terça-feira, 23 de abril de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Hora do adeus 

Postado em 2 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

O prazo para a desincompatibilização de quem ocupa uma secretaria municipal e pretende, em outubro, concorrer a uma cadeira na Câmara de Vereadores, termina no próximo sábado (6), exatos seis meses antes do pleito municipal. 

As previsões e especulações iniciais indicavam que Tijucas teria, nesta data, uma série de saídas. O prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD), desde o início do ano, já listava as prováveis baixas e, principalmente, os nomes para substituição. O Blog apurou, em janeiro, que nove exonerações eram cogitadas pelo mandatário. 

Entretanto, restando poucos dias para a definição, alguns dos secretários ainda não bateram o martelo sobre a candidatura. O Blog, porém, confirmou que o número deve ser menor do que o previsto e, servidores do alto escalão, que tinham as candidaturas dadas como certas, optaram por seguir no comando das pastas. 

Os indecisos, aliás, têm encontros marcados com o mandatário tijuquense, nos próximos dias, para avaliar prós e contras, e definir o futuro. Enquanto isso, aves sedentas por informações seguirão sobrevoando o paço municipal para municiar o Blog com notícias precisas.

Meio período

Postado em 26 de dezembro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Sete anos se passaram, e o expediente da prefeitura de Tijucas continua sendo um tabu no paço municipal. Os propalados índices de aprovação do prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD), repetidos sistematicamente nas reuniões do grupo, melindram qualquer posicionamento contrário – embora muitos defensores da gestão sejam críticos ao atendimento das 7h às 13h. Grande parte entende que as repartições públicas do município deveriam cumprir horário comercial.

O tema foi esteio de campanhas oposicionistas em 2020, como a do empresário Thiago Peixoto dos Anjos (então PDT, agora no PL), que alcançou a segunda colocação entre cinco candidatos.

Mesmo os pré-candidatos da situação mostram desconforto e se mantém reticentes quando o assunto vem à tona. Mais próximos de representar o governo na futura eleição majoritária, o vereador Rudnei de Amorim (PSD) e o vice-prefeito Sérgio “Coisa Querida” Cardoso (PSD), que são empresários e se estabeleceram na iniciativa privada com árdua rotina de trabalho, seriam favoráveis a uma revisão nos horários de atendimento da prefeitura. Mas evitam manifestações públicas sobre a questão para não aviltar os servidores, principalmente, e manter o bom trato com Mariano Rocha.