terça-feira, 17 de setembro de 2019 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Condenação mantida

Postado em 7 de junho de 2019

Os juízes do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) decidiram, nesta manhã, manter a cassação dos vereadores e suplentes de São João Batista envolvidos na “Operação Ressonância” – que apurou um esquema de violação na fila de espera do SUS (Sistema Único de Saúde) para exames de ressonância e tomografia, por intermédio de procedimentos irregulares e cobrança de valores dos pacientes. Diante da condenação, Alécio Boratti (PP) e Carlos Francisco da Silva (PP) perdem o assento na Câmara Municipal e ficam inelegíveis por oito anos; e os suplentes Mário José Soares (PP) e Sebastião Formento Filho (PP), da mesma forma, perdem os direitos políticos.

A partir da publicação do acórdão, Nataniel “Chulipa” de Oliveira Valença (PP) e Tarciso Soares (PP) devem assumir as cadeiras do PP no Legislativo batistense.

TEM MAIS

Boratti é, também, motorista da Secretaria Municipal de Saúde com função efetiva, e ainda pode perder o emprego em outro processo, na vara criminal. De acordo com a acusação, ele teria usado o cargo, o veículo da frota oficial do município e o telefone para a prática do crime.

RECURSO

O advogado de defesa Nelson Zunino Neto diz, com exclusividade para o Blog, que o resultado era esperado e que vai recorrer ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Exoneração

Postado em 5 de junho de 2019

O autointitulado secretário geral do PSL em Tijucas, Daniel Umbelino, deixou de constar na lista de assessores do deputado estadual Felipe Estevão (PSL) na Assembleia Legislativa. Era um dos cargos sob indicação do servidor público municipal Renato Sartori, de Tijucas, que chegou a presidir uma comissão provisória do partido no município e apoiou o parlamentar nas eleições de 2018.

Assim que Sartori perdeu o comando do partido, Umbelino perdeu o emprego.

Brusque na veia

Postado em 10 de janeiro de 2019

Ex-assessora do brusquense Serafim Venzon (PSDB) – que não conseguiu se reeleger – na Assembleia Legislativa, a jornalista Ana Maria Leal da Veiga, de Tijucas, já achou emprego. Foi trabalhar em Brusque, no curral eleitoral do ex-chefe, mas para a iniciativa privada. Está no departamento de marketing da rede Havan, e atua na assessoria pessoal do famoso empresário Luciano Hang.

Aos que perguntam, ela responde, categoricamente, que, apesar da coincidência, Venzon não teve qualquer influência na contratação. Garante que a vaga estava disponível, e que enviou o currículo e foi chamada para o emprego.

Governador em Canelinha

Postado em 21 de novembro de 2018
Foto: Luiz Junnior

O prefeito de Canelinha, Moacir Montibeler (MDB), mostra prestígio, mais uma vez, com a cúpula do MDB estadual. Agora à tarde, recebeu o governador Eduardo Pinho Moreira (MDB) na cerimônia de inauguração da unidade canelinhense da Costa Rica Malhas – a segunda empresa beneficiada pelo Promover (Programa Municipal de Emprego e Renda) a se instalar no município.

Em julho de 2017, na solenidade de início das atividades da Calçados Ala no município, também pelo Promover, foi o presidente do MDB em Santa Catarina e deputado federal Mauro Mariani – que mais tarde seria o candidato emedebista ao governo estadual – quem posou para a foto ao lado de Montibeler e dos sócios da empresa.

Metralhadora

Postado em 21 de março de 2018

Críticas ao chefe do Executivo, à gestão municipal de Tijucas e aos defensores do governo se transformaram em obsessão para o tempestuoso Douglas Porcíncula, o popular Dólar. Quase que diariamente ele faz das redes sociais uma tribuna de protestos contra a administração municipal. As gravações, algumas bastante ousadas e efusivas, viram munição para os adversários do prefeito Elói Mariano Rocha (PSD), que disseminam os desaforos normalmente acompanhados da manchete “o Dólar está em alta”.

Cunhado da secretária de Educação, Neide Maria Reis, e sobrinho do secretário de Saúde, Vilson José Porcíncula – o que agrava a situação –, o jovem não poupa sequer os familiares. “Se o senhor, Seu Elói, dissesse no palanque que a turma da Iceberg estaria no seu governo, nem eu, que indiquei o senhor como candidato, votaria no senhor”, diz, em mensagem de áudio, numa referência ao processo que o tio, ex-vereador, enfrenta na Justiça.

VÍTIMAS ATUAIS

Nos últimos dias, Dólar vem atacando ex-opositores, agora alinhados à administração municipal, como o vereador Cláudio Tiago Izidoro (MDB) e o comandante da pasta de Indústria, Comércio e Turismo do município, Jean Carlos de Sieno dos Santos (PSC). Segundo ele, nem o parlamentar e sequer o secretário têm direito de frequentar os quadros do governo, uma vez que foram eleitos nas bases adversárias.

As ofensivas, porém, têm um motivo particular. Ele cobra internamente um compromisso que teria firmado com o prefeito durante a campanha, e jura que não quer emprego – pelo menos não para si. Pois, então?!

Português para haitianos

Postado em 20 de outubro de 2017

As oportunidades de emprego nas indústrias de calçados de São João Batista têm atraído um grande número de imigrantes haitianos para a cidade. Obstinados e dispostos ao trabalho, os estrangeiros preenchem a lacuna da dificuldade de mão de obra nas fábricas; mas vêm esbarrando num problema: o idioma. A grande maioria chega à Capital Catarinense do Calçado sem conhecer uma palavra sequer em português.

Empregador de uma haitiana – que fala apenas o francês e o crioulo –, o advogado Nelson Zunino Neto tenta sanar essa dificuldade. Enviou proposta à UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina) para atender cerca de 100 imigrantes no projeto PLAM (Português como Língua de Acolhimento), e obteve retorno positivo. As aulas seriam ministradas por voluntários treinados pela universidade no Centro Educacional Educar, mantido pela Via Scarpa, ou na sede da Academia Batistense de Letras.

A professora Rosane Silveira, coordenadora do PLAM, procura, agora, interessados em participar do projeto como instrutores voluntários. Possíveis colaboradores podem contatar a UFSC no e-mail projetoplam@gmail.com. Basta enviar nome, endereço, telefone e um breve relato de alguma experiência com o ensino ou aprendizagem de línguas.

Fatos e boatos

Postado em 26 de janeiro de 2017

Desde ontem, multiplicam-se burburinhos sobre o suposto emprego, pela administração municipal de Tijucas, de alguém que responde por crimes de estelionato e falsidade ideológica – preso no Paraná em 2009, acusado de ter se passado por médico e aplicado seguidos golpes em dois Estados diferentes –, no setor de Tributos.

O secretário de Administração e Finanças do município, Helio Gama, esclarece ao blog que tem conhecimento dos fatos e assegura que não existe qualquer ponta de verdade nesses rumores; e que as visitas do particularizado cidadão ao paço municipal dizem respeito única e exclusivamente às negociações da Secretaria de Educação com a classe dos estudantes, a quem ele representa como presidente de uma associação.

Farinha pouca

Postado em 5 de janeiro de 2017

Sem a prefeitura, 2017 começou em clima de tensão no PMDB de Tijucas. Embora parte dos filiados e simpatizantes do partido tenham permanecido no quadro funcional do município – o que, inclusive, tem gerado grande alvoroço no seio cola-branca –, muitos periquitos ainda continuam à procura de um emprego. E a esperança, agora, é a Câmara Municipal, gerida, pelo menos neste ano, pelos peemedebistas.

Algumas vagas – como a do ex-superintendente da FME (Fundação Municipal de Esportes), advogado Rogério dos Anjos, que muito provavelmente deve ser o diretor geral – têm donos praticamente definidos. As outras, tanto nas assessorias parlamentares quanto nas funções administrativas, ostentam filas de espera gigantescas; e muita disputa no ninho pelos poucos espaços disponíveis.

Fila da esperança

Postado em 25 de agosto de 2016

Dezenas de pessoas – provavelmente desempregadas – formavam filas homéricas, hoje pela manhã, no Forno Bar, que é administrado pela família da vereadora e candidata à reeleição Neli Ferreira (PMDB), em Canelinha. Esperançosos, todos preenchiam cadastros para possíveis empregos nas praças de pedágio da Autopista Litoral Sul.

Não se faz relação, no entanto, da vereadora com a concessionária que responde pela BR-101 entre Palhoça e Curitiba. Pode ser apenas coincidência, serviço voluntário; ou, numa das hipóteses consideradas pelos adversários, promessa de campanha. Os situacionistas – e o blog – seguem colhendo informações.

Oração

Postado em 8 de junho de 2016

Como centenas de pessoas desempregadas, de todas as procedências, têm recorrido a Santa Paulina – sobretudo com visitas frequentes ao seu santuário, em Nova Trento, para fazer promessas –, o complexo religioso atendeu os apelos e pretende realizar duas celebrações, toda quarta-feira, a partir de hoje, às 11h e às 15h, dirigidas especialmente aos que necessitam de um emprego.

A direção do Santuário de Santa Paulina pede aos fiéis que tragam consigo, nas missas, sua carteira profissional de trabalho para ajudar no alcance da graça. Porque a situação, religião à parte, está realmente feia.