sexta-feira, 12 de abril de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

De volta ao jogo

Postado em 2 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

A Secretaria Municipal de Saúde de Tijucas terá, após sete anos e quatro meses, um novo comandante. Isso porque o ex-vereador Vilson José Porcincula deve, nesta semana, entregar o pedido de exoneração, atendendo às regras da desincompatibilização, com vistas no processo eleitoral.

O Blog apurou que Tem, como ficou conhecido, voltará às urnas representando o PP, partido em que está filiado há 35 anos. A desvinculação, entretanto, será apenas do comando da pasta, já que Porcincula é técnico em enfermagem efetivo do município e poderá exercer a função até o fim de junho.

Além do período na chefia de uma das mais importantes repartições da administração municipal, o futuro ex-secretário ostenta ainda, no currículo, três passagens consecutivas pelo Legislativo, entre 2005 e 2016, e tentará, pela quarta vez, uma das cadeiras do parlamento.

SUBSTITUTO

Os nomes do futuro secretário – ou secretária – já começaram a pipocar nos corredores da prefeitura. Porém, ainda não passam de especulações. Por lógica, a indicação deveria ser do PP, partido que integra a base governista. Mas, até o momento, não houve qualquer definição neste sentido.

Meio período

Postado em 26 de dezembro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Sete anos se passaram, e o expediente da prefeitura de Tijucas continua sendo um tabu no paço municipal. Os propalados índices de aprovação do prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD), repetidos sistematicamente nas reuniões do grupo, melindram qualquer posicionamento contrário – embora muitos defensores da gestão sejam críticos ao atendimento das 7h às 13h. Grande parte entende que as repartições públicas do município deveriam cumprir horário comercial.

O tema foi esteio de campanhas oposicionistas em 2020, como a do empresário Thiago Peixoto dos Anjos (então PDT, agora no PL), que alcançou a segunda colocação entre cinco candidatos.

Mesmo os pré-candidatos da situação mostram desconforto e se mantém reticentes quando o assunto vem à tona. Mais próximos de representar o governo na futura eleição majoritária, o vereador Rudnei de Amorim (PSD) e o vice-prefeito Sérgio “Coisa Querida” Cardoso (PSD), que são empresários e se estabeleceram na iniciativa privada com árdua rotina de trabalho, seriam favoráveis a uma revisão nos horários de atendimento da prefeitura. Mas evitam manifestações públicas sobre a questão para não aviltar os servidores, principalmente, e manter o bom trato com Mariano Rocha.