domingo, 19 de maio de 2019 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Absolvição

Postado em 10 de maio de 2019

Transitou em julgado ontem, enfim, o processo contra o empresário Luiz Augusto Zucolotto Ferraz, o popular Gutto Ferraz, de Itapema, acusado de assédio por um modelo que agenciava. A ação tramitou por cinco anos e terminou com ganho de causa para o scouter e absolvição integral das acusações.

Desligado da GF ModelsDavid Salomão passou a divulgar nas redes sociais partes de conversas com Ferraz que sugeriam tentativas de manter relação consigo e com outros modelos da agência. Coube ao escritório Pellizzari Advogados a desconstrução dos argumentos e a comprovação da inocência do empresário.

Na época das denúncias, o caso ganhou proporção de escândalo na mídia regional. O agente e os advogados estudam, agora, uma representação contra Salomão por danos morais.

Direito de resposta

Postado em 10 de maio de 2019

Advogada e insigne conhecedora da lei, a vereadora Fernanda Melo Bayer (MDB), de Tijucas, usou o direito de resposta, hoje, na Rádio Vale, e deu entrevista mesmo sem ser convidada. Foi reafirmar as denúncias que fez ao Ministério Público sobre a aquisição, pelo município, de purpurina e livros didáticos com valores, segundo ela, acima dos praticados no comércio.

O pedido à emissora foi motivado pela participação, ontem, da secretária municipal de Educação, Neide Maria Reis, no Jornal Rádio Vale para se defender das acusações e, evidentemente, descreditar as denúncias da parlamentar.

Artilharia pesada

Postado em 8 de março de 2017

Diz o adágio popular que não está morto quem peleia. Consistentemente derrotado nas eleições majoritárias de Tijucas em 2016, o PMDB não quer saber de lamber as feridas e já programa, para os próximos momentos, uma série de ações contra a gestão do prefeito Elói Mariano Rocha (PSD).

De acordo com um passarinho transparente que repousa no ninho dos periquitos, o partido estaria formulando seguidas denúncias de nepotismo na administração municipal para encaminhar aos órgãos fiscalizadores. As delações de servidores em suposto desvio de função viriam em seguida.

Diz a ave sinistra, ainda, que os peemedebistas pretendem disseminar, também, uma lista de comissionados e seus vencimentos mensais nos mecanismos de propagação para invocar a ira da população contra o atual governo. Pois, então?!