domingo, 14 de julho de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Pix solidário

Postado em 9 de julho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Raissa Rocha

Classificado para a segunda fase da Copa Santa Catarina Sub-15, o Tiradentes Esporte Clube, de Tijucas, precisa de ajuda para custear a viagem até Seara, no Oeste catarinense, onde enfrentará o clube local.

O Azulão tijuquense terá que arcar com o transporte, além da hospedagem e alimentação dos atletas. Uma chave PIX foi disponibilizada pela diretoria para arrecadação de doações e contribuições financeiras espontâneas.

Qualquer quantia pode ser destinada ao clube através da chave CPNJ 83715367000119, com favorecimento ao TIRADENTES EC, através de Conta Corrente da Cooperativa Cresol.

Em campo

Postado em 23 de maio de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A reestreia do Tiradentes Esporte Clube, de Tijucas, em uma competição oficial, já tem data para acontecer. No próximo dia 1º, a equipe sub-15 do Azulão tijuquense entra em campo pela Copa Santa Catarina da categoria, no Estádio Sebastião Vieira Peixoto, às 15h.

O adversário será a Escola de Futebol Casa Lar Irmã Carmen, de Araranguá. Na primeira fase, o Tiradentes ainda terá outros cinco compromissos, diante do Profut, de Maracajá, e Agrifut, de Itajaí, com três duelos em Tijucas e outros três fora de casa.

Mão na massa

Postado em 6 de maio de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas | Arquivo

A diretoria do Tiradentes Esporte Clube corre contra o tempo para que o Estádio Sebastião Vieira Peixoto, em Tijucas, tenha condições de receber partidas da Copa Santa Catarina Sub-15 e Sub-17, previstas para junho. Os planteis de base do Azulão foram formados no início da temporada, vêm cumprindo rigorosa rotina de treinamentos, mas, de acordo com a FCF (Federação Catarinense de Futebol), apenas jogam em casa se os requisitos básicos da praça esportiva forem cumpridos.

Entre as necessidades, segundo o relatório da FCF, que teve o tijuquense Robson “Coquinho” Varela como delegado do processo, estariam principalmente a readequação dos vestiários para atletas e árbitros, que precisam de manutenção integral, e dos bancos de reservas, que devem ser aumentados em cerca de quatro metros cada um. As obras, nas projeções da direção do clube, foram orçadas em R$ 60 mil.

Os trunfos seriam as receitas de patrocínio e das vendas de camisas, e, especialmente, das emendas impositivas do município – cerca de R$ 80 mil – que o Tiradentes teria por receber. Para tanto, e com a necessidade de urgência, o presidente Vinícius Voigt Severiano e o diretor de Finanças do clube Tiago Neri Pereira tiveram audiência com o prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD), dias atrás, para tratar dos empenhos. O mandatário tijuquense prometeu depositar os recursos nos próximos momentos, e as adequações no estádio, com equipe interna e voluntária, iniciaram imediatamente.

Retorno aguardado

Postado em 30 de janeiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas | Arquivo

A retomada das atividades do Tiradentes Esporte Clube, que antes era apenas uma parte dos mais otimistas sonhos dos tijuquenses, passará a ser realidade em 2024. O Azulão deve reiniciar os trabalhos com categorias de base e tem, inclusive, um calendário esportivo para o ano.

O presidente do clube, Vinicius Voigt Severiano, anunciou, ontem, em entrevistas à imprensa local, que serão realizadas avaliações de desempenho para jovens atletas, nas categorias sub-15 e sub-17. Os treinamentos devem iniciar em março. A previsão, inclusive, é de que as equipes disputem a Copa Santa Catarina em ambas as categorias.

COMISSÃO TÉCNICA

Severiano confirmou, ainda, a equipe responsável pelas avaliações e por dirigir os jogadores. Adriano Franco “Bazola” de Camargo, Anderson Michel “Mainha” da Costa e Eduardo “Dudu” dos Santos Berto serão técnico, auxiliar técnico e preparador físico e de goleiros, respectivamente.

O presidente ponderou, ainda, que o trio foi escolhido com base em diferentes critérios. Entre eles, a ligação com o clube. Adriano Bazola é ex-jogador profissional de futebol e atleta revelado pelo Tiradentes. Já Anderson Mainha, atualmente, disputa as competições amadoras da região, mas tem passagens pelas categoria de base do próprio azulão tijuquense e do Avaí, além de competir profissionalmente em clubes do interior paulista. Dudu também disputa os Campeonatos Municipais de Tijucas e se destacou na base do Figueirense.

PATROCÍNIOS E ARRECADAÇÃO

A diretoria do Tiradentes, atualmente, é composta por diferentes comissões. Uma delas busca viabilizar financeiramente os projetos. Por ora, a equipe já foi contemplada na Lei das Emendas Impositivas, com indicações de vereadores para o envio de verbas.

Entretanto, o grupo ainda trabalha para receber benefícios de incentivo ao esporte, promovidos pelos governos Federal e de Estado. Além disso, os patrocinadores do novo uniforme ainda estão em fase de negociação e deverão ser anunciados em breve.

Apoio financeiro

Postado em 24 de outubro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Os tijuquenses que quiserem contribuir com a retomada das atividades do Tiradentes Esportes Clube, terão, em breve, a possibilidade de transferir recursos mensalmente para a equipe por meio do pagamento da conta de água, junto ao Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae).

A proposta foi apresentada no projeto de Lei nº 51/2023, de autoria dos vereadores Fernando Fagundes (MDB), Esaú Bayer (MDB) e Erivelto Leal dos Santos (PDT), e aprovada por unanimidade, ontem, na sessão ordinária da Câmara de Vereadores.

O presidente do Tiradentes, Vinicius Severiano, inclusive, participou da reunião e explicou que a doação dos valores é totalmente voluntária. Disse, ainda, que o recurso contribuirá muito com o andamento das atividades.

“Vamos correr atrás da população. Uma contribuição mínima e simbólica, mas pra que a gente possa manter a estrutura e colocar em prática nossos projetos pra 2024. A partir do ano que vem, iniciaremos projetos importantes voltados para crianças e adolescentes”, afirmou Severiano.

Azulão nos trilhos

Postado em 14 de agosto de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

O saudoso Tiradentes Esporte Clube, de Tijucas, que há 18 anos segue adormecido, mas presente na memória e no coração dos tijuquenses, conta os meses, as semanas, os dias e as horas, para, enfim, retomar as suas atividades no futebol catarinense.

As tratativas para a reorganização do Azulão vêm sendo lideradas pelo jovem advogado Vinícius Severiano – que, aliás, jogou nas categorias de base do clube. No planejamento de curto prazo, ainda não há uma estimativa de data para a volta do Tiradentes ao futebol profissional.

“No ano passado, eu previa, no mínimo, 12 meses para a parte estrutural: documento, CNPJ, utilidade pública, cadastro nos órgãos competentes, entender como funciona… Em abril deste ano, começamos a enxergar os próximos 12 meses. Não existe possibilidade, ainda, do Tiradentes voltar a ser profissional no próximo ano”, explica o presidente, em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE.

Entretanto, o grupo pretende iniciar os trabalhos com as categorias de base, disputando torneios estaduais sub-11, 13, 15 e 17. “Para isso, eu me filiaria à uma liga de futebol não profissional, conseguindo disputar competições catarinenses de base. O Tiradentes precisa, primeiro, mostrar credibilidade para a sociedade. Mostrar que é um projeto que vai começar e não vai acabar”, justifica Severiano.

Imagem arranhada

Os problemas financeiros das décadas passadas, para o presidente do clube, podem ser um entrave. Somente com as taxas da profissionalização, junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e Federação Catarinense de Futebol (FCF), o Tiradentes precisaria desembolsar cerca de R$ 1 milhão.

“Acho que sim, a imagem está arranhada. Hoje, para chegar no comércio, na indústria do Vale, e pedir um patrocínio, as pessoas não vão vincular como uma boa publicidade. Pergunte ao empresário que lá em 2004 botou dinheiro, pra ele dizer se houve credibilidade. O futebol em geral já não tem um prestígio enorme pra publicidade. Temos um clube desativado há 18 anos, onde a diretoria não teve mais como tocar, que teve um passivo trabalhista enorme… Então, é complicado”, lamenta.

A única alternativa possível para recuperar a credibilidade no mercado seria, então, a construção de um projeto saudável e sustentável. “Se voltar a trabalhar com a categoria de base, mostrar bons exemplos, ter respaldo do patrocinador e ele ver que esse dinheiro foi bem utilizado, para os anos seguintes, a pessoa vai querer vincular a marca dela”, finaliza.

Histórias

Postado em 11 de agosto de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Revista Placar

Em março de 2004, Tijucas e o Tiradentes Esporte Clube ganhavam destaque na edição mensal da Placar – uma das mais conceituadas revistas esportivas do país. Entre os personagens citados pela edição, estava o vereador tijuquense Edson José Souza, falecido nesta sexta-feira, 11 de agosto, vítima de um infarto.

O texto, escrito pelo jornalista Felipe Christi, contava a história de A. L. P. de A. O jogador de futebol, na época com 30 anos, cumpria pena no Presídio Regional de Tijucas (PRT), por envolvimento com o tráfico de drogas.

Após conseguir uma vaga para trabalhar na cozinha da unidade, o apenado entrou com um pedido de auxílio-reclusão. Edson Souza, então diretor do PRT, recebeu o currículo de Alder e constatou a profissão de jogador de futebol, inclusive com passagem por vários clubes, principalmente pelo interior de São Paulo.

Souza, então, solicitou ao juiz Vilson Fontana, da Comarca de Tijucas, a autorização para que o preso fizesse um teste no Tiradentes. O pedido foi aceito e o técnico da equipe, Joceli do Santos, aprovou o jogador. Alder, então, passou a treinar diariamente com a equipe e atuar em jogos oficiais. O caso, até hoje, é lembrado como uma das mais bem sucedidas histórias de ressocialização do presídio tijuquense.

Bastidores fervendo

Postado em 5 de junho de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo/Luan Lucas/VipSocial

Não bastasse a acirrada disputa dentro das quatro linhas dos gramados, o Campeonato Municipal de Futebol Amador de Tijucas ganhou, nos bastidores, um duelo ainda mais complexo envolvendo lideranças políticas do município.

Tudo começou com a decisão da Fundação Municipal de Esportes (FME), com base na avaliação do comando da Polícia Militar, de realizar os duelos de semifinais e finais em campo neutro, optando, então, pelo Estádio Sebastião Vieira Peixoto, estrutura histórica do Esporte Clube Tiradentes, mas administrada pela Associação AV 13 Esporte Clube.

Como a equipe gestora do Tatão participa da competição, os responsáveis pelos outros times entenderam que haveria clara vantagem, caso o AV 13 conquistasse uma vaga nas decisões. A diretoria do Itatiaia Esporte Clube foi uma das mais incisivas nas críticas e também nas cobranças.

Suposto envolvimento político

Um dos fatores que esquentaram o debate foi uma suposta mensagem, atribuída ao vereador Erivelto Leal dos Santos (PDT). No print que circula nas redes sociais, “Danone” – que preside e é o técnico da Associação XV de Novembro -, teria afirmado que se dependesse dele, o Itatiaia não conquistaria o bicampeonato.

O texto foi interpretado em tom de ameaça e imediatamente ligado à decisão da FME de sediar os duelos no Sebastião Vieira Peixoto, o que, em tese, prejudicaria a equipe do Itatiaia. Estaria, inclusive, registrado em ata oficial, que a sugestão de realizar os jogos em campo neutro partiu do vereador.

Indignados com a possibilidade de uma intervenção intencional, representantes da equipe do Oliveira procuraram o prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) para tentar reverter a definição. O mandatário tijuquense teria determinado que o maior evento esportivo do município só teria andamento se houvesse consenso entre as partes.

Justificativa

O superintendente da FME, Geovani Souza, argumenta que atende a um ultimato do comandante da 3ª Companhia de Polícia Militar, major Eduardo João Steil, que garante não ter condições de direcionar as equipes de segurança para outras comunidades, sobretudo no interior, durante a reta final do municipal.

Azulão histórico

Postado em 14 de abril de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo

Remontado por iniciativa de torcedores apaixonados, com liderança do jovem advogado Vinicius Severiano, o Tiradentes Esporte Clube chega aos 76 anos de fundação na próxima sexta-feira (21) com celebração especial para a comunidade esportiva de Tijucas e região.

Com recepção no Estádio Sebastião Vieira Peixoto, no Centro, em parceria com o AV 13 Esporte Clube, que administra a estrutura atualmente, o Azulão vai reunir personagens históricos da sua jornada, especialmente ex-atletas que defenderam o clube nas disputas do Campeonato Catarinense de Futebol nas décadas de 1990 e 2000. Craques como Betão, Decarlos, Embu, Catarina, Marcelinho, Felipe Oliveira e Balduíno devem, mais uma vez, vestir azul e branco em partidas festivas contra combinados locais durante o evento.

Na ocasião, a propósito, os atuais dirigentes pretendem lançar oficialmente a edição 2023 da camisa do Tiradentes com show à parte da organizada Mancha Azul e seus lendários integrantes.

Renascimento

Postado em 29 de julho de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O restabelecimento do Tiradentes Esporte Clube vem sendo discutido por um grupo de tijuquenses, desportistas, políticos e profissionais liberais, que se imbuíram na causa. O movimento tem sido coordenado pelo advogado Vinícius Severiano, que passou a sistematizar a ideia, sem alarde, mas com ações, há cerca de um ano e meio. Algumas das principais pendências judiciais do clube, inclusive, já teriam sido norteadas e em fase de normalização.

O objetivo, no primeiro momento, seria a regularização da entidade e o resguardo do seu patrimônio material: o Estádio Sebastião Vieira Peixoto, na região central da cidade, hoje pertencente ao município. Mas existem, evidentemente, planos para a retomada das atividades e, futuramente, o remonte esportivo do Tiradentes em ligas regionais de futebol e, de repente, em competições profissionais.

O projeto ainda é embrionário, mas tem sido levado muito a sério. O vereador Erivelto “Danone” Leal dos Santos e o despachante e empresário João Francisco “Titico” de Campos compõem a comissão de reestruturação do clube juntamente com outros representantes da comunidade tijuquense que, por ora, ainda preferem o anonimato.