sexta-feira, 12 de abril de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

De volta ao jogo

Postado em 2 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

A Secretaria Municipal de Saúde de Tijucas terá, após sete anos e quatro meses, um novo comandante. Isso porque o ex-vereador Vilson José Porcincula deve, nesta semana, entregar o pedido de exoneração, atendendo às regras da desincompatibilização, com vistas no processo eleitoral.

O Blog apurou que Tem, como ficou conhecido, voltará às urnas representando o PP, partido em que está filiado há 35 anos. A desvinculação, entretanto, será apenas do comando da pasta, já que Porcincula é técnico em enfermagem efetivo do município e poderá exercer a função até o fim de junho.

Além do período na chefia de uma das mais importantes repartições da administração municipal, o futuro ex-secretário ostenta ainda, no currículo, três passagens consecutivas pelo Legislativo, entre 2005 e 2016, e tentará, pela quarta vez, uma das cadeiras do parlamento.

SUBSTITUTO

Os nomes do futuro secretário – ou secretária – já começaram a pipocar nos corredores da prefeitura. Porém, ainda não passam de especulações. Por lógica, a indicação deveria ser do PP, partido que integra a base governista. Mas, até o momento, não houve qualquer definição neste sentido.

Hora do adeus 

Postado em 2 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

O prazo para a desincompatibilização de quem ocupa uma secretaria municipal e pretende, em outubro, concorrer a uma cadeira na Câmara de Vereadores, termina no próximo sábado (6), exatos seis meses antes do pleito municipal. 

As previsões e especulações iniciais indicavam que Tijucas teria, nesta data, uma série de saídas. O prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD), desde o início do ano, já listava as prováveis baixas e, principalmente, os nomes para substituição. O Blog apurou, em janeiro, que nove exonerações eram cogitadas pelo mandatário. 

Entretanto, restando poucos dias para a definição, alguns dos secretários ainda não bateram o martelo sobre a candidatura. O Blog, porém, confirmou que o número deve ser menor do que o previsto e, servidores do alto escalão, que tinham as candidaturas dadas como certas, optaram por seguir no comando das pastas. 

Os indecisos, aliás, têm encontros marcados com o mandatário tijuquense, nos próximos dias, para avaliar prós e contras, e definir o futuro. Enquanto isso, aves sedentas por informações seguirão sobrevoando o paço municipal para municiar o Blog com notícias precisas.

Futuro indefinido

Postado em 25 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

Longe das urnas desde 2012, mas peça decisiva nas eleições municipais de 2016 e 2020, o presidente do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto), de Tijucas, Luiz Rogério da Silva, ainda não definiu os seus próximos passos e, sobretudo, qual será a sua participação no pleito de outubro.

Embora ainda existam dúvidas, o ex-vice-prefeito tem pouco tempo para analisá-las e tomar uma decisão. Isso porque, caso pretenda concorrer ao Legislativo, terá que deixar a presidência da autarquia municipal até o próximo dia 6. Ou, se concorrer no pleito majoritário, a desincompatibilização deve ser assinada até junho.

“Mas precisa fazer uma avaliação e passar pelo teste da urna. É uma coisa que ainda não está descartada. Tenho alguns dias ainda pra avançar. Tenho, ainda, que me desincompatibilizar, mas, ainda tenho uma decisão a ser tomada. Pode, também, mudar o caminho. Isso ainda está indefinido”, revelou Rogerinho, em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, quinta-feira passada.

OPERAÇÃO ICEBERG

O desenrolar das investigações da Operação Iceberg que, segundo se especula, pode ter novos episódios, não assusta o presidente do Samae tijuquense que, à época, presidiu a Câmara de Vereadores. Entretanto, reafirma que as irregularidades citadas na denúncia, se de fato ocorreram, não foram no período em que chefiou o Legislativo municipal.

“Fez-se um circo. Mas, se houveram irregularidades, se isso for provado, não acredito que ocorreram no período em que estava à frente do Legislativo. E, no único curso que fui, em 2014, estava lá presente. Acredito na Justiça e que será feito um julgamento imparcial. Tenho certeza da minha inocência, do que fiz… acredito plenamente em todos os colegas e que não houveram irregularidades no momento em que fui presidente. Espero que isso se conclua o mais rápido possível, pois afeta a vida política, das famílias… Ainda resta a esperança de que dias melhores virão”, contou.

Reunião de tropas

Postado em 13 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

As fissuras no MDB tijuquense, que iniciaram com a transferência do vereador e pré-candidato a prefeito Fernando Fagundes para o PL, receberam um rejunte da melhor procedência. O deputado estadual Emerson Stein se envolveu pessoalmente na causa e vem mobilizando toda a bancada estadual do partido no projeto do Manda Brasa para as eleições de outubro em Tijucas.

“Seremos mais fortes ainda”, garante o portobelense, que confia irrestritamente no potencial do ex-prefeito e presidente municipal da legenda Elmis Mannrich como opção emedebista na concorrência majoritária. “Ele está mais consolidado do que nunca e terá o apoio de toda a nossa bancada”, diz.

Com o representante do MDB na disputa da prefeitura definido, Stein volta as atenções, agora, para a reconstrução da nominata proporcional, que também sofreu baixas significativas – como a do vereador Esaú Bayer, que decidiu acompanhar Fagundes no PL. “Apresentaremos ótimos nomes nos próximos dias”, revela o ex-prefeito de Porto Belo.

Online

Postado em 10 de janeiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Redes Sociais

Enquanto ainda aguarda o passar dos dias para definir os planos futuros, o deputado estadual suplente e ex-prefeito Daniel Netto Cândido (PODE), de São João Batista, vem retomando gradativamente a comunicação via redes sociais, característica que foi evidenciada ao longo dos quase oito anos em que administrou a Capital Catarinense dos Calçados.

A presença constante, deixada de lado desde as eleições gerais de 2022, voltou à estratégia do batistense em 2024. Já nos primeiros dias do novo ano, Netto Cândido compartilhou vários momentos com seus seguidores. Entre eles, horas de leitura e/ou estudos, e treinos em academias.

Se as aparições têm ligação com as eleições de outubro próximo, não é possível afirmar. Entretanto, o Blog apurou que o ex-mandatário vem conversando com diferentes grupos políticos do município, com intuito de mapear os caminhos do movimento que ainda lidera em São João Batista.

Netto Cândido segue sendo o candidato predileto das lideranças do “Danielismo” para a retomada da prefeitura, mas, o atual assessor de bancada do Podemos na Alesc ainda não definiu se concorrerá ou não, e a única certeza é de que participará do pleito de maneira direta ou indireta.

Borbulhando

Postado em 6 de novembro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Redes Sociais

Os bastidores do Poder Legislativo de Tijucas prometem ser agitados, a partir desta semana. O motivo é o início das conversas para a definição do presidente da Câmara de Vereadores do ano que vem, justamente quando boa parte dos parlamentares passarão pelo crivo popular.

Fontes do Blog garantem que existem três interessados: Maurício Poli (PSB), Rudnei de Amorim (PSD) e Écio Hélio de Melo (PP). O último, aliás, colocou-se à disposição no ano passado. Tentou, inclusive, a benção do prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD), mas sem sucesso.

Poli, o atual presidente, afirma que gostaria de continuar liderando os trabalhos da casa, mas que “não vai entrar em atritos”. Portanto, só seria reconduzido ao cargo caso fosse nome de consenso do grupo governista.

Amorim desponta como favorito e, segundo os pássaros incolores que sobrevoam diariamente o parlamento tijuquense, será o presidente de 2024, se assim desejar. Os diálogos começaram.

Frente democrática

Postado em 30 de outubro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Redes Sociais

Inspirado no movimento responsável por catapultar a candidatura de Décio Lima (PT) ao Governo do Estado, ano passado, lideranças de oposição e alinhadas ao Governo Federal, em Porto Belo, vêm organizando um grupo semelhante ao da “Frente Democrática”.

Partido dos Trabalhadores (PT), Partido Socialista Brasileiro (PSB) e Partido Verde (PV) devem estar juntos na aliança pela prefeitura portobelense. Neste momento, dois nomes são trabalhados como opções viáveis para a disputa, mas, a definição, ocorrerá somente em 2024.

A advogada Rosana Schlichta, representante da comunidade evangélica e atual presidente do PSB municipal, figura entre as alternativas. Ela preside, ainda, o Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente de Porto Belo.

Já o servidor público municipal, Leandro Silva, lotado na Saúde, apresenta-se como postulante a prefeito pelo PT. Silva, até o momento, é o único petista portobelense que se colocou à disposição para o pleito. Além disso, é filho de um dos fundadores da legenda na cidade.

O Blog apurou que, independentemente da escolha do representante, os três partidos estarão juntos. A ideia é formar um “projeto popular e democrático” com o intuito de “produzir uma renovação completa na política de Porto Belo”, revelou uma fonte.

Na bronca

Postado em 5 de outubro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

A recente liberação da ponte do Exército, montada sobre o Rio Perequê, na divisa entre Porto Belo e Itapema, não agradou ao prefeito portobelense, Joel Orlando Lucinda (MDB). Para o mandatário, faltou diálogo entre as duas prefeituras sobre o sentido do trânsito na localidade.

Isso porque a administração da cidade vizinha organizou um ato de inauguração, já com a definição de que a estrutura atenderia os veículos que seguem sentido Itapema/Porto Belo. Já os motoristas que saem de Porto Belo para Itapema, terão que utilizar a ponte balsa, que oferece menos segurança aos usuários.

Lucinda garante que tentou contato “inúmeras vezes” com os órgãos de segurança itapemenses, mas sem sucesso. Argumenta, ainda, que a organização do trânsito desconsidera a estrutura antiga que, embora esteja com passagem limitada, ainda ajudaria a desafogar o tráfego.

“A forma como Itapema configurou o trânsito atrapalha Porto Belo, que possui na região ruas mais estreitas, o que, provavelmente, vai aumentar os congestionamentos do nosso lado”, frisou o prefeito. Lucinda confirmou, também, que seguirá tentando rever a situação.

Hora da decisão

Postado em 28 de agosto de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Agência Catarinense de Notícias

O governador e presidente do PL em Santa Catarina, Jorginho Mello, não abre mão de ter um candidato a prefeito em Tijucas. A posição do comandante da legenda ficou sublinhada na reunião local dos liberalistas, quinta-feira (24), em Nova Descoberta.

Decidiu-se, ainda, que a regência municipal do PL deva anunciar o quanto antes um nome para o início efetivo dos trabalhos. Um novo encontro foi marcado para esta semana a fim de, se tudo correr como planejado, definir o escolhido.

CARTA FORA

Entre as sugestões da cúpula estadual, estaria a empresária Filomena Mello, irmã do governador e moradora da Praça.

A esmagadora maioria dos dirigentes do PL tijuquense, no entanto, mostra resistência e, de acordo com o presidente municipal da legenda, José Vicente de Souza e Silva, esta hipótese estaria “absolutamente descartada”.

Cara a cara

Postado em 26 de junho de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo pessoal

O prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD), de quem todos os pré-candidatos governistas à sucessão municipal esperam uma bênção em 2024, convocou o vereador Maickon Campos Sgrott (PP) para uma conversa crucial, dias atrás. Na pauta, a disposição do parlamentar à concorrência majoritária, as chances de sucesso no pleito e o capital político que poderia levar o progressista à chefia do Executivo. Não faltou, durante o tête-à-tête, inclusive, o convite – ou chamado – para as fileiras do PSD.

Em tempos remotos, o filho do ex-prefeito Uilson Sgrott contava apenas com a intenção e alguns entusiastas no Conselho do alcaide. Na linha de apostas, a maior parte das fichas caíam sobre os nomes do vice-prefeito Sergio “Coisa Querida” Cardoso (PSD) e do vereador Rudnei de Amorim (PSD). Algo, no entanto, parece ter mudado.

Não se sabe, entretanto, se a confabulação entre Mariano Rocha e o ex-presidente da Câmara foi definitiva, para o start no trabalho de bastidores, ou se o prefeito pretende ouvir, ainda, os outros interessados do grupo com a mesma cerimônia e atenção. Pois então?!