quarta-feira, 21 de agosto de 2019 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Condenação mantida

Postado em 7 de junho de 2019

Os juízes do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) decidiram, nesta manhã, manter a cassação dos vereadores e suplentes de São João Batista envolvidos na “Operação Ressonância” – que apurou um esquema de violação na fila de espera do SUS (Sistema Único de Saúde) para exames de ressonância e tomografia, por intermédio de procedimentos irregulares e cobrança de valores dos pacientes. Diante da condenação, Alécio Boratti (PP) e Carlos Francisco da Silva (PP) perdem o assento na Câmara Municipal e ficam inelegíveis por oito anos; e os suplentes Mário José Soares (PP) e Sebastião Formento Filho (PP), da mesma forma, perdem os direitos políticos.

A partir da publicação do acórdão, Nataniel “Chulipa” de Oliveira Valença (PP) e Tarciso Soares (PP) devem assumir as cadeiras do PP no Legislativo batistense.

TEM MAIS

Boratti é, também, motorista da Secretaria Municipal de Saúde com função efetiva, e ainda pode perder o emprego em outro processo, na vara criminal. De acordo com a acusação, ele teria usado o cargo, o veículo da frota oficial do município e o telefone para a prática do crime.

RECURSO

O advogado de defesa Nelson Zunino Neto diz, com exclusividade para o Blog, que o resultado era esperado e que vai recorrer ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Burocracia e autonomia

Postado em 13 de junho de 2018
Foto: Ana Maria Leal da Veiga

O deputado estadual Serafim Venzon (PSDB) organizou, ontem, uma reunião entre o governador Eduardo Pinho Moreira (MDB) e os secretários de Saúde de municípios do Vale do Rio Tijucas. A comitiva expôs ao chefe do Executivo estadual os problemas enfrentados nas cidades, como a burocracia e a demora para resolução das cirurgias eletivas.

Recentes alterações no sistema da Secretaria de Estado da Saúde travaram ainda mais a fila para os procedimentos cirúrgicos não emergenciais. Com as novas regras, o posto de saúde passa a ser, obrigatoriamente, a única porta de entrada das pessoas que precisam de atendimento público. E a insatisfação é compartilhada pelos gestores da Saúde nos municípios, que pedem mais autonomia. “Os secretários estão com as mãos atadas. Não conseguem decidir se resolvem ou não um pedido de autorização para cirurgias”, justifica Venzon.

Enfermidade social

Postado em 5 de setembro de 2017

O leitor Douglas Porcíncula, de Tijucas, mostra, indignado, a catastrófica situação do Hospital São José. De acordo com os relatos na gravação, a principal referência de saúde pública da Capital do Vale que atende, inclusive, pacientes de municípios vizinhos dispunha, hoje, de apenas uma médica para dezenas de pessoas que precisavam de cuidados e sofriam por horas nas filas de espera.

“É uma vergonha para Tijucas, uma cidade pequena, vereadores brigando. Temos que ver as melhorias. Se não houver melhorias, não adianta”, desabafa o autor do protesto.

Fila da esperança

Postado em 25 de agosto de 2016

Dezenas de pessoas – provavelmente desempregadas – formavam filas homéricas, hoje pela manhã, no Forno Bar, que é administrado pela família da vereadora e candidata à reeleição Neli Ferreira (PMDB), em Canelinha. Esperançosos, todos preenchiam cadastros para possíveis empregos nas praças de pedágio da Autopista Litoral Sul.

Não se faz relação, no entanto, da vereadora com a concessionária que responde pela BR-101 entre Palhoça e Curitiba. Pode ser apenas coincidência, serviço voluntário; ou, numa das hipóteses consideradas pelos adversários, promessa de campanha. Os situacionistas – e o blog – seguem colhendo informações.