quarta-feira, 4 de agosto de 2021 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Recurso a caminho

Postado em 7 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O ex-prefeito Gian Francesco Voltolini (PP), condenado em primeira instância a pagamento de multa e ressarcimento do erário municipal em R$ 32 mil, vai recorrer da sentença. Ele, mais o ex-secretário Eluisio Antônio Voltolini teriam, de acordo com o Ministério Público, contratado o ex-servidor Roland Alfredo Koehler para a Secretaria Municipal de Turismo, que, entre 2014 e 2015, não compareceu ao trabalho em razão de ter outra atividade em Brusque.

Ao repórter Luan Lucas, do Portal VipSocial, o ex-mandatário neotrentino garantiu que Koehler justificou a nomeação e esteve normalmente a serviço do município enquanto contratado. “Embora essa condenação não afete meus direitos políticos, não concordo com a multa e a indenização impostas. Comprovamos nos autos. Ele era empregado, e batia cartão. Vamos apresentar o recurso e certamente reverteremos no tribunal”, reforçou Voltolini.

Difícil adaptação

Postado em 7 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Caso a deputada estadual Ana Paula da Silva (sem partido) decida se filiar ao Podemos, seguramente teria a companhia do empresário Thiago Peixoto dos Anjos (PDT), segundo colocado na concorrência majoritária de Tijucas em 2020, com 4.238 votos. O tijuquense e a ex-prefeita de Bombinhas estão alinhados e têm um acordo para as eleições de 2022.

Peixoto dos Anjos teria uma barreira pessoal, porém, se a opção da parlamentar for pelo PP. De origem emedebista, o empresário vem revelando aos mais próximos que não consegue se ver no Progressistas e que enfrentaria muitas dificuldades para se adaptar.

Corridão e politicagem

Postado em 6 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os vereadores Nelson Zunino Neto (PP) e Mateus Galliani (PP) entraram para a lista negra do prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB). Em entrevista à Rádio Clube, o chefe do Executivo batistense se referiu aos parlamentares como “falsos, mentirosos”, acusou a dupla de “politicagem” — na votação sobre um projeto que conveniaria o pagamento de aluguel para que uma empresa têxtil se instalasse no município — e ameaçou responder com “um corridão” caso os progressistas pisassem na prefeitura.

Nos microfones da Câmara, em atenção às declarações do prefeito, Galliani alfinetou: “Politicagem é nomear o genro do vice-prefeito como chefe de gabinete do vice-prefeito”, em referência, clara e manifesta, à contratação do estudante Tarcísio Kammers Filho, namorado da filha do vice-prefeito Almir Peixer (PSL), para a chefia de gabinete do sogro. Pois, então?!

Pós-graduação

Postado em 6 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Presidente do PSL em Tijucas, o bombeiro militar de reserva Gerson Henrique Marcelino — assessor do deputado estadual Onir Mocellin (PSL) — acaba de concluir a pós-graduação em Gestão Pública pela Faculdade Fael.

Marcelino soma, agora, mais uma página ao curriculum. Além da formação em Psicologia, já tinha, também, pós-graduação em Gestão do Trânsito.

Condenados

Postado em 5 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O ex-prefeito de Nova Trento, Gian Francesco Voltolini (PP), e outras duas pessoas foram condenadas por ato de improbidade administrativa. As condenações resultaram em multa, perda de cargo público que porventura exerçam e ressarcimento ao erário municipal.

De acordo com a ação do Ministério Público, o ex-servidor Roland Alfredo Koehler foi nomeado na Secretaria Municipal de Turismo e permaneceu contratado entre 2014 e 2015, mas não comparecia ao trabalho em razão de ter outra atividade em Brusque no mesmo período. Por esse motivo, o ex-prefeito e o ex-secretário de Turismo, Eluisio Antônio Voltolini, além do ex-funcionário, foram sentenciados. Os prejuízos aos cofres do município seriam de R$ 32 mil. O caso foi julgado em primeira instância e cabe recurso.

Sem privilégios

Postado em 1 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Reprodução/Facebook

O cargo não esteve em voga quando o prefeito de Porto Belo, Emerson Stein (MDB), foi se vacinar contra a Covid-19. Como um cidadão qualquer, ele — e o vice-prefeito Elias Cabral (PL), igualmente, diga-se de passagem — enfrentou o frio e a ordem de chegada para ser imunizado. Estava na fila às 4h da madrugada de ontem, e permaneceu, pacientemente, até receber a aplicação.

 

Nas redes sociais, Stein agradeceu aos profissionais de Saúde do município e, otimista, disse que “vamos vencer juntos” esse problema. Em momento algum, porém, revelou que abdicou do privilégio de ser o prefeito para ter acesso a esse direito. Feito digno de registro.

De coração

Postado em 30 de junho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Dos mais ferrenhos emedebistas de Tijucas — tanto que tem a alcunha de Periquito Doido —, o transportador Carlos Alberto da Silva desta vez enrolou a bandeira, despiu a camisa verde e decidiu mostrar apoio ao ex-prefeito de São João Batista, Daniel Netto Cândido (PSL), atual secretário adjunto de Estado do Desenvolvimento Social, na disputa por uma cadeira na Assembleia Legislativa em 2022. Ele fez questão de encomendar um decalque com a inscrição “Daniel vem aí!!!” e ornamentar o próprio carro.

 

A relação, de estima e admiração, começou quando Cândido, no fim de 2020, convidado por um amigo, participou de uma confraternização na casa do tijuquense. O ex-mandatário da Capital Catarinense do Calçado, inclusive, surpreso e emocionado com o ato, agradeceu Carlinhos pessoalmente, dias atrás, quando esteve em Tijucas para cumprir compromissos da agenda.

Excursão

Postado em 30 de junho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um grupo de administradores de empresas de Canelinha acompanhou o prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (PSL) em viagem a Brasília, na semana passada. Embora houvessem custeado as despesas da jornada — entre passagens aéreas e estadia —, os empresários geraram desconforto no paço e deram munição aos opositores do governo, que passaram a questionar a relação entre a demanda pública e a iniciativa privada no ato. De acordo com o jornal Correio Catarinense, de São João Batista, não havia, desta vez, pauta ou agenda na capital federal para a indústria e o comércio canelinhenses.

Na comitiva estavam, ainda, os vereadores José Tarquino Melo Neto (PSL) e Moacir Elias (PSD), o diretor do Semais (Serviço Municipal de Água, Infraestrutura e Saneamento), Ricardo Orlandi, o chefe de gabinete Joseph Taylor e o assessor jurídico Eduardo Cim.

Santo da terra

Postado em 29 de junho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Imagem: Reprodução

Criado nos campinhos de chão batido do Loteamento Padre Jacob (hoje, Bairro Universitário), em Tijucas, o criciumense William de Mattia foi eleito o melhor técnico da quarta rodada do Campeonato Brasileiro da Série D. Ele comanda, há dois anos, o Nova Mutum de Mato Grosso, a nova força esportiva do centro-oeste brasileiro — que, desde que surgiu para o futebol, vem acumulando conquistas e acaba de vencer o tradicional Gama em Brasília por 3 a 0 pela competição nacional.

 

De Mattia, depois que deixou a Capital do Vale, se profissionalizou no Figueirense como atleta e passou por diversos clubes ao redor do mundo. Na volta, no início da carreira de treinador, aportou no Mato Grosso, em Nova Mutum, justamente para comandar o projeto do clube.

Assediado

Postado em 25 de junho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Anteontem, antes de jantar com o governador Carlos Moisés da Silva (PSL) na Casa d’Agronômica, o vice-prefeito de Canelinha, Antonio Carlos Machado Junior (PSL), precisou passar na Casa Civil do Estado. Recebeu o chamado durante a tarde, no mesmo dia, mas não foi informado do assunto. Especula-se que o teor da reunião, no domínio da cúpula do PSL estadual, tenha a ver com o partido e as eleições de 2022.

Machado Junior vem sendo incentivado por líderes peesselistas de Santa Catarina a se candidatar no próximo pleito. Consultado, ele diz que “por enquanto, não está nos planos”; mas revela que o assédio tem sido recorrente. Segundo o adjunto canelinhense, o comando do partido faz questão de lembrar, sempre, nesses contatos, de que “vice-prefeito não precisa se licenciar do cargo para ser candidato a deputado”.