terça-feira, 18 de junho de 2019 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Persistência

Postado em 11 de junho de 2019
Foto: Divulgação

O prefeito de Bombinhas, Paulo Henrique Dalago Müller (DEM), bem que poderia instalar um escritório em Brasília. É um dos mais presentes da região na capital federal. Ontem, a propósito, esteve com o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canutto, para, mais uma vez, apresentar projetos e pleitear recursos.

A conversa rendeu, e resultou no agendamento, já na próxima semana, da visita dos técnicos do ministério à Capital do Mergulho Ecológico para a análise de investimento. As pedidas, em obras federais no município, somam cerca de R$ 12 milhões.

À espera

Postado em 11 de junho de 2019

Se a relação entre prefeito e vice, de fato, desandar, Elói Mariano Rocha (PSD) já teria um nome (?) para substituir Adalto Gomes (PT) no comando da Secretaria Municipal de Obras, Transportes e Serviços Públicos de Tijucas: Renato Sartori, atual chefe do Departamento de Estrada de Rodagem.

Quem goza da confiança do presidente deposto do PSL conta que ele esfrega as mãos à espera do confronto final, e vem revelando que tem a garantia de Mariano Rocha para, assim que o desacerto se consumar e Gomes deixar o governo, assumir a pasta de Obras. Pois, então?!

Chave de Ouro

Postado em 29 de outubro de 2018

Pouco mais de 60 dias nos separam de 2019, e o governo federal está apresentando o programa Desafio Chave de Ouro, que tem o objetivo de acelerar a execução de obras e ações, a fim de que sejam entregues à população ou empreendidas ainda neste ano. Entre as 20 principais, com status de prioridades, está o Centro de Educação Integral de Bombinhas.

Aqui se faz…

Postado em 9 de outubro de 2018

Se tem alguém que, de fato, colheu o que plantou no Vale do Rio Tijucas, foi o ex-governador e candidato a senador não eleito Raimundo Colombo (PSD). Sua melhor posição foi registrada em Tijucas, com 6.654 votos e o segundo lugar, provavelmente mais pelo prestígio dos cabos eleitorais do que propriamente por si. Nos outros municípios com prefeitos do seu grupo político – São João Batista e Nova Trento –, não passou de terceiro e quarto colocado entre postulantes ao Senado, com 4.561 e 2.067 votos respectivamente.

Colombo pagou pelas ausências na região, por ter assinado uma ordem de serviço para a revitalização da SC-410 e a obra ter ficado quase inteira apenas no papel, por nunca ter se interessado pela rota turística do Vale e jamais ter visitado o Santuário de Santa Paulina em sete anos de governo, e, mais recentemente, por ter lavado as mãos – o que gerou litígios homéricos com correligionários locais – quando o imbróglio da penitenciária em Tijucas tirou o sossego da população.

Homem de aço

Postado em 19 de abril de 2018

O vice-prefeito de Tijucas, Adalto Gomes (PT), certamente tem um santo forte. Secretário de Obras, Transportes e Serviços Públicos do municípios, ele marcha na corda bamba desde a virada do ano. É um recorde. E, pelo andar da carruagem, pode entrar no Guiness.

Os burburinhos nos corredores da prefeitura cessaram. O clima, atualmente, é de conformismo. Até mesmo o Conselho – formado por líderes partidários da aliança, empresários e ex-gestores públicos para propor medidas políticas e administrativas no governo de Tijucas –, que pressionava o prefeito Elói Mariano Rocha (PSD) pela substituição na gerência da pasta, silenciou.

As bolsas de apostas, que eram quase unânimes em desfavor do secretário, vêm recebendo, neste momento, outro palpite. O jogo virou. Já tem quem faça uma fezinha de que Gomes consiga se manter no comando das Obras municipais também na próxima gestão, seja quem for o prefeito. Pois, então?!

Propaganda ruim

Postado em 18 de abril de 2018

O artista plástico Rafael Zaca, de Tijucas, recorre ao Blog para lamentar a indiferença do Poder Público com as obras que assinou na cidade. Inaugurado em janeiro de 2012, o Monumento da Gente – que homenageia os trabalhadores da comunidade da Praça, simbolizados na figura dos pescadores –, em frente ao Ginásio de Esportes João Madalena, reforça a preocupação do escultor. “As pessoas me ofendem quando vêem a obra naquele estado de degradação. Falta manutenção”, reclama.

Embora honrado por ter realizado o trabalho, Zaca garante que a situação, além de incômoda, é danosa à sua imagem como artista. “Hoje, tento vender outras obras e não consigo. Deveria haver um cuidado, ou me prejudica muito”, conclui.

Impedimento

Postado em 23 de março de 2018

Naquele inoxidável enredo sobre a troca de comando na Secretaria Municipal de Obras, Transportes e Serviços Públicos do município de Tijucas, mais uma vitória para os nanicos. O grupo de pequenos partidos, como Patriota, PPS e PV, todos apoiadores da eleição do prefeito Elói Mariano Rocha (PSD), comemora o êxito na força-tarefa para impedir a nomeação do empresário Irineu Carlos Battistotti Filho, o Juninho, na gerência da pasta.

Nomes que agradam os pequenos são o do chefe do Departamento de Estrada de Rodagem e Transportes, Renato Sartori (Patriota), o do assessor de Obras e Serviços Públicos, Diogo dos Santos (PT), e, na última das hipóteses, o do vereador Vilson Natálio Silvino (PP). O atual secretário, vice-prefeito Adalto Gomes (PT), segue em férias, viajando, alheio às discussões.

Futuro secretário

Postado em 19 de março de 2018

Com a saída iminente do vice-prefeito Adalto Gomes (PT) do comando da Secretaria de Obras, Transportes e Serviços Públicos do município de Tijucas, as sugestões de possíveis substitutos para o posto não param de chegar à mesa do prefeito Elói Mariano Rocha (PSD). Líder emérito dos petistas na Capital do Vale, o ex-vice-prefeito Roberto Vailati já deixou claro ao chefe do Executivo municipal que o partido não abre mão da pasta, e tem uma indicação pontual.

O empresário Irineu Carlos Battistotti Filho, popular Juninho, concunhado de Vailati, aguarda apenas a convocação e, consequentemente, a nomeação para assumir a gerência do departamento. De acordo com fontes do Blog, esta é, no momento, a alternativa que satisfaz a coalizão. Mariano Rocha, inclusive, já teria conversado com o futuro secretário de Obras e acertado os detalhes finais.

Emoção pra valer!

Postado em 12 de março de 2018
Foto: Divulgação

Os servidores da Secretaria de Obras, Transportes e Serviços Públicos do município de Tijucas podem ter dificuldades para dormir. Além do habitual café, aquele fardo de Coca-Cola à disposição dos trabalhadores pode atuar negativamente no organismo durante o período de descanso, dizem especialistas consultados pelo Blog.

Orientações técnicas à parte, sem hipocrisia, não há nada melhor, também, que um refrigerante gelado no desestresse do trabalho, não é mesmo? Desde que… Pois, então?!

Últimos momentos

Postado em 27 de fevereiro de 2018

De fonte segura: o vice-prefeito Adalto Gomes (PT) cumpre os últimos momentos na Secretaria de Obras, Transportes e Serviços Públicos do município de Tijucas. Durante viagem a Brasília, na semana passada, o adjunto e o prefeito Elói Mariano Rocha (PSD) teriam acertado os ponteiros em relação ao tema. A transição deve ser efetivada em comum acordo.

Nomes de possíveis substitutos para o comando da pasta são lançados constantemente na mesa do chefe do Executivo municipal. A manobra que alçaria o vereador Cláudio Tiago Izidoro (MDB) ao cargo perdeu força. Gomes, a propósito, estaria empenhado em emplacar um afilhado. O ex-vice-prefeito Roberto Vailati (PT) também teria uma sugestão, com o argumento de que o PT deve ser mantido na gerência de Obras. Correm por fora, ainda, o vereador Vilson Natálio Silvino (PP) – que não confirma contatos com a administração municipal nesse sentido – e um servidor do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto), homem de confiança do diretor da autarquia e presidente do PSD no município, Jilson José de Oliveira.

COMPENSAÇÃO

Para que o vice-prefeito continue atuante no governo municipal, pode ser instituída, em breve, a Secretaria de Planejamento Urbano. A gerência do departamento seria entregue a Adalto Gomes, que continuaria no trato, sem maiores cobranças e desgastes, da infraestrutura de Tijucas.

ALÉM DO HORIZONTE

Declarado postulante à chefia do Executivo municipal nas eleições de 2020, o vice-prefeito esteve sempre ciente dos riscos da Secretaria de Obras. O clamor popular por melhorias significativas na infraestrutura do município vem representando a prostração desse projeto. No momento, menos é mais.

A popularidade de Adalto Gomes, no entanto, pode ir à prova antes do que se imagina. O clã do petista vem se reunindo para lançar o nome do adjunto tijuquense, mais uma vez, na disputa por uma cadeira na Assembleia Legislativa nestas eleições. Na última, em 2010, ele alcançou a marca dos 5.973 votos – destes, 3.670 somente em Tijucas.