terça-feira, 26 de janeiro de 2021 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Propaganda antecipada

Postado em 19 de outubro de 2020

Apoiador do candidato a prefeito Estevan Nascimento (PL), o empresário Joel Ricardo foi multado em R$ 5 mil por distribuir outdoors com a frase “Estevan vem aí…” em São João Batista entre o fim de 2019 e o início deste ano. A decisão, que partiu do juiz eleitoral Alexandre Shramm, foi publicada ontem.

A representação foi pedida pelo Ministério Público Eleitoral e tinha como réus, além de Ricardo, o próprio candidato a prefeito e uma terceira pessoa, que teria instalado as placas, por transgressão ao período de propaganda eleitoral. Apenas o empresário foi multado; e disse que vai recorrer da decisão.

Cadeira sem dono

Postado em 14 de julho de 2020

A vaga aberta na Câmara Municipal de Tijucas com a nomeação do vereador Odirlei Resini (MDB, mas alinhado politicamente com a administração) para o comando da Secretaria de Agricultura, Pesca e Meio Ambiente pertence ao primeiro suplente Cláudio Tiago Izidoro (ex-MDB, agora no PP) ou ao partido? De acordo com uma recente liminar, o MDB tem direito à cadeira; e o segundo suplente Oscar Luiz Lopes (MDB) deve assumir o posto no parlamento tijuquense nesta quinta-feira (16).

Izidoro, por sua vez, recorreu da decisão. Mas, neste momento, está impedido de participar das sessões. O grupo político do prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) estuda, agora, a possibilidade de regresso de Resini para a Câmara e o consequente barramento de Lopes e do MDB no Legislativo municipal.

Assunto encerrado

Postado em 8 de junho de 2020
Foto: Divulgação

O chefe da Casa Civil estadual Amandio João da Silva Junior foi taxativo ao garantir que os R$ 8,3 milhões prometidos a Tijucas para o asfaltamento da Avenida Beira Rio entrariam em breve na conta do município. “Este assunto não volta mais para cá”, disse ele, hoje, no fim da tarde, em reunião com a comitiva tijuquense, em Florianópolis. O recurso deve ser disponibilizado até o fim do mês.

 

O prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) e o secretário de Administração e Finanças do município, Rosenildo de Amorim, tiveram, ainda, a companhia do engenheiro Sérgio Fernandes Cardoso — que mantém relação estreita com Silva Junior — como importante reforço no pedido. Braço do governo estadual no Vale do Rio Tijucas, o prefeito de São João Batista, Daniel Netto Cândido (PSL), também participou do ato, acompanhado da vereadora Rúbia Alice Tamanini Duarte (PSL).

Braço na capital

Postado em 3 de junho de 2020

O prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) e o líder do governo na Câmara, vereador Rudnei de Amorim (PSD), podem se vangloriar do braço que criaram em Brasília. Hoje, o deputado federal Darci de Matos (PSD-SC) fez questão de gravar um vídeo direcionado à comunidade tijuquense, com citações ao chefe do Executivo e ao parlamentar, anunciando a destinação de R$ 500 mil para a Saúde municipal.

Matos já havia contribuído com Tijucas em 2019, por solicitação dos mesmos intermediários, com outras emendas de R$ 400 mil — também para a Saúde — e R$ 700 mil para o asfaltamento de 1,5 quilômetro na localidade de Timbé, interior da Capital do Vale.

Prato cheio

Postado em 3 de março de 2020
Foto Divulgação

Por intermédio do vice-prefeito Adalto Gomes (PL) e do vice-presidente do PL em Tijucas, Edjalma Matos (E), o senador Jorginho Mello (PL-SC) destinou à Secretaria de Saúde do município, em emenda parlamentar, R$ 200 mil. A visita do auxiliar parlamentar Heleno Orlandino Martins (D), hoje, à Capital do Vale, oficializou o desígnio do recurso.

De acordo com Matos, cerca de R$ 1 milhão em emendas do gabinete do congressista liberal estariam programados para entrar no caixa do município nos próximos meses. Jorginho Mello deve vir a Tijucas na próxima semana, para cumprir agenda com o vice-prefeito e correligionários locais.

Dito e feito

Postado em 30 de janeiro de 2020
Foto Divulgação

O deputado federal Darci de Matos (PSD-SC) cumpriu a palavra empenhada com o vereador Rudnei de Amorim (DEM) e com o empresário Eliel Hamilton Ventura, e esteve hoje em Tijucas para oficializar a destinação, em emenda parlamentar, de R$ 700 mil ao município. O recurso entra nos cofres municipais com apenas uma finalidade: o asfaltamento de mais de 1,5 quilômetro na localidade de Timbé, no interior da Capital do Vale.

Para a obra, orçada em pouco mais de R$ 1 milhão, entretanto, a prefeitura teria que arcar com a contrapartida de R$ 300 mil. E o prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD), a propósito, já garantiu esse complemento.

Anfitrião

Postado em 4 de outubro de 2019
Foto: Divulgação

Representante, por procuração oficial, do senador Jorginho Mello (PL-SC) no cerimonial desta manhã — que oficializou a destinação de R$ 8,23 milhões do governo estadual para o asfaltamento da Avenida Beira-Rio —, o vice-prefeito Adalto Gomes (PL), de Tijucas, aproveitou o ensejo para posar com a comitiva de Major Gercino na fachada do Anfiteatro Leda Regina de Souza.

Na foto, com o adjunto tijuquense (C) e seu assessor pessoal Ivorlei “Ney” Alves de Assis, o vereador Augustinho Orlandi (PSDB), o prefeito Valmor Pedro Kammers (PSDB) e o secretário municipal de Planejamento, Rogério Resner.

Gomes segue como opção para o pleito majoritário da Capital do Vale em 2020, e, como secretário de Obras, Transportes e Serviços Públicos do município, comemora: vai encorpar o curriculum com a regozijada pavimentação asfáltica da Beira-Rio.

Asfalto e presídio

Postado em 4 de outubro de 2019

A agenda do governador Carlos Moisés da Silva (PSL) em Tijucas inflamou as redes sociais. Não por conta dos R$ 8,23 milhões que o governo estadual destinou ao município para o asfaltamento da Avenida Beira-Rio, mas porque supuseram que o recurso seria uma compensação por conjecturadas obras de ampliação do Presídio Regional.

No cerimonial, pelo menos, ninguém tocou no assunto. E para o Blog, com exclusividade, o subchefe da Casa Civil estadual, Matheus Hoffmann Machado, desmentiu o burburinho e garantiu que “não existe qualquer conversa nesse sentido”.

Beira-Rio garantida

Postado em 3 de outubro de 2019

O governador Carlos Moisés da Silva (PSL) vem a Tijucas amanhã para oficializar a destinação de R$ 8,23 milhões ao município. O recurso deve garantir o asfaltamento da Avenida Beira-Rio — entre a Ponte Sobre o Rio Tijucas, na divisa dos bairros Centro e Praça, e a Ponte Sobre o Rio Oliveira, no acesso à SC-410, no Joáia. A obra ainda não foi licitada, mas, se houver necessidade, o município deve assumir a contrapartida.

Inicialmente, a recepção ao chefe do Executivo estadual estava prevista para o gabinete do prefeito Elói Mariano Rocha (PSD), em cerimonial interno, na prefeitura. Mas, por conta da repercussão e, inclusive, porque autoridades diversas solicitaram participação, o evento foi transferido para o Anfiteatro Leda Regina de Souza, às 9h, com portas abertas à comunidade.

Moisés compreendeu e considerou que a Beira-Rio é um importante corredor entre a BR-101 e o Vale do Rio Tijucas, e que não seria justo o município arcar com todas as despesas da obra.

As negociações, segundo a comunicação oficial, foram conduzidas por Mariano Rocha e governo estadual, com participação decisiva do secretário de Administração e Finanças, Rosenildo de Amorim, em seguidas incursões à Casa Civil.

“Nada a temer”

Postado em 10 de setembro de 2019

Em atenção à propalada condenação por improbidade administrativa, de quando foi secretário de Educação na gestão de Nilton de Brito (PP), em 1995, o prefeito Elói Mariano Rocha (PSD), de Tijucas, usou as redes sociais para informar que tomou conhecimento dos fatos apenas na imprensa; e que, assim que a decisão for publicada, vai se manifestar novamente a respeito do tema.

A juíza Monike Silva Póvoas Nogueira assinou a sentença sexta-feira (6), e o caso ganhou repercussão principalmente nos grupos de conversação online. Mariano Rocha foi condenado a ressarcir o erário municipal em R$ 27,4 mil, corrigidos desde 1º de março de 2002. À ação, cabe recurso.

Para conter as especulações, o prefeito garantiu, em nota de esclarecimento no Facebook, que não tem “nada a temer e nem mesmo a esconder”; e que, por se tratar de uma decisão em primeiro grau, vai recorrer.