quinta-feira, 30 de maio de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Projeções

Postado em 27 de maio de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

O vereador e ex-presidente do Poder Legislativo de Canelinha, Robinson Carvalho Lima, confirmou, em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, quinta-feira passada, que está à disposição do bloco oposicionista – formado especialmente por UNIÃO BRASIL E PP -, para concorrer à prefeitura em outubro.

Embora tenha a pretenção, o advogado, que completa o seu primeiro mandato na Câmara, explicou que a especulada candidatura é resultado da atuação no Legislativo, mas o projeto ainda depende da adesão e das estratégias do grupo.

“As coisas aconteceram ao natural. Hoje, tenho pesquisas eleitorais que nos condicionam a colocar o nome à disposição. Isso é fruto de um trabalho. Temos um grupo e, dentro desse grupo, precisamos definir uma estratégia e, se esse grupo entender que eu sou a melhor opção, estarei a frente”, pontuou o parlamentar.

Carvalho Lima revelou, ainda, a intenção de tentar a reeleição como vereador, caso a candidatura majoritária não seja viabilizada. “Posso ir à reeleição como vereador e será só mais uma vez. Quero ter o conhecimento, nas urnas, se a população aprovou meu trabalho. Mas hoje, sou pré-candidato a prefeito”, completou.

Papo reto

Postado em 22 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: TV Câmara

A experiente vereadora Neli Ferreira Trindade (MDB), de Canelinha, não aprovou as recentes mudanças de partidos dos colegas de parlamento – permitidas e justificadas pela janela de filiações, fechada no início do mês -, e aproveitou a sessão da Câmara de Vereadores para alfinetar quem optou pela troca.

Neli parabenizou os colegas de bancada, Thiago Vinícius Leal, Deivid Leal e Francisco Honorato Cardoso Filho, todos do MDB, e a ela própria, por seguirem filiados ao Manda Brasa, mesmo que houvessem sondagens para que o quarteto integrasse um novo grupo.

“Quero olhar pra vocês e dizer parabéns. Hoje se troca de partido como de roupa. É uma loucura. Mas, nós honramos e ficamos onde o povo nos elegeu. Troca-se de partido, de cor, de número e nós ficamos. Fomos bastante assediados, mas nos honramos. O MDB permanece firme e forte”, bradou a parlamentar.

ESTRANHAMENTO

Chama a atenção, entretanto, que a mais relevante mudança tenha sido a do vereador Robinson Carvalho Lima, que deixou o Progressistas e migrou para o UNIÃO BRASIL, visando a construção de um único bloco oposicionista.

O Blog, dias atrás, revelou a intenção do UNIÃO em conquistar a adesão do MDB e, consequentemente, de sua militância, ao projeto. A crítica pública de uma das mais notáveis lideranças da legenda pode significar que as conversas, ao menos até aqui, não tiveram resultado.

CONFIRMAÇÃO

A live Conexão Política – Vale do Rio Tijucas e Costa Esmeralda, da última terça-feira (16), revelou que o presidente do MDB canelinhense, o suplente de vereador Adair da Conceição Lopes Filho, havia confirmado, antes do fechamento da janela, que dificilmente algum vereador deixaria a legenda, mas que o grupo poderia aderir ao movimento oposicionista. “Podemos ir com eles, mas não os nossos sair pra ir pra eles”, resumiu, com simplicidade peculiar.

EM TEMPO: Citado pela vereadora, Francisco Honorato Cardoso Filho, o Chico, também deixou o MDB no passado. Em 2012, elegeu-se vereador pelo PSD – que integrava a base do governo Antônio da Silva -, e, em 2016, foi candidato a vice-prefeito vencido, em chapa encabeçada pelo então cola-branca Eloir João Reis. Quatro anos mais tarde, porém, Chico retornou às origens e disputou as eleições novamente pelo MDB.

Bloco único

Postado em 11 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Os rumores de que os grupos de oposição ao prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (PL), em Canelinha, poderiam organizar um bloco único para o enfrentamento no pleito de outubro, ganharam força nas últimas semanas.

O Blog apurou que o tradicional PP, que já administrou o município em quatro oportunidades (uma ainda como PDS), liderou as conversas com o UNIÃO BRASIL. As duas legendas, hoje, integram um projeto conjunto com vistas no processo eleitoral.

Das conversas, saiu a decisão de que o vereador e ex-presidente do Poder Legislativo municipal Robinson Carvalho Lima deveria se filiar ao UNIÃO. O translado, inclusive, foi aprovado e apoiado pelos progressistas, mesmo que a baixa deixe o PP sem representação no parlamento municipal.

Com o movimento, o advogado estaria apto a representar o grupo nas eleições como candidato a prefeito. Mais do que isso: poderia, sem o “11” na frente, construir uma composição com o MDB e juntar, no mesmo palanque, os dois mais tradicionais partidos do município que, por décadas, rivalizaram e disputaram, voto a voto, boa parte dos pleitos em Canelinha.

11 + 15 = 44

Os principais articuladores entendem que disputar o eleitorado canelinhense, dividindo a eleição em três candidaturas, facilitaria a caminhada de Alves Maciel para a reeleição. Mas, em contrapartida, não seria fácil convencer um emedebista ferrenho a digitar o 11 na urna. O contrário também.

Entretanto, há um consenso de que tanto os colas-brancas quanto os colas-pretas poderiam assimilar melhor a ideia de votar 44, em prol de uma retomada do Executivo municipal. Pois então…

Espontaneamente

Postado em 22 de janeiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Câmara de Canelinha

Sempre que a disputa política de Canelinha entra na reta final, um nome em especial passa a ser frequente nas rodas de especulação da cidade: o do radialista José Carlos Trindade, popular Carlinhos, marido da vereadora Neli Ferreira (MDB).

Embora jamais tenha participado efetivamente de uma concorrência majoritária, o locutor da Canelinha FM tem status de liderança no MDB e ostenta popularidade e prestígio social, o que, para alguns entusiastas da proposta, seriam requisitos capazes de intensificar as chances de vitória no pleito. E quando uma possibilidade passa a ser oportunidade, cria-se a expectativa.

Consultado pelo Blog, entretanto, Trindade não confirma qualquer intenção de concorrer à prefeitura, mas revela que tem recebido investidas. “Meu nome aparece na pesquisa espontânea, fruto do meu trabalho, e isso faz com que as pessoas me questionem sobre uma candidatura. Ainda acho que minha mulher, Neli, atuante na política há muitos anos, tem mais argumentos para ser prefeita”, diz.

CHOQUE INTERNO

Caso decidisse assumir esse desafio, Carlinhos teria um lide a tratar: a união do MDB local e os conflitos com o ex-prefeito Moacir Montibeler, nome de comando na legenda e com quem ele e a mulher atualmente não comungam. “Embora sejamos MDB, o partido, em Canelinha, tem dono. E com isso não concordamos”, conta, antes de dizer que “não existe, atualmente, qualquer relação” entre eles e o ex-mandatário canelinhense.

LIVRE E LEVE

Sobre a cena atual e as possibilidades para o pleito de outubro, Trindade usa os argumentos da esposa e garante que não teria dificuldades de “construir pontes” com adversários de outrora. “Tenho ótima relação com o atual prefeito (Diogo Francisco Alves Maciel (PL)), e o vereador Robinson (Carvalho Lima (PP), principal liderança de oposição na Câmara) é meu amigo e frequenta a minha casa”, garante.

Exclusivamente, o radialista revelou que, inclusive, já teria conversado com Carvalho Lima acerca de um projeto para as próximas eleições.

Surpresa agradável

Postado em 25 de julho de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O deputado estadual Altair Silva (PP), natural de Major Gercino e com fortes ligações nos municípios da região, apareceu de surpresa em Canelinha, hoje, trazendo notícias importantes a um de seus mais destacados correligionários na Terra das Cerâmicas.

Silva foi ao escritório do vereador Robinson Carvalho Lima (PP) para informar pessoalmente a publicação, no Diário Oficial, de uma emenda na casa dos R$ 140 mil para melhorias na infraestrutura do município.

Restam apenas trâmites burocráticos para que o recurso seja depositado nos cofres da prefeitura. O deputado concluiu a visita acompanhando outras demandas dos canelinhenses e programando a destinação de futuras emendas.

Hora da desforra

Postado em 26 de janeiro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Desde que encerrou o mandato como presidente do Poder Legislativo de Canelinha, o vereador Robinson Carvalho Lima (PP) voltou a frequentar o paço municipal diariamente e trabalhar ao lado de membros da administração, alvos das críticas que propalou na tribuna ao longo dos últimos dois anos. A convivência forçada com o opositor, evidentemente, não foi bem digerida por alguns.

Servidor público concursado, o parlamentar é um dos advogados da prefeitura e precisa prestar 20 horas de serviços semanais. Mas não concordou em cumprir expediente todas as manhãs, como estipulado no retorno à função, e tratou o caso por “perseguição”. Tanto que chegou a reclamar, pasmem!, diretamente ao prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (REPUBLICANOS).

O chefe do Executivo canelinhense, por sua vez, teria contornado o problema e dito ao vereador, na reunião entre ambos, que “não se precisa ser muito bom em matemática para calcular que cinco (dias de expediente) vezes quatro (horas trabalhadas na carga diária) resultam em 20 (horas semanais)”. Pois, então?!

Sobre o muro

Postado em 14 de dezembro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os canelinhenses viveram para ver a aliança do ex-prefeito Eloir “Lico” Reis (PSD) com o MDB que tanto combateu durante a caminhada política. Agora vereador, ele foi eleito, ontem, presidente da Câmara Municipal com os colas-pretas David Leal (MDB), Francisco Honorato “Chico” Cardoso Filho (MDB) e Thiago Vinícius Leal (MDB) como companheiros.

Lico, aliás, permanece como principal incógnita do Legislativo municipal. Chegou à vereança na oposição, aproximou-se do prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (REPUBLICANOS) em seguida, era vice-presidente da Câmara em chapa com um dos mais incisivos críticos da gestão, vereador Robinson Carvalho Lima (PP), e agora comanda uma mesa recheada de emedebistas contrários ao governo.

Para uns, o auto-alcunhado “Cabeça Branca” apenas despreza completa e recorrentemente a autenticidade ideológica em nome da beneficência; e para outros, ele mostra habilidade suficiente para transitar em qualquer terreno sem desagradar quem quer que seja. Pois, então?!

Coluna do Blog | 7 de julho, 2022

Postado em 7 de julho de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

.

COMPROMISSO

Se o primeiro colocado nas eleições de 2020 em Tijucas, prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD), pôs o bloco na rua em favor do governador Carlos Moisés da Silva (REPUBLICANOS), seu mais próximo concorrente, o empresário Thiago Peixoto dos Anjos (PDT), vai, mais uma vez, medir forças com o chefe do Executivo municipal em favor de Gean Loureiro (UB).

 

O ex-prefeito de Florianópolis e seu parceiro de chapa, ex-chefe da Casa Civil estadual Eron Giordani (PSD), estiveram hoje em Tijucas especialmente para conversar com o dono do Hotel do Valle. Peixoto dos Anjos esteve próximo de um acerto com Jorginho Mello (PL), com quem tem estreita relação, mas se rendeu aos apelos de Loureiro e assumiu compromisso de apoiar ex-mandatário florianopolitano na corrida ao governo estadual.

 

CARISMA

A passagem do governador Carlos Moisés da Silva (REPUBLICANOS) por São João Batista, no fim de junho, para anunciar investimentos e inaugurar obras com recursos estaduais no município, engendrou um alvoroço na política batistense. A raiz das discórdias foi a calorosa salva de palmas que o ex-prefeito Daniel Netto Cândido (PODE) recebeu na chegada ao salão paroquial, na recepção ao chefe do Executivo catarinense, seguido da secretária adjunta de Estado do Desenvolvimento Social, Rúbia Alice Tamanini Duarte. A fogueira das vaidades ardeu em brasa entre as lideranças e autoridades presentes no evento.

Nada de anormal, aliás, que Cândido tenha provocado frisson no público. Foi prefeito por dois mandatos, deixou o cargo com índices históricos de aprovação popular e recentemente esteve na secretaria adjunta de Estado do Desenvolvimento Social. E mais: emplacou sucessores no município e no governo estadual. Queriam o quê?!

PP DO VALE

Progressistas do Vale do Rio Tijucas se reuniram novamente com lideranças, filiados e simpatizantes do partido, ontem. O encontro do movimento PP do Vale, desta vez, foi em Canelinha, sob supervisão do presidente da Câmara, vereador Robinson Carvalho Lima (PP), e levou mais de cem pessoas às dependências da Sociedade Esportiva e Recreativa Marselhesa, na Índia.

Entre os presentes, estiveram, ainda, vereadores, ex-prefeitos e pré-candidatos a deputados estaduais e federais, que se apresentaram e discursaram ao público. A próxima edição do evento foi marcada para Nova Trento, com o ex-vereador Valdemir Luiz Quaiatto (PP) na recepção.

Casa cheia

Postado em 12 de maio de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

Quase 300 pessoas, entre filiados e simpatizantes do PP no Vale do Rio Tijucas e Costa Esmeralda, estiveram ontem no Restaurante Guarnieri Cunha, em Tijucas, para o encontro regional do partido e apresentação de pré-candidatos progressistas nestas eleições. A organização do evento ficou a cargo do vereador Maickon Campos Sgrott, presidente do Legislativo tijuquense, e marcou a recente história do movimento como a maior e mais numerosa edição das suas assembleias — quem têm sido mensais e com alternância de sedes na região.

 

Entre os presentes, destacaram-se o presidente do PP em Santa Catarina, suplente de deputado estadual Silvio Dreveck, o ex-secretário de Estado da Agricultura, Pesca e Desenvolvimento Rural, deputado estadual Altair Silva, os ex-prefeitos Uilson Sgrott, de Tijucas, e Antônio da Silva, de Canelinha, além de vereadores e líderes progressistas dos cinco municípios do Vale do Rio Tijucas e de Porto Belo.

ORGANIZAÇÃO

O movimento batizado PP do Vale congrega vereadores, suplentes, ex-prefeitos e outras lideranças progressistas nos municípios do Vale do Rio Tijucas e tem a finalidade de fortalecer o partido na região. O anfitrião de ontem, vereador Maickon Sgrott, é o coordenador de Relações Políticas. Outros membros dirigentes são o vereador Nelson Zunino Neto, de São João Batista, coordenador geral; o vereador Rodrigo dos Santos, de Major Gercino, vice-coordenador geral; e o vereador Jucelino Marino Chini, de Nova Trento, coordenador de Captação de Recursos.

Canelinha, com o vereador Robinson Carvalho Lima na recepção, deve sediar o próximo encontro, em junho.

Microfone fechado

Postado em 6 de abril de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (REPUBLICANOS), de Canelinha, foi impedido de usar a tribuna da Câmara Municipal na sessão de ontem. Ele queria explicar um projeto do Executivo para contratação de operação de crédito com a Caixa Econômica Federal protocolado momentos antes e sem aval da comissão responsável na Casa. A proposta para que o mandatário canelinhense se manifestasse no Legislativo foi formalizada pelo vereador Vagner Simas (PSL) e prontamente negada pelo presidente Robinson Carvalho Lima (PP).

Com o revés, tanto Simas quanto o correligionário José Tarquino Melo Neto (PSL) decidiram se retirar da reunião. E, pouco depois, se juntaram a um grupo de apoiadores do governo, em recepção a Alves Maciel na fachada da empresa da família do prefeito, na região central da Cidade das Cerâmicas.

Para a negativa, Carvalho Lima argumentou que o regimento da Câmara restringia a discussão, por quem quer que fosse, de projetos que não estivessem na pauta. E, aproveitando a evasão dos parlamentares governistas, foi à forra: “A partir do momento em que o prefeito precisa explicar um projeto, entende-se que ele reconhece a incompetência dos vereadores da base”, bradou o presidente na tribuna do Legislativo.