quarta-feira, 4 de agosto de 2021 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Pasquim

Postado em 16 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Nos bastidores da política de São João Batista, tentou-se plantar a notícia de que o chefe de gabinete Juliano Peixer receberia, nos próximos momentos, a carta de exoneração e um convite para se desfiliar do MDB. A informação passou a ser disseminada hoje no WhatsApp, em redação de autor anônimo.

De acordo com o texto, Peixer vem sendo acusado de traição ao prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB) e aliança escusa a setores de oposição. Diz a nota que o chefe de gabinete estaria informando adversários do prefeito sobre temas tratados em sigilo na gestão, inclusive, com fotos de reuniões privativas na sede do governo municipal.

Fontes ligadas ao paço, entretanto, garantem que as informações são absolutamente falsas, com motivação unicamente política e forjadas para gerar instabilidades na administração. Até o momento, a prefeitura não se manifestou sobre o assunto.

Decepção em dobro

Postado em 9 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O presidente do PP de Nova Trento, vereador Jucelino Marino Chini, não deve permanecer por muito mais tempo no partido. Fontes do Blog garantem, inclusive, que ele já teria redigido a carta de desfiliação e aguarda o momento certo para comunicar publicamente a decisão.

Chini não foi convidado para uma reunião dos progressistas com vistas nas eleições municipais de 2024, e estaria se sentindo duplamente desprestigiado: porque foi boicotado no encontro dos correligionários e porque não faz parte dos planos do partido para o próximo pleito na Terra de Santa Paulina. Informações preliminares dão conta de que o PP neotrentino já estaria decidido a trabalhar os nomes do ex-secretário de Saúde do município, Maxiliano de Oliveira, candidato a prefeito vencido na última eleição, e do vereador Silvio César Correia para tentar a retomada da prefeitura.

Casaca virada

Postado em 31 de maio de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Dias depois de anunciar publicamente a desfiliação do MDB e criticar a gestão do prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB) — que ajudou a eleger em São João Batista, em 2020 —, o empresário Sílvio Eccel, da Rádio Clube, posou para a foto com o presidente municipal do PP, ex-vereador Fábio Norberto Stürmer, que foi candidato a vice-prefeito na principal chapa de oposição.

Silvinho almoçou com Stürmer e amigos, no sítio do progressista, no interior da Capital Catarinense do Calçado. O comunicador, que se vangloria de ter atuado nas eleições dos nove últimos governos batistenses, diz, agora, que será mais incisivo nas cobranças à administração municipal, “inclusive com documentos, quando for necessário, nos microfones da rádio”. Pois, então?!

À casa torna

Postado em 28 de abril de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O ex-vice-prefeito Adalto Gomes, que, oficialmente, ainda responde pela presidência do PL em Tijucas — por onde, inclusive, concorreu à prefeitura em 2020 — vem anunciando a desfiliação do partido. E deve levar consigo os fieis seguidores que o acompanharam na mudança, no fim de 2019. O destino do grupo é o PT, de novo.

Consultado pelo Blog, Gomes confirmou o movimento e justificou: “somos de esquerda, e o senador (Jorginho Mello, presidente do PL em Santa Catarina) é muito de direita”. As tratativas para o retorno às fileiras petistas já iniciaram.

Carta de adeus

Postado em 15 de março de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Apesar de ter a maior bancada no Legislativo municipal — com quatro dos 11 vereadores —, o PP de São João Batista não consegue voltar a sorrir. O malogro da vez, agora, pauta os pedidos de desfiliação dos empresários Alyson dos Santos, irmão do ex-prefeito Aderbal Manoel dos Santos (PP) e atual vice-presidente do partido na Capital Catarinense do Calçado, e Adriano Airton Ramos, candidato a vice-prefeito nas eleições de 2016. Eles já encaminharam as solicitações ao presidente Fábio Norberto Sturmer.

De acordo com informações de bastidores, Santos vinha se sentindo desconfortável no ninho progressista e cobrando mais prestígio ao vereador Elisandro dos Santos (PP), que ajudou a eleger no pleito de 2020 e queria ver como figura principal do partido na Câmara. Especula-se, ainda, conforme antecipado no Blog, que tanto o empresário quanto o parlamentar — e afilhado político — devem migrar, em breve, para o PSC.

Renúncia

Postado em 9 de fevereiro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O empresário Jilson José de Oliveira, popular Gil, que comandou o Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto) de Tijucas até 31 de dezembro, decidiu deixar a presidência do PSD no município.

Um ofício foi encaminhado à executiva estadual e, especula-se, não estaria descartada, também, a desfiliação do partido.

Cartão vermelho

Postado em 30 de setembro de 2020
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O advogado e candidato a vice-prefeito Fernando Rodrigues corrige a nota “Abandono“, de anteontem no Blog, e garante que o vice-presidente do PL municipal Edjalma Matos não pediu desfiliação do partido, mas foi expulso das fileiras liberais. “A decisão foi da comissão executiva do partido. Estamos observando os trâmites legais, e faremos a comunicação para a Justiça Eleitoral nos próximos dias”, completa.

De acordo com Rodrigues, o ex-coordenador da campanha de Adalto Gomes (PL) à prefeitura de Tijucas estava negociando, sem autorização da executiva, com outro grupo de oposição. Matos, segundo o advogado, tentou reiteradamente “vender” a desistência dos liberais do pleito majoritário. “Chegaram a nos oferecer o custeio de todas as nossas despesas até o momento para desistirmos. Lógico que rejeitamos essa proposta absurda. E ele (o ex-coordenador), com a nossa negativa, passou a influenciar os candidatos a vereadores do PL e do Republicanos a retirarem as candidaturas. Por isso, decidimos expulsá-lo”, esclarece o candidato a vice-prefeito.

Abandono

Postado em 28 de setembro de 2020
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Se o vice-prefeito Adalto Gomes (PL) já disputaria a eleição majoritária de Tijucas com estrutura e base de apoio enxutas, as dificuldades da campanha podem ter sido amplificadas consideravelmente no fim de semana. Vice-presidente do PL municipal, o coordenador do projeto eleitoral do adjunto tijuquense Edjalma Matos abandonou a cruzada e assinou pedido de desfiliação do partido ontem.

Com ele, saíram, ainda, dois candidatos a vereadores liberais e mais dois filiados ao Republicanos, que devem trabalhar em campanha paralela, sem suporte a Gomes e ao advogado Fernando Rodrigues (PL) no pleito majoritário. Os desentendimentos envolveram, sobretudo, a escassez de recursos do PL, prometidos pela cúpula estadual da legenda e não direcionados ao diretório da Capital do Vale.

Lista de baixas

Postado em 9 de abril de 2020
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

As saídas do vice-prefeito Adalto Gomes, do ex-vice-prefeito Roberto Vailati e da vereadora Maria Edésia “Déda” da Silva Vargas provocaram mais dissabores do que se supunha ao PT de Tijucas. Na mesma toada, a vice-presidente municipal do partido, Edilse Diaz Paninson Guerreiro, pediu desfiliação; e o presidente Diogo dos Santos renunciou o posto.

O secretário geral do PT tijuquense, Leandro Serpa, comunica que em breve a direção deve realizar uma assembleia para decidir sobre a recomposição dos cargos vacantes.

Dito e feito

Postado em 16 de março de 2020
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Pedra cantada no Blog se confirmou na quinta-feira (12). O vereador Antônio Carlos Machado Junior, de Canelinha, enviou carta ao presidente municipal do MDB, Renilson Trindade, requerendo a desfiliação do partido. Ele alega que não se sente mais alinhado com o pensamento e o direcionamento do Manda Brasa canelinhense. “A política deve ser dinâmica e inclusiva, com debates, diálogos e a participação da comunidade”, pontua.

Machado Junior deve se filiar ao PSL nos próximos momentos. O vereador tem acordo prévio com o advogado Diogo Francisco Alves Maciel (PSL) para a formação de uma chapa na concorrência majoritária da Cidade das Cerâmicas.