quinta-feira, 30 de maio de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Representação

Postado em 13 de maio de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Vicente Schmitt | Agência AL

A região da Costa Esmeralda tem, desde o último dia de abril, um novo representante na Assembleia Legislativa de Santa Catarina. O suplente de deputado estadual André de Oliveira (NOVO), natural de Itapema, assumiu a cadeira do colega Matheus Cadorin (NOVO), que pediu licença do cargo.

O itapemense conquistou 12.165 votos nas eleições de 2022, condição que o garantiu a primeira suplência da legenda. Inicialmente, Oliveira permanecerá na função por 30 dias, mas há a possibilidade de que o período seja estendido.

“A expectativa é muito boa. Eu e minha equipe estamos trabalhando para fazer uma agenda positiva para Itapema e região. Vamos priorizar infraestrutura, mobilidade urbana, saúde e educação”, disse o mais novo deputado estadual catarinense, antes da posse.

CURRÍCULO

André de Oliveira tem 33 anos, é formado em engenharia de controle de automação e atua na Construção Civil de Itapema. Em 2016, concorreu ao Poder Legislativo municipal, mas atingiu apenas a terceira suplência do então PMDB – hoje MDB.

Dois anos mais tarde, tentou uma das 40 cadeiras do parlamento estadual e recebeu 12.326 sufrágios e foi o candidato mais votado do PODEMOS. Entretanto, a legenda não atingiu o coeficiente eleitoral e ficou sem representação na Alesc. Em 2020, foi candidato a prefeito e ficou em segundo lugar na disputa.

Soldado liberal

Postado em 10 de maio de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

O desejo de representar o PL nas eleições municipais de outubro, em Tijucas, segue vivo no empresário Thiago Peixoto dos Anjos. O segundo colocado no pleito de 2020 defende, entretanto, a união do grupo e, principalmente, a coalizão das lideranças.

Em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, Peixoto dos Anjos explicou que, embora houvesse um acordo prévio de que os números das pesquisas de intenção de voto fossem determinantes para a definição do indicado, os três postulantes poderiam chegar a um consenso, por meio do diálogo.

“A forma justa é a pesquisa. Mas uma boa conversa sempre resolve. Da forma que for resolvido, não vai deixar mágoas, rastros, rusgas com ninguém… Quem tiver mais habilidade eleitoral, capacidade de agrupar, capacidade de voto e tenha estrutura. Acredito que os três tem essas condições”, pontuou, em referência ao vereador Fernando Fagundes e o ex-secretário municipal Sidney Machado.

O empresário, ainda, defende uma indicação natural, para evitar que uma imposição atrapalhe os planos do grupo. “Toda vez que algo foi goela abaixo, deu errado. Todo mundo que bateu o martelo e queria ser de qualquer forma, não levou sorte. É só olhar o histórico da cidade. Se não for construído, conversado, subindo degrauzinho por degrauzinho, não dá certo. E nós vamos fazer pra dar certo”, ponderou.

PREFERÊNCIA

Embora ainda defenda a sua própria indicação, Peixoto dos Anjos garante que apoiaria qualquer decisão do partido e que poderia, inclusive, compor chapa como candidato a vice-prefeito ou ajudar, de alguma outra forma, caso Fagundes seja o escolhido.

“O Fernando é um cara de quatro eleições. Um cara testado, retestado e aprovado pelas urnas. Tem uma capacidade de articulação no Governo do Estado enorme, querido… Eu me sentiria 1.000% à vontade de estar ao lado dele, apoiando como candidato a prefeito, caso for. Vamos tentar botar o partido lá dentro, com todo mundo ajudando”, explicou.

Novidade 

Postado em 9 de maio de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

O prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB), de São João Batista, nomeou a advogada Camila Ruediger Pöpper para a Procuradoria-Geral do município. A função estava vaga desde o pedido de desligamento entregue pela então procuradora, Neiva Cordeiro, no meio de abril. 

A nova servidora é natural de Florianópolis e, no currículo, apresenta um histórico de assessorias a desembargadores no Tribunal de Justiça de Santa Catarina, além de um período atuando na equipe jurídica do Banco do Brasil. A advogada trabalhou, ainda, na procuradoria da prefeitura de Brusque, durante aproximadamente seis anos. 

Pedroca afirmou que a experiência profissional foi fundamental para a nomeação. “Estamos muito felizes por termos conseguido uma profissional com grande currículo e experiência para assumir a função. Tenho certeza que vai ser uma excelente adição”, pontuou o mandatário. 

Hora delas

Postado em 9 de maio de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

A participação das mulheres nos movimentos políticos tem sido uma das bandeiras de muitos partidos, especialmente após as eleições gerais de 2022. Na região, há um relevante e importante crescimento do PL Mulher, organizado em todo o Vale do Rio Tijucas.

Eventos voltados às alas femininas da legenda foram realizados nos cinco municípios, todos com grande participação. Em Tijucas, o grupo é presidido pela empresária Filomena Mello, irmã do governador Jorginho Mello, o que, sem dúvidas, é um trunfo para novas adesões.

As liberalistas, aliás, promovem palestras com lideranças femininas do partido, atraindo outras mulheres que se indentificam com as ideologias. Já participaram dos encontros a vice-governadora Marilisa Boehm, as deputadas federais Daniela Reinehr e Júlia Zanatta, e a deputada estadual Ana Campagnolo.

PRESTIGIADAS

Embora os encontros sejam voltados preferencialmente ao público feminino, outros líderes do PL na região também são presença marcante, como foi o caso do vereador e pré-candidato a prefeito de Tijucas, Fernando Fagundes, quinta-feira passada, na Live Shows & Eventos.

Sem benefícios 

Postado em 9 de maio de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O deputado estadual Altair Silva (PP), natural de Major Gercino, no Vale do Rio Tijucas, protocolou, nesta semana, um projeto que propõe a criação de impedimentos para ocupantes e invasores de terras rurais e urbanas, em Santa Catarina. 

Silva defende que pessoas envolvidas em movimentos similares não têm direito de receber auxílios, benefícios ou ter acesso a programas do Governo do Estado. A proposta também quer proibir que membros destes grupos ocupem cargos na administração pública catarinense. 

O majorense explicou que a medida é necessária após a passagem do “Abril Vermelho”, idealizado pelo MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra). Estima-se que 35 propriedades tenham sido invadidas durante o período, em 15 estados brasileiros. 

“Precisamos coibir o avanço dos invasores, principalmente do MST, por meio de lei. Eles levam insegurança a quem trabalha, a quem produz e a nossos empreendedores, e devem sofrer consequências por seus atos”, pontuou o parlamentar. 

Passo certo

Postado em 8 de maio de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Prefeitura de Tijucas

O UNIÃO BRASIL de Tijucas reforça sua condição de “noiva” na política local. O partido, que há pouco tempo sequer tinha representação no município, hoje aparece como boa opção para composições e conjunturas para o pleito de outubro.

Naturalmente, as lideranças do movimento têm uma aproximação maior com os pré-candidatos governistas, de PSD e PP. Entretanto, não há qualquer definição. De certo, até aqui, somente a intenção de cumprir um papel de destaque em chapa majoritária, conforme orientação da Executiva estadual.

O grupo aguarda pelas movimentações e, neste momento, uma regra é clara: a próxima jogada precisa ser certeira. “Estamos articulando, conversando, para, quando dermos um passo, que seja o passo certo. Tudo depende de mais pessoas, de pesquisas… mas está caminhando”, revelou ao Blog, com exclusividade, o vereador e um dos articuladores do projeto Maurício Poli.

Parlamentar de primeiro mandato e possível indicado em eventual composição, Poli pontua que as recentes ações consolidaram o partido em Tijucas. “Hoje, o UNIÃO tem uma bancada com três vereadores. Não somos pequenos. E estamos nos fortalecendo a cada dia”, resumiu.

Rede forte

Postado em 8 de maio de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

A ligação do prefeito Joel Orlando Lucinda (MDB), de Porto Belo, com a pesca, nunca foi segredo para ninguém. Pelo contrário. O mandatário portobelense sempre se orgulhou da tradição local – que serve de fonte de renda para muitos moradores -, e tem relação estreita com a prática.

Prova disto foi a disposição do chefe do Executivo municipal em viajar à Capital Federal, nesta semana, para uma audiência no Congresso Nacional. O encontro tem o objetivo de debater sobre a importância da corvina, que pode ter sua pesca proibida pelo Governo Federal.

Lideranças pesqueiras de Santa Catarina, a exemplo do mandatário portobelense, demonstraram preocupação diante da possibilidade, especialmente pelo impacto socioeconômico. Lucinda viajou acompanhado por pescadores de Porto Belo, que também participaram da audiência.

Filho adotivo

Postado em 8 de maio de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo | Redes Sociais

A situação de calamidade pública vivida em Eldorado do Sul, cidade amplamente atingida pelas águas do Rio Jacuí e do Lago Guaíba, no Rio Grande do Sul, sensibilizou a deputada estadual Ana Paula da Silva (PODE) e o prefeito de Bombinhas, Paulo Henrique Dalago Muller (PSD).

O casal fez contato direto com o prefeito eldoradense, Ernani de Freitas (PDT), comprometendo-se em ajudar na reconstrução da cidade. A intenção dos bombinenses é “adotar” o município e concentrar os esforços em diferentes frentes de trabalho.

Caminhões carregados de mantimentos básicos e mais urgentes para o momento, como água, colchões e materiais de limpeza, serão enviados ainda nesta semana. Além disso, o mandatário prometeu encaminhar profissionais da Saúde, maquinários e outros servidores para ajudar na mão-de-obra.

“Depois da ligação, tive vontade de chorar. Mas, como agora é hora de mostrar força e união, e como bombinenses, catarinenses e humanos que somos, vamos reconstruir essa cidade”, escreveu o prefeito.

EM TEMPO: Dentre as quase 400 cidades afetadas pela maior catástrofe climática da história do Rio Grande do Sul, a cidade de Eldorado do Sul aparece como uma das mais devastadas. O município tem 40 mil habitantes e tem praticamente 100% do território submerso, o que provocou a evacuação total do município.

À espera

Postado em 7 de maio de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

As definições no PL tijuquense podem ser a peça que falta no quebra-cabeças do ex-prefeito Elmis Mannrich (MDB) para a disputa eleitoral de outubro. Ele ainda considera que uma composição com o partido do governador Jorginho Mello seja a melhor alternativa para o pleito.

Mannrich segue os ensinamentos do saudoso governador Luiz Henrique da Silveira, que costumava dizer que “quando se pode fazer uma eleição morro abaixo, não é inteligente fazê-la morro acima”. As conversas com o PL existem, mas as incertezas da regência municipal da legenda sobre quem deve ser o representante do grupo – o vereador Fernando Fagundes, o ex-secretário municipal Sidney Machado ou empresário Thiago Peixoto dos Anjos – e que caminho seguir têm esfriado as negociações.

“Estamos trabalhando e aguardando a formação do cenário. Mas temos nosso planejamento e excelentes nomes no MDB. Podemos optar por chapa pura”, diz o ex-prefeito e pré-candidato. Especula-se que as opções com maior apelo no partido sejam o vereador Cláudio Eduardo de Souza, o Cláudio do Jornal, e o ex-vereador Antônio Zeferino Amorim, o Tonho Polícia.

Fumaceiro

Postado em 7 de maio de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O tom ácido e crítico adotado pelo vereador Maickon Campos Sgrott (PP), de Tijucas, ao apontar problemas do município e, por consequência, falhas do governo de Eloi Mariano Rocha (PSD), não passou despercebido por quem acompanhou, ontem, a sessão ordinária da Câmara.

Sgrott, que sempre esteve alinhado à bancada governista e vem pleiteando o direito de representar o grupo nas eleições de outubro, não aliviou e pontuou alguns descontentamentos da comunidade, sobretudo no trânsito e na limpeza de áreas públicas.

Em uma resposta ao colega de parlamento e de bancada, Claudemir “Bigodinho” Correa (PSD) – que ironizou a quantidade de debates a respeito do “trânsito e dos entulhos” -, o tom foi ainda mais ácido e poderia facilmente ser confundido com o discurso de um oposicionista.

“Se a nossa cidade não tivesse entulhos espalhados como temos, se tivesse as faixas do asfalto e os meios-fios bem pintados, se tivéssemos um portal bonito na região do antigo trevo de acesso a Tijucas, se tivéssemos aquela região embaixo da ponte um pouco mais adequada, se tivéssemos os semáforos mais bem ajustados, muitas reclamações não estariam acontecendo e não passaríamos por esse desgaste”, bradou Sgrott.

BURBURINHO

Já se especula nas rodas de conversa sobre a política local que o parlamentar estaria tentando se “descolar” do governo municipal, evitando, assim, qualquer desgaste dos quase oito anos de gestão. Outros, menos epidérmicos, acreditam que Sgrott estaria apenas atuando de maneira responsável e buscando soluções para o município, acima de qualquer bandeira ideológica. O tempo dará razão a quem tem.