quarta-feira, 4 de agosto de 2021 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Pasquim

Postado em 16 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Nos bastidores da política de São João Batista, tentou-se plantar a notícia de que o chefe de gabinete Juliano Peixer receberia, nos próximos momentos, a carta de exoneração e um convite para se desfiliar do MDB. A informação passou a ser disseminada hoje no WhatsApp, em redação de autor anônimo.

De acordo com o texto, Peixer vem sendo acusado de traição ao prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB) e aliança escusa a setores de oposição. Diz a nota que o chefe de gabinete estaria informando adversários do prefeito sobre temas tratados em sigilo na gestão, inclusive, com fotos de reuniões privativas na sede do governo municipal.

Fontes ligadas ao paço, entretanto, garantem que as informações são absolutamente falsas, com motivação unicamente política e forjadas para gerar instabilidades na administração. Até o momento, a prefeitura não se manifestou sobre o assunto.

Bronca e antecipação

Postado em 20 de janeiro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Desde que a prefeitura anunciou a aplicação da primeira dose da CoronaVac no município apenas para amanhã, criou-se uma rebelião nas redes sociais. Uma das manifestações mais efusivas partiu do administrador Carlos Alberto da Silva, o popular Carlinhos da Adec, personagem influente no cotidiano tijuquense e histórico eleitor cola-branca, que usou o WhatsApp para mostrar indignação aos conselheiros da administração municipal. “A vacina entra no Vale por Tijucas, e seremos os últimos? Apenas na quinta-feira? As pessoas precisam! Já receberam as doses e tiraram fotos! Qual o problemas de vocês?!”, questionou — em mensagem de áudio que vem repercutindo nos grupos de conversação online desde então.

A pressão foi grande. E a administração municipal decidiu antecipar a vacinação. Hoje pela manhã, o prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) e o secretário de Saúde, Vilson José Porcíncula, estiveram no Lar Santa Maria da Paz e deram início ao processo. Os primeiros a receberem a vacina foram a profissional de saúde Nilceia Lourenço, servidora do município há 46 anos, e o idoso José Antônio Ávila (82).

De acordo com Mariano Rocha, “Tijucas recebeu um número de doses muito menor do que o esperado”. O prefeito, porém, acredita que, em breve, a população estará imunizada. “Estamos confiantes e cuidando para que todas as ações aconteçam da melhor forma possível”, disse, no ato.

Cessar fogo

Postado em 14 de julho de 2020
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Pré-candidato governista à sucessão municipal, o vice-prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB), de São João Batista, vem sendo vigiado dia e noite. Nem tanto por opositores, mas por amigos e tutores políticos. Para falar com ele, agora, somente com restrições e intermediações.

Até mesmo nas entrevistas à imprensa, Pedroca está mais comedido e harmonioso. Não entra em polêmicas, não julga e não condena. Muito diferente do personagem retumbante de meses atrás, ativo e imperativo no WhatsApp com mensagens de áudio que abalaram estruturas no paço e no partido, opiniões contundentes sobre correligionários e rivais, e revelações pitorescas da vida privada.

A mudança tem um responsável: o empresário Sílvio Eccel, da Rádio Clube, que passou a orientar estrategicamente o adjunto da Capital Catarinense do Calçado até as eleições de novembro. Pois, então?!

Rádio Zap

Postado em 6 de maio de 2020
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Uma mensagem de áudio disseminada no WhatsApp alarmou a população canelinhense nesta manhã. Na gravação, uma mulher diz que “Canelinha, a partir de hoje, receberia pacientes do Hospital de Azambuja infectados com coronavírus em estado de pouca gravidade”.

A diretora da Fundação Municipal Hospitalar de Canelinha, Vanderléia Rosa, tratou a informação por fake news e pontuou que “a referência do município para transferências é Florianópolis”. A prefeitura reiterou, ainda, que tem mantido uma comunicação transparente e constante com a população pelos veículos oficiais, e pediu que notícias de procedência desconhecida ou duvidosa não sejam divulgadas nas redes.

Boatos e notas

Postado em 27 de março de 2020
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os setores de Comunicação das prefeituras têm trabalhado tanto quanto as secretarias municipais de Saúde nestes últimos dias. Na quarentena, com a internet como passatempo das pessoas, boatos sobre contaminações por Covid-19 ecoam nas redes sociais e grupos de conversação online. E os canais oficiais, mais que informar, não param de desmentir rumores.

Tijucas não foge à regra. Hoje, o município publicou outra nota de esclarecimento para desfazer postagens em redes sociais e pedir “confiança no trabalho que está sendo realizado”. O texto reforça que “até o momento (14h22 de 27 de março), há apenas um caso confirmado de coronavírus na cidade”. A prefeitura diz, ainda, que “não tem interesse algum em omitir dados e, se outro caso for confirmado, fará ampla divulgação da informação” e que “mensagens em WhatsApp e postagens na internet de pessoas que se dizem infectadas devem ser cuidadosamente avaliadas”.

Cartão vermelho

Postado em 8 de novembro de 2019
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Favorito à sucessão de Daniel Netto Cândido (PSD) em 2020, o vice-prefeito Pedro Alfredo “Pedroca” Ramos pode ser expulso do MDB. É o que garante o jornalista Jonas Hames, de São João Batista, que teria recebido informações de bastidores sobre as articulações no partido para a derrubada do adjunto batistense.

Ramos provocou a ira dos correligionários a partir de gravações — vazadas de aplicativos de conversação online — em que açoitava figuras basais da legenda na Capital Catarinense do Calçado. As mensagens geraram respostas pontuais na seara emedebista. Recentemente, em pronunciamento nas tribunas da Câmara, o vereador e vice-presidente do partido Éder Vargas condenou a postura do vice-prefeito, e cravou que não vai pedir votos para Pedroca nas próximas eleições. Pois, então?!

Torre de Babel

Postado em 4 de novembro de 2019
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Partido na linha de sucessão do prefeito Daniel Netto Cândido (PSD), o MDB parece a Torre de Babel em São João Batista. Líderes não se entendem, declarações pitorescas e indecorosas se espalham no WhatsApp e na tribuna da Câmara, e a promulgada implosão da legenda — que tinha tudo para ser favorita em 2020 — se transformou no assunto do momento na Capital Catarinense do Calçado.

O vice-prefeito Pedro Alfredo “Pedroca” Ramos (MDB), que já entrou no jogo como pré-candidato em 2020 com anuência irrestrita do PSD, não se decide. Hoje quer, e amanhã não quer mais. E nas redes, com verborragia incontida, açoita o paço e os correligionários, incendeia a própria casa e deleita a oposição. Pois, então?!

WhatsApp e tribunal

Postado em 28 de outubro de 2019
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O ex-secretário municipal e pretenso candidato ao Legislativo tijuquense nas próximas eleições Artur Tomazoni Filho (MDB) — que geriu a pasta de Obras, Transportes e Serviços Públicos no governo do ex-prefeito Valério Tomazi (MDB) — provocou a ira do vereador Rudnei de Amorim (DEM), semana passada, num grupo de conversação online. O doesto, em mensagens encaminhadas, de que o parlamentar “deveria ser capa da revista ‘Pequenas empresas, grandes roubos‘” superou a crítica comum e pode parar nos tribunais. O democrata ameaça levar o caso à Justiça.

Tomazoni Filho publicou que o vereador “chegou na Câmara com um carro velho, com o cano de descarga batendo, e hoje tem um flat em Bombinhas e um apartamento de frente para o mar em Itapema” e concluiu, em seguida, que o feito seria “uma verdadeira multiplicação de pães”. Amorim, por sua vez, retrucou que os imóveis citados têm “seis, sete, oito anos, frutos de muita luta e empenho, e declarados no Imposto de Renda” e cominou: “vai responder por isso!”. Pois, então?!

Fruta da estação

Postado em 6 de setembro de 2019
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A burlesca sugestão do presidente da Câmara Municipal de Canelinha, vereador Arlindo de Simas (PL), semana passada, para que o município invista no cultivo do cambucá — o que, na visão dele, incentivaria o turismo e movimentaria a economia —, segue gerando pilhérias de toda sorte na Cidade das Cerâmicas. Todos os dias, nas rodas de cavaco e nos grupos de WhatsApp, alguém menciona a fruta e faz uma chalaça. Virou folclore.

Simas, porém, continua sendo o único que não vê graça nenhuma nos comentários jocosos sobre o tema. Terça-feira (3), aliás, ele pediu à secretária do Legislativo que lesse, no encerramento da sessão, um memorando repleto de parábolas e ensinamentos. A nota atentou para o fato de que “enquanto o eucalipto leva cinco anos para se transformar numa árvore de R$ 500, cada cambucazeira geraria R$ 2 mil anuais” e argumentou que “as pessoas só jogam pedras em árvores que estão dando frutos; e que são pedradas de inveja”.

Na manhã seguinte, provavelmente sensibilizado com a lição, um cidadão canelinhense escreveu alguns versos e divulgou nas redes sociais. Diz o texto, gravado em áudio, que “São João Batista tem sapatarias, e em Nova Trento vamos para rezar. Em Tijucas tem um dinossauro, e em Canelinha temos cambucá”. Pois, então?!

Ideia frutífera

Postado em 29 de agosto de 2019
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

As conclusões do vereador Abel Grimm (PP) sobre o colega Arlindo de Simas (PL), que preside o Legislativo canelinhense, entraram no WhatsApp e passaram, agora, ao anedotário da Cidade das Cerâmicas. “Votei quatro vezes numa coisa dessas para prefeito. Quatro vezes! Uma, duas, três, quatro! Também me culpo. Onde eu estava com a cabeça? Ainda bem que isso nunca ganhou!”, diz o progressista por mensagem de áudio nos grupos de conversação dos smartphones.

A mais recente proposição de Simas, terça-feira (27), na tribuna da Câmara, teria motivado a manifestação revoltosa — e bem humorada — do confrade. O presidente do parlamento canelinhense sugeriu que o município investisse no cultivo do cambucá, um fruto da família das Myrtaceaes — a exemplo da jabuticaba e da pitanga —, para “incentivar a economia e o turismo” locais. Desde então, em Canelinha, não se fala e nem se ri de outra coisa.