segunda-feira, 21 de novembro de 2022 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Pazes e mais áudios

Postado em 21 de novembro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Houve quem apostasse que o vice-prefeito de São João Batista, Almir “Déi do Gás” Peixer (MDB) — seguramente aquele que mais vezes esteve no comando do município no mandato atual, na região —, jamais teria uma nova oportunidade na chefia do Executivo. Os palpites têm motivo: as acusações públicas, em setembro, do prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB) sobre o adjunto “fazer rolo” com a retirada, sem permissão, segundo ele, de um documento da prefeitura para fins político-eleitorais.

Mas as rusgas parecem ter sido superadas com o fim das eleições. Pedroca entrou novamente em férias e passou, hoje, o bastão para Déi, que administra a Capital Catarinense do Calçado nos próximos 15 dias.

TURBULÊNCIA

O mandatário batistense vem passando por um período turbulento na gestão. A greve dos professores da rede municipal, de acordo com as especulações, tem sido uma das principais razões.

Por mensagens de áudio — que, obviamente, como todas as outras que ele enviou antes, durante e depois da campanha de 2020, passaram a ser compartilhadas sucessivamente nas redes de conversação online do município e da região —, Pedroca chegou a criticar severamente vereadores de oposição que teriam remetido salgadinhos para os professores que se reuniam no protesto. Pois, então?!

Toma lá, dá cá

Postado em 2 de agosto de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Uma postagem enigmática da deputada estadual Ana Paula da Silva (PODE) nas redes sociais atiçou a curiosidade dos seguidores da ex-prefeita de Bombinhas. No Twitter, ela reproduziu o adágio “pau que dá em Chico, dá em Francisco”, antes de dizer que “tem Deus para corrigir as injustiças”. O motivo da publicação, no entanto, não foi revelado.

As especulações, contudo, apontam para as rusgas recentes entre Paulinha e o colega de parlamento Bruno Souza (NOVO), que vem criticando duramente o governador Carlos Moisés da Silva (REPUBLICANOS) e aliados, e que teve, recentemente, a vida devassada publicamente por um familiar. No Instagram, o deputado foi acusado por um irmão de crimes como lavagem de dinheiro, omissão de bens, falsificação de documentos e agiotagem.

IMPULSO

Espavorido com as acusações, o ex-prefeito de Governador Celso Ramos e pré-candidato a deputado estadual Juliano Duarte Campos (PSB) foi mais um que registrou, em comentário nas postagens do irmão do parlamentar, o desejo de encontrar Bruno Souza no plenário da Assembleia Legislativa a partir de 2023.

O embate, entretanto, deve ficar para outra oportunidade. Souza já anunciou candidatura a deputado federal nestas eleições.

Via de mão dupla

Postado em 1 de agosto de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Apoiador do projeto de reeleição do governador Carlos Moisés da Silva (REPUBLICANOS), o prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB), de São João Batista, criticou severamente a atitude do vereador e advogado batistense Nelson Zunino Neto (PP), que denunciou possíveis irregularidades no Plano 1000, do governo estadual, ao Tribunal de Contas do Estado. “Logo o doutor Neto, filho da presidente estadual da Rede Feminina de Combate ao Câncer, que recebeu recursos do governo… Isso não fica bem para São João Batista. Agora eu terei que explicar essa situação ao governador”, desaprovou o mandatário da Capital Catarinense do Calçado.

A comunicação foi aceita no TCE e o conselheiro Luiz Roberto Herbs pediu uma apuração sobre a ausência de informações a respeito do programa do governo estadual. De acordo a denúncia, “o Plano 1000 cria algo que não existe. Não é um plano orçamentário. É apenas uma peça publicitária para promoção pessoal do governador”.

Sobre a reprimenda do prefeito, Zunino Neto diz que “como cidadão, muito antes de advogado e vereador, tem o direito e o dever de denunciar o que acredita estar errado”. E responde, inclusive, que ter a presidente estadual da Rede Feminina de Combate ao Câncer, Maria Círia Aragão Zunino, como mãe, e a entidade ser assistida por recursos públicos, não isenta o governo estadual de ser investigado por qualquer que seja a acusação. Anos atrás, aliás, ele também registrou uma denúncia contra o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Sem desculpas

Postado em 13 de abril de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O prefeito de Major Gercino, Valmor Pedro Kammers (REPUBLICANOS), quer que o vereador Jade José “Tichico” David (PODE) faça uma reparação pública por tê-lo chamado de “aloprado” na tribuna da Câmara. O chefe do Executivo municipal enviou pedido de retratação à Casa do Povo dias atrás.

O ofício foi lido, mas o parlamentar, que acusa Kammers de tê-lo denunciado ao Ministério Público por manter uma propriedade próxima ao rio, não acatou.

Ao jornal Correio Catarinense, de São João Batista, o prefeito negou qualquer relação com o episódio e informou que o próprio MP pediu à prefeitura, em 2020, que realizasse um levantamento, por georreferenciamento, de construções no leito do Rio Tijucas para que todas as situações fossem analisadas. “Não é uma questão municipal”, pontuou o mandatário majorense sobre o caso.

Retribuição

Postado em 22 de outubro de 2021
  •  
  •  
  • 6
  •  
  •  

A deputada estadual Ana Paula da Silva (sem partido) promove, amanhã, no CTG Fazenda Silva Neto, em Canelinha, um encontro de lideranças regionais. Entre os convidados mais aguardados, e que já confirmou participação no evento, está o governador Carlos Moisés da Silva (sem partido).

A presença do chefe do Executivo estadual não é por acaso. Ele e Paulinha, que, inclusive, foi líder do governo na Assembleia Legislativa, criaram laços muito fortes nos últimos anos. A parlamentar, a propósito, assumiu praticamente sozinha a defesa de Moisés no período mais crítico da gestão — quando o governador foi acusado de participar da compra fraudulenta de aparelhos respiradores pelo Estado e chegou a perder o cargo. A hora, agora, é de retribuir.

Indenização milionária

Postado em 15 de março de 2021
  •  
  •  
  • 19
  •  
  •  

Em janeiro de 2021, o ex-atleta de futebol Dener Machado, de Canelinha, anunciou a aposentadoria precoce dos gramados, aos 23 anos, apontando “irresponsabilidades e negligências” em cirurgias e recuperação como jogador do Flamengo. Agora, o ex-zagueiro ingressou com ação trabalhista na Justiça contra o clube da Gávea, pedindo indenização de R$ 4,2 milhões. A informação foi publicada pelo portal Globoesporte.

O processo foi distribuído para a 1ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro e tem como base a alegação do canelinhense de que o departamento médico do Flamengo errou no tratamento de suas lesões a ponto de torná-lo inválido.

Cheque sem fundo

Postado em 4 de dezembro de 2020
  •  
  •  
  • 39
  •  
  •  

As eleições terminaram, mas os rescaldos da campanha abalizam ainda mais o MDB tijuquense. O imbróglio da vez tem como pano de fundo os repasses do MDB Diversidade para duas candidatas a vereadoras que teriam sido exclusivamente usados no projeto de conquista da prefeitura. O caso já envolve líderes da legenda, acusações de parte a parte, advogados, e até ameaças de denúncia no Ministério Público.

De acordo com fontes precisas do Blog, o dinheiro — R$ 31.400 divididos e destinados a uma candidata negra e outra de origens indígenas — teria servido para alguns gastos da campanha majoritária, entre mídia, salão de beleza, pagamentos de cabos eleitorais e despesas afins, que seriam compensadas na semana pós-pleito. Uma das candidatas, entretanto, discordante da manobra, encerrou a conta no dia seguinte às eleições e sustou os cheques que havia assinado; e provocou um pandemônio nas internas do partido.

Contabilidade e lideranças, agora, quebram a cabeça para encontrar uma solução antes que o episódio tome proporções maiores e que a candidata a vereadora, acusada de usurpação, orientada por um especialista em Direito Eleitoral, cumpra o que prometeu e chame o Ministério Público para a discussão. Pois, então?!

Denúncias e respostas

Postado em 5 de novembro de 2020
  •  
  •  
  • 33
  •  
  •  

HenriqueAntônio Zeferino “Tonho Polícia” Amorim usaram um grupo de conversação online para acusar o vereador Rudnei de Amorim (PSD) de ameaças à irmã, a servidora pública municipal Nadir Amorim (PSD), que concorre à Câmara Municipal de Tijucas nestas eleições. Em mensagens de áudio enviadas à rede social, eles disseram que o parlamentar teria intimidado a candidata “atrás da prefeitura” e que ela teria chegado em casa chorando.

Rudnei classificou a acusação como “loucura” e disse que vai procurar as vias judiciais. “Nem na prefeitura eu estive. Estão tentando criar um fato porque estou bem no Timbé (reduto eleitoral dos irmãos Amorim). Vão pagar caro! É impossível que a Justiça deixe isso impune”, rebateu o vereador e candidato à reeleição.

MAIS UMA

Denúncia semelhante fez o candidato a vereador Ivorlei Alves de Assis, o Ney NKD (PSB), que publicou fotos de uma suposta agressão no Facebook e atribuiu o feito a “uma pessoa a mando do candidato Maickon Sgrott (PP)”.

O filho do ex-prefeito Uilson Sgrott, que disputa uma cadeira no parlamento tijuquense pela primeira vez, respondeu com outra publicação na rede. Na postagem, sem destinatários, ele apenas exibe um letreiro com a frase “A força da tua inveja é a velocidade do meu sucesso”. Pois, então?!

Pedágio de Governador

Postado em 6 de novembro de 2019
  •  
  •  
  • 23
  •  
  •  

Bombinhas fez escola na região. A partir do próximo dia 15, Governador Celso Ramos também vai cobrar a TPA (Taxa de Preservação Ambiental) de veículos forasteiros que acessarem o município. Até agora, em Santa Catarina, o pedágio veranista existia apenas a Capital do Mergulho Ecológico.

A prefeitura de Governador Celso Ramos justifica que a população, que é de 14 mil habitantes, fica dez vezes maior na alta temporada e que os custos de manutenção e limpeza das praias chegam a R$ 1,5 milhão.

As tarifas também são semelhantes às de Bombinhas — baseadas, segundo a concessionária, em estudos técnicos e de impacto ambiental, que levaram em conta cada categoria de veículos. Começam em R$ 5 para motocicletas e R$ 22 para carros de passeio, e vão a R$ 130 para ônibus.

ISENÇÕES

Pelo menos 3.495 pessoas solicitaram isenção de cobrança da TPA de Governador Celso Ramos até o início desta manhã. Donos de imóveis na cidade podem cadastrar de um a três veículos por propriedade.

EMPRESAS DIFERENTES

Chegou-se a ventilar, na região e nas mídias sociais, que os consórcios vencedores das licitações em Bombinhas e Governador Celso Ramos eram administrados em sociedade; fato que o diretor técnico da Inco — que vai gerir o sistema de cobrança da TPA na cidade —, Dauren Monteiro, nega veementemente. “A própria imprensa já divulgou, com base nos dados da Receita Federal. São empresas diferentes”, garante.

Ilações sobre irregularidades no processo de licitação estão sendo tratadas pelo departamento jurídico do consórcio, que promete tomar medidas judiciais. De acordo com a Inco, as acusações têm motivação unicamente política.

WhatsApp e tribunal

Postado em 28 de outubro de 2019
  •  
  •  
  • 33
  •  
  •  

O ex-secretário municipal e pretenso candidato ao Legislativo tijuquense nas próximas eleições Artur Tomazoni Filho (MDB) — que geriu a pasta de Obras, Transportes e Serviços Públicos no governo do ex-prefeito Valério Tomazi (MDB) — provocou a ira do vereador Rudnei de Amorim (DEM), semana passada, num grupo de conversação online. O doesto, em mensagens encaminhadas, de que o parlamentar “deveria ser capa da revista ‘Pequenas empresas, grandes roubos‘” superou a crítica comum e pode parar nos tribunais. O democrata ameaça levar o caso à Justiça.

Tomazoni Filho publicou que o vereador “chegou na Câmara com um carro velho, com o cano de descarga batendo, e hoje tem um flat em Bombinhas e um apartamento de frente para o mar em Itapema” e concluiu, em seguida, que o feito seria “uma verdadeira multiplicação de pães”. Amorim, por sua vez, retrucou que os imóveis citados têm “seis, sete, oito anos, frutos de muita luta e empenho, e declarados no Imposto de Renda” e cominou: “vai responder por isso!”. Pois, então?!