sexta-feira, 12 de abril de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Extra! Extra!

Postado em 5 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

No último dia da janela da partidária, o União Brasil, de Tijucas, confirmou a adesão do vereador José Roberto “Betinho” Giacomossi. O parlamentar deve assinar a ficha de filiação ainda na manhã desta sexta-feira (5).

O Blog havia antecipado, dias atras, que Giacomossi estava decidido a deixar o PSD. Entre os motivos, estaria o desgaste da relação com a legenda, onde disputou três eleições consecutivas, sendo, inclusive, o primeiro vereador eleito pelo partido no município.

Antes de definir o futuro, o ex-superintendente da Fundação Municipal de Esportes comunicou o prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) sobre a desfiliação. Desde então, o vereador passou a conversar com o colega de parlamento municipal, Maurício Poli (UNIÃO), sobre a possibilidade de adesão ao novo grupo.

“Estava sempre conversando com o Maurício Poli, com o irmão dele, o Cesar (Mário César Poli). O projeto deles no União Brasil é muito legal e decidi acompanhá-los”, resumiu Giacomossi.

Mudar faz bem

Postado em 2 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Recentes movimentos levam a crer que o vereador José Roberto “Betinho” Giacomossi, de Tijucas, está de malas prontas para deixar o PSD. O primeiro parlamentar eleito pela legenda na história do município estaria, segundo fontes próximas, decidido a pedir a desfiliação.

Os motivos específicos ainda permanecem no campo da especulação. Um deles, porém, seria o desgaste da relação com o partido. Afinal, Giacomossi concorreu três vezes consecutivas (2012, 2016 e 2020) usando o 55 nos santinhos.

O ex-superintendente da Fundação Municipal de Esportes estaria, inclusive, repensando a candidatura. Fatores de cunho pessoal seriam empecilhos, mas que ainda dependem de avaliações profundas.

RÁPIDO E RASTEIRO

O Blog apurou que grupos políticos da Capital do Vale, cientes da possível – ora provável – saída, já teriam iniciado as tratativas com Giacomossi. O principal interessado é o PL e as primeiras investidas teriam partido do colega de parlamento e pré-candidato liberalista à prefeitura Fernando Fagundes.

Um bom filho…

Postado em 21 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Bruno Collaço | Agência AL

Quatro anos depois de deixar o PSD, migrar ao extinto PSL e, mais tarde, rumar ao Podemos para a disputa de uma cadeira na Assembleia Legislativa, o ex-prefeito Daniel Netto Cândido, de São João Batista, retornará ao partido que o revelou para a política. O martelo foi batido em um encontro com lideranças da legenda, ontem, em Florianópolis.

Ao Blog, Cândido revelou que a deputada estadual Ana Paula da Silva – recém-empossada presidente estadual do Podemos -, participou das tratativas para oficializar a desfiliação. Durante os últimos dias, aliás, não faltaram gestos de ambas as partes. A bombinense seguirá responsável pela organização da legenda, mas, a partir de agora, precisará montar o próprio grupo.

PONTO FUTURO

O deputado estadual suplente reafirmou a intenção de concorrer novamente à prefeitura da Capital Catarinense do Calçado. A volta ao PSD, inclusive, seria um dos passos necessários para o projeto, sobretudo para a reconstrução das relações com o MDB, o que viabilizaria a reedição da coligação vitoriosa em 2012, 2016 e 2020.

Nem mesmo as públicas desavenças com o prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB) atrapalhariam os planos. Isso porque, recentemente, Pedroca teria acenado ao grupo liderado pelo ex-mandatário e deixado o caminho livre para uma aproximação.

Entretanto, Cândido garante que as conversas ainda precisam evoluir. “Nada 100% fechado. Estamos abertos para conversar com todos. Ainda é muito cedo para cravar. Será uma construção daqui pra frente”, pondera.

ACLAMADO

A filiação do ex-prefeito ao PSD foi aprovada pelas principais lideranças da legenda no Estado. Entre elas, o presidente do partido, Eron Giordani, os prefeitos João Rodrigues, Clésio Salvaro e Topázio Silveira Neto, de Chapecó, Criciúma e Florianópolis, respectivamente, os deputados federais Ismael dos Santos e Darci de Matos, e os deputados estaduais Júlio Garcia, Napoleão Bernardes e Mário Motta.

O grupo vem incentivando a candidatura do batistense no pleito de outubro e, inclusive, boa parte é aguardada em um evento de filiação, agendada para o próximo dia 03 de abril.

Juntos outra vez

Postado em 19 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O presidente do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto) de Tijucas, Luiz Rogério da Silva, e o ex-senador da República, Dário Berger, estão novamente juntos em uma legenda política. A relação próxima da dupla foi evidenciada, mais uma vez, ontem, com o anúncio da filiação do ex-prefeito de Florianópolis e de São José ao PSDB.

Em novembro passado, o Blog havia antecipado que o tijuquense, antes de confirmar o retorno ao ninho tucano, consultou Dário e o irmão, Djalma, com quem nutre longa amizade. Naquele momento, a saída dos Berger do PSB era dada como certa e Rogerinho, então, antecipou a desfiliação para assumir a regência local do partido.

Dário Berger, segundo a imprensa especializada da Capital do Estado, pretende disputar, outra vez, a prefeitura de Florianópolis, cidade que governou em duas oportunidades, entre 2005 e 2012. A primeira, inclusive, pelo próprio PSDB.

EM TEMPO

Rogerinho é o convidado desta quinta-feira (21) do programa LINHA DE FRENTE. Na pauta, a reorganização do PSDB na Capital do Vale, os movimentos e as análises para o pleito municipal de outubro. Não perca!

“Removeu você”

Postado em 11 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Internet

O celular do vereador Fernando Fagundes, de Tijucas, ainda tocava incessantemente, logo após a veiculação da notícia publicada pelo Blog, quinta-feira (7), informando seu acerto com o PL, quando uma mensagem específica chamou a atenção do parlamentar: “Você foi removido”.

A notificação veio do grupo de WhatsApp nomeado “Executiva MDB Tijucas”. Imediatamente, uma das administradoras do bate-papo enviou um curto texto direcionado aos demais participantes alertando, especialmente a quem ainda não havia atualizado o noticiário, sobre a baixa.

“Bom dia. Removi o Fernando Fagundes a pedido dele, num telefonema que recebi agora. Fernando se filiou ao PL e segue sua trajetória naquela legenda política”, escreveu a membra do diretório local.

Dias antes, aliás, em reunião do partido, embora Fagundes parecesse desconfortável com as cobranças, a regência emedebista prenunciou que “em absoluto respeito aos filiados, ninguém deixaria o MDB na próxima janela partidária”, mesmo que os sinais mostrassem o contrário.

O Blog apurou que parte do grupo já sabia que a desfiliação era inevitável e não foi pega de surpresa. Outra, no entanto, ficou decepcionada.

Carta na mesa 

Postado em 4 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O ex-vereador e pré-candidato a prefeito de São João Batista, Juliano Peixer, assinou, na última sexta-feira (1º), o pedido de desfiliação do MDB batistense. O documento, inclusive, já foi recebido pela Executiva local. 

Fontes do Blog garantem que o empresário já participava, nos bastidores, do União Brasil. Entretanto, permanecia no partido do prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB) e se apresentava como uma opção para o pleito de outubro, principalmente se Pedroca optasse por não concorrer à reeleição. 

Peixer, até o momento, não confirmou oficialmente o seu próximo destino. Disse, brevemente, que pretende construir uma “aliança de partidos e pessoas”.

A reboque, não!

Postado em 29 de novembro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Nas trincheiras opostas ao prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD), o policial penal e ex-vereador Juarez Soares (CIDADANIA) decidiu se desfiliar do partido em que concorreu à Câmara Federal nas eleições de 2022. O motivo é a federação da legenda com o PSDB e o ingresso do presidente do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto) de Tijucas, Luiz Rogério da Silva, no ninho tucano.

“Existe a determinação nacional, de que temos que caminhar juntos. Rogerinho vai querer levar o partido para o grupo que administra o município atualmente. Como não compactuo com este governo, vou deixar o CIDADANIA”, explica o ex-presidente da Câmara Municipal.

ESVAZIAMENTO
A frustração tem sido a mesma para o presidente municipal do CIDADANIA, Edenilson Devitte, que ainda aguarda uma posição da executiva estadual para definir que caminho tomar. “Provavelmente, a maioria vai sair”, diz, em referência a um possível esvaziamento do partido em Tijucas.

RIVALIDADE
Os planos do CIDADANIA continuam sendo a oposição ao grupo governista. Nas eleições de 2020, o partido prestou apoio à campanha do empresário Thiago Peixoto dos Anjos (então no PDT, e atualmente no PL), que alcançou a segunda colocação no pleito. Antes, no entanto, havia apresentado a esposa do presidente municipal da legenda, Gislaine Devitte, como opção para a composição da chapa com a advogada e então vereadora Fernanda Melo (MDB) no mesmo pleito.

Desfiliação

Postado em 4 de outubro de 2021
  •  
  •  
  • 6
  •  
  •  

Outrora cobiçado, o PSL vem, pouco a pouco, caindo em desuso na política nacional. E no Vale do Rio Tijucas não tem sido diferente. Símbolo de novidade e, para muitos, de oportunidade, o partido acaba de perder uma prefeitura na região. O mandatário de Canelinha, Diogo Francisco Alves Maciel, se desfiliou.

O movimento é estratégico e tem a ver com as eleições gerais de 2022. Alves Maciel deixou as fileiras pesselistas para acompanhar o governador Carlos Moisés da Silva na próxima parada. O chefe do Executivo estadual, no entanto, ainda não definiu que legenda seguir, mas tem grandes chances de ingressar no PP — justamente, a agremiação originária do prefeito da Cidade das Cerâmicas e de onde foi, inclusive, presidente municipal.

Pasquim

Postado em 16 de julho de 2021
  •  
  •  
  • 5
  •  
  •  

Nos bastidores da política de São João Batista, tentou-se plantar a notícia de que o chefe de gabinete Juliano Peixer receberia, nos próximos momentos, a carta de exoneração e um convite para se desfiliar do MDB. A informação passou a ser disseminada hoje no WhatsApp, em redação de autor anônimo.

De acordo com o texto, Peixer vem sendo acusado de traição ao prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB) e aliança escusa a setores de oposição. Diz a nota que o chefe de gabinete estaria informando adversários do prefeito sobre temas tratados em sigilo na gestão, inclusive, com fotos de reuniões privativas na sede do governo municipal.

Fontes ligadas ao paço, entretanto, garantem que as informações são absolutamente falsas, com motivação unicamente política e forjadas para gerar instabilidades na administração. Até o momento, a prefeitura não se manifestou sobre o assunto.

Decepção em dobro

Postado em 9 de julho de 2021
  •  
  •  
  • 8
  •  
  •  

O presidente do PP de Nova Trento, vereador Jucelino Marino Chini, não deve permanecer por muito mais tempo no partido. Fontes do Blog garantem, inclusive, que ele já teria redigido a carta de desfiliação e aguarda o momento certo para comunicar publicamente a decisão.

Chini não foi convidado para uma reunião dos progressistas com vistas nas eleições municipais de 2024, e estaria se sentindo duplamente desprestigiado: porque foi boicotado no encontro dos correligionários e porque não faz parte dos planos do partido para o próximo pleito na Terra de Santa Paulina. Informações preliminares dão conta de que o PP neotrentino já estaria decidido a trabalhar os nomes do ex-secretário de Saúde do município, Maxiliano de Oliveira, candidato a prefeito vencido na última eleição, e do vereador Silvio César Correia para tentar a retomada da prefeitura.