sábado, 24 de outubro de 2020 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Revezamento

Postado em 14 de outubro de 2020

Mais um capítulo na novela que enreda a cadeira do vereador licenciado Odirlei Resini (MDB) na Câmara Municipal de Tijucas. Novo despacho do TJSC (Tribunal de Justiça de Santa Catarina) decreta a nulidade do ato que nomeou e empossou Cláudio Tiago Izidoro (PP) na vaga e a consequente nomeação e posse de Oscar Luiz Lopes (MDB). A decisão atenta, ainda, para “risco de dano grave ou de difícil reparação se mantido o atual quadro no Legislativo tijuquense”.

Portanto, de acordo com o mais recente entendimento, a cadeira pertence ao MDB e não a Izidoro — que era filiado à legenda em 2016, alcançou votação superior à de Lopes, mas que, em seguida, deixou as fileiras emedebistas e em março se transferiu para o PP. Desde que Resini se licenciou da vereança para servir à Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Meio Ambiente, os suplentes vêm se revezando na vaga; não por acordo entre si, mas por deliberações judiciais que ora contemplam uma parte e depois outra.

Pleito digital

Postado em 5 de agosto de 2020

Assim como na última, em 2018, as próximas eleições devem seguir a tendência da orientação digital. Ou seja, aqueles que tiverem maior desenvoltura na internet, têm mais chances de sucesso no pleito. A aposta do PSB de Tijucas no pré-candidato a vereador Ivorlei Alves de Assis não é por acaso; e tem esse elemento de captação de votos como pano de fundo.

Ney, como gosta de ser chamado, movimenta a recôndita página “NKD Publicidade” nas redes sociais. Diz que tem seguidores e apoiadores não apenas na cidade, mas no Estado e no país inteiro; e que pretende usar essa ferramenta em benefício da campanha e do partido. Atentos, os ex-vice-prefeitos Roberto Carlos VailatiLuiz Rogério da Silva, que comandam a legenda na Capital do Vale, compraram a ideia.

Cadeira sem dono

Postado em 14 de julho de 2020

A vaga aberta na Câmara Municipal de Tijucas com a nomeação do vereador Odirlei Resini (MDB, mas alinhado politicamente com a administração) para o comando da Secretaria de Agricultura, Pesca e Meio Ambiente pertence ao primeiro suplente Cláudio Tiago Izidoro (ex-MDB, agora no PP) ou ao partido? De acordo com uma recente liminar, o MDB tem direito à cadeira; e o segundo suplente Oscar Luiz Lopes (MDB) deve assumir o posto no parlamento tijuquense nesta quinta-feira (16).

Izidoro, por sua vez, recorreu da decisão. Mas, neste momento, está impedido de participar das sessões. O grupo político do prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) estuda, agora, a possibilidade de regresso de Resini para a Câmara e o consequente barramento de Lopes e do MDB no Legislativo municipal.

Protagonismo

Postado em 29 de junho de 2020

O ex-vice-prefeito Roberto Vailati não montaria um partido com tantas figuras protuberantes da política local se o projeto não fosse ousado na mesma proporção. Sabe-se agora, de fontes fidedignas, que o PSB entrou de vez na disputa pelo segundo nome na chapa do prefeito e pré-candidato à reeleição Eloi Mariano Rocha (PSD).

Na proposta peessebista, a candidatura a vice-prefeito no plano governista vem sendo encarada como uma possibilidade real e viável. O próprio Vailati, que contaria com respaldo unânime da executiva e filiados — além da bancada do partido na Câmara, formada pelas vereadoras Elizabete Mianes da Silva e Maria Edésia da Silva Vargas —, vem se dispondo à vaga. As tratativas seguem à toda na seara situacionista; mas podem, inclusive, ser levadas à oposição em caso de insucesso nas negociações.

Velha novidade

Postado em 9 de junho de 2020

Depois de idas e vindas, o PSL tijuquense tem nova — e velha! — comissão provisória até 31 de dezembro. O bombeiro militar de reserva Gerson Henrique Marcelino volta à presidência da legenda na Capital do Vale, com o contabilista e advogado Paulo Roberto Severiano, de novo, de vice. A validação do órgão foi anotada ontem na Justiça Eleitoral.

De acordo com os novos dirigentes, o partido está apto, agora, a participar das próximas eleições municipais. Eles aguardam orientações da executiva estadual para decidir se negociam uma coligação majoritária, ou se lançam candidatura própria à prefeitura e nominata de candidatos a vereadores no pleito que se avizinha.

Reorganização

Postado em 13 de maio de 2020

A representação do PT em Tijucas tem nova direção executiva desde sexta-feira (8). O artista plástico Leandro Serpa assumiu a presidência, e o conselheiro tutelar Tannay Vaz Júnior foi escolhido vice-presidente do partido no município. A estrutura institucional da legenda na Capital do Vale conta, ainda, com secretários de Organização, Finanças e Planejamento, Formação, Movimentos Populares e Comunicação.

As recentes saídas do vice-prefeito Adalto Gomes, agora no PL, e do ex-vice-prefeito Roberto Vailati, que passou ao PSB, além da renúncia do então presidente Diogo dos Santos, provocaram medidas emergenciais no PT municipal. O partido não decidiu, ainda, porém, se vai participar das eleições deste ano em Tijucas.

Progressistas reforçados

Postado em 3 de abril de 2020

A representação do PP tijuquense ganhou reforços para a disputa proporcional deste ano. Os vereadores Juarez Soares (ex-CIDA) e Cláudio Tiago Izidoro (ex-MDB) acabam de assinar filiação ao partido do presidente da Câmara, Vilson Natálio Silvino.

Além deles, o filho do ex-prefeito Uilson Sgrott (DEM), empresário Maickon Campos Sgrott, que deve concorrer a uma cadeira no Legislativo municipal nestas eleições, também ingressou nas fileiras progressistas nesta janela.

De volta ao jogo

Postado em 11 de março de 2020

Diz o adágio que “quem é do mar não enjoa“. E o ex-vice-prefeito Roberto Carlos Vailati pode ser uma mostra clara dessa sabedoria popular. Afastado da política — e dedicado, exclusivamente, à advocacia, à família, aos negócios, aos cavalos e ao pôquer —, ele vem se mostrando, ultimamente, mais empenhado do que nunca na reconstrução do PT em Tijucas.

Depois que o vice-prefeito Adalto Gomes se filiou ao PL, os petistas ficaram representados apenas pela vereadora Maria Edésia da Silva Vargas na Câmara Municipal; e, principalmente pelo desgaste nacional, vêm encontrando sérias dificuldades na formação de uma nominata consistente para a concorrência proporcional deste ano. Vailati, porém, entrou no jogo. E deve fazer o que for preciso para que a estrela vermelha volte a brilhar na Capital do Vale.

Aliança com o presidente

Postado em 3 de março de 2020
Foto: Divulgação

Proclamado representante do Vale do Rio Tijucas nos apoiamentos ao Aliança pelo Brasil — partido, ainda em formação, que tem o presidente Jair Messias Bolsonaro como causa principal —, o suplente de vereador Sidney Machado, de Tijucas, gravou o depoimento da vice-governadora Daniela Reinehr, sábado (29), em Florianópolis, sobre o movimento. Ela também aguarda a homologação do Aliança para assinar filiação à nova legenda.

De acordo com Machado, as assinaturas para a oficialização do partido já chegaram a 1 milhão. Inicialmente, eram necessárias 500 mil. “Falta apenas o Tribunal Eleitoral reconhecer, para que possamos participar das eleições deste ano com o Aliança pelo Brasil”, comenta o tijuquense.

Enquete sem partido

Postado em 26 de fevereiro de 2020

A presidente do MDB tijuquense e vereadora Fernanda Melo Bayer não gostou de ver a bandeira do partido atrelada à imagem do ex-vereador Antônio Zeferino Amorim nas enquetes pré-eleitorais da internet. Partiu dela a determinação para que o perfil “NKD Publicidade” no Facebook não vinculasse o nome do policial militar de reserva à legenda, alegando que Tonho Polícia não é filiado ao MDB e, portanto, não pode ser o representante emedebista no próximo pleito majoritário.

A medida gerou intempéries entre familiares do ex-vereador e o comando do MDB municipal. Irmão e braço direito do candidato a vice-prefeito em 2012, Henrique Amorim não poupou críticas à atitude da presidente; e até o termo “retardada” foi atribuído a ela em mensagem de áudio enviada ao grupo de conversação online “Pomba Branca”. Pois, então?!