sexta-feira, 12 de abril de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Em linha reta

Postado em 1 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Reprodução/Redes Sociais

As crenças ideológicas estão acima de qualquer projeto político ou pessoal que o empresário Felipe Lemos possa ter. O posicionamento do líder do PL municipal e pré-candidato a prefeito de São João Batista foi mais uma vez sublinhado no fim de semana, durante a estada do ex-presidente Jair Bolsonaro em Balneário Camboriú.

Lemos, que sempre defendeu a direita conservadora e a postura de Bolsonaro mesmo que não participasse do movimento político, continua, agora como presidente de partido e postulante à prefeitura, seguindo os passos do maior expoente liberalista em território brasileiro. E desta vez, na cidade litorânea, não foi diferente.

“Sempre defenderei aquilo que acredito e confio. Por Deus, pela minha família, pela nossa pátria e pela liberdade”, escreveu o batistense nas redes sociais assim que postou, orgulhoso, fotos e vídeos do ato.

Balanço positivo

Postado em 27 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O roteiro de visitas no Congresso Nacional, cumprido pelo prefeito Tiago Dalsasso (MDB), de Nova Trento, nesta semana, foi, segundo ele mesmo, bastante positivo. O mandatário celebrou, logo no retorno, as boas notícias recebidas durante a viagem à Capital Federal.

Chamou atenção, aliás, a audiência de Dalsasso com o senador Esperidião Amin (PP), que, por lógica, legenda partidária e convicção, seria um apoiador do grupo de oposição na Terra de Santa Paulina. Mas, o posicionamento ficou em segundo plano.

“Agenda cheia, buscando recursos para a conclusão de projetos. Faz parte! Defesa Civil, Saúde, Educação e Assistência Social foram pautas levantadas. Volto otimista e cheio de vontade”, resumiu o prefeito.

Meio período

Postado em 26 de dezembro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Sete anos se passaram, e o expediente da prefeitura de Tijucas continua sendo um tabu no paço municipal. Os propalados índices de aprovação do prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD), repetidos sistematicamente nas reuniões do grupo, melindram qualquer posicionamento contrário – embora muitos defensores da gestão sejam críticos ao atendimento das 7h às 13h. Grande parte entende que as repartições públicas do município deveriam cumprir horário comercial.

O tema foi esteio de campanhas oposicionistas em 2020, como a do empresário Thiago Peixoto dos Anjos (então PDT, agora no PL), que alcançou a segunda colocação entre cinco candidatos.

Mesmo os pré-candidatos da situação mostram desconforto e se mantém reticentes quando o assunto vem à tona. Mais próximos de representar o governo na futura eleição majoritária, o vereador Rudnei de Amorim (PSD) e o vice-prefeito Sérgio “Coisa Querida” Cardoso (PSD), que são empresários e se estabeleceram na iniciativa privada com árdua rotina de trabalho, seriam favoráveis a uma revisão nos horários de atendimento da prefeitura. Mas evitam manifestações públicas sobre a questão para não aviltar os servidores, principalmente, e manter o bom trato com Mariano Rocha.

Posicionamento

Postado em 28 de outubro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

As importantes Acit (Associação Comercial e Industrial de Tijucas) e CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), ao que tudo indica, têm um patrono: o célebre empresário Luciano Hang. Desde que os diretores das duas instituições passaram a ter contato estreito com o dono das lojas Havan, o ativismo político vem dividindo atenções com o associativismo.

Em recente evento corporativo, a propósito, os presidentes da Acit e da CDL, Luciene Jacomossi de SouzaDaniel Correia Luz, posicionaram-se firmemente em nome da Casa do Empresário. Gravaram vídeo com Hang e o senador eleito Jorge Seif (PL-SC) na moldura para dizer que “a esquerda não pode voltar ao poder”.

O pronunciamento foi repercutido na indústria e no comércio local, e motivou reações diversas. Sobretudo porque não houve uma diligência interna com associados para prenunciar o ato e, sobretudo, uma consulta sobre a unanimidade dessa corrente na categoria.

Na defesa dos diretores estão os exemplos das associações comerciais de Florianópolis, São José e Joinville, que usaram o mesmo expediente. Um dos dirigentes da Casa do Empresário, inclusive, revela que, embora não tenha havido, de fato, uma consulta individual aos associados, a posição da Acit e da CDL sobre o segundo turno das eleições foi respaldada no conselho superior das entidades, nas diretorias, e seguiu todas as medidas protocolares.

Chumbo trocado

Postado em 30 de agosto de 2017
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Por meio do WhatsApp, em 17 minutos de gravação, o ex-secretário regional Jones Bosio explica porque aparece na capa do jornal O Município, de Brusque, acusado de participar de uma suposta manobra que teria desviado R$ 30 mil dos cofres do Estado, em 2014, para um festival de bandas em Canelinha. Além dele, o ex-prefeito Antônio da Silva, que governava a Cidade das Cerâmicas na época, e o secretário de Administração e Finanças do município de Tijucas, Rosenildo de Amorim, que respondia pela diretoria executiva do SincaSJB (Sindicato das Indústrias de Calçados de São João Batista), tiveram os bens bloqueados pela Justiça.

Bosio se diz injustiçado e vítima de perseguição, tanto da mídia quanto do Judiciário brusquense. “O promotor Taylor (Daniel Westphal Taylor, da 3ª Promotoria de Justiça de Brusque) me persegue diariamente. É pessoal. Ninguém me ouviu, não ouviram minha defesa, e já me condenaram. Eu não faria uma sacanagem dessas com o Governo e com o povo por R$ 30 mil”, relata o atual presidente municipal do DEM.

Sobre o evento, o ex-secretário demonstra pouco conhecimento. “O prefeito Antônio tratou diretamente com o secretário de Estado do Turismo, Cultura e Esporte da época. Mas, como o dinheiro era um decreto do Governo Estadual e haveria de passar pela SDR (Secretaria de Desenvolvimento Regional), acharam alguém a quem pudessem condenar”, diz.

A respeito da mencionada perseguição que estaria sofrendo na cidade, Bosio sustenta que o recente sucesso eleitoral no pleito majoritário de Brusque seria o motivo. “Desde que concorri à prefeitura contra essa elite, e fiquei em segundo lugar entre sete candidatos, com 12 mil votos, venho apanhando. Quando o jornal O Município e algumas rádios locais me telefonam, já sei que é coisa ruim. É questão de honra para algumas pessoas do Judiciário, da política, e para meia dúzia de empresários que eu seja destruído”, conclui.

Negativa prevista

Postado em 27 de julho de 2017
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O governo de Santa Catarina negou que tenha desistido da construção de uma penitenciária industrial em Tijucas. O posicionamento da administração estadual trazido à tona em reportagem do Jornal Razão, ontem teve efeitos aterradores na população. Na segunda-feira (24) à tarde, o deputado federal João Rodrigues (PSD-SC) garantiu, em coletiva de imprensa na prefeitura, que o Estado havia decidido recuar, e que a Capital do Vale estaria livre desse problema.

Na prefeitura, porém, há certa tranquilidade. O parecer oficial do governo estava previsto. Na conversa entre o parlamentar e o governador Raimundo Colombo (PSD), testemunhada por integrantes da administração municipal, essa postura havia ficado sublinhada. “O governador adiantou que não recuaria oficialmente para não prejudicar a negociação com outros municípios, mas garantiu ao deputado, na nossa frente, que a penitenciária não seria mais construída em Tijucas”, revela, com exclusividade ao blog, um dos espectadores do diálogo.

Ontem, entretanto, enquanto a desconfiança pairava em Tijucas, Rodrigues enviava recortes de jornais do Estado para amigos tijuquenses. As notícias faziam referência ao acordo entre o governo estadual, o Ministério Público, o Tribunal de Justiça e a prefeitura de São José para a construção de uma unidade prisional no município.

Correio quente

Postado em 1 de fevereiro de 2017
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Em audiência com o secretário estadual de Planejamento, Murilo Flores, sexta-feira (27), em Florianópolis, o prefeito de Tijucas, Elói Mariano Rocha (PSD), mandou um recado ao governador e correligionário Raimundo Colombo (PSD) sobre a possível instalação de uma penitenciária industrial na Capital do Vale.

“Sou totalmente contra, e continuarei lutando para que esta obra não seja concretizada. Precisamos que o governador tenha conhecimento e entenda o nosso posicionamento”, esbravejou o prefeito, depois de pedir que o secretário levasse a mensagem ipsis litteris ao chefe do Executivo estadual.