quarta-feira, 4 de agosto de 2021 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Terreno arenoso

Postado em 22 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Diplomata, o prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) recebeu o ex-governador Raimundo Colombo (PSD) anteontem, na prefeitura de Tijucas. Nem pareceu que há quatro anos, quando o governo estadual insistia em transformar o Presídio Regional de Tijucas em Penitenciária Industrial — com aumento de estrutura e, especialmente, de vagas —, eles tivessem travado uma queda de braços homérica com envolvimento massivo de políticos afins e sequelas em todos os setores da sociedade.

 

Colombo tem interesse na concorrência geral de 2022 e estaria preparando o terreno entre os correligionários — como Mariano Rocha e o vice, Sérgio “Coisa Querida” Cardoso. Fontes do Blog garantem, entretanto, que o prefeito de Tijucas, apesar do bom trânsito em todas as alas do partido, tem preferência por João Rodrigues (PSD), prefeito de Chapecó, pré-candidato a governador e, quando deputado federal, em 2018, personagem decisivo na batalha do município contra o Estado no imbróglio da ampliação do presídio. Pois, então?!

Dito e feito

Postado em 20 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Pedra cantada no Blog sob o título “Decepção em dobro“, dia 9, deu bingo. O vereador Jucelino Marino Chini deixou a presidência do PP de Nova Trento. Ele não foi convidado para uma reunião dos progressistas locais sobre as eleições de 2024 e decidiu pedir a dispensa do posto. Especula-se, inclusive, que o ex-presidente tenha pretensões de concorrer no pleito majoritário e não faça parte dos planos do partido, que já trabalha com os nomes do ex-secretário de Saúde do município, Maxiliano de Oliveira — candidato a prefeito vencido em 2020 —, e do também vereador Silvio César Correia.

Chini, aliás, vinha sendo cobrado internamente por “posições mais firmes” contra a gestão do prefeito Tiago Dalsasso (MDB) no parlamento neotrentino; e já enfrentava resistência de alguns correligionários.

Reabertura da maternidade

Postado em 19 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Desativada em 2018, a Maternidade Chiquinha Gallotti, no Hospital São José, em Tijucas, ainda rende. O assunto motivou manifestação efusiva da deputada estadual Ana Paula da Silva (sem partido) no parlamento catarinense, dias atrás. Para a ex-prefeita de Bombinhas, “o fechamento de uma unidade voltada para a população, é um absurdo e um retrocesso”.

Paulinha protocolou, na Assembleia Legislativa, uma indicação ao secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, pleiteando a reabertura da maternidade. Ela alega que o serviço beneficiaria não somente os tijuquenses, mas também os moradores do Vale e da Costa Esmeralda. “Era uma referência na região, e funcionou por mais de 60 anos. Já tem toda a estrutura pronta para ser reativada”, lembrou.

Lembrança

Postado em 19 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A melancolia bateu forte, hoje, no vice-prefeito de Tijucas, Sérgio Fernandes Cardoso. O engenheiro químico Marco Aurélio Sedrez, de quem era muito amigo, estaria completando 66 anos de idade. A saudade deve, ainda, ser presente na comunidade empresarial da cidade, que tinha no fundador da Mosarte Revestimentos um exemplo de empreendedorismo e sucesso.

 

Sedrez morreu em fevereiro, vítima de infarto, em Balneário Camboriú, onde vivia com a família depois de mais de 20 anos como cidadão tijuquense — onde foi, inclusive, secretário municipal de Indústria e Comércio, na gestão de Nilton de Brito, entre 1993 e 1996.

Pasquim

Postado em 16 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Nos bastidores da política de São João Batista, tentou-se plantar a notícia de que o chefe de gabinete Juliano Peixer receberia, nos próximos momentos, a carta de exoneração e um convite para se desfiliar do MDB. A informação passou a ser disseminada hoje no WhatsApp, em redação de autor anônimo.

De acordo com o texto, Peixer vem sendo acusado de traição ao prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB) e aliança escusa a setores de oposição. Diz a nota que o chefe de gabinete estaria informando adversários do prefeito sobre temas tratados em sigilo na gestão, inclusive, com fotos de reuniões privativas na sede do governo municipal.

Fontes ligadas ao paço, entretanto, garantem que as informações são absolutamente falsas, com motivação unicamente política e forjadas para gerar instabilidades na administração. Até o momento, a prefeitura não se manifestou sobre o assunto.

Pretensão

Postado em 16 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Esteio do PP para as eleições de 2020 — com a cessão de peças importantes para a reconstrução do partido, como o atual vereador Cláudio de Oliveira — o Podemos de Tijucas planeja se reestruturar no município. Tem o gerente administrativo do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto), Fabiano Saramento, e o empresário Paulo Sergio “Galinha” Pinto no pelotão de frente, e a pretensão de se tornar grande para as próximas eleições.

Uma das figuras que devem assinar filiação ao partido é a vereadora estreante Nadir Amorim (PSD), que aceitou convite pessoal do deputado federal Rodrigo Coelho (atualmente no PSB, mas com migração para o Podemos já anunciada). A regência municipal da legenda estima que em 2022, depois da janela de transferências partidárias, tenha pelo menos dois representantes no Legislativo tijuquense.

Festa silenciosa

Postado em 14 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A não ser que haja autorização prévia do Corpo de Bombeiros, ninguém pode queimar fogos de artifício em Bombinhas. E, se houver permissão, ainda assim estão proibidos os fogos com estampido ou de efeito sonoro ruidoso. É o que determina a Lei Parlamentar 0023/2021, aprovada na Câmara Municipal e à espera da sanção do prefeito Paulo Henrique Dalago Müller (DEM).

O objetivo da regulamentação é o respeito aos mais sensíveis ao barulho: doentes, portadores de autismo, crianças e animais. A proibição é imposta a qualquer natureza de evento na cidade.

Laço estreito

Postado em 13 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Não somente o governador Carlos Moisés da Silva (PSL) ficou entusiasmado com a fama de bom moço — e, sobretudo, de bom político — do ex-prefeito de São João Batista, Daniel Netto Cândido (PSL). O cartaz do secretário adjunto de Estado do Desenvolvimento Social também cativou a primeira-dama do Estado, Késia Martins da Silva, que, tanto quanto o marido, criou um forte vínculo com o batistense.

 

Além de presença frequente nas incursões institucionais da primeira-dama, Cândido foi convidado para a vice-presidência da Rede Laço — que se apresenta como plataforma virtual destinada a conectar voluntários dispostos a ajudar entidades públicas e privadas catarinenses sem fins lucrativos para a execução de melhorias na sociedade. Késia, a presidente, foi autora do convite. E o ex-mandatário de São João Batista, evidentemente, aceitou de pronto.

Cobertor curto

Postado em 12 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O vereador governista Marcelo Teodoro Adão (MDB) não gostou de ter negados pela Secretaria Municipal de Assistência Social dois edredons que seriam encaminhados a famílias carentes de São João Batista. E fez questão de publicitar a insatisfação no encontro com a secretária Rúbia Alice Tamanini Duarte, na Câmara, durante a prestação de contas da pasta. “Fiquei decepcionado com a senhora. Fizeram pouco caso”, disse o parlamentar nas tribunas do Legislativo.

A secretária preferiu não se manifestar sobre o caso. Nem no embate com Adão, e nem depois. O que gerou desconforto no paço e motivou a intervenção do prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB). Ao Jornal Correio Catarinense, o chefe do Executivo batistense disse que “os dois erraram” e que convocaria ambos para uma conversa sobre o assunto e poria um ponto final na polêmica.

Decepção em dobro

Postado em 9 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O presidente do PP de Nova Trento, vereador Jucelino Marino Chini, não deve permanecer por muito mais tempo no partido. Fontes do Blog garantem, inclusive, que ele já teria redigido a carta de desfiliação e aguarda o momento certo para comunicar publicamente a decisão.

Chini não foi convidado para uma reunião dos progressistas com vistas nas eleições municipais de 2024, e estaria se sentindo duplamente desprestigiado: porque foi boicotado no encontro dos correligionários e porque não faz parte dos planos do partido para o próximo pleito na Terra de Santa Paulina. Informações preliminares dão conta de que o PP neotrentino já estaria decidido a trabalhar os nomes do ex-secretário de Saúde do município, Maxiliano de Oliveira, candidato a prefeito vencido na última eleição, e do vereador Silvio César Correia para tentar a retomada da prefeitura.