuquense, José Vicente de Souza e Silva, dias atrás, durante a entrega de uma obra no bairro Nova Descoberta, e na tentativa de uma reaproximação política, o prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) teria elogiado a agregação do vereador Fernando Fagundes (ex-MDB) às fileiras liberalistas e revelado que o parlamentar seria “um bom vice” para o seu projeto de sucessão.

Ao mesmo tempo, Mariano Rocha teria apontado para o empresário Thiago Peixoto dos Anjos, outro pré-candidato do PL à prefeitura, que participava do evento, e promulgado a Zezinho e Berlanda que “esse aí não chega a lugar nenhum”.

A relação entre o prefeito e Peixoto dos Anjos, que são primos em segundo grau, nunca foi das melhores. Mas certamente ganhou contornos acurados nas eleições de 2020, na reeleição do mandatário tijuquense, quando concorreram entre si.

Bonde perdido

Postado em 13 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Montagem retrata, na parte superior, a foto original; abaixo, a imagem com o mandatário tijuquense recortado, em publicação do PL Tijucas.

Os sinais do desacerto entre o PL de Tijucas e o prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) são cada vez mais claros e manifestos. Antes alinhados, em costura diligente do vice-prefeito Sérgio “Coisa Querida” Cardoso (PSD), os movimentos se distanciaram drasticamente a partir das delongas do mandatário tijuquense sobre a oficialização da aliança.

Mariano Rocha, por sua vez, tentou uma reaproximação em visita de urgência ao governador Jorginho Mello e na priorização de pleitos do presidente local do PL, José Vicente de Souza e Silva, o Zezinho, para a comunidade de Nova Descoberta. Mas já era tarde.

Para os dirigentes liberalistas de Tijucas, ainda mais com a chegada do vereador Fernando Fagundes ao partido, as chances de retomada do acordo eleitoral com o prefeito caminham, agora, próximas da estaca zero.

ENQUADRAMENTO

O afastamento foi evidenciado mais uma vez em recente publicação do PL nas redes sociais que retrata a regência municipal do partido, o pré-candidato a prefeito Thiago Peixoto dos Anjos e o deputado estadual Nilso Berlanda. A imagem acompanha um texto de gratidão ao parlamentar, que destinou recursos para a construção de uma capela mortuária em Nova Descoberta. A administração municipal, que celebrou o convênio, sequer foi mencionada.

Na foto original, Mariano Rocha aparece sorridente ao lado dos presentes na cerimônia de entrega da obra. Mas na postagem, o mandatário tijuquense foi cortado.