domingo, 12 de julho de 2020 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Corte e costura

Postado em 9 de julho de 2020
Foto: Divulgação

Tudo leva a crer que o PL do vice-prefeito Adalto Gomes e o MDB da principal opositora da administração municipal, vereadora Fernanda Melo Bayer, estarão juntos no pleito que se aproxima. Líderes dos dois partidos, mais representantes do Cidadania e do Solidariedade, reuniram-se nesta noite para tratar da coalizão — que, neste momento, é praticamente certa.

Com espaço cada vez mais reduzido no governo, e as chances de reedição da chapa com Eloi Mariano Rocha (PSD) se esvaindo, o vice-prefeito vem, há algum tempo, buscando acordos nos setores de oposição. Nas coxias da política tijuquense, conjetura-se a união, em chapa MDB/PL, especialmente para estas eleições, de Valério Tomazi e Adalto Gomes, que concorreram, um contra o outro, à prefeitura no pleito de 2012.

Chapa pronta

Postado em 8 de julho de 2020

Fontes precisas do Blog garantem que o nome da contabilista Giselle Varela Serpa estaria praticamente certo, como futura candidata a vice-prefeita na chapa do empresário Thiago Peixoto dos Anjos (PDT) para o pleito majoritário de novembro. Estreante na política local, ela é filha do ex-secretário de Indústria, Comércio e Turismo do município Antônio Cantalício Serpa, também contabilista, que integrou o colegiado do ex-prefeito Valério Tomazi (MDB) entre 2013 e 2014 — quando deixou o cargo para assumir a presidência da Acit (Associação Comercial e Industrial de Tijucas).

A escolha parte, sobretudo, de uma pré-disposição do PDT tijuquense: disputar o pleito em chapa pura e com personagens alheios ao movimento político tradicional da Capital do Vale. Ao que tudo indica, a dupla Thiago & Giselle deve ser oficializada e anunciada em breve.

Por Luan Lucas, especialmente para o Blog do Léo Nunes

Protagonismo

Postado em 29 de junho de 2020

O ex-vice-prefeito Roberto Vailati não montaria um partido com tantas figuras protuberantes da política local se o projeto não fosse ousado na mesma proporção. Sabe-se agora, de fontes fidedignas, que o PSB entrou de vez na disputa pelo segundo nome na chapa do prefeito e pré-candidato à reeleição Eloi Mariano Rocha (PSD).

Na proposta peessebista, a candidatura a vice-prefeito no plano governista vem sendo encarada como uma possibilidade real e viável. O próprio Vailati, que contaria com respaldo unânime da executiva e filiados — além da bancada do partido na Câmara, formada pelas vereadoras Elizabete Mianes da Silva e Maria Edésia da Silva Vargas —, vem se dispondo à vaga. As tratativas seguem à toda na seara situacionista; mas podem, inclusive, ser levadas à oposição em caso de insucesso nas negociações.

Estreia

Postado em 24 de junho de 2020

Os ex-vice-prefeitos Roberto VailatiLuiz Rogério da Silva, depois que reorganizaram e assumiram o PSB em Tijucas, vêm se valendo de uma proeza: trazer para a política lideranças locais que jamais enfrentaram um processo eleitoral, mas que contam com respaldo social e movimentam classes variadas.

Sãos os casos do ex-coordenador do Núcleo das Construtoras, Imobiliárias e Afins da Acit/CDL (Associação Comercial e Industrial de Tijucas e Câmara de Dirigentes Lojistas), Pedro Pierezan, e do presidente da subseção regional da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), João Azzi Junior, que aparecem na gama de pré-candidatos do partido à Câmara Municipal nestas eleições. De acordo com a regência do PSB municipal, a legenda vem com chapa completa, com 20 nomes à disposição do eleitorado na concorrência proporcional.

Panos quentes

Postado em 12 de junho de 2020

Em grandes ondas, todos querem surfar. A pré-candidatura a vice na chapa governista para a concorrência majoritária de São João Batista se transformou no assunto do momento na cidade — sobretudo, com manifestações efusivas na Câmara Municipal. O discurso acalorado do vereador Almir “Déi do Gás” Peixer (PSD) nas tribunas do parlamento, segunda-feira (8), sobre a disposição de formar dupla com o vice-prefeito e pré-candidato Pedro Alfredo “Pedroca” Ramos (MDB), provocou reação diligente — e diplomática — da favorita ao posto, Rúbia Alice Tamanini Duarte (PSL).

No meio da semana, a professora, única mulher na atual legislatura, preferiu evitar ranhuras, abriu mão da vaga e pontuou que “Pedroca sempre teve preferência por Déi”. Nas internas situacionistas, o posicionamento da vereadora foi considerado um ato generoso.

O prefeito Daniel Netto Cândido (PSL), por sua vez, concordou com a correligionária e reforçou a ideia de grupo. “Não queremos gerar divisão”, acrescentou o chefe do Executivo batistense.

Foto e fato

Postado em 26 de maio de 2020
Foto: Divulgação

A foto que ilustrou uma recente postagem nas redes sociais do prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) gerou interpretações diversas. No registro, que muitos julgaram ser subliminar, o chefe do Executivo tijuquense e pré-candidato à reeleição caminha ao lado do engenheiro Sérgio “Coisa Querida” Cardoso sobre a reconstruída Ponde Bulcão Viana, uma das principais obras da atual gestão. Nos grupos online, rodas de esquina e balcões de botequim, as especulações foram sistemáticas: a dupla governista para o pleito majoritário da Capital do Vale foi firmada.

O fato por trás da imagem, porém, é outro. Mariano Rocha e Cardoso — que é figura emblemática da campanha de 2016 — estiveram juntos, quase que por acaso, na reunião do Fórum Parlamentar Catarinense, quinta-feira (21), em São João Batista. O ex-diretor do Sebrae/SC, que tem se resguardado ao máximo em razão da pandemia Covid-19, quis ver de perto a obra concluída e recebeu o convite do prefeito para uma visita in loco depois do evento. E ninguém falou sobre formação de chapa ou nas eleições que se aproximam; pelo menos naquele momento.

Terceira via

Postado em 19 de maio de 2020

Desistir de concorrer à prefeitura de São João Batista nestas eleições não está nos planos do empresário Estevan Nascimento (PL), apesar do esfriamento das negociações provocado pela pandemia. Estreante na vida pública, ele continua conversando com lideranças da Capital Catarinense do Calçado em busca de um composição. “Não pretendo disputar a eleição em chapa pura. Estou avaliando as possibilidades”, revela, com exclusividade para o Blog.

Nos últimos meses, Nascimento e a pastora Fernanda Adorne (PSC) vêm estreitando relações. O empecilho para a formação da chapa seria o compromisso que a religiosa já havia firmado com o médico cardiologista e coronel de reserva do Exército, Cláudio José Soares (PSC). As articulações, no entanto, seguem nos bastidores.

Ficou no papel

Postado em 9 de abril de 2020

No ensaio tudo funcionou melhor do que na prática. O status de protagonismo que se previa para o PSL nas eleições de Tijucas, sobretudo com destaque no projeto de reeleição do prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD), ficou apenas no papel. O partido do governador Carlos Moisés da Silva não conseguiu se efetivar na Capital do Vale e, com o fim da janela, muito provavelmente deixa de participar do pleito municipal neste ano.

Nos bastidores do processo, as justificativas apontam para a falta de quórum feminino nas fileiras do partido e a consequente dificuldade na formação de uma chapa consistente para a concorrência proporcional. Pois, então?!

SEM RELAÇÃO

Mostras de que os R$ 8,3 milhões que o governo estadual destinou a Tijucas, para o asfaltamento da Avenida Beira Rio, não têm relação com a projetada aliança entre o PSL e o plano eleitoral de Mariano Rocha — conforme se supunha —, inclusive, foram dadas nesta semana. A prefeitura já abriu processo licitatório para o início das obras.

Chapa completa

Postado em 8 de abril de 2020

As bases do PL foram, de fato, solidificadas em Tijucas. O presidente municipal da legenda e vice-prefeito Adalto Gomes anuncia, em tom de comemoração, que os liberais vêm com chapa completa de candidatos a vereadores no pleito deste ano.

Gomes, a propósito, segue à disposição do partido para a concorrência majoritária do município nestas eleições.

Dito e feito

Postado em 16 de março de 2020

Pedra cantada no Blog se confirmou na quinta-feira (12). O vereador Antônio Carlos Machado Junior, de Canelinha, enviou carta ao presidente municipal do MDB, Renilson Trindade, requerendo a desfiliação do partido. Ele alega que não se sente mais alinhado com o pensamento e o direcionamento do Manda Brasa canelinhense. “A política deve ser dinâmica e inclusiva, com debates, diálogos e a participação da comunidade”, pontua.

Machado Junior deve se filiar ao PSL nos próximos momentos. O vereador tem acordo prévio com o advogado Diogo Francisco Alves Maciel (PSL) para a formação de uma chapa na concorrência majoritária da Cidade das Cerâmicas.