quarta-feira, 4 de agosto de 2021 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Decepção em dobro

Postado em 9 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O presidente do PP de Nova Trento, vereador Jucelino Marino Chini, não deve permanecer por muito mais tempo no partido. Fontes do Blog garantem, inclusive, que ele já teria redigido a carta de desfiliação e aguarda o momento certo para comunicar publicamente a decisão.

Chini não foi convidado para uma reunião dos progressistas com vistas nas eleições municipais de 2024, e estaria se sentindo duplamente desprestigiado: porque foi boicotado no encontro dos correligionários e porque não faz parte dos planos do partido para o próximo pleito na Terra de Santa Paulina. Informações preliminares dão conta de que o PP neotrentino já estaria decidido a trabalhar os nomes do ex-secretário de Saúde do município, Maxiliano de Oliveira, candidato a prefeito vencido na última eleição, e do vereador Silvio César Correia para tentar a retomada da prefeitura.

Esvaziamento

Postado em 10 de novembro de 2020
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Treze minutos e 20 segundos. Esse foi o tempo total do debate entre candidatos a prefeito de São João Batista, sábado (7), na Rádio Clube. Os três postulantes à chefia do Executivo da Capital Catarinense do Calçado presentes, Angelo Zunino de Azambuja (PT), Estevan Nascimento (PL) e Heriberto Eurides de Souza (CIDADANIA), não concordaram com a ausência do representante situacionista Pedro Alfredo Ramos (MDB) e decidiram, em comum acordo, depois das apresentações, abandonar o evento.

Eles já haviam debatido na noite anterior, na VipSocial TV, novamente sem Pedroca, e combinado, naquela feita, o boicote ao duelo da Clube — que acusam de envolvimento direto na campanha do candidato governista. A pastora evangélica Fernanda Adorne (PSC), outra concorrente à prefeitura, que sente os sintomas da Covid-19, foi outra das ausências no debate da rádio batistense.

Em defesa da emissora, o radialista Hercolis Marcos, mediador do debate, lamentou o posicionamento dos candidatos e falou em “tradição”, “compromisso com a comunidade” e reiterou que o evento foi organizado para que os postulantes à prefeitura apresentassem suas propostas “independente de gostarem ou não da Clube”.

Vitória da pressão?

Postado em 21 de fevereiro de 2018
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

“Assim que voltar de Brasília, o Adalto (Gomes (PT), vice-prefeito de Tijucas) deixa o comando da secretaria de Obras, Transportes e Serviços Públicos”, garante quem goza do convívio do petista. O adjunto tijuquense viajou ontem à capital federal com o prefeito Elói Mariano Rocha (PSD). Aos mais próximos, ele confirma que estaria fatigado com a pressão imposta por líderes do governo e conselheiros sobre a administração municipal.

“Ele reclama, inclusive, que está sendo boicotado. Não liberam recursos para a realização de obras impactantes. Se a decisão não partir do prefeito, ele mesmo joga a toalha”, conclui a fonte, com exclusividade para o Blog.