domingo, 3 de março de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Semente plantada

Postado em 23 de fevereiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O empresário e pré-candidato a prefeito Felipe Lemos, de São João Batista, reuniu, ontem, no Mirante Dell Antônio, centenas de lideranças, filiados e simpatizantes do Partido Liberal. O evento foi promovido pela executiva municipal da legenda, em conjunto com o PL Mulher.

A reunião, aliás, estava estrelada. Estiveram presentes a ex-vice-governadora e deputada federal Daniela Reinehr, e os deputados estaduais Carlos Humberto Metzner Silva e Ana Campagnolo. As representantes femininas discursaram ao público presente, reforçando a importância da participação das mulheres na seara política.

Ao Blog, Lemos celebrou a grande adesão dos batistenses ao evento. Afinal, o público foi acima do aguardado. “Liderei essa estruturação do PL em São João Batista. Estamos plantando uma sementinha. Acredito que o resultado foi surpreendente. Ninguém esperava que viriam tantas pessoas. Foi um marco na história da cidade, mostrando que a terceira via tá vindo com força”, disse.

PADRINHO

Metzner Silva, embora não fosse uma novidade – vide a proximidade do parlamentar com o empreendedor batistense -, declarou apoio incondicional à pré-campanha de Lemos e, com exclusividade ao Blog, profetizou o exito no pleito de outubro.

“Vim apoiar o Felipe Lemos como meu pré-candidato a prefeito de São João Batista. Ele vai ganhar a eleição. Montando um grande partido, tá fazendo um bom trabalho como presidente do PL, partido que cresce muito no Vale. A participação do Felipe é importante para que São João seja muito bem representada”, declarou.

Fidelidade

Postado em 17 de fevereiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O ato convocado pelo ex-presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (PL), agendado para o próximo dia 25 na Avenida Paulista, em São Paulo, pode ter a presença de tijuquenses alinhados ao “bolsonarismo”.

Um deles, por óbvio, é o ex-vereador e pré-candidato a prefeito Sidney Machado (PL). O empresário, inclusive, orçou uma van para transportar um “grupo de patriotas”. O veículo pode levar até 19 pessoas e o translado, ao todo, custará cerca de R$ 13 mil.

Segundo a mídia especializada no debate político nacional, a presença de aliados no evento é vista, pelo próprio ex-presidente, como uma “prova de fidelidade”. E o tijuquense pretende provar. Em mensagem de voz, encaminhada com frequência nos grupos de conversação online, Ney da Tijusat diz que “não desistiu” e que seguirá “lutando pelo Brasil”.

Cláudio do PDT

Postado em 9 de fevereiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

O vereador mais votado do último pleito e novo presidente do PDT em Tijucas, Cláudio Eduardo de Souza, assumiu, em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, ontem, a pré-candidatura a prefeito nestas eleições. A predisposição, entretanto, foi provocada a partir da saída do candidato lançado pela legenda em 2020, Thiago Peixoto dos Anjos, que migrou para o PL.

Souza explicou que, antes da desfiliação do empresário, aparecia apenas como uma possibilidade – depois de ser lembrado em uma pesquisa espontânea. Entretanto, com a ida de Peixoto dos Anjos ao PL, sua pré-candidatura ganhou força.

“Hoje sou pré-candidato a prefeito pelo PDT. [Foi decidido] Com a saída do Thiago. Meu nome aparecia nas pesquisas. Algumas nem colocavam o nome, mas aparecia na espontânea. Por conta disso, as lideranças dos grupos de oposição começaram: ‘vem conversar também’. Até então, era isso”, disse.

Embora esteja disposto a concorrer na majoritária, o jornalista garante que pretende seguir o seu “propósito”, guiado pela fé que sempre o acompanhou. “Se eu precisar ser candidato a vereador novamente, eu vou entender e não vou ter uma frustração. Mas, hoje, eu estou pré-candidato a prefeito pelo PDT. Se precisar que eu recue, por alguma situação, eu vou recuar. Mas, se eu tiver a possibilidade e, com a fé que eu tenho, o homem [Deus] disser ‘és tu que vais fazer a diferença na vida do povo, Ele vai abrir essa porta e em 2025 eu vou estar lá”, completou.

CONJUNTURA

Existe, atualmente, uma clara aproximação dos pedetistas com o MDB local. O nome do parlamentar, inclusive, foi especulado como um possível reforço para a legenda que mais vezes administrou a cidade e que tentará, em outubro, retornar à prefeitura. Entretanto, Souza explica que a boa relação se justifica por terem as mesmas intenções.

“Com base no que o MDB acredita, hoje, em relação ao atual governo, à estrutura administrativa… tanto o PDT se vê no projeto do MDB, como o MDB é bem-vindo ao projeto do PDT. Nós temos conversado bastante. Outras lideranças do PDT têm conversado com pessoas do MDB, para que possamos reforçar esse projeto, para apresentar essa alternativa pra Tijucas, para os eleitores e para aqueles que não querem a continuação do que está hoje na prefeitura”, explicou.

Compromisso rompido

Postado em 8 de fevereiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

A coalizão PSD/PL em Tijucas, costurada engenhosamente pelo vice-prefeito Sérgio “Coisa Querida” Cardoso (PSD) – e depois, com autoria despojada para o prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) –, quebrou na emenda.

A regência municipal do partido do governador Jorginho Mello cansou de esperar. Mariano Rocha, por acordo, entraria com a indicação do representante do grupo na concorrência majoritária de outubro para que o PL definisse o complemento da chapa. Mas a procrastinação do chefe do Executivo tijuquense acabou irritando os liberalistas – que argumentaram pressa na resolução de estratégias para o pleito, como, especialmente, a formação de uma nominata consistente de postulantes à Câmara Municipal.

Como contragolpe, e para mostrar descontentamento com a violação do tratado, a representação do PL local se reuniu ontem com a cúpula estadual do partido e definiu que deve concorrer à prefeitura de Tijucas nestas eleições. Há, entretanto, impasse na decisão entre o empresário Thiago Peixoto dos Anjos, segundo colocado no pleito de 2020, que chegou à legenda em dezembro, e o vereador Fernando Fagundes, que continua no MDB, mas com promessa de assinar filiação na janela de março.

EM CIMA DO MURO

Conforme noticiado anteriormente no Blog, a indecisão do prefeito sobre o candidato governista na concorrência majoritária tem frustrado, inclusive, apoiadores da gestão.

Seguidas reuniões do grupo, a propósito, têm sido realizadas sem a presença de Mariano Rocha para debater o assunto. Conselheiros da administração municipal, nestes encontros, teriam elencado prejuízos que a postergação das definições pudesse causar. E um deles seria o afastamento do PL, que vem se confirmando.

MEDIDA DESESPERADA

O prefeito tem encontro às pressas, hoje, com o braço direito do governador Jorginho Mello e presidente do PL em Florianópolis, Heleno Orlandino, para tentar minimizar os danos.

O proponente da reunião teria sido o deputado federal Darci de Matos (PSD), que deve participar das negociações. Entre eles, deve estar, ainda, o vereador Rudnei de Amorim, talvez a indicação de ordem de Mariano Rocha no ensaio de uma retomada da conjuntura.

Deputado Daniel

Postado em 2 de fevereiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas | VipSocial

Recém-empossado deputado estadual, o ex-prefeito de São João Batista, Daniel Netto Cândido (PODE), não consegue conter a felicidade de, enfim, ocupar o lugar com que sempre sonhou. Aliás, o batistense nunca escondeu, nem mesmo no período em que governou a Capital Catarinense do Calçado, que planejava estar, um dia, entre os 40 membros do parlamento catarinense.

Tanto que, por ora, ele garante que o foco está em aproveitar ao máximo a oportunidade concedida pelo colega de legenda Camilo Martins (PODE). Entretanto, mesmo que de forma comedida, não descarta uma nova candidatura à chefia do Executivo municipal nas eleições deste ano.

Em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, apresentado pelo colunista na TV Vip, o mais novo parlamentar catarinense afirmou, ontem, que gostaria de seguir como deputado, mas, se necessário fosse, retornaria à cidade natal para concorrer novamente à cadeira de prefeito.

“Amei ser prefeito de São João Batista. Eu quero ser deputado. Estou deputado por 30 dias, mas, se eu tiver que voltar a ser prefeito, para me dedicar e fazer melhor do que eu fiz em oito anos, com certeza não me furtaria”, disse.

CHANCE MÍNIMA

Os mais otimistas, inclusive, aguardavam ansiosamente pela chegada de abril e, com ele, a definição da eventual candidatura do deputado estadual Lucas Neves (PODE) à prefeitura de Lages. O fato poderia, na análise dos apoiadores de Cândido, abrir espaço para que o batistense assumisse novamente o cargo e, em caso de vitória do correligionário no pleito municipal, herdasse definitivamente na cadeira.

Entretanto, a expectativa não deve se confirmar. A legislação permite que um membro do Poder Legislativo concorra ao Executivo sem que precise renunciar, nem mesmo se licenciar da função.

Mas, além disso, o ex-mandatário batistense acredita que o colega dificilmente deixaria a Alesc. “Ele representa não somente Lages, mas toda a região. Certamente tem compromissos com essas cidades, se adaptou muito bem ao parlamento e não abriria mão disso”, explica.

ABERTO AO DIÁLOGO

Caso a pré-candidatura ao cargo máximo de São João Batista se confirme, Daniel Cândido consideraria uma conjuntura inédita, até mesmo com adversários de outras eleições. Durante a entrevista, o ex-prefeito e deputado estadual revelou, inclusive, que já conversou com lideranças de partidos rivais, como o presidente do PP batistense, ex-vereador Fábio Norberto Sturmer, e com antigos desafetos, a exemplo do empresário Felipe Lemos, presidente municipal do PL.

“É bom pra cidade? É um projeto pessoal ou um projeto cidade? Se for projeto cidade, sento com todos. Não tem problema nenhum”, garantiu.

Lembrado

Postado em 18 de janeiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

De perfil discreto, o ex-vice-prefeito de Canelinha, Edson Orsi, sem cargo público desde a derrota no pleito de 2020, quando concorreu à reeleição em chapa formada com o ex-prefeito Moacir Montibeller (MDB), continua, ao seu modo, atuante na política canelinhense.

O empresário, inclusive, é constantemente procurado por líderes de diferentes movimentos políticos, visando as eleições de 2024. Ventilam-se, até mesmo, chapas prontas, com o nome de Edinho, outra vez, como vice-prefeito.

Pesam para as especulações alguns fatores. Entre eles, o fato de já ter frequentado os dois mais tradicionais movimentos políticos de Canelinha. Aliás, foi adjunto de Montibeller, entre 2017 e 2020, mas também de seu arquirrival, Antônio da Silva (PP), entre 2009 e 2012.

De maneira menos midiática, também esteve no PL, hoje liderado pelo prefeito Diogo Francisco Alves Maciel, natural candidato à reeleição e representante da terceira via no município.

O poderio econômico de Orsi, certamente, também é colocado no lado positivo da balança, quando seu nome é citado nas reuniões partidárias. O passado abriria, tranquilamente, espaço para a participação em qualquer grupo. Mas o futuro ainda é incerto. Pois então…

Adesão

Postado em 12 de janeiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O projeto de candidatura à prefeitura de São João Batista, construído pelo empresário Felipe Lemos (PL), pode receber o apoio de uma importante liderança política de Santa Catarina: o ex-deputado federal Rogério “Peninha” Mendonça.

Lemos e Peninha estiveram reunidos, no início da semana, na Capital Catarinense do Calçado. Fontes do Blog garantem que o ex-parlamentar vê o nome do engenheiro ambiental com bons olhos e estaria disposto, inclusive, a apoiá-lo no pleito.

Embora seja ligado ao MDB, Peninha possui laços estreitos com a alta cúpula do PL, em especial, com o ex-presidente da República, Jair Messias Bolsonaro. Tanto que se comprometeu a organizar, em breve, um encontro entre Bolsonaro e Lemos.

Intercâmbio

Postado em 28 de dezembro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Enquanto boa parte dos catarinenses aproveitam os dias quentes para curtir as belíssimas praias do nosso encantador litoral, o vice-prefeito de Tijucas, Sérgio Fernandes Cardoso (PSD) aproveitou a liberdade na agenda para um verdadeiro intercâmbio, na Capital do Estado.

Ele esteve reunido com o prefeito de Florianópolis, Topázio Silveira Neto (PSD), uma das mais destacadas lideranças do partido em Santa Catarina, sobretudo pela elogiada e popular comunicação adotada nas redes sociais.

O adjunto tijuquense afirmou que o encontro serviu para debater temas “cruciais”. “Gestão, empreendedorismo e fortalecimento de parcerias intermunicipais”, explicou.

PRESENÇA ILUSTRE 

Chama atenção, aliás, a presença do empresário e pré-candidato a prefeito de Tijucas, Thiago Peixoto dos Anjos (PL). O principal nome dos liberalistas tijuquenses aparece sorridente na foto, ao lado dos dois pessedistas.

Especula-se, nas mídias especializadas em política, que o governador Jorginho Mello tem articulado a presença do PL na chapa encabeçada pelo atual mandatário florianopolitano, em 2024. A reunião poderia ser a sinalização de movimento similar na Capital do Vale? Pois então…

Meio período

Postado em 26 de dezembro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Sete anos se passaram, e o expediente da prefeitura de Tijucas continua sendo um tabu no paço municipal. Os propalados índices de aprovação do prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD), repetidos sistematicamente nas reuniões do grupo, melindram qualquer posicionamento contrário – embora muitos defensores da gestão sejam críticos ao atendimento das 7h às 13h. Grande parte entende que as repartições públicas do município deveriam cumprir horário comercial.

O tema foi esteio de campanhas oposicionistas em 2020, como a do empresário Thiago Peixoto dos Anjos (então PDT, agora no PL), que alcançou a segunda colocação entre cinco candidatos.

Mesmo os pré-candidatos da situação mostram desconforto e se mantém reticentes quando o assunto vem à tona. Mais próximos de representar o governo na futura eleição majoritária, o vereador Rudnei de Amorim (PSD) e o vice-prefeito Sérgio “Coisa Querida” Cardoso (PSD), que são empresários e se estabeleceram na iniciativa privada com árdua rotina de trabalho, seriam favoráveis a uma revisão nos horários de atendimento da prefeitura. Mas evitam manifestações públicas sobre a questão para não aviltar os servidores, principalmente, e manter o bom trato com Mariano Rocha.

Mais segurança

Postado em 19 de dezembro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Uma histórica parceria público-privada pode terminar com a construção de um novo quartel para a Polícia Militar de Porto Belo. A iniciativa, de forma simples, visa a união do município, do Estado e de empresários locais, com intuito de elevar a segurança da comunidade.

Por parte do município, o prefeito Joel Orlando Lucinda (MDB) se comprometeu a realizar a destinação e permuta do terreno, onde o prédio será construído. A obra será custeada pela empresa Vokkan Urbanismo, do empresário Roderjan Diehl Volaco.

Na terceira ponta do triângulo, o deputado estadual Emerson Stein (MDB), natural de Porto Belo, será responsável por destinar emendas parlamentares para possibilitar a compra de equipamentos e mobiliário para o novo quartel.

O prédio terá, ainda, em anexo, uma academia com tatame destinada para uso da comunidade, servindo para sede de projetos sociais. A obra, ao todo, deve custar aproximadamente R$ 10 milhões. Uma reunião foi realizada nesta segunda-feira, com a presença de todos os envolvidos no projeto, para efetivar a parceria.