sexta-feira, 3 de dezembro de 2021 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Devolução

Postado em 3 de dezembro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O ex-prefeito João José David, de Major Gercino, foi condenado a devolver R$ 163 mil (em valores corrigidos) ao erário municipal. A resolução vem do TCE (Tribunal de Contas do Estado), que julgou ilegais pagamentos que somam R$ 90 mil ao irmão do ex-mandatário majorense, Jade José David.

Durante o governo de João David, criou-se o cargo de diretor de Controle Interno da Câmara Municipal, em 2011, e Jade ficou com a vaga. A maioria dos vereadores, porém, entendeu que havia irregularidades no processo e extinguiu a função, exonerando, portanto, o irmão do então prefeito — que, inconformado com a decisão dos parlamentares, recorreu à Justiça, foi reintegrado e remunerado pelo período em que esteve afastado.

Agora, o TCE entendeu que o acordo não tem validade legal e encaminhou o débito ao ex-prefeito. João David, no entanto, disse ao Jornal Correio Catarinense que deve recorrer. “Não foi uma decisão minha. Só paguei porque houve um acordo na Justiça”, justificou.

Juridicamente impossível

Postado em 8 de outubro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O prefeito de Bombinhas, Paulo Henrique Dalago Müller (DEM), diz que até gostaria de isentar os tijuquenses do pagamento da TPA (Taxa de Preservação Ambiental) — como propôs o vereador Edson Souza (MDB), de Tijucas, nesta semana, com requerimento protocolado na Câmara Municipal —, mas que o intento não tem amparo legal. O mandatário bombinense falou sobre o tema ontem, em participação no programa LINHA DE FRENTE, na VipSocial TV.

No pedido, Souza justifica que o acesso a Bombinhas na alta temporada deveria ser livre para moradores de Tijucas em razão do acordo entre os dois municípios para que a água do Rio Tijucas chegue à população bombinense. “Respeito o vereador, sou amigo dos filhos dele, mas juridicamente não tem como fazer isso”, respondeu Dalago Müller. Assista à entrevista na íntegra:

Talk show com personalidades da política que tenham relação direta ou indireta com o Vale do Rio Tijucas e a Costa Esmeralda, o LINHA DE FRENTE vai ao ar semanalmente, todas as quintas-feiras, às 19h30, na VipSocial TV e com transmissões simultâneas nas redes FacebookYouTube e Instagram.

Juros e correções

Postado em 12 de agosto de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

De vagar, a conta vem sendo paga. Daqueles três ex-vereadores neotrentinos que teriam fraudado notas de despesas na Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, em 2013 e 2014, apenas Elio Vill ainda se mantinha em função pública, como secretário distrital do Aguti, no interior de Nova Trento — apesar de haver, desde abril, uma sentença judicial, em primeira instância, que determina a suspensão de direitos políticos e perda de cargo público que porventura exerçam.

Vill foi exonerado na semana passada. O prefeito Tiago Dalsasso (MDB) ainda não anunciou um substituto para o posto.

Toma lá, dá cá

Postado em 4 de agosto de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os feitos da ex-vereadora Lialda Lemos no cargo, de 2009 a 2016, continuam rendendo nos tribunais. Responsável por inúmeras ações — especialmente contra as gestões de Elmis Mannrich (MDB) e Valério Tomazi (MDB) — que ainda tramitam nas instâncias da Justiça, ela, agora, experimentou o lado inverso da situação. E precisa pagar indenização por danos morais ao servidor público municipal Cristiano da Silva, com quem vinha duelando judicialmente nos últimos anos.

Motorista da Secretaria Municipal de Saúde em 2015, Silva cumpria expediente em caráter de plantão, com uma ambulância estacionada em frente de casa, quando a então parlamentar publicou fotos da ocorrência no Facebook com a legenda “Em Tijucas pode!!! Motorista faz plantão em casa e leva a ambulância #TdViradoAvesso”. O servidor, munido de documentos e declarações que comprovavam a licitude do ato, acionou Lialda na Justiça e ganhou a causa.

A sentença, de 2018, previa indenização de R$ 20 mil; mas a ex-vereadora recorreu e conseguiu a diminuição para R$ 5 mil. Ontem, enfim, foi expedida a intimação para que a decisão seja cumprida.

Bônus e ônus

Postado em 25 de maio de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A recepção ao ex-vereador e principal adversário no recente pleito municipal Heriberto Eurides de Souza (PSC), semana passada, no paço de São João Batista, tirou um peso das costas do prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB), mas, ao mesmo tempo, trouxe outra dor de cabeça. O apaziguamento das rusgas e a desistência da ação judicial que a coligação derrotada havia movido contra o grupo vitorioso foram os pontos positivos do encontro; e a exoneração do coordenador de Comunicação Social da prefeitura, Jonatam Cordeiro, no entanto, entrou na conta dos revezes.

Na saída, após quase três horas de conversa, Souza teria revelado ao mandatário batistense que pretendia encaminhar denúncia ao Ministério Público sobre a contratação de Cordeiro, que continua, paralelamente, no quadro funcional da Rádio Clube. Ontem, a propósito, o comunicador informou aos colegas da “decisão de pedir exoneração” do cargo, “após conversa com a assessoria jurídica e para não prejudicar a administração municipal no futuro” e falou sobre “pessoas que se apegam à politicagem” sem detalhar nomes ou acontecimentos. Pois, então?!

Paz e amor

Postado em 21 de maio de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Principais concorrentes no pleito majoritário de 2020 em São João Batista, o prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB) e o ex-vereador Heriberto Eurides de Souza (PSC), enfim, selaram a paz. O encontro, ontem, na prefeitura, durou quase três horas.

 

O candidato vencido, a propósito, já havia tentado aparar as arestas com o chefe do Executivo municipal, meses atrás, em visita ao paço municipal. Mas, naquela feita, foi informado, na antessala, pelo então chefe de gabinete Maxiliano de Oliveira, que não seria atendido. O motivo das rusgas era um processo que a coligação derrotada havia movido contra os vitoriosos.

 

Mote da conversa, aliás, a ação eleitoral foi retirada. O ex-vereador, inclusive, foi entregar ao prefeito os documentos que comprovam a desistência do caso.

 

Eles falaram ao jornal Correio Catarinense, e, enquanto Ramos enalteceu o caráter do adversário no pleito de 2020, Souza fez o que queria na primeira tentativa e se colocou à disposição para contribuir com o desenvolvimento do município.

Manifesto regional

Postado em 5 de maio de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A exemplo de 50 chefes de Executivos municipais e outras lideranças em todo o Estado — conforme a imprensa catarinense vem divulgando —, há um manifesto, também, no Vale do Rio Tijucas a favor do retorno do governador afastado Carlos Moisés da Silva (PSL) à cadeira. Na região, o movimento ganhou força com a participação incisiva do deputado estadual Jerry Comper (MDB), que, inclusive, colheu assinaturas dos prefeitos de Nova Trento e São João Batista, Tiago Dalsasso (MDB) e Pedro Alfredo Ramos (MDB), num tratado de apoio que vem organizando.

Correligionários de Moisés e respectivos prefeitos de Canelinha e Major Gercino, Diogo Francisco Alves Maciel (PSL) e Valmor Pedro Kammers (PSL) são outros que defendem abertamente, nas convergências políticas do Vale, a continuidade do governo. Mais discreto, porém, o mandatário tijuquense Eloi Mariano Rocha (PSD) teria, inclusive, telefonado para o governador afastado e expressado apoio.

A barafunda do impeachment tem seu capítulo final previsto para sexta-feira (7). A decisão, agora, cabe a uma comissão formada na Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina), uma vez que os órgãos fiscalizadores da Justiça entenderam que Moisés não teve relação direta com a polêmica compra dos respiradores.

Indenização milionária

Postado em 15 de março de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Em janeiro de 2021, o ex-atleta de futebol Dener Machado, de Canelinha, anunciou a aposentadoria precoce dos gramados, aos 23 anos, apontando “irresponsabilidades e negligências” em cirurgias e recuperação como jogador do Flamengo. Agora, o ex-zagueiro ingressou com ação trabalhista na Justiça contra o clube da Gávea, pedindo indenização de R$ 4,2 milhões. A informação foi publicada pelo portal Globoesporte.

O processo foi distribuído para a 1ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro e tem como base a alegação do canelinhense de que o departamento médico do Flamengo errou no tratamento de suas lesões a ponto de torná-lo inválido.

Pega para Cristo

Postado em 30 de novembro de 2020
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Personagem em voga na nota “Passaporte rasgado“, de quinta-feira (26) no Blog, a secretária de Educação de Canelinha, Rosângela Maria Leal Cordeiro, garante que se recebesse o convite do prefeito eleito Diogo Francisco Alves Maciel (PSL) para permanecer no posto, não aceitaria. “Desde muito tempo já sinalizei que não queria ficar no cargo. O término da gestão já estava bem presente na minha vida. Não perco nada. Quero acordar tarde, não ter compromisso, ficar na praia e viver feliz ao lado da minha família”, reforça.

Sobre o processo que deve enfrentar na Justiça, movido pela coligação “A Canelinha Que Queremos”, em face da publicação de um vídeo com afrontas ao candidato peesselista, Rosângela diz que foi pega para Cristo. “O vídeo não foi feito por mim e foi compartilhado por muita gente. Agora vamos à defesa”, finaliza a secretária.

Injúria racial

Postado em 12 de novembro de 2020
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A candidata a vereadora Vanessa Renata Machado (MDB), de Tijucas, foi vítima de injúria racial. Ela acusa a autônoma Sirlene Aparecida de publicação ofensiva, com motivação política e discriminatória, em um de seus vídeos de campanha na rede social Facebook. Na postagem, a autora teria escrito “já ganhouuu urubu”.

Vanessa garante que não tem contato próximo com Sirlene, mas que a conhece pessoalmente. A candidata, empresária, negra e mãe de três filhos, fez as capturas de tela e assegura que vai levar o caso à Justiça. “Registrei o boletim de ocorrência e aguardo orientações de minha advogada. Não vou ceder”, diz.