quarta-feira, 16 de fevereiro de 2022 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Preferidos

Postado em 14 de fevereiro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Dirigentes do PT em Tijucas já definiram preferências a pré-candidatos nestas eleições. Para a presidência da República, obviamente, estarão com Luiz Inácio Lula da Silva; mas devem, também, oficializar apoio a Pedro Uczai para a Câmara Federal e se dividir por Pedro BaldisseraLuciane Caminatti no pleito ao parlamento estadual.

 

As confirmações foram feitas diretamente aos interessados, semana passada. Na comitiva à Assembleia Legislativa estiveram o presidente municipal do PT, Leandro Serpa, o vice-presidente Tannay Vaz Júnior e o secretário de Organização do partido, Pedro Costa. Durante os encontros, anunciaram, ainda, que pretendem instalar um comitê de campanha na Capital do Vale.

UNIDOS, MAS NEM TANTO

Os anúncios, entretanto, não contemplam o pré-candidato do PT ao governo estadual, Décio Lima. O alinhamento da regência municipal com o presidente do partido em Santa Catarina ficou comprometido.

Desde que Lima decidiu anuir o retorno do ex-vice-prefeito Adalto Gomes às fileiras petistas, contrariando a recomendação — ou exigência — do comando da legenda em Tijucas, a relação esfriou. A definição antecipada de preferidos para o Legislativo estadual e para a Câmara dos Deputados pode, ainda, ser uma retaliação à postura do pré-candidato ao governo, que, provavelmente, contava com o apoio dos correligionários tijuquenses à campanha da mulher, Ana Paula Lima, que tem raízes na cidade.

Longe de casa

Postado em 11 de janeiro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O ex-vice-prefeito Adalto Gomes, que concorreu à prefeitura de Tijucas filiado ao PL em 2020, agora, vota em Florianópolis. Ele precisou mudar o domicílio eleitoral para reingressar no PT, uma vez que a regência tijuquense do partido não admitiu o retorno do policial rodoviário federal aposentado às fileiras petistas.

Gomes, a propósito, revelou, em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, na VipSocial TV, no fim de 2021, que apenas “usou” o PL para disputar o pleito de 2020, mas que, se fosse eleito, teria deixado a legenda na primeira oportunidade. Ainda mais com a recente chegada do presidente Jair Bolsonaro, de quem diverge em absoluto, aos quadros do partido. Assista:

Talk show com personalidades da política que tenham relação direta ou indireta com o Vale do Rio Tijucas e a Costa Esmeralda, o LINHA DE FRENTE vai ao ar semanalmente, todas as quintas-feiras, às 19h30, na VipSocial TV e com transmissões simultâneas nas redes FacebookYouTube e Instagram.

Missão de retorno

Postado em 30 de novembro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A propósito da nota “Cabo de guerra“, de hoje no Blog, o ex-vice-prefeito Adalto Gomes informa que já se filiou novamente ao PT, que ele considera uma agremiação nacional e que independe de protocolos locais. O policial rodoviário federal aposentado diz, ainda, que apenas cumpre um chamado do presidente estadual da legenda, ex-deputado federal Décio Lima, que deve concorrer ao governo, e da ex-senadora e ex-ministra Ideli Salvatti para reorganizar o partido regionalmente e apoiar o movimento eleitoral em prol do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Vale do Rio Tijucas e adjacências.

Gomes, que continua ativo no processo político e social de Tijucas — sobretudo com a reintegração ao Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Tijucas, entidade que já presidiu e que espera revitalizar —, garante que tem única e exclusiva intenção de contribuir com o fortalecimento do PT na região, e, de forma especial, com as campanhas da ex-deputada estadual Ana Paula Lima (PT), de Décio Lima e de Lula nas próximas eleições gerais.

Cabo de guerra

Postado em 30 de novembro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O ex-vice-prefeito Adalto Gomes, de Tijucas, quer regressar ao PT de qualquer maneira. Para tanto, e diante da negativa unânime e definitiva da regência municipal, ele vem recorrendo à executiva do partido em Santa Catarina — especialmente ao presidente estadual da legenda, ex-deputado federal Décio Lima, com quem mantém relação histórica e inabalada — para ter novamente portas abertas.

Lima, que advoga em favor do ex-adjunto tijuquense, tentou convencer o presidente do PT na Capital do Vale, artista plástico Leandro Serpa, de que a admissão de Gomes deveria ser chancelada no diretório municipal; e informou que uma reunião, imbuída de ato solene para filiação do policial rodoviário federal aposentado, estava agendada para os próximos dias. Mas o comando local do partido segue irredutível, considera a postura do presidente estadual desrespeitosa e arbitrária, e ameaça levar a questão à executiva nacional.

No fim de 2019, o ex-vice-prefeito deixou as fileiras petistas, onde militou por quatro décadas, para ingressar no PL e concorrer à prefeitura nas eleições passadas. Mas certamente não imaginou que o retorno às origens seria tão tortuoso.

Sem retorno

Postado em 17 de maio de 2021
  •  
  •  
  • 20
  •  
  •  

Se o ex-vice-prefeito Adalto Gomes (PL) quiser, de fato, voltar às fileiras do PT — onde conquistou todas as vitórias eleitorais do currículo, em quatro décadas de militância —, vai mesmo precisar recorrer a instâncias superiores. A regência municipal do partido em Tijucas não admite, de maneira alguma, o retorno do policial rodoviário federal aposentado aos quadros petistas.

Na semana passada, o PT da Capital do Vale emitiu nota oficial a respeito do tema e tratou a saída de Gomes, no fim de 2019, para o PL, como “estratégia personalista”. O comunicado diz, ainda, que “a direção executiva, o diretório municipal, a militância e os simpatizantes do partido não compactuam com velhas práticas autoritárias e coronelistas, que ferem a construção democrática e o socialismo”, evidenciando, de forma incisiva, o desagrado com o caminho tomado pelo ex-companheiro para a disputa das eleições de 2020.

Café amargo

Postado em 7 de maio de 2021
  •  
  •  
  • 18
  •  
  •  

O café, na área de convivência do Hipermercado Koch, que reuniu o ex-vice-prefeito Adalto Gomes (PL) e o presidente do PT em Tijucas, artista plástico Leandro Serpa, nesta semana, foi frio e sem açúcar. Na mesa, além das xícaras, o projeto de retorno do policial rodoviário federal aposentado para as fileiras do partido onde sempre militou, mas que, por estratégia eleitoral, abdicou.

Serpa, assim como a maior parte da regência petista do município, não admite a volta do ex-adjunto tijuquense aos quadros do partido. E deixou claro, olho no olho, durante o encontro. Gomes, por sua vez, avisou que, se necessário, acionaria a executiva estadual da legenda. Pois, então?!

Porta fechada

Postado em 30 de abril de 2021
  •  
  •  
  • 18
  •  
  •  

O presidente do PT em Tijucas, artista plástico Leandro Serpa, diz que “recebe com surpresa” o movimento de regresso do ex-vice-prefeito Adalto Gomes (PL) ao partido. Segundo ele, “existe um processo em construção, uma visão estratégica, e o diretório municipal não entende o policial rodoviário federal aposentado como um quadro desse projeto”.

Outro dirigente do partido em Tijucas, o administrador Pedro da Costa ainda confrontou o ex-deputado federal Décio Lima, presidente estadual do PT — que se mostrou favorável ao retorno de Gomes às fileiras petistas —, ontem, durante a transmissão do programa LINHA DE FRENTE na VipSocial TV. “Décio, já consultou os petistas de Tijucas sobre o retorno dessas pessoas ao partido?”, comentou, em tom de cobrança.

À casa torna

Postado em 28 de abril de 2021
  •  
  •  
  • 60
  •  
  •  

O ex-vice-prefeito Adalto Gomes, que, oficialmente, ainda responde pela presidência do PL em Tijucas — por onde, inclusive, concorreu à prefeitura em 2020 — vem anunciando a desfiliação do partido. E deve levar consigo os fieis seguidores que o acompanharam na mudança, no fim de 2019. O destino do grupo é o PT, de novo.

Consultado pelo Blog, Gomes confirmou o movimento e justificou: “somos de esquerda, e o senador (Jorginho Mello, presidente do PL em Santa Catarina) é muito de direita”. As tratativas para o retorno às fileiras petistas já iniciaram.

Vice-prefeito no PL

Postado em 26 de março de 2021
  •  
  •  
  • 25
  •  
  •  

Se existem conversas nesse rumo, não se sabe; mas o senador Jorginho Mello, presidente do PL em Santa Catarina, quer o vice-prefeito Sérgio “Coisa Querida” Cardoso (PSD), de Tijucas, nas fileiras liberais e com candidatura à Assembleia Legislativa nas próximas eleições. A revelação foi feita ontem, durante entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, ao vivo, na VipSocial TV. “Queremos que ele seja nosso representante aí. Ficaríamos muito maiores e mais qualificados. Ele vai ser o que quiser!”, disse.

Mello, a propósito, confirmou que o PL tijuquense — que tem o ex-vice-prefeito Adalto Gomes na presidência — passa por reformulações. De acordo com o senador, o cozinheiro José Vicente de Souza e Silva, o Zezinho, presidente da Associação de Moradores de Nova Descoberta, que alcançou 643 votos na disputa proporcional de 2020 e não se elegeu por quociente eleitoral, teria preferência para gerir o diretório na Capital do Vale. “Ele, junto com Coisa Querida, vão comandar o partido”, profetizou. Assista à entrevista na íntegra:

Talk show com personalidades da política que tenham relação direta ou indireta com o Vale do Rio Tijucas e a Costa Esmeralda, o LINHA DE FRENTE vai ao ar semanalmente, todas as quintas-feiras, às 19h30, na VipSocial TV e com transmissões simultâneas nas redes FacebookYouTube e Instagram.

Líder em ascensão

Postado em 11 de janeiro de 2021
  •  
  •  
  • 32
  •  
  •  

O ex-vice-prefeito Adalto Gomes, que concorreu à prefeitura de Tijucas nas eleições de 2020 e somou apenas 556 votos, não deve permanecer no comando do PL municipal. Pelo menos foi o que ficou sublinhado na visita do senador Jorginho Mello (PL-SC) à Capital do Vale, sábado (9).

Durante reunião com correligionários em Nova Descoberta — e sem a presença de Gomes —, o senador considerou que “o partido precisa de uma reformulação”. Mello, que vem pavimentando a estrada para a disputa do governo estadual em 2022, foi recepcionado pelo cozinheiro José Vicente de Souza e Silva, o Zezinho, presidente da Associação de Moradores do bairro, que alcançou 643 votos na disputa proporcional de 2020 e não se elegeu por quociente eleitoral, e que teria intenção de tomar as rédeas do PL tijuquense.