segunda-feira, 21 de outubro de 2019 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Anfitrião

Postado em 4 de outubro de 2019
Foto: Divulgação

Representante, por procuração oficial, do senador Jorginho Mello (PL-SC) no cerimonial desta manhã — que oficializou a destinação de R$ 8,23 milhões do governo estadual para o asfaltamento da Avenida Beira-Rio —, o vice-prefeito Adalto Gomes (PL), de Tijucas, aproveitou o ensejo para posar com a comitiva de Major Gercino na fachada do Anfiteatro Leda Regina de Souza.

Na foto, com o adjunto tijuquense (C) e seu assessor pessoal Ivorlei “Ney” Alves de Assis, o vereador Augustinho Orlandi (PSDB), o prefeito Valmor Pedro Kammers (PSDB) e o secretário municipal de Planejamento, Rogério Resner.

Gomes segue como opção para o pleito majoritário da Capital do Vale em 2020, e, como secretário de Obras, Transportes e Serviços Públicos do município, comemora: vai encorpar o curriculum com a regozijada pavimentação asfáltica da Beira-Rio.

Asfalto e presídio

Postado em 4 de outubro de 2019

A agenda do governador Carlos Moisés da Silva (PSL) em Tijucas inflamou as redes sociais. Não por conta dos R$ 8,23 milhões que o governo estadual destinou ao município para o asfaltamento da Avenida Beira-Rio, mas porque supuseram que o recurso seria uma compensação por conjecturadas obras de ampliação do Presídio Regional.

No cerimonial, pelo menos, ninguém tocou no assunto. E para o Blog, com exclusividade, o subchefe da Casa Civil estadual, Matheus Hoffmann Machado, desmentiu o burburinho e garantiu que “não existe qualquer conversa nesse sentido”.

Beira-Rio garantida

Postado em 3 de outubro de 2019

O governador Carlos Moisés da Silva (PSL) vem a Tijucas amanhã para oficializar a destinação de R$ 8,23 milhões ao município. O recurso deve garantir o asfaltamento da Avenida Beira-Rio — entre a Ponte Sobre o Rio Tijucas, na divisa dos bairros Centro e Praça, e a Ponte Sobre o Rio Oliveira, no acesso à SC-410, no Joáia. A obra ainda não foi licitada, mas, se houver necessidade, o município deve assumir a contrapartida.

Inicialmente, a recepção ao chefe do Executivo estadual estava prevista para o gabinete do prefeito Elói Mariano Rocha (PSD), em cerimonial interno, na prefeitura. Mas, por conta da repercussão e, inclusive, porque autoridades diversas solicitaram participação, o evento foi transferido para o Anfiteatro Leda Regina de Souza, às 9h, com portas abertas à comunidade.

Moisés compreendeu e considerou que a Beira-Rio é um importante corredor entre a BR-101 e o Vale do Rio Tijucas, e que não seria justo o município arcar com todas as despesas da obra.

As negociações, segundo a comunicação oficial, foram conduzidas por Mariano Rocha e governo estadual, com participação decisiva do secretário de Administração e Finanças, Rosenildo de Amorim, em seguidas incursões à Casa Civil.

“Nada a temer”

Postado em 10 de setembro de 2019

Em atenção à propalada condenação por improbidade administrativa, de quando foi secretário de Educação na gestão de Nilton de Brito (PP), em 1995, o prefeito Elói Mariano Rocha (PSD), de Tijucas, usou as redes sociais para informar que tomou conhecimento dos fatos apenas na imprensa; e que, assim que a decisão for publicada, vai se manifestar novamente a respeito do tema.

A juíza Monike Silva Póvoas Nogueira assinou a sentença sexta-feira (6), e o caso ganhou repercussão principalmente nos grupos de conversação online. Mariano Rocha foi condenado a ressarcir o erário municipal em R$ 27,4 mil, corrigidos desde 1º de março de 2002. À ação, cabe recurso.

Para conter as especulações, o prefeito garantiu, em nota de esclarecimento no Facebook, que não tem “nada a temer e nem mesmo a esconder”; e que, por se tratar de uma decisão em primeiro grau, vai recorrer.

Taxa constitucional

Postado em 7 de agosto de 2019

Em 12 de julho, a ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, do STF (Supremo Tribunal Federal), negou provimento ao recurso extraordinário do MPSC (Ministério Público de Santa Catarina) e confirmou a constitucionalidade da TPA (Taxa de Preservação Ambiental) de Bombinhas. A decisão foi publicada ontem.

A ação foi ingressada por um órgão interno do MP em 2017, com base no artigo 102 da Constituição e contra o TJSC (Tribunal de Justiça de Santa Catarina), onde a TPA de Bombinhas já havia sido julgada constitucional em fevereiro daquele ano. Na decisão, a ministra enfatiza que “o acórdão se harmoniza com todas as orientações jurisprudenciais anteriores”.

Visita e promessa

Postado em 25 de junho de 2019
Foto: Divulgação

O vereador Rudnei de Amorim (DEM) convidou, e o deputado federal Darci de Matos (PSD-SC) fez um pit stop em Tijucas para prestigiar a 3ª Fecon (Feira da Construção Civil) e o stand da Rudnex Instalações e Segurança. Na foto, eles posam com o coordenador do Núcleo das Construtoras e Imobiliárias da Acit (Associação Comercial e Industrial de Tijucas), Pedro Pierezan.

Amorim e Matos vêm, há tempos, solidificando uma relação que deve resultar em mais três quilômetros de asfalto no Timbé, no interior da Capital do Vale. Durante a visita, o deputado revelou que os recursos estariam garantidos e que aguarda os trâmites do município.

Omissão

Postado em 11 de junho de 2019

O TCE (Tribunal de Contas do Estado) negou o recurso do ex-prefeito Valério Tomazi (MDB) e segue recomendando à Câmara Municipal que vote e rejeite as contas do Executivo tijuquense em 2016.

No ano passado, o então presidente do Legislativo, vereador Juarez Soares (PPS), decidiu não chamar o caso à pauta enquanto o tribunal não resolvesse o recurso do ex-mandatário; e agora, a partir do Decreto Legislativo 1/2018, a mesa diretora da Câmara – formada por Vilson Natálio Silvino (PP), Odirlei Resini (MDB), Maria Edésia da Silva Vargas (PT) e Elizabete Mianes da Silva (PSD) – optou, simplesmente, e deliberadamente, pelo arquivamento da votação sobre o parecer prévio do TCE.

Condenação mantida

Postado em 7 de junho de 2019

Os juízes do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) decidiram, nesta manhã, manter a cassação dos vereadores e suplentes de São João Batista envolvidos na “Operação Ressonância” – que apurou um esquema de violação na fila de espera do SUS (Sistema Único de Saúde) para exames de ressonância e tomografia, por intermédio de procedimentos irregulares e cobrança de valores dos pacientes. Diante da condenação, Alécio Boratti (PP) e Carlos Francisco da Silva (PP) perdem o assento na Câmara Municipal e ficam inelegíveis por oito anos; e os suplentes Mário José Soares (PP) e Sebastião Formento Filho (PP), da mesma forma, perdem os direitos políticos.

A partir da publicação do acórdão, Nataniel “Chulipa” de Oliveira Valença (PP) e Tarciso Soares (PP) devem assumir as cadeiras do PP no Legislativo batistense.

TEM MAIS

Boratti é, também, motorista da Secretaria Municipal de Saúde com função efetiva, e ainda pode perder o emprego em outro processo, na vara criminal. De acordo com a acusação, ele teria usado o cargo, o veículo da frota oficial do município e o telefone para a prática do crime.

RECURSO

O advogado de defesa Nelson Zunino Neto diz, com exclusividade para o Blog, que o resultado era esperado e que vai recorrer ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Candidato-bomba

Postado em 25 de março de 2019

Condenado a seis anos de prisão em regime inicial semiaberto, o ex-secretário regional Jones Bosio nem pensa em sair de cena. Com exclusividade ao Blog, ele revela que vai recorrer da sentença e, em 2020, concorrer novamente à prefeitura de Brusque. “Eu não ganho, mas arrebento com a eleição de meia dúzia”, diz.

Bosio, que comandou a Secretaria de Desenvolvimento Regional de Brusque – e do Vale do Rio Tijucas – nos governos de Raimundo Colombo (PSD), teve, segundo o Ministério Público, participação em pelo menos nove licitações irregulares da SDR entre 2013 e 2014. Nas eleições municipais de 2016, ele ficou em segundo lugar, com 18,4% da preferência do eleitorado brusquense, na concorrência majoritária da Cidade dos Tecidos.

Tapete preto

Postado em 29 de junho de 2018

Chega de poeira e buracos em Santa Luzia. O secretário regional de Itajaí, Fredolino Alfredo Bento, formalizou, ontem, o convênio de R$ 2,8 milhões para o término do asfalto da Avenida José Neoli Cruz, no Bairro Alto Perequê, que liga Porto Belo a Tijucas. O ato foi promovido no gabinete do prefeito Emerson Stein (MDB), na presença do deputado federal Rogério “Peninha” Mendonça (MDB-SC).

Com a assinatura do convênio, o recurso para o município contratar a obra está garantido. “O prefeito nos informou que a licitação será feita no dia 5 de julho. A obra terá um impacto muito positivo no desenvolvimento daquela região, especialmente para o setor imobiliário”, observou o secretário.