domingo, 3 de março de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Bastidores do “golpe”

Postado em 16 de fevereiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

De acordo com a Justiça Eleitoral, o PT de Tijucas tem nova direção. O produtor cultural João Daniel Ramos foi designado presidente da comissão municipal semanas depois da eleição interna que definiu o conselheiro tutelar Tannay Vaz Junior no comando do partido. A ordem veio da executiva estadual, e o processo caminhou em segredo.

“De fato, perdemos o prazo para o registro da nova comissão, que deveria ser realizado até dia 23 (de janeiro). Esperávamos deixar de ser comissão provisória e passar a diretório. Porém, ficamos sem contato com a executiva, e imaginamos que tudo seria regularizado naturalmente, sem qualquer problema, como sempre aconteceu. Fomos surpreendidos, mas estamos nos movimentando para reaver o partido”, explica Vaz Junior, militante do PT há mais de quatro décadas.

COMANDANTE

O novo presidente do PT tijuquense não é um completo desconhecido na seara política. Além de ser casado com o também produtor cultural Diocélio Adelino dos Santos, o Dio, que foi candidato a deputado estadual nas eleições de 2022, esteve com o marido na chefia do SOLIDARIEDADE em Tijucas entre 2019 e 2022.

O casal, a propósito, havia tentado filiação ao PT em oportunidade passada, mas esbarrou na falta de afinidades com a regência tijuquense. Tanto que, para ingressar nas fileiras petistas, recorreu à executiva estadual.

FIO CONDUTOR

Chama a atenção que o recém-empossado secretário de Formação do PT tijuquense, Adenio da Silva, seja cunhado do advogado e ex-vice-prefeito Roberto Carlos Vailati, um dos principais expoentes do partido no município e que acumulava diferenças com o comando da comissão petista local, especialmente com o artista plástico Leandro Serpa e com o assistente administrativo da UFSC, Pedro da Costa, que controlavam as ações da legenda na Capital do Vale.

O assunto tem sido debatido entre lideranças do PT municipal.

Onde há fumaça…

Postado em 1 de fevereiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O status da relação entre PL e PP passou ao próximo nível em São João Batista. As principais lideranças dos dois partidos se reuniram ontem no Centro Administrativo do Estado para assumir o “namoro”.

Sentados à mesa, estavam o presidente do PL batistense Felipe Lemos, o ex-prefeito Aderbal Manoel dos Santos, maior expoente do PP na Capital Catarinense do Calçado, e o braço direito do governador Jorginho Mello (PL) e presidente do PL de Florianópolis, Heleno Orlandino.

O interesse na construção de um projeto conjunto, segundo apuração do Blog, tem sido mútuo e conta com o aval da cúpula liberalista estadual. Lemos acredita que uma composição com o PP, legenda tradicional e de grande apelo eleitoral no município, engrandeceria o projeto, tanto na aliança majoritária quanto na proporcional.

Prefeito de 2005 a 2012, Santos, por sua vez, entende que o jovem empreendedor, estreante na política, além de apresentar a novidade ao pleito, ajudaria na oxigenação do PP, que já não administra São João Batista há 11 anos, quando, justamente, ele deixou a prefeitura.

ABERTO AO DEBATE

Consultado pelo Blog, Felipe Lemos confirmou a aproximação com o PP e revelou que “as conversas evoluíram bastante nos últimos dias”. Entretanto, pondera que se mantém aberto ao diálogo com todas as correntes possíveis e que, em princípio, deve seguir avaliando o cenário.

“Nós do PL vemos com bons olhos uma aliança com o PP. É uma das grandes forças de São João Batista e tem o ex-prefeito Aderbal, que é meu amigo pessoal, como grande liderança. Mas, tenho dito que nossa construção nos deu credibilidade para conversar com todos os grupos. Nós não abrimos mão das nossas convicções e ideais. Vamos seguir debatendo e pensando em uma São João Batista melhor”, justifica.

Online

Postado em 5 de setembro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Redes Sociais

Os vereadores de inclinação oposicionista de Tijucas tem, a partir de agora, um canal de comunicação direta para debate de ideias e pautas, além de organização dos trabalhos do grupo no Poder Legislativo tijuquense.

Em minoria, o quarteto, formado por Fernando Fagundes (MDB), Esaú Bayer (MDB), Cláudio Eduardo de Souza (PDT) e Erivelto Leal dos Santos (PDT), organizou um grupo de WhatsApp, que até então não existia entre os opositores ao governo de Eloi Mariano Rocha (PSD).

Nesta segunda-feira (4), inclusive, os quatro vereadores realizaram uma reunião presencial, em uma sala fechada da Casa do Povo. O encontro, a propósito, foi divulgado nas redes sociais dos parlamentares.

Fontes precisas do Blog, acostumadas a mergulhar nas mais profundas ondas cibernéticas da grande rede chamada internet, garantem, ainda, que as conversas pretendem transformar o grupo online “Oposição 2021/2024” em “Situação 2025/2028”. Pois então?!

Segurança em pauta

Postado em 30 de agosto de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Câmara de Vereadores de Tijucas

Uma recente decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu as Guardas Municipais como forças de segurança, garantindo o chamado “poder de polícia” para os agentes, que poderão atuar como um reforço para as policiais Militar e Civil.

Em cidades da região, como Porto Belo e Itapema, a Guarda já atua há alguns anos na segurança pública. Em Tijucas, o vereador Maickon Campos Sgrott (PP) pretende encabeçar um projeto similar.

O ex-presidente do Poder Legislativo municipal propôs um debate sobre o assunto e frisou que a cidade necessita do reforço. Hoje, a Guarda em atividade no município tem apenas a organização do trânsito como atribuição.

“Estamos vendo diariamente furtos e roubos em nossa cidade. Infelizmente, a Polícia Militar e a Polícia Civil contam com baixo efetivo, que não aumenta há bastante tempo. Itapema tem, Porto Belo tem, Balneário Camboriú tem… Estamos esperando por Tijucas”, explicou o parlamentar.

Capacitação sobre o ICMS

Postado em 2 de agosto de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

O início da semana foi de capacitação sobre o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) Educação para 11 municípios da região. O objetivo do encontro, no auditório da Amfri (Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí), foi a aplicação correta dos indicadores gerados em decisões estratégicas de políticas públicas educacionais.

O evento foi promovido pelos colegiados de Educação e Contabilidade da associação, e reuniu técnicos da área pedagógica, de programas federais e de políticas públicas educacionais.

O alinhamento dos conceitos e dos fundamentos legais, por meio de apresentações com debates e ideias, e o atendimento individual dos municípios a fim de analisar situações de unidades escolares e redes municipais de ensino dividiram a programação em duas etapas.

Os mediadores foram os técnicos do TCE-SC (Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina).

Esvaziamento

Postado em 10 de novembro de 2020
  •  
  •  
  • 12
  •  
  •  

Treze minutos e 20 segundos. Esse foi o tempo total do debate entre candidatos a prefeito de São João Batista, sábado (7), na Rádio Clube. Os três postulantes à chefia do Executivo da Capital Catarinense do Calçado presentes, Angelo Zunino de Azambuja (PT), Estevan Nascimento (PL) e Heriberto Eurides de Souza (CIDADANIA), não concordaram com a ausência do representante situacionista Pedro Alfredo Ramos (MDB) e decidiram, em comum acordo, depois das apresentações, abandonar o evento.

Eles já haviam debatido na noite anterior, na VipSocial TV, novamente sem Pedroca, e combinado, naquela feita, o boicote ao duelo da Clube — que acusam de envolvimento direto na campanha do candidato governista. A pastora evangélica Fernanda Adorne (PSC), outra concorrente à prefeitura, que sente os sintomas da Covid-19, foi outra das ausências no debate da rádio batistense.

Em defesa da emissora, o radialista Hercolis Marcos, mediador do debate, lamentou o posicionamento dos candidatos e falou em “tradição”, “compromisso com a comunidade” e reiterou que o evento foi organizado para que os postulantes à prefeitura apresentassem suas propostas “independente de gostarem ou não da Clube”.

Suspeita de Covid

Postado em 28 de outubro de 2020
  •  
  •  
  • 28
  •  
  •  

O vice-prefeito e candidato a prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB), de São João Batista, afastou-se das atividades de campanha por suspeita de contágio da Covid-19. De acordo com o anúncio nas redes sociais do empresário, ele teve contato recente com uma pessoa que testou positivo e passou a apresentar alguns sintomas. “Já fiz o exame e estou tomando os remédios”, informou.

Com a decisão, Pedroca deixou de participar do painel realizado pela CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) de São João Batista, ontem à noite, e deve faltar, também, ao debate do Jornal Razão, em Tijucas, nesta sexta-feira (30).

Prato cuspido

Postado em 30 de setembro de 2020
  •  
  •  
  • 8
  •  
  •  

Quem imaginou que, com a ausência do prefeito e candidato à reeleição Moacir Montibeler (MDB), o debate entre postulantes à prefeitura de Canelinha, sexta-feira (25), no VipSocial, seria um jogo de compadres entre Antônio da Silva (PP) e Diogo Francisco Alves Maciel (PSL) — com ataques congregados à administração municipal —, enganou-se redondamente. Especialmente da parte do estreante na eleição, que chegou, inclusive, a elogiar a atual gestão em determinado momento, e, com frequência surpreendente, descompor o concorrente progressista.

Por estratégia ou motivos escusos, nem pareceu, durante o embate, que Alves Maciel nutria alguma estima por Silva, que ganhou lastro eleitoral no comando do PP e abraçado ao ex-prefeito, e que quase chegou a firmar aliança com os colas-brancas na véspera da convenção peesselista. Se a intenção era mostrar que o divórcio foi assinado e consumado, o advogado seguiu fielmente a cartilha. Pois, então?!

Desinteresse

Postado em 8 de abril de 2020
  •  
  •  
  • 21
  •  
  •  

Os sindicatos patronal e de empregados nas fábricas de calçados de São João Batista deram de ombros à reunião, por videoconferência, hoje à tarde, com o coordenador do Fórum Parlamentar Catarinense, deputado federal Daniel Freitas (PSL). Convidados, o SincaSJB (Sindicato das Indústrias de Calçados de São João Batista) apenas destacou uma representante — a secretária da entidade, Viviane Sardo — e o Sintrical (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Calçados de São João Batista) sequer compareceu ou justificou a ausência.

Quarto maior polo calçadista do país, o município sofre com os impactos da pandemia Covid-19. Se por um lado a Capital Catarinense do Calçado segue sem nenhum caso confirmado da doença, por outro já contabiliza mais de duas mil demissões desde o início das medidas de isolamento social.

A situação foi apresentada pelo prefeito Daniel Netto Cândido (PSL) ao coordenador. Na reunião, acordou-se que as demandas do município para minimizar os prejuízos serão debatidas com prioridade no Fórum, que é composto por todos os deputados federais e senadores catarinenses, e levadas ao presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Fala, presidente!

Postado em 18 de julho de 2019
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Presidente do PT em Tijucas, o servidor público municipal Diogo dos Santos assina correspondência ao Blog para ressalvar a nota “Grupo fechado“, de ontem. A carta reconhece a importância do vice-prefeito Adalto Gomes “em todos os momentos do partido”, mas esclarece que não há, neste momento, uma definição sobre o apoio petista no pleito majoritário de 2020. “Nossos debates giram em torno da escolha de uma nova direção e da formação de uma nominata forte de candidatos a vereadores que representem o PT nas eleições de 2020”, pontua.

Santos diz, ainda, que o apoio a Gomes, “ou a qualquer outra alternativa que possa surgir”, não está descartado, mas reforça que essa discussão, por ora, “não está na pauta” do partido.