quarta-feira, 4 de agosto de 2021 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Pasquim

Postado em 16 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Nos bastidores da política de São João Batista, tentou-se plantar a notícia de que o chefe de gabinete Juliano Peixer receberia, nos próximos momentos, a carta de exoneração e um convite para se desfiliar do MDB. A informação passou a ser disseminada hoje no WhatsApp, em redação de autor anônimo.

De acordo com o texto, Peixer vem sendo acusado de traição ao prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB) e aliança escusa a setores de oposição. Diz a nota que o chefe de gabinete estaria informando adversários do prefeito sobre temas tratados em sigilo na gestão, inclusive, com fotos de reuniões privativas na sede do governo municipal.

Fontes ligadas ao paço, entretanto, garantem que as informações são absolutamente falsas, com motivação unicamente política e forjadas para gerar instabilidades na administração. Até o momento, a prefeitura não se manifestou sobre o assunto.

Propaganda negativa

Postado em 28 de abril de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O servidor público municipal licenciado Aprígio José Botamelli, popular Zico, de Nova Trento, culpa a prefeitura por estar vivendo um inferno astral. Ele teve o nome divulgado pela comunicação do município, no início do mês, quando um mandado de busca e apreensão foi cumprido no paço neotrentino e seu computador funcional recolhido.

A operação foi conduzida pela Polícia Civil, com anuência da 2ª Vara da Comarca de São João Batista, e busca provas de favorecimento a uma empresa em processos licitatórios do município em troca de benefícios pessoais ao servidor. Em entrevista à Rádio Super, de São João Batista, Botamelli garantiu inocência e disse que a exposição, por parte da prefeitura, prejudicou sua imagem, uma vez que a investigação deveria correr em sigilo.