segunda-feira, 21 de outubro de 2019 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Vereador, não. Prefeito, sim.

Postado em 15 de outubro de 2019

O empresário Sidney Machado, que somou 221 votos na concorrência proporcional de 2016, diz, para quem quiser ouvir, que está decidido: não vai se candidatar novamente à Câmara Municipal e passou a ser pré-candidato a prefeito. Ou no PSL, para o qual já se dispôs; ou no PSC — mas apenas se o secretário de Desenvolvimento Econômico do município, Jean Carlos de Sieno dos Santos, de fato, deixar a legenda.

Machado garante que tem conversas adiantadas com a cúpula social cristã estadual e um grupo de 43 pessoas para encorpar o partido em Tijucas.

CAMINHO LIVRE

Sieno dos Santos, por sua vez, revela, com exclusividade ao Blog, que pretende deixar o caminho livre para o empresário e, sobretudo, servir, com orientações, se solicitado, na entrega do PSC às novas lideranças. O secretário de Desenvolvimento deve se filiar, na próxima janela, a um partido com estrutura maior, capaz de suportar as recém-instituídas regras eleitorais para candidaturas proporcionais.

Bastidores da relação

Postado em 10 de outubro de 2019

Há mais mistérios entre o céu e a terra do que a vã filosofia dos homens pode supor. Os comemorados R$ 8,23 milhões que o governo estadual destinou a Tijucas, para asfaltamento da Avenida Beira-Rio, têm algumas particularidades interessantes. E a política, evidentemente, seria a principal.

De acordo com um passarinho incolor — que jura ter ouvido o secretário adjunto da Casa Civil estadual, Matheus Hoffmann Machado, afirmar e confirmar —, a relação entre o prefeito Elói Mariano Rocha (PSD) e o PSL vai muito além da diplomacia. Diz a ave sinistra que existe um acordo, alinhado e sublinhado, para que o chefe do Executivo tijuquense concorra à reeleição, em 2020, com o número 17 na urna. Hum…

Projeto à prova

Postado em 7 de outubro de 2019

Presidente da recém-suspensa comissão provisória do PSL em Tijucas, o psicólogo Gerson Henrique Marcelino mostrou preocupação com a proximidade entre o prefeito Elói Mariano Rocha (PSD) e o governador Carlos Moisés da Silva (PSL) — confirmada, publicamente, na cerimônia que oficializou a destinação de R$ 8,23 milhões dos cofres estaduais para o asfaltamento da Avenida Beira-Rio, sexta-feira (4).

Ao fim do evento, Marcelino conversou com o deputado estadual Onir Mocellin (PSL), uma das autoridades presentes no cerimonial e a quem o tijuquense assessora na Assembleia Legislativa, sobre os rumos do partido na Capital do Vale. O bombeiro militar de reserva, no entanto, parece não se opor à sugerida aliança entre PSD e PSL para o pleito de 2020, mas diz que “precisa haver um diálogo entre as partes”. Pois, então?!

Sai um, entra outro

Postado em 26 de setembro de 2019

Próxima presidente do MDB de Tijucas, a vereadora Fernanda Melo Bayer recebeu correligionários, ontem, em casa, para resolver, definitivamente, a formação do diretório e da executiva municipal. Entre os quais, o ex-prefeito Elmis Mannrich, que, inicialmente, havia rejeitado a chapa apresentada.

No ato, Mannrich não fez ponderações, não argumentou e sequer falou. Entrou mudo e saiu calado. Permaneceu, por prestígio, entre os 45 membros votantes nas convenções, mas foi relegado na executiva e perdeu o posto de delegado estadual do partido.

As vantagens que o diretor técnico da Aresc (Agência Reguladora de Serviços Públicos de Santa Catarina) ostentava na representação municipal do MDB ficaram todas com o também ex-prefeito Valério Tomazi, a quem a próxima presidente vem tratando de “braço direito”. Pois, então?!

Reforço

Postado em 24 de setembro de 2019
Foto: Divulgação

O suplente de vereador Deoclecio Amancio, popular Cinho do Sertão, que concorreu à Câmara em 2016 e somou 179 votos, assinou, sexta-feira (20), filiação no MDB de Porto Belo. O prefeito Emerson Stein (MDB) comemorou o feito nas redes sociais.

Stein, a propósito, vem cimentando o projeto de reeleição com o fortalecimento do MDB — dias atrás, entumeceu as fileiras do partido com 60 novos membros — e, sobretudo, com a prostração dos rivais, especialmente os petistas, que governaram o município com Evaldo Guerreiro na gestão anterior e que ainda encabeçam o pelotão oposicionista para 2020.

Progressistas

Postado em 9 de setembro de 2019

Vereador, presidente da Câmara Municipal e do PP tijuquense, o empresário Vilson Natálio Silvino recebe correligionários progressistas e simpatizantes da legenda para eleger, hoje, às 19h11, na sede social do Jardim das Amendoeiras, na região central de Tijucas, o diretório municipal e a executiva do partido para o biênio 2019-2020.

Ao Blog, questionado se reassume a presidência, Silvino diz apenas que “vão haver novidades”. Pois, então?!

Renovação solidária

Postado em 4 de setembro de 2019
Foto: Divulgação

Tijucas tem, agora, uma representação do Solidariedade. O presidente estadual do partido e suplente de deputado federal Osvaldo Olavio Mafra, de Itajaí, esteve recentemente na Capital do Vale para oficializar a comissão municipal, que tem o produtor cultural Diocélio “Dhio” Adelino dos Santos na presidência.

Entre os princípios do Solidariedade tijuquense, segundo a direção, está a propalada renovação. “Somos pessoas comuns, fora do meio político tradicional, convictas de que juntas podemos fazer o melhor pelo município”, pontua o vice-presidente da legenda, João Daniel Ramos.

O partido, recém-constituído na cidade, deve ser uma das novidades — como o PSL, o Podemos e o PRTB — na próxima concorrência eleitoral de Tijucas, em 2020.

Partido de Tijucas

Postado em 3 de setembro de 2019

O vice-prefeito Adalto Gomes foi alçado à regência do PL tijuquense, e a vereadora Maria Edésia da Silva Vargas (PT) virou alvo do partido do amigo e ex-correligionário. Contatos prévios já foram realizados, e uma segunda rodada de conversas deve marcar as próximas semanas.

Déda, que cumpre o primeiro mandato na Câmara Municipal, confirma o convite, mas diz que, por ora, continua no “Partido de Tijucas” — uma maneira branda que ela encontrou para se referir ao PT dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso, e Dilma Rousseff, que sofreu impeachment, sem provocar desagrado em quem ouve.

Liberal e oficial

Postado em 2 de setembro de 2019
Foto: Divulgação

Se o ex-presidente do PL em Tijucas, Ricardo de Oliveira, foi contra o ingresso do vice-prefeito Adalto Gomes no partido, o mesmo não se diz do ex-vice-presidente da legenda, Eduardo Gil — o terceiro, da esquerda para a direita, abraçado ao adjunto tijuquense —, que se manteve nas fileiras liberais e garantiu, inclusive, um posto na executiva municipal.

Na foto estão, ainda, o ex-vice-prefeito Roberto Vailati (PT), o empresário Pedro Pierezan, o senador Jorginho Mello (PL-SC) e o presidente da Câmara Municipal, vereador Vilson Natálio Silvino (PP), todos no evento de reestruturação do partido na Capital do Vale, sexta-feira (30).

Gomes assumiu a presidência do PL tijuquense e foi lançado, oficialmente, com a bênção do senador e presidente estadual da legenda, pré-candidato a prefeito nas eleições de 2020. Cerca de 200 pessoas, entre políticos, eleitores e simpatizantes, participaram do ato, no pavilhão de eventos da Igreja de Nossa Senhora dos Navegantes, na Praça.

Um entra, outro sai

Postado em 27 de agosto de 2019

Presidente do PL de Tijucas — ainda que as ações da executiva municipal estejam suspensas por falta de prestação de contas —, o empresário Ricardo Oliveira trata de “política suja” a inclusão do vice-prefeito Adalto Gomes, a ser oficializada na sexta-feira (30), nas fileiras do partido. “Falei para o Jorginho (Mello, senador e líder da legenda no estado) que se o Adalto entrasse, eu sairia”, revela.

Oliveira reforça, ainda, que discorda, sobretudo, dos rumos do PL na Capital do Vale. “O senador foi eleito com apoio do MDB e agora põe um petista no comando do partido? Então, que fiquem pra eles. Não era isso que queríamos”, reclama.